3. Por que se diz que todos aqueles que não conhecem a Deus resistem a Ele

Palavras de Deus relevantes:

Desde que as pessoas começaram a percorrer a trilha certa da crença em Deus, há várias coisas que ainda não estão claras para elas. Elas continuam completamente confusas a respeito da obra de Deus, e a respeito de uma grande parte da obra que deveriam desempenhar. Isso se deve, por um lado, ao desvio na experiência e às limitações em sua capacidade de receber; por outro, ao fato de que a obra de Deus ainda não fez com que as pessoas chegassem a esse estágio. Então, todo mundo é ambíguo em relação à maior parte das questões espirituais. Além de vocês não terem clareza a respeito daquilo em que devem entrar, são ainda mais ignorantes em relação à obra de Deus. Isso é mais do que simplesmente uma questão das suas limitações: é uma enorme falha comum a todos no mundo religioso. Aqui está a chave para entender por que as pessoas não conhecem Deus, e assim essa falha é um defeito comum, compartilhado por todos aqueles que O buscam. Pessoa nenhuma jamais conheceu Deus nem viu Sua verdadeira face. É por causa disso que a obra de Deus se torna tão difícil quanto mover uma montanha ou drenar o mar. Tantas pessoas sacrificaram a vida pela obra de Deus; tantas foram expulsas por causa de Sua obra; tantas, em nome de Sua obra, foram atormentadas até a morte; tantas, com os olhos cheios de lágrimas de amor a Deus, morreram de maneira injusta; tantas encontraram perseguição cruel e desumana. Que essas tragédias acontecem — não é devido à falta de conhecimento das pessoas em relação a Deus? Como alguém que não conhece Deus ousaria se apresentar perante Ele? Como alguém que acredita em Deus, mas mesmo assim O persegue, ousaria se apresentar perante Ele? Essas inadequações não pertencem apenas àqueles que fazem parte do mundo religioso, mas são comuns tanto a vocês quanto a eles. As pessoas acreditam em Deus sem conhecê-Lo; é apenas por essa razão que elas não reverenciam Deus em seu coração e não O temem em seu coração. Há até aquelas que, aberta e descaradamente, realizam a obra que imaginam por conta própria dentro desta corrente e saem por aí fazendo a obra comissionada por Deus de acordo com as próprias demandas e desejos exagerados. Muita gente age selvagemente, sem estima por Deus, mas seguindo a própria vontade. Esses exemplos não são manifestações perfeitas do coração egoísta das pessoas? Não manifestam o elemento superabundante de trapaça que há dentro das pessoas? As pessoas podem de fato ter inteligência suprema, mas como é que seus dons podem ocupar o lugar da obra de Deus? As pessoas podem de fato se importar com o encargo de Deus, mas não podem agir de modo excessivamente egoísta. Os feitos das pessoas são de fato divinos? Alguém pode estar positivamente certo disso? Dar testemunho de Deus, herdar Sua glória — isso é Deus fazendo uma exceção e elevando as pessoas; como poderiam ser merecedoras? A obra de Deus está apenas começando, Suas palavras apenas começaram a ser proferidas. A essa altura, as pessoas se sentem bem consigo. Isso não seria simplesmente flertar com a humilhação? Elas compreendem extremamente pouco. Até mesmo o teórico mais brilhante ou o orador mais eloquente não podem descrever toda a abundância de Deus, então quanto menos vocês podem? Vocês não deveriam colocar o próprio valor acima dos céus, mas, em vez disso, deveriam se enxergar como sendo mais inferiores que aquelas pessoas racionais que buscam amar a Deus. Esta é a senda pela qual deveriam entrar: se enxergarem como significativamente mais baixos do que todos os outros. Por que se considerar tão altos? Por que se colocar em estima tão alta? Na longa jornada da vida, vocês deram apenas os primeiros passos. Tudo que enxergam é o braço de Deus, não o todo de Deus. Cabe a vocês enxergar mais da obra de Deus, descobrir mais daquilo em que deveriam entrar, porque vocês mudaram muito pouco.

Extraído de ‘Obra e entrada (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Captar o propósito da obra de Deus, o efeito que ela alcança no homem e o que exatamente é a vontade de Deus para o homem: é a isso que cada pessoa que segue a Deus deveria se ater. Hoje, o que falta a todas as pessoas é exatamente o conhecimento da obra de Deus. Os feitos que Deus operou nas pessoas, a inteireza da obra de Deus, e o que exatamente é a vontade de Deus para o homem, desde a criação do mundo até o presente — essas são as coisas que o homem nem conhece nem compreende. Não somente essa inadequação é vista em todo o mundo religioso, mas também em todos os que creem em Deus. Quando chegar o dia em que você contemplar verdadeiramente a Deus, quando você realmente apreciar Sua sabedoria, quando você contemplar todos os feitos que Deus operou, quando você reconhecer o que Ele é e tem — quando você tiver visto Sua generosidade, sabedoria, maravilha e tudo o que Ele operou nas pessoas — será então que você terá alcançado sucesso em sua em Deus. Quando se diz que Deus abrange tudo e é todo-generoso, de que maneira, exatamente, Ele abrange tudo, e de que maneira Ele é todo-generoso? Se não entende isso, você não pode ser considerado alguém que crê em Deus. Por que digo que aqueles no mundo religioso não são crentes em Deus, mas são malfeitores, da mesma laia que o diabo? Quando digo que são malfeitores, é porque não entendem a vontade de Deus e são incapazes de ver Sua sabedoria. Deus, em momento algum, revela Sua obra para eles. Eles são cegos; não podem ver os atos de Deus, foram abandonados por Deus, e carecem completamente do cuidado e a proteção Dele, para não mencionar a obra do Espírito Santo. Esses sem a obra de Deus são todos malfeitores e opositores a Deus. A oposição a Deus da qual Eu falo se refere àqueles que não O conhecem, aqueles que reconhecem Deus com os lábios, mas não O conhecem, aqueles que O seguem, mas não Lhe obedecem e aqueles que se deleitam na Sua graça, mas são incapazes de dar testemunho Dele. Sem um entendimento do propósito da obra de Deus ou um entendimento da obra que Deus faz no homem, este não pode estar de acordo com a vontade de Deus, nem pode dar testemunho de Deus. A razão pela qual o homem se opõe a Deus provém, por um lado, do seu caráter corrupto e, por outro lado, da ignorância sobre Deus e da falta de entendimento dos princípios pelos quais Deus opera e de Sua vontade para homem. Esses dois aspectos, tomados juntos, constituem a história da resistência humana a Deus. Os novatos na fé se opõem a Deus porque tal oposição está na natureza deles, enquanto a oposição a Deus daqueles com muitos anos na fé é resultado da ignorância deles acerca de Deus, além do seu caráter corrupto. Antes de Deus Se tornar carne, o modo de avaliar se um homem se opunha a Deus baseava-se no fato de ele obedecer ou não aos decretos estipulados por Deus no céu. Por exemplo, na Era da Lei, quem quer que não obedecesse às leis de Jeová era considerado alguém que se opunha a Deus; quem quer que roubasse as ofertas a Jeová, ou quem quer que ficasse contra os favorecidos por Jeová, era considerado alguém que se opunha a Deus e seria apedrejado até a morte; quem quer que não respeitasse o pai e a mãe e quem quer que batesse nos outros ou os amaldiçoasse era considerado alguém que não obedecia às leis. E todos os que não obedeciam às leis de Jeová eram considerados oponentes de Deus. Isso já não foi assim na Era da Graça, na qual quem quer que fosse contra Jesus era considerado alguém que era contra Deus, e quem quer que não obedecesse às palavras ditas por Jesus era considerado alguém que era contra Deus. Naquele tempo, a maneira pela qual a oposição a Deus era definida se tornou mais precisa e mais prática. No tempo em que Deus ainda não tinha Se tornado carne, o modo de avaliar se o homem se opunha a Deus ou não baseava-se no fato de ele adorar e admirar o Deus invisível no céu ou não. A maneira na qual a oposição a Deus era definida naquele tempo não era tão prática assim, pois o homem não podia ver Deus, nem sabia como era a imagem de Deus ou como Ele operava e falava. O homem não tinha quaisquer noções sobre Deus e acreditava em Deus de forma vaga, porque Deus ainda não tinha aparecido ao homem. Portanto, qualquer que fosse a maneira como o homem acreditava em Deus em sua imaginação, Deus não o condenava nem lhe fazia exigências demais, porque o homem era completamente incapaz de ver Deus. Quando Deus Se torna carne e vem operar entre os homens, todos O contemplam e ouvem as Suas palavras e veem os feitos que Deus opera de dentro de Seu corpo de carne. Naquele momento, todas as noções do homem se tornam uma espuma. Quanto àqueles que viram Deus aparecendo na carne, eles não hão de ser condenados, se voluntariamente Lhe obedecerem, enquanto aqueles que propositalmente se colocam contra Ele serão considerados oponentes de Deus. Tais pessoas são anticristos, inimigos que deliberadamente se contrapõem a Deus. Aqueles que abrigam noções em relação a Deus, mas ainda estão prontos Lhe obedecer e desejosos de fazê-lo não serão condenados. Deus condena o homem com base nas intenções e ações deste, jamais pelos pensamentos e ideias do homem. Se Deus fosse condenar o homem com base em seus pensamentos e ideias, então nem uma única pessoa seria capaz de escapar das mãos iradas de Deus. Aqueles que deliberadamente se colocam contra o Deus encarnado serão punidos por sua desobediência. Em relação a essas pessoas que deliberadamente ficam contra Deus, sua oposição intencional provém do fato de abrigarem noções sobre Deus, o que as levam, por sua vez, a ações que interrompem a obra de Deus. Essas pessoas resistem e destroem a obra de Deus intencionalmente. Elas não só possuem noções sobre Deus, mas se metem em atividades que interrompem a Sua obra, e é por esse motivo que as pessoas desse tipo hão de ser condenadas. Aqueles que não interrompem a obra de Deus deliberadamente não hão de ser condenados como pecadores, pois são capazes de obedecer voluntariamente e não se envolver em atividades que causam interrupção e perturbação. Pessoas assim não hão de ser condenadas. Entretanto, quando as pessoas vivenciaram a obra de Deus por muitos anos, se elas continuarem a manter noções sobre Deus e permanecerem incapazes de conhecer a obra do Deus encarnado e se, não importa quantos anos elas tenham vivenciado a Sua obra, elas continuarem a estar cheias de noções sobre Deus e ainda forem incapazes de vir a conhecê-Lo, então, mesmo que não se envolvam em atividades interrompedoras, seu coração, não obstante, estiver cheio de noções sobre Deus, e mesmo que essas noções não se tornem aparentes, pessoas assim não servem para nada na obra de Deus. Elas são incapazes de divulgar o evangelho para Deus ou de dar testemunho Dele. Pessoas assim são inúteis e imbecis. Por que elas não conhecem a Deus e, além do mais, são completamente incapazes de se livrar de suas noções sobre Ele, elas estão, portanto, condenadas. Pode-se dizer assim: é normal que os novatos na fé mantenham noções sobre Deus ou não saibam nada Dele, mas para quem tem acreditado em Deus por muitos anos e experimentado uma grande parte de Sua obra, não seria normal que tal pessoa continuasse a manter noções, e seria ainda menos normal que alguém assim não tivesse nenhum conhecimento de Deus. É porque isso não é um estado normal que ele é condenado. Essas pessoas anormais são todas um lixo; são as que mais se opõem a Deus e que desfrutaram da graça de Deus inutilmente. Todas as pessoas assim hão de ser eliminadas no fim!

Extraído de ‘Todos os que não conhecem a Deus são pessoas que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Qualquer um que não entende o propósito da obra de Deus é alguém que se opõe a Deus, e uma pessoa que veio a entender o propósito da obra de Deus, mas ainda não busca satisfazer a Deus é ainda mais considerado um oponente de Deus. Existem aqueles que leem a Bíblia em igrejas majestosas e a recitam o dia inteiro, mas nem um deles entende o propósito da obra de Deus. Nem um deles é capaz de conhecer Deus; menos ainda pode qualquer um deles estar de acordo com a vontade de Deus. Todos eles são pessoas inúteis e vis, cada uma se empinando para repreender a Deus. Eles intencionalmente se opõem a Deus mesmo quando carregam o estandarte Dele. Afirmando ter fé em Deus, ainda comem a carne e bebem o sangue do homem. Todas as pessoas assim são diabos que devoram a alma do homem, demônios chefes que deliberadamente se interpõem aos que tentam entrar na senda certa e pedras de tropeço que impedem os que buscam a Deus. Elas podem parecer ter uma “constituição robusta”, mas como os seus seguidores podem saber que não passam de anticristos que levam as pessoas a ficarem contra Deus? Como os seus seguidores podem saber que esses anticristos são diabos vivos dedicados a devorar as almas humanas? Aqueles que se mantêm em alta estima na presença de Deus são os mais abjetos dos homens, enquanto aqueles que se humilham são os mais honrados. E aqueles que pensam que conhecem a obra de Deus e que, além disso, são capazes de proclamar a obra de Deus aos outros com grande alarde, mesmo enquanto olham diretamente para Deus — esses são os homens mais ignorantes. Tais pessoas não têm o testemunho de Deus e são os arrogantes e cheias de presunção. Aqueles que acreditam que têm muito pouco conhecimento de Deus, a despeito de terem experiência real e conhecimento prático de Deus, são os mais amados por Ele. Somente essas pessoas têm verdadeiramente um testemunho e são realmente capazes de ser aperfeiçoadas por Deus. Aqueles que não entendem a vontade de Deus são oponentes Dele; aqueles que entendem a vontade de Deus, mas mesmo assim não praticam a verdade, são oponentes de Deus; aqueles que comem e bebem as palavras de Deus, e mesmo assim contrariam a essência das Suas palavras, são oponentes de Deus; aqueles que têm noções sobre o Deus encarnado e, além do mais, estão inclinados a se envolverem em rebelião, são oponentes de Deus; aqueles que julgam a Deus são oponentes de Deus; e qualquer que seja incapaz de conhecer a Deus ou de dar testemunho Dele é oponente de Deus. Então, Eu os exorto: se vocês realmente têm fé de que podem trilhar esta senda, continuem seguindo-a. Mas se vocês são incapazes de se absterem de se opor a Deus, seria melhor irem embora antes que seja tarde demais. Caso contrário, a probabilidade de que as coisas deem errado para vocês é extremamente alta, porque a sua natureza é simplesmente corrupta demais.

Extraído de ‘Todos os que não conhecem a Deus são pessoas que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês desejam conhecer a raiz do motivo pelo qual os fariseus se opunham a Jesus? Desejam conhecer a essência dos fariseus? Eles tinham muitas fantasias sobre o Messias. E mais, eles criam somente que o Messias viria, mas não buscavam a vida-verdade. Assim, até hoje eles ainda aguardam o Messias, pois não têm conhecimento do caminho da vida, e não sabem qual é o caminho da verdade. Como, dizem vocês, poderia um povo tão tolo, obstinado e ignorante ganhar a bênção de Deus? Como poderia contemplar o Messias? Ele se opunha a Jesus porque não conhecia a direção da obra do Espírito Santo, porque não conhecia o caminho da verdade do qual Jesus falava e, além disso, porque não entendia o Messias. E como nunca havia visto o Messias e nunca havia estado na companhia do Messias, cometera o erro de se agarrar em vão ao nome do Messias enquanto se opunha à essência do Messias através de qualquer meio possível. Esses fariseus eram obstinados, arrogantes em essência e não obedeciam à verdade. O princípio de sua crença em Deus era: não importa quão profunda seja a Sua pregação, não importa quão elevada seja Sua autoridade, Você não é Cristo a menos que seja chamado o Messias. Essas opiniões não são absurdas e ridículas? Perguntarei a vocês também: não é extremamente fácil para vocês cometerem os erros dos antigos fariseus, já que vocês não têm o menor entendimento de Jesus? Você consegue discernir o caminho da verdade? Consegue se certificar verdadeiramente de que não irá se opor a Cristo? Consegue acompanhar a obra do Espírito Santo? Se não sabe se irá ou não se opor a Cristo, então digo que você já está vivendo à beira da morte. Aqueles que não conheciam o Messias eram todos capazes de se opor a Jesus, ou de rejeitar a Jesus, de difamá-Lo. As pessoas que não entendem Jesus são todas capazes de rejeitá-Lo e de injuriá-Lo. Ademais, são capazes de ver a volta de Jesus como engano de Satanás, e mais pessoas irão condenar Jesus de volta à carne. Isso tudo não os deixa com medo? O que vocês enfrentarão será blasfêmia contra o Espírito Santo, a ruína das palavras do Espírito Santo às igrejas; e o desdém de tudo isso é expresso por Jesus. O que vocês podem ganhar de Jesus se estão tão atordoados? Como vocês podem entender a obra de Jesus quando Ele voltar à carne sobre uma nuvem branca, se vocês se recusam obstinadamente a perceber seus erros? Digo-lhes isto: as pessoas que não recebem a verdade, mas aguardam cegamente a vinda de Jesus sobre nuvens brancas, certamente blasfemarão contra o Espírito Santo, e elas são a categoria que será destruída. Vocês simplesmente desejam a graça de Jesus e simplesmente desejam desfrutar o ditoso reino dos céus, mas vocês nunca obedeceram às palavras proferidas por Jesus e nunca receberam a verdade expressa por Jesus quando Ele voltar à carne. O que vocês entregarão em troca pelo fato de Jesus voltar sobre uma nuvem branca? É a sinceridade na qual vocês repetidamente cometem pecados e depois fazem suas confissões, uma vez após outra? O que vocês oferecerão em sacrifício a Jesus, que volta sobre uma nuvem branca? Seriam os anos de trabalho pelos quais vocês se exaltam? O que vocês irão entregar para fazer o Jesus regressado confiar em vocês? Seria essa natureza arrogante de vocês, que não obedece a nenhuma verdade?

Extraído de ‘Quando você contemplar o corpo espiritual de Jesus, Deus terá feito novo céu e nova terra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Saibam que vocês se opõem à obra de Deus ou usam suas próprias noções para medir a obra de hoje porque não conhecem os princípios da obra de Deus e por causa de seu tratamento irrefletido da obra do Espírito Santo. Sua oposição a Deus e a obstrução da obra do Espírito Santo são causadas por suas noções e por sua arrogância inerente. Não é porque a obra de Deus está errada, mas porque vocês são naturalmente muito desobedientes. Depois de encontrarem sua crença em Deus, algumas pessoas nem conseguem dizer com certeza de onde o homem veio, mas ousam fazer pronunciamentos públicos avaliando os erros e os acertos da obra do Espírito Santo. E eles até ensinam os apóstolos que têm a nova obra do Espírito Santo, fazendo comentários e falando fora de hora; sua humanidade é muito baixa, e não há o menor sentido neles. Não chegará o dia em que tais pessoas serão rejeitadas pela obra do Espírito Santo e queimadas pelo fogo do inferno? Elas não conhecem a obra de Deus, em vez disso, a criticam, e também tentam instruir Deus como operar. Como pessoas tão irracionais podem conhecer Deus? O homem conhece Deus durante o processo de buscá-Lo e experimentá-Lo; não é criticando Deus por impulso que ele passa a conhecê-Lo por meio da iluminação do Espírito Santo. Quanto mais preciso o conhecimento das pessoas sobre Deus se torna, menos elas se opõem a Ele. Em contrapartida, quanto menos as pessoas conhecem Deus, maior a probabilidade de se oporem a Ele. Suas noções, sua antiga natureza e sua humanidade, caráter e perspectiva moral são o capital com o qual você resiste a Deus e, quanto mais corrupta sua moral, mais odiosas as suas qualidades e mais baixa a sua humanidade, mais inimigo de Deus você é. Aqueles que têm noções fortes e um caráter hipócrita são ainda mais inimigos de Deus encarnado; tais pessoas são os anticristos. Se suas noções não forem corrigidas, elas sempre estarão contra Deus; você nunca será compatível com Deus e sempre estará separado Dele.

Extraído de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é a senda para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

A obra de Deus está sempre avançando e, apesar de o propósito de Sua obra não mudar, o método pelo qual Deus opera muda constantemente, o que significa que aqueles que seguem a Deus também mudam de forma constante. Quanto mais Deus opera, mais completo é o conhecimento que o homem tem de Deus. Mudanças correspondentes ocorrem, também, no caráter do homem seguindo a obra de Deus. No entanto, é porque a obra de Deus muda continuamente que aqueles que não conhecem a obra do Espírito Santo e aquelas pessoas absurdas que não conhecem a verdade começam a resistir a Deus. Jamais a obra de Deus se conforma às noções do homem, pois a Sua obra é sempre nova, nunca velha, e Ele jamais repete obras velhas, antes, avança com uma obra nunca realizada. Visto que Deus não repete Sua obra e o homem invariavelmente julga a obra atual de Deus segundo a obra que fez no passado, tornou-se extremamente difícil para Deus realizar cada etapa da obra da nova era. O homem tem dificuldades demais! Ele é conservador demais em seu pensamento! Ninguém conhece a obra de Deus, no entanto, todos a delimitam. Quando deixa Deus, o homem perde vida, verdade e bênçãos de Deus, não obstante, ele não aceita a vida nem a verdade e muito menos as maiores bênçãos que Deus concede à humanidade. Todos os homens desejam ganhar Deus, mas são incapazes de tolerar qualquer mudança na obra de Deus. Aqueles que não aceitam a nova obra de Deus creem que a obra divina é imutável, que ela permanece eternamente paralisada. Na crença dessas pessoas, para ganhar a salvação eterna de Deus, é necessário apenas observar a lei e, desde que se arrependam e confessem os pecados, a vontade de Deus será sempre satisfeita. Elas têm a opinião de que Deus só pode ser o Deus sob a Lei e o Deus que foi pregado à cruz pelo homem; também é opinião delas que Deus não deveria nem pode exceder a Bíblia. São exatamente essas opiniões que as algemaram firmemente às leis do passado e que as pregaram a regras mortas. Existem muitas outras que acreditam que, qualquer que possa ser a nova obra de Deus, esta tem de ser substanciada por profecias e que, em cada etapa de tal obra, deve-se mostrar revelações a todos os que seguem a Deus com coração “verdadeiro”, senão, tal obra não poderia ser a obra de Deus. Já não é uma tarefa fácil que o homem venha conhecer a Deus. Somando-se a isso o coração absurdo do homem e sua natureza rebelde de orgulho e presunção, se torna ainda mais difícil para ele aceitar a nova obra de Deus. O homem nem considera com cuidado a nova obra de Deus, nem a aceita com humildade; em vez disso, ele adota uma atitude de desprezo, enquanto espera revelações e orientação de Deus. Esse não é o comportamento dos que se rebelam contra Deus e resistem a Ele? Como podem tais pessoas ganhar a aprovação de Deus?

Extraído de ‘Como o homem que delimitou Deus em suas noções pode receber as revelações de Deus?’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se usam as próprias noções para medir e delimitar Deus, como se Ele fosse uma estátua de argila imutável, e se delimitam Deus completamente dentro dos parâmetros da Bíblia e O restringem num escopo limitado da obra, isso prova então que vocês condenaram Deus. Porque os judeus da era do Antigo Testamento supunham que Deus era um ídolo de forma fixa que eles guardavam em seus corações, como se Deus só pudesse ser chamado de Messias, e só Aquele que era chamado de Messias pudesse ser Deus, e porque a humanidade servia e adorava a Deus como se Ele fosse uma estátua de argila (sem vida), eles pregaram o Jesus daquele tempo na cruz, sentenciando-O à morte — o inocente Jesus foi assim condenado à morte. Deus era inocente de qualquer ofensa, mas o homem se recusou a poupá-Lo e insistiu em sentenciá-Lo à morte, e assim Jesus foi crucificado. O homem sempre acredita que Deus é imutável e O define com base em um único livro, a Bíblia, como se o homem tivesse um entendimento perfeito da gestão de Deus, como se o homem tivesse tudo que Deus faz na palma da mão. As pessoas são ridículas ao extremo, arrogantes ao extremo, e todas têm uma queda pelo exagero. Independentemente de quão grande seja o seu conhecimento de Deus, ainda digo que você não conhece Deus, que você é alguém que se opõe a Deus ao extremo, que você condena Deus, porque você é totalmente incapaz de obedecer à obra de Deus e de andar na senda de ser aperfeiçoado por Deus. Por que Deus nunca está satisfeito com as ações do homem? Porque o homem não conhece Deus, porque tem noções demais, e porque seu conhecimento de Deus não condiz com a realidade, mas, ao contrário, repete monotonamente o mesmo tema sem variação e usa a mesma abordagem para toda situação. Assim, tendo vindo à terra hoje, mais uma vez Deus foi pregado na cruz pelo homem.

Extraído de ‘Os perversos certamente serão punidos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se o homem pode ver nos três estágios da obra que eles foram realizados pelo Próprio Deus em momentos diferentes, em lugares diferentes, e em pessoas diferentes; se o homem puder ver que embora a obra seja diferente, tudo é feito por um só Deus, e já que é uma obra feita por um Deus, então deve ser correta e sem erro e que, embora esteja em desacordo com as noções do homem, não há como negar que é obra de um só Deus — se o homem pode dizer com certeza que é obra de um só Deus, então as noções do homem serão reduzidas a meras trivialidades, indignas de menção. Porque as visões do homem não são claras, e o homem só conhece Jeová como Deus, e Jesus como o Senhor, e está com a mente dividida sobre o Deus encarnado de hoje, muitas pessoas permanecem devotadas à obra de Jeová e de Jesus, e são assoladas pelas noções sobre a obra de hoje; a maioria das pessoas está sempre desconfiada e não leva a obra de hoje a sério. O homem não tem noções sobre os dois últimos estágios da obra, que eram invisíveis. Isso porque o homem não entende a realidade dos dois últimos estágios da obra e não os presenciou pessoalmente. É porque eles não podem ser vistos que o homem imagina como lhe apetece; independentemente do que ele venha a conceber, não há fatos para provar essas imaginações e ninguém para corrigi-las. O homem dá asas ao seu temperamento, jogando a cautela pela janela e liberando sua imaginação, não há fatos para verificar suas imaginações, e assim elas se tornam “fatos”, independentemente de haver alguma prova para elas. Assim, o homem acredita em seu próprio Deus, imaginado em sua mente, e não busca o Deus da realidade. Se uma pessoa tem um tipo de crença, então entre cem pessoas existem cem tipos de crença. O homem crê nessas coisas porque ele não viu a realidade da obra de Deus, porque ele só a ouviu com seus ouvidos e não a viu com os olhos. O homem ouviu lendas e histórias, mas raramente ouviu o conhecimento dos fatos da obra de Deus. É assim que pessoas que foram crentes por apenas um ano acreditam em Deus por meio de suas noções. O mesmo é verdadeiro para aqueles que acreditaram em Deus durante toda a sua vida. Aqueles que não podem ver os fatos nunca serão capazes de escapar de uma fé na qual eles têm noções de Deus. O homem acredita que ele se libertou dos laços de suas antigas noções e entrou em novo território. O homem não sabe que o conhecimento daqueles que não podem ver a verdadeira face de Deus não é nada além de noções e boatos? O homem pensa que suas noções são corretas e sem erros, e pensa que essas noções vêm de Deus. Hoje, quando o homem testemunha a obra de Deus, ele libera as noções que se acumularam ao longo de muitos anos. As imaginações e as ideias do passado se tornaram uma obstrução à obra deste estágio, e tornou-se difícil para o homem abandonar tais noções e refutar essas ideias. As noções de muitos daqueles que seguiram Deus até hoje em relação a esta obra feita passo a passo tornaram-se cada vez mais penosas, e essas pessoas gradualmente formaram uma inimizade teimosa contra Deus encarnado. A fonte desse ódio está nas noções e nas imaginações do homem. Elas se tornaram os inimigos da obra de hoje, obra que está em desacordo com as noções do homem. Isso aconteceu precisamente porque os fatos não permitem que o homem dê asas à sua imaginação e, além disso, não podem ser facilmente refutados pelo homem, e as noções e as imaginações do homem não toleram a existência de fatos e, além disso, porque ele não dá atenção à exatidão e veracidade dos fatos, e simplesmente solta suas noções, e emprega sua própria imaginação. Só se pode dizer que isso é culpa das noções do homem, e não se pode dizer que seja culpa da obra de Deus.

Extraído de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é a senda para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Aqueles pastores e presbíteros de pé no púlpito alto ensinando os outros são oponentes de Deus e aliados de Satanás; não seriam vocês, que não estão no púlpito alto ensinando os outros, adversários ainda maiores de Deus? Vocês não estão, ainda mais do que eles, em conluio com Satanás? Aqueles que não entendem o propósito da obra de Deus não sabem como estar de acordo com a vontade de Deus. Certamente, não pode ser que aqueles que de fato entendem o propósito de Sua obra não saberiam como estar de acordo com a vontade de Deus. A obra de Deus jamais está errada; pelo contrário, é a busca do homem que é falha. Aqueles pervertidos que se opõem de modo deliberado a Deus não são ainda mais sinistros e malevolentes do que aqueles pastores e presbíteros? Muitos são os que se opõem a Deus, mas entre eles também há muitas maneiras diferentes em que eles se opõem a Deus. Como existe todo tipo de crentes, também existe todo tipo daqueles que se opõem a Deus, cada um diferente do outro. Nenhum sequer daqueles que não conseguem reconhecem claramente o propósito da obra de Deus pode ser salvo. Independentemente de como o homem possa ter se oposto a Deus no passado, quando ele chegar a entender o propósito da obra de Deus e dedicar seus esforços para satisfazer Deus, Deus apagará todos os seus pecados passados. Contanto que o homem busque a verdade e a pratique, Deus não se lembrará do que ele fez. Além do mais, é com base na prática da verdade pelo homem que Deus o justifica. Essa é a justiça de Deus. Antes do ser humano ter visto a Deus ou experimentado Sua obra, independentemente de como o homem age em relação a Deus, Ele não se lembra disso. Entretanto, uma vez que o homem tenha visto a Deus e experimentado Sua obra, todos os feitos e ações do homem serão inscritos nos “anais” por Deus, pois o ser humano viu a Deus e viveu em meio à Sua obra.

Quando o homem tiver verdadeiramente visto o que Deus tem e é, quando tiver visto Sua supremacia e tiver realmente chegado a conhecer a obra Dele e, além disso, quando o velho caráter do homem for transformado, então o homem terá se livrado totalmente de seu caráter rebelde que se opõe a Deus. Pode-se dizer que cada pessoa já se opôs a Deus em algum momento e que cada pessoa já se rebelou contra Ele em algum momento. Todavia, se você voluntariamente obedecer ao Deus encarnado e, a partir desse ponto, satisfizer o coração de Deus com a sua lealdade, praticar a verdade que deve, cumprir seu dever como deve e obedecer aos regulamentos a que deve obedecer, então você é alguém que está disposto a se livrar de sua rebeldia para satisfazer a Deus e alguém que pode ser aperfeiçoado por Deus. Se você se recusar teimosamente a ver os seus erros e não tiver intenção de se arrepender, se persistir em sua conduta rebelde sem a menor intenção de cooperar com Deus e satisfazê-Lo, então uma pessoa tão obstinada e incorrigível como você certamente será punida e certamente jamais será alguém a ser aperfeiçoado por Deus. Sendo assim, você é o inimigo de Deus hoje e, amanhã, você também será o inimigo de Deus e, igualmente, permanecerá sendo o inimigo de Deus depois de amanhã; você será para sempre um oponente e inimigo de Deus. Nesse caso, como poderia Deus de alguma forma perdoá-lo? Está na natureza do homem se opor a Deus, mas o homem não deve buscar, de propósito, o “segredo” de se opor a Deus só porque mudar sua natureza é uma tarefa intransponível. Se fosse o caso, seria melhor você ir embora antes que seja tarde demais para que seu castigo no futuro não se torne mais severo, para que sua natureza brutal não irrompa e se torne ingovernável, até que seu corpo carnal seja destruído por Deus no final.

Extraído de ‘Todos os que não conhecem a Deus são pessoas que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 2. Como se pode alcançar conhecimento de Deus

Todos os dias temos 24 horas e 1440 minutos. Você está disposto a dedicar 10 minutos para estudar o caminho de Deus? Você está convidado a se juntar ao nosso grupo de estudo.

Conteúdo relacionado

4. Como conhecer o significado da obra de julgamento de Deus nos últimos dias

Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa, nem seria capaz de transformar seu antigo conhecimento de Deus em um novo. Por causa de Seu testemunho e por causa de Seu gerenciamento, Ele torna a Sua plenitude pública, assim permitindo ao homem, por meio de Sua aparição pública, chegar ao conhecimento de Deus, ser transformado em seu caráter e dar testemunho retumbante de Deus.

3. Se pastores e presbíteros religiosos são realmente instituídos por Deus e se obedecer a pastores e presbíteros é obedecer e seguir a Deus

Vocês desejam conhecer a raiz do motivo pelo qual os fariseus se opunham a Jesus? Desejam conhecer a substância dos fariseus? Eles tinham muitas fantasias sobre o Messias. E mais, eles criam somente que o Messias viria, mas não buscavam a verdade da vida. Assim, até hoje eles ainda aguardam o Messias, pois não têm conhecimento do caminho da vida, e não sabem qual é o caminho da verdade. Como, dizem vocês, poderia um povo tão tolo, obstinado e ignorante ganhar a bênção de Deus? Como poderia contemplar o Messias? Ele se opunha a Jesus porque não conhecia a direção da obra do Espírito Santo, porque não conhecia o caminho da verdade do qual Jesus falava e, além disso, porque não entendia o Messias.

2. As diferenças entre o trabalho daqueles que são usados por Deus e o trabalho dos líderes religiosos

A obra realizada por quem é usado por Deus tem o propósito de colaborar com a obra de Cristo ou do Espírito Santo. Esse homem é levantado por Deus dentre os homens e está ali para liderar todos os escolhidos de Deus; ele também é levantado por Deus para fazer a obra de cooperação humana. Por intermédio de alguém assim, capaz de fazer a obra de cooperação humana, mais podem ser alcançadas tanto as exigências de Deus em relação ao homem quanto a obra que o Espírito Santo deve fazer dentre os homens. Outra forma de colocar isso é a seguinte: o objetivo de Deus ao usar esse homem é para que todos os que O seguem possam compreender melhor a Sua vontade e alcançar mais as Suas exigências. Como as pessoas são incapazes de entender diretamente as palavras ou a vontade de Deus, Deus levantou alguém que é usado para realizar tal obra. Essa pessoa que é usada por Deus também pode ser descrita como um meio pelo qual Deus guia as pessoas, como um “tradutor” na comunicação entre Deus e o povo.

4. As consequências de alguém se sujeitar ao engano e ao controle dos fariseus e anticristos do mundo religioso e se ele pode ser salvo por Deus

Basta olhar para os líderes de cada denominação — são todos arrogantes e hipócritas, eles interpretam a Bíblia fora de contexto e de acordo com a própria imaginação. Eles todos se fiam em seus dons e em sua erudição para realizar seu trabalho. Se fossem incapazes de pregar qualquer coisa, será que aquelas pessoas iriam segui-los? Afinal de contas, eles, de fato, possuem certo conhecimento e conseguem pregar sobre alguma doutrina, ou sabem como conquistar as pessoas e como usar alguns artifícios. Eles usam isso para trazer as pessoas para si mesmos e enganá-las. Teoricamente, essas pessoas acreditam em Deus, mas, na realidade, seguem seus líderes. Se encontrarem alguém pregando o caminho verdadeiro, algumas dizem: “Temos que consultar nosso líder sobre a nossa fé”. A fé dessas pessoas tem de passar por um ser humano; isso não é um problema? Então, no que esses líderes se transformaram? Será que não se tornaram fariseus, falsos pastores, anticristos e pedras de tropeço para que as pessoas aceitem o caminho verdadeiro?

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro

Entre em contato conosco pelo WhatsApp