Testemunho de fé "Aqueles que agradam às pessoas podem ganhar a salvação de Deus?"

Testemunho de fé "Aqueles que agradam às pessoas podem ganhar a salvação de Deus?"

361 |06 de Novembro de 2020

Educado por seus pais e na escola, o personagem principal adota ditados como "A harmonia é um tesouro, a paciência é uma virtude" e "Calar diante das falhas de bons amigos ajuda a criar uma amizade boa e duradoura" como lemas para sua vida. Sem nunca ofender ninguém tanto em palavras quanto em ações, ele é visto por todos ao seu redor como um "rapaz simpático", e continua a agir dessa maneira após começar a crer em Deus Todo-Poderoso. Ao descobrir que o irmão com quem trabalha é arrogante e negligente em seu dever, ele não ousa mencionar o fato, o que acaba prejudicando o trabalho da igreja. Outra vez, mesmo sabendo que uma irmã não está defendendo os interesses da igreja, ele se cala e acaba sendo espancado por um bando de marginais. Confrontado com a realidade e julgado pelas palavras de Deus, ele percebe como é enganoso e desprezível comportar-se segundo essas filosofias de vida e vem a reconhecer que querer agradar às pessoas significa, em essência, ser uma pessoa enganosa odiada por Deus. Assim, ele começa a odiar a si mesmo e a buscar a verdade para se tornar uma pessoa honesta e, finalmente, consegue viver alguma semelhança humana.

Exibir mais
Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.
Conecte-se conosco no Messenger
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Compartilhar

Cancelar