Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

Categorias

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)

Deus é a fonte da vida para todas as coisas (II) (Parte 1)

Vamos continuar o tópico de comunicação da última vez. Você consegue se lembrar qual foi o tópico que comunicamos da última vez? (Deus é a fonte da vida para todas as coisas.) “Deus é a fonte da vida para todas as coisas” é um tópico que parece distante demais para vocês? Vocês têm algum entendimento superficial sobre isso? Alguém poderia Me dizer qual o ponto principal desse tópico que comunicamos da última vez? (Através da criação de todas as coisas por Deus, vejo que Deus nutre todas as coisas e alimenta a humanidade. No passado, sempre pensei que quando Deus supre o homem, Ele só supre Sua palavra ao Seu povo escolhido, mas nunca vi, através das leis de todas as coisas, que Deus está nutrindo a humanidade. É apenas por meio da comunicação por Deus desse aspecto da verdade que senti que Deus é a fonte de todas as coisas e vi que a vida de todas as coisas é suprida por Deus, que Deus manipula essas leis e que Ele nutre todas as coisas. Com base em Sua criação de todas as coisas, vejo o amor de Deus.) Da última vez, comunicamos principalmente a respeito da criação de todas as coisas por Deus e sobre como Ele estabeleceu leis e princípios para elas. Sob tais leis e sob tais princípios, todas as coisas vivem e morrem com o homem e coexistem com o homem sob o domínio de Deus e aos olhos de Deus. Sobre o que falamos primeiro? Deus criou todas as coisas e usou Seus próprios métodos para estabelecer as leis de crescimento para todas as coisas, bem como sua trajetória e padrões de crescimento, e também definiu as maneiras pelas quais todas as coisas existem na Terra, para que possam viver continuamente e depender umas das outras. Com tais métodos e leis, todas as coisas são capazes de existir com sucesso e de forma pacífica e crescer nesta terra. Somente por ter esse ambiente o homem é capaz de ter um lar estável e um ambiente de vida, e sob a orientação de Deus, ele continua a se desenvolver e progredir, se desenvolver e avançar.

A última vez discutimos o conceito básico de Deus suprir todas as coisas. Primeiro Deus supre todas as coisas desse modo para que todas as coisas existam e vivam para a humanidade. Em outras palavras, tal ambiente existe por causa das leis estabelecidas por Deus. É somente porque Deus mantém e administra tais leis que a humanidade tem o ambiente de vida que tem hoje. Aquilo sobre o que falamos da última vez é um grande salto do conhecimento sobre Deus de que falamos antes. Por que existe esse salto? Porque quando falamos sobre conhecer a Deus no passado, estávamos discutindo no âmbito de Deus salvar e gerenciar a humanidade – isso é, a salvação e a gestão do povo escolhido de Deus – sobre conhecer a Deus, os feitos de Deus, Seu caráter, o que Ele tem e é, Suas intenções e como Ele supre o homem com a verdade e a vida. Mas o assunto sobre o qual falamos da última vez não estava mais meramente restrito apenas à Bíblia e dentro do escopo de Deus salvar Seu povo escolhido. Em vez disso, saltou fora desse escopo, fora da Bíblia e fora dos limites dos três estágios da obra que Deus faz em Seu povo escolhido para discutir o Próprio Deus. Então, quando vocês ouvirem essa parte de Minha comunicação, vocês não devem limitar seu conhecimento de Deus à Bíblia e aos três estágios da obra de Deus. Em vez disso, devem manter suas perspectivas abertas; vocês têm que ver os atos de Deus e o que Ele tem e é entre todas as coisas e como Deus domina e gere todas as coisas. Por meio desse método e nesse alicerce, você pode ver como Deus supre todas as coisas. Isso permite que a humanidade entenda que Deus é a verdadeira fonte de vida para todas as coisas e que essa é a verdadeira identidade do Próprio Deus. Ou seja, a identidade, o status e a autoridade de Deus e Seu tudo não são dirigidos apenas àqueles que atualmente O seguem – não são dirigidos apenas a vocês, esse grupo de pessoas – mas a todas as coisas. Então, qual é o escopo de todas as coisas? O escopo de todas as coisas é muito amplo. Utilizo “todas as coisas” para descrever o escopo do governo de Deus sobre tudo porque quero dizer para vocês que as coisas dominadas por Deus não são apenas o que vocês conseguem ver com seus olhos, mas incluem o mundo material que todas as pessoas conseguem ver, assim como outro mundo que não pode ser visto pelos olhos humanos fora do mundo material e, além disso, inclui o espaço e os planetas fora de onde a humanidade atualmente existe. Esse é o escopo do domínio de Deus sobre todas as coisas. O escopo do domínio de Deus sobre todas as coisas é muito amplo. Quanto a vocês, o que vocês devem entender, o que vocês devem ver, e de que coisas vocês devem ganhar conhecimento – isso é o que cada um de vocês precisa e deve entender, ver e ter clareza disso. Ainda que o escopo desse “todas as coisas” seja muito amplo, não lhes falarei sobre o escopo que vocês não conseguem enxergar ou com o qual vocês não podem entrar em contato. Eu só lhes falarei sobre o escopo com o qual os seres humanos podem entrar em contato, podem entender e podem compreender, para que todos possam sentir o verdadeiro significado da frase “Deus é a fonte da vida para todas as coisas”. Dessa forma, qualquer coisa que Eu comunicar para vocês não serão palavras vazias.

Da última vez, utilizamos métodos de contar histórias para dar uma visão geral simples sobre o tópico “Deus é a fonte da vida para todas as coisas”, para que você possa ter uma compreensão básica de como Deus supre todas as coisas. Qual é o propósito de incutir esse conceito básico em vocês? É para permitir que vocês saibam que, fora da Bíblia e de Seus três estágios de obra, Deus também está realizando ainda mais obra que os humanos não conseguem ver nem com as quais podem entrar em contato. Tal obra está sendo realizada pessoalmente por Deus. Se Deus estivesse apenas exclusivamente conduzindo Seu povo escolhido adiante, sem essa obra externa à Sua obra de gestão, seria muito difícil para esta humanidade, incluindo todos vocês, continuar seguindo adiante, e esta humanidade e este mundo não conseguiriam continuar desenvolvendo. Essa é a importância da frase “Deus é a fonte da vida para todas as coisas” que estou comunicando para vocês hoje.

O ambiente básico de vida que Deus cria para a humanidade

Discutimos muitos tópicos e conteúdos relacionados à frase “Deus é a fonte da vida para todas as coisas”, mas vocês sabem dentro de seu coração que coisas Deus concede à humanidade além de lhes suprir com Sua palavra e realizar Sua obra de castigo e julgamento em vocês? Algumas pessoas podem dizer: “Deus me concede graça e bênçãos e me dá disciplina, conforto, cuidado e proteção de todas as formas possíveis”. Outros dirão: “Deus me dá alimento e bebida diárias”, já alguns até dirão: “Deus me concede tudo”. Com relação a essas coisas com as quais as pessoas podem ter contato durante sua vida diária, vocês todos podem ter algumas respostas relativas à sua própria experiência de vida física. Deus concede muitas coisas a cada pessoa, embora o que estejamos discutindo aqui não se limite apenas ao escopo das necessidades diárias das pessoas, mas permite que cada um de vocês olhe mais além. De uma perspectiva macro, uma vez que Deus é a fonte de vida para todas as coisas, como Ele mantém a vida de todas as coisas? Para que todas as coisas possam continuar a existir, o que Deus traz para todas as coisas para manter sua existência e manter as leis de sua existência? Esse é o ponto principal do que estamos discutindo hoje. Vocês entendem o que Eu tenho dito? Esse tópico pode ser muito estranho para vocês, mas não vou falar sobre quaisquer doutrinas que sejam muito profundas. Eu vou Me esforçar para fazer vocês entenderem tudo depois de ouvirem. Vocês não precisam sentir nenhum fardo – tudo que precisam fazer é ouvir com atenção. No entanto, ainda tenho que enfatizar um pouco mais: Qual é o assunto sobre o qual estou falando? Diga-Me. (Deus é a fonte da vida para todas as coisas.) Então, como Deus supre todas as coisas? O que Ele supre para todas as coisas para que possa ser dito que “Deus é a fonte da vida para todas as coisas”? Vocês têm algum conceito ou pensamento sobre isso? Parece que esse tópico sobre o qual estou falando basicamente não extrai nada do coração e da mente de vocês. Mas espero que vocês possam conectar o tópico e as coisas sobre as quais falarei às ações de Deus, e não vinculá-los a qualquer conhecimento ou ligá-los a qualquer cultura ou pesquisa humanas. Estou falando apenas sobre Deus e sobre o Próprio Deus. Essa é a Minha sugestão para vocês. Vocês entendem, certo?

Deus outorgou muitas coisas à humanidade. Vou começar falando sobre o que as pessoas conseguem ver, ou seja, o que elas podem sentir. Essas são coisas que as pessoas podem entender por dentro e podem aceitar. Então, vamos começar primeiro com o mundo material para discutir o que Deus supriu à humanidade.

1. O ar

Primeiro, Deus criou o ar para que o homem possa respirar. Esse “ar” não é o ar da vida cotidiana com o qual os humanos estão em contato constante? Esse ar não é a coisa da qual os humanos dependem a cada momento, mesmo enquanto dormem? O ar que Deus criou é monumentalmente importante para a humanidade: é o componente essencial de cada respiração e da própria vida. Essa substância, que só pode ser sentida, mas não vista, foi o primeiro presente de Deus para todas as coisas. Depois de criar o ar, Deus simplesmente fechou a fábrica? Tendo criado o ar, Deus pensou a respeito da densidade do ar? Deus deu consideração ao conteúdo do ar? (Sim.) Em que Deus pensava quando Ele fez o ar? Por que Deus fez o ar e qual foi o Seu raciocínio? Os humanos precisam de ar e precisam respirar. Primeiramente, a densidade do ar deve corresponder ao pulmão humano. Alguém sabe qual é a densidade do ar? Isso não é algo que as pessoas precisam saber; não há necessidade de saber isso. Não precisamos de um número exato relativo à densidade do ar, e ter uma ideia geral já basta. Deus fez o ar com uma densidade que seria mais adequada para os pulmões humanos respirarem. Ou seja, os humanos se sentem confortáveis ​​e não causam danos ao corpo quando respiram. Essa é a ideia por trás da densidade do ar. Então falaremos sobre o conteúdo do ar. Em primeiro lugar, o conteúdo do ar não é venenoso para os humanos, portanto, não danificará o pulmão e o corpo. Deus teve que pensar em tudo isso. Deus teve que levar em conta que o ar que os humanos respiram deveria entrar e sair suavemente, e que, depois de inalado, o conteúdo e a quantidade de ar deveriam ser tais que o sangue e o ar residual no pulmão e no corpo seriam metabolizados adequadamente, e também que o ar não deveria conter componentes venenosos. Com relação a esses dois padrões, não quero alimentar você com um monte de conhecimento, mas apenas informá-lo que Deus tinha um processo de pensamento específico em mente quando criou cada uma das coisas – o melhor. Quanto à quantidade de poeira no ar, a quantidade de poeira, areia e sujeira na terra, bem como a poeira que desce do céu, Deus tinha um plano para essas coisas também – uma maneira de eliminar ou resolver essas coisas. Embora haja um pouco de poeira, Deus fez com que a poeira não prejudicasse o corpo e a respiração do homem, e que os fragmentos de poeira fossem de um tamanho que não seria prejudicial para o corpo. A criação do ar por Deus não foi misteriosa? Foi tão simples como soprar um sopro de ar de Sua boca? (Não.) Mesmo em Sua criação das coisas mais simples, o mistério de Deus, Sua mente, Seus pensamentos e Sua sabedoria são todos aparentes. Deus é realista? (Sim.) Ou seja, mesmo ao criar algo simples, Deus estava pensando na humanidade. Em primeiro lugar, o ar que os humanos respiram é limpo, o conteúdo é adequado para a respiração humana, ele não é tóxico e não causa danos aos seres humanos e a densidade é calibrada para a respiração humana. Esse ar que os humanos inspiram e expiram é essencial para seu corpo, sua carne. Então os humanos podem respirar livremente, sem constrangimento ou preocupação. Eles podem respirar normalmente. O ar é aquilo que Deus criou no princípio e que é indispensável para a respiração humana.

2. A temperatura

A segunda coisa é a temperatura. Todos sabem o que é temperatura. A temperatura é algo com que um ambiente adequado para a sobrevivência humana deve estar equipado. Se a temperatura for muito alta, digamos, se a temperatura for superior a 40 graus Celsius, não seria exaustivo para os humanos viverem? Não seria muito esgotante? E se a temperatura for muito baixa e atingir 40 graus Celsius negativos? Os humanos também não suportariam isso. Portanto, Deus foi realmente muito particular ao definir esse intervalo de temperatura. A faixa de temperatura à qual o corpo humano pode se adaptar é basicamente de menos 30 graus Celsius até 40 graus Celsius. Essa é a faixa básica de temperatura do norte ao sul. Em regiões frias, as temperaturas podem cair para menos de 50 a 60 graus Celsius. Tal região não é um lugar no qual Deus permita que o homem viva. Por que existem regiões tão frias? Dentro disso está a sabedoria e as intenções de Deus. Ele não permite que você chegue perto desses lugares. Deus protege os lugares que são muito quentes e frios demais, o que significa que Ele não está preparado para permitir que o homem viva lá. Isso não é para a humanidade. Por que Ele permitiria que tais lugares existissem na terra? Se Deus não permitiria que o homem vivesse ali ou existisse ali, por que Deus criaria esses lugares? A sabedoria de Deus está nisso. Ou seja, a temperatura básica do ambiente para a sobrevivência humana também foi razoavelmente ajustada por Deus. Também há uma lei aqui. Deus criou algumas coisas para ajudar a manter essa temperatura, para controlar essa temperatura. Quais coisas são utilizadas para manter essa temperatura? Primeiro, o sol pode trazer calor às pessoas, mas as pessoas poderiam aguentar se estivesse quente demais? Existe alguém que se atreva a chegar perto do sol? Existe algum instrumento na terra que possa se aproximar do sol? (Não.) Por que não? Ele é quente demais. Derreteria. Portanto, Deus fez uma medição específica da distância entre o sol e a humanidade; Ele fez uma obra especial. Deus tem um padrão para essa distância. Há também o Polo Sul e o Polo Norte da Terra. O que há no Polo Sul e no Polo Norte? É tudo geleira. A humanidade pode viver nas geleiras? São adequadas para a vida humana? (Não.) Não, então você não irá lá. Como você não vai para os Polos Sul e Norte, as geleiras serão preservadas e poderão desempenhar seu papel, que é controlar a temperatura. Entendeu? Se não existirem os Polos Sul e Norte e o sol estiver sempre brilhando na terra, todas as pessoas na terra morrerão do calor. Deus utiliza apenas essas duas coisas para controlar a temperatura? Não, Ele não utiliza apenas essas duas coisas para controlar uma temperatura adequada à sobrevivência humana. Há também todos os tipos de coisas vivas, como a grama nos campos, os vários tipos de árvores e todos os tipos de plantas nas florestas. Eles absorvem o calor do sol e sintetizam a energia térmica do sol para regular a temperatura em que os humanos vivem. Há também fontes de água, como rios e lagos. A área da superfície de rios e lagos não é algo que possa ser decidido por ninguém. Ninguém pode controlar quanta água existe na Terra, onde a água flui, a direção em que ela flui, o volume de água ou a velocidade do fluxo. Só Deus sabe. Essas várias fontes de água, incluindo a água subterrânea e os rios e lagos acima do solo que as pessoas podem ver, também podem regular a temperatura em que os humanos vivem. Além disso, existem todos os tipos de formações geográficas, como montanhas, planícies, cânions e pantanais; essas várias formações geográficas e suas áreas de superfície e tamanhos desempenham um papel na regulação da temperatura. Por exemplo, se essa montanha tiver um raio de 100 quilômetros, esses 100 quilômetros terão um efeito de 100 quilômetros. Quanto a quantas cadeias de montanhas e cânions Deus criou na Terra, isso é algo que Deus pensou cuidadosamente. Em outras palavras, por trás da existência de cada coisa criada por Deus há uma história, e ela também contém a sabedoria e os planos de Deus. Digamos, por exemplo, as florestas e todos os tipos de vegetação – a área de superfície e o tamanho do espaço em que eles crescem não podem ser controlados por nenhum ser humano, nem qualquer ser humano tem a palavra final sobre essas coisas. Quanta água eles absorvem, quanta energia térmica eles absorvem do sol também não podem ser controlados por nenhum ser humano. Todas essas são coisas que estão dentro do âmbito do que foi planejado por Deus quando Ele criou todas as coisas.

É somente devido ao planejamento, consideração e arranjos cuidadosos de Deus em todos os aspectos que o homem pode viver em um ambiente com uma temperatura tão adequada. Portanto, tudo o que o homem vê com os olhos, como o sol, os Polos Sul e Norte, sobre os quais as pessoas ouvem falar, bem como as várias coisas vivas sobre e abaixo do solo e na água, e áreas de superfície de florestas e outros tipos de vegetação e fontes de água, vários corpos de água, quanta água do mar e água doce existem, além de diferentes ambientes geográficos – Deus utiliza essas coisas para manter as temperaturas normais para a sobrevivência do homem. Isso é absoluto. É apenas porque Deus leva tais coisas em conta que o homem consegue viver em um ambiente com temperaturas adequadas. Não pode ser nem muito frio nem quente demais: lugares que são muito quentes e onde as temperaturas excedem aquilo a que o corpo humano pode se adaptar certamente não são preparados para você por Deus. Os locais que são muito frios e onde as temperaturas são muito baixas; lugares onde, assim que um humano chegar será congelado de tal forma em apenas alguns minutos que ele não será capaz de falar, seu cérebro congelará, ele não será capaz de pensar, e logo sufocará – tais lugares também não são preparados por Deus para a humanidade. Não importa que tipo de pesquisa os humanos desejem realizar, ou se querem inovar ou querem superar tais limitações – não importa o que as pessoas pensem, elas nunca serão capazes de exceder os limites daquilo a que o corpo humano pode se adaptar. Elas nunca serão capazes de se livrar dessas limitações que Deus criou para o homem. Isso é porque Deus criou os seres humanos, e Deus sabe melhor que ninguém a que temperaturas o corpo humano pode se adaptar. Os próprios humanos sabem? (Não.) Por que você diz que os humanos não sabem? Que tipo de coisas tolas os humanos fizeram? Não existiram muitas pessoas que sempre quiseram desafiar os Polos Norte e Sul? Elas sempre querem ir lá para ocupar a terra, para que possam fincar raízes e desenvolvê-la. Esse não é um ato de autodestruição? Digamos que você tenha pesquisado os Polos Sul e Norte detalhadamente. Mas mesmo se você puder se adaptar a tais temperaturas, puder viver lá e “melhorar” o ambiente de vida e o ambiente de sobrevivência dos Polos Sul e Norte, isso beneficiará a humanidade de alguma forma? Você ficará feliz se todo o gelo dos Polos Sul e Norte derreter? Isso é incrível. É um ato absurdo. A humanidade tem um ambiente em que pode sobreviver, mas não pode ficar quieta e permanecer aqui de forma conscienciosa, e tem que ir aonde não pode sobreviver. Por que esse é o caso? Ela está entediada com a vida nessa temperatura adequada. Ela tem desfrutado de bênçãos demais. Além disso, esse ambiente de vida normal foi bastante destruído pela humanidade, então ela pode muito bem ir ao Polo Sul e ao Polo Norte para causar mais danos ou se engajar em alguma “causa”, para poder ser algum tipo de “pioneiro”. Isso não é tolice? Ou seja, sob a liderança de seu ancestral Satanás, essa humanidade continua a fazer uma coisa absurda após a outra, destruindo irresponsável e arbitrariamente o lindo lar que Deus criou para a humanidade. Foi isso que Satanás fez. Além disso, ao ver que a sobrevivência da humanidade na Terra está em um pouco de risco, muitas pessoas querem encontrar maneiras de ir ficar na lua, para procurar uma saída ao ver se podem viver lá. No final, o que está faltando lá? (Oxigênio.) Os seres humanos podem sobreviver sem oxigênio? Como a lua não tem oxigênio, não é um lugar onde o homem pode ficar, e ainda assim o homem continua querendo ir para lá. O que é isso? É autodestruição, certo? É um lugar sem ar, e a temperatura não é adequada para a sobrevivência humana, então não é preparada por Deus para o homem.

A temperatura da qual acabamos de falar é algo com que as pessoas podem ter contato em sua vida diária. “O clima está muito bom hoje, 23 graus Celsius. O clima está bom, o céu está limpo e o ar é refrescante. Respire o ar fresco. O sol está brilhando. Alongue-se sob a luz do sol. Estou de bom humor!” Ou “O clima de hoje está muito frio. Se você colocar suas mãos para fora, elas congelarão imediatamente. Está congelante, então não fique do lado de fora por muito tempo. Apresse-se e volte, não se congele!”. A temperatura é algo que todos os corpos humanos podem sentir, mas ninguém pensa a respeito de como essa temperatura surgiu, ou quem é responsável e controla essa temperatura que é adequada para a vida humana. É isso que estamos aprendendo agora. Existe sabedoria de Deus nisso? A ação de Deus está dentro disso? (Sim.) Considerando-se que Deus criou um ambiente com uma temperatura adequada para a vida humana, essa é uma das maneiras pelas quais Deus supre todas as coisas? (Sim.) É.

00:00
00:00

0Busca por x resultados