Palavras diárias de Deus | "Conhecer Deus é a senda para temer a Deus e evitar o mal" | Trecho 3

Muitas pessoas pegam as palavras de Deus para as ler dia após dia, até o ponto de cuidadosamente memorizar todas as passagens clássicas que contém e guardá-las como seu tesouro mais precioso e, além disso, pregar as palavras de Deus em todo lugar, provendo e ajudando os outros por meio de Suas palavras. Elas pensam que fazer isso é dar testemunho de Deus, dar testemunho de Suas palavras, que fazer isso é seguir o caminho de Deus; pensam que fazer isso é viver pelas palavras de Deus, que isso é aplicar as Suas palavras às próprias vidas, que fazer isso lhes permitirá receber os elogios de Deus e ser salvas e aperfeiçoadas. Mas, mesmo pregando as palavras de Deus, nunca cumprem com as palavras de Deus na prática ou tentam alinhar-se com o que está revelado nelas. Antes, elas usam as palavras de Deus para ganhar a adoração e confiança dos outros trapaceando, para entrar no gerenciamento por conta própria e defraudar e roubar a glória de Deus. Elas esperam, em vão, usar a oportunidade dada para divulgar as palavras de Deus para receberem a obra de Deus e Seus elogios. Quantos anos se passaram, mas essas pessoas não somente não conseguiram merecer os elogios de Deus no processo de pregar as palavras de Deus, não somente foram incapazes de descobrir o caminho que deveriam seguir no processo de dar testemunho das palavras de Deus, como também não ajudaram a suprir a si mesmas no processo de suprir e ajudar os outros por meio das palavras de Deus, foram incapazes de conhecer Deus e de despertar a si mesmas para uma reverência genuína a Deus, no processo de fazer todas essas coisas; mas, ao contrário, seus mal-entendidos sobre Deus aumentam cada vez mais, sua desconfiança em Deus se torna cada vez mais grave, e suas imaginações sobre Ele, mais hiperbólicas. Supridas e guiadas por suas teorias sobre as palavras de Deus, elas aparentam estar completamente em seu ambiente, como se estivessem exercendo suas habilidades com toda a facilidade, como se tivessem encontrado seu propósito na vida, sua missão, como se tivessem ganhado nova vida e fossem salvas, como se, com as palavras de Deus fluindo cristalinas de suas bocas em recital, elas tivessem obtido acesso à verdade, entendido as intenções de Deus e descoberto a senda para conhecer Deus, como se, no processo de pregar as palavras de Deus, elas ficassem frequentemente face a face com Deus. Ademais, elas são frequentemente “tocadas” ao ponto de ter ataques de choro e, geralmente, levadas pelo “Deus” nas palavras de Deus, elas aparentam estar incessantemente entendendo Sua sincera solicitude e gentil intenção e, ao mesmo tempo, ter compreendido a salvação do homem por Deus e Seu gerenciamento, ter chegado a conhecer a Sua essência e a ter compreendido Seu justo caráter. Com base nesse fundamento, elas parecem crer ainda mais firmemente na existência de Deus, ser mais cientes de Seu estado exaltado e sentir ainda mais profundamente Sua grandeza e transcendência. Embebidas nesse conhecimento superficial das palavras de Deus, pareceria que sua fé cresceu, que sua resolução para suportar o sofrimento foi fortalecida e que seu conhecimento de Deus foi aprofundado. Pouco sabem elas que, até que elas realmente experimentem as palavras de Deus, todo o seu conhecimento de Deus e suas ideias sobre Ele advêm de sua imaginação fértil e de conjectura. Sua fé não resistiria a qualquer tipo de teste de Deus, aquilo que chamam de espiritualidade e estatura simplesmente não resistiria à prova ou inspeção de Deus, sua resolução não passa de um castelo construído sobre a areia, e o suposto conhecimento de Deus também não é mais que uma invenção de sua imaginação. De fato, essas pessoas que, por assim dizer, investiram muito nas palavras de Deus, nunca perceberam o que é a verdadeira fé, o que é a verdadeira submissão, o que é verdadeiro cuidado por Deus nem o que é conhecimento real de Deus. Elas tomam a teoria, a imaginação, o conhecimento, o dom, a tradição, a superstição, e até mesmo os valores morais da humanidade, e os transformam em “capital de investimento” e “armas militares” para acreditar em Deus e buscá-Lo, tornando-os fundamentos da sua crença em Deus e sua busca por Ele. Ao mesmo tempo, elas também pegam esse capital e armas e os transformam em um talismã mágico para conhecer a Deus, para encontrar e contender contra inspeção, a provação, o castigo e o julgamento de Deus. No final, o que elas acumulam consiste em nada mais do que conclusões sobre Deus que estão mergulhadas em conotação religiosa, na superstição feudal e em tudo que é romântico, grotesco e enigmático, seu modo de conhecer e definir a Deus está gravado no mesmo molde que o das pessoas que creem apenas no Céu Acima, ou no Bom Velhinho no Céu, enquanto a realidade de Deus, Sua essência, Seu caráter, Suas posses e Seu ser, e assim por diante – tudo isso tem a ver com o Próprio Deus real – são coisas que o conhecimento delas não conseguiu captar, é completamente irrelevante e estão até mesmo em polos opostos. Dessa forma, embora elas vivam sob a provisão e nutrição das palavras de Deus, elas são incapazes de trilhar verdadeiramente a senda de temer a Deus e evitar o mal. A verdadeira razão para isso é que elas nunca se familiarizaram com Deus, nem tiveram contato genuíno ou comunhão com Ele, e assim é impossível que elas cheguem a um entendimento mútuo com Deus, ou que despertem em si mesmas uma crença genuína em Deus, busca por ou adoração a Deus. Que elas considerem as palavras de Deus assim, que elas considerem Deus dessa forma – essa perspectiva e atitude as condenou a retornar de mãos vazias dos seus esforços, condenou-as a nunca, em toda a eternidade, ser capazes de trilhar a senda de temer a Deus e evitar o mal. O alvo para o qual elas estão mirando e a direção na qual elas estão indo significam que elas são inimigas de Deus por toda a eternidade, e que através da eternidade elas nunca serão capazes de receber a salvação.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado