Palavras diárias de Deus | "O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem percorre" | Trecho 474

A maioria das pessoas crê em Deus pelo bem de seu destino futuro ou em busca de contentamento temporário. Para aquelas que não foram submetidas a nenhum tratamento, o propósito de sua crença em Deus é entrarem no céu, de modo a obterem recompensas. Não é no intuito de se tornarem perfeitas nem de cumprirem o dever de criaturas de Deus. Isto equivale a dizer que a maioria das pessoas não crê em Deus para cumprir com a sua responsabilidade nem para concluir o seu dever. Raras vezes as pessoas creem em Deus de modo a conferir sentido às suas vidas, bem como não há quem acredite que, uma vez que está vivo, o homem deve amar a Deus porque é lei do Céu e princípio da terra que o faça, além de ser a vocação natural do homem. Assim, embora diferentes pessoas busquem suas próprias metas, o propósito da busca e a motivação por trás dela são similares em todos os casos e, ademais, para a maioria delas os objetos de adoração são os mesmos. Ao longo dos últimos milênios, muitos crentes morreram e muitos morreram e nasceram de novo. Não são apenas uma ou duas pessoas que vão à procura de Deus, nem mesmo mil ou duas mil, mas a busca da maioria dessas pessoas visa à consecução de suas próprias perspectivas ou de suas esperanças de glória para o futuro. As devotadas a Cristo são poucas e raras. Muitos crentes devotados morreram ainda presos às suas próprias redes e, além disso, o número de pessoas que tiveram sucesso é insignificante. Até hoje, ainda não se conhecem as razões do fracasso nem os segredos do sucesso das pessoas. Aquelas obcecadas com a busca de Cristo ainda não tiveram seu momento de súbita percepção, ainda não chegaram ao cerne destes mistérios, simplesmente porque não sabem. Apesar de elas se empenharem muito nessa busca, a senda que percorrem é a senda do fracasso já percorrida por seus antepassados, não é uma senda de sucesso. Assim, independentemente de seu modo de busca, não estão elas a percorrer a senda que leva às trevas? Não é um fruto amargo o que elas conseguem? Já é bem difícil prever se as pessoas que seguem o exemplo daquelas bem-sucedidas em tempos passados acabarão por alcançar o êxito ou um resultado calamitoso. Logo, quão piores não serão as chances das pessoas que seguem os passos daquelas malsucedidas? Não têm elas ainda maior probabilidade de fracassar? Qual o valor da senda por elas percorrida? Não estão perdendo seu tempo? Quer elas tenham sucesso, quer fracassem em sua busca, há, em suma, uma razão para elas chegarem a tal resultado, e o êxito ou o fracasso delas não é determinado pelo fato de procurarem como bem querem.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado