Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

15 Os que foram operados por espíritos malignos e os possessos por demônios devem ser tratados de modo distinto

Falar em línguas tem origem em registros bíblicos. No início da Era da Graça, quando o Espírito Santo veio e começou a realizar obra no Pentecostes, alguns dos discípulos de Jesus ficaram tão comovidos pelo Espírito Santo que falaram em línguas. A partir dos registros bíblicos, vemos: quando os discípulos de Jesus falavam em línguas, era um dialeto que as pessoas daquela área podiam entender perfeitamente, e não um suposto dialeto que não podia ser compreendido por ninguém. Cada área ao redor do mundo tem dialetos regionais e há várias línguas em toda a humanidade. Se não for classificado como um dialeto de uma língua da humanidade, não é um dialeto. Agora vemos que há muitas pessoas de todas as denominações que falam “em línguas”. A maioria são “línguas” que ninguém consegue entender. As pessoas que frequentemente falam nesses tipos de “línguas” não só não têm a verdade, como sua vida humana até se tornou anormal. Portanto, pode-se dizer com certeza que esses tipos de línguas não fazem absolutamente parte da obra do Espírito Santo, porque Ele não realiza obra sem sentido; esse é um fato universalmente aceito que ninguém pode negar.

Após cada etapa da obra de Deus, há todos os tipos de espíritos malignos que imitam e falsificam a obra do Espírito Santo. Satanás engana as pessoas fazendo com que elas “falem em línguas”, “tenham visões”, “tenham revelações”, etc., para fazer com que o povo escolhido de Deus se desvie do verdadeiro caminho. Falar em línguas, ter visões e ouvir vozes são classificados como obra dos espíritos malignos. Isso é indubitável. O que significa “falar em línguas”? Significa falar um tipo de “linguagem” ao orar que ninguém entende. Isso é considerado falar em línguas. Se alguém fala de uma maneira que não é classificada como algum idioma, mas enrola a língua de modo que as palavras não são claras, então isso é resultado da obra dos espíritos malignos. “Ter visões” significa que uma pessoa de olhos abertos é capaz de ver algo que as pessoas normais não podem ver, ou certos fenômenos estranhos. Esse é um tipo de fenômeno da obra dos espíritos malignos. O que significa “ouvir vozes”? Significa que algumas pessoas podem muitas vezes ouvir espíritos falar com elas internamente ou uma voz falar com elas externamente. Esse também é um fenômeno da obra dos espíritos malignos. Independentemente de quantas manifestações da obra dos espíritos malignos as pessoas mostrem, todas provam que há espíritos malignos operando nelas. As pessoas que foram possuídas por demônios certamente têm espíritos malignos operando nelas frequentemente, mas há pessoas que ocasionalmente tiveram espíritos malignos operando nelas que não são necessariamente possuídas por demônios. Há várias circunstâncias diferentes em que as pessoas têm espíritos malignos operando nelas. Algumas pessoas sentem que há algo errado depois de ter espíritos malignos operando nelas e conseguem prontamente examinar a questão, refletir sobre ela e renunciar os espíritos malignos. Esse tipo de pessoa pode ser capaz de se livrar da obra dos espíritos malignos; algumas pessoas nunca chegam a perceber o fato e persistem em pensar que têm o Espírito Santo operando nelas. Isso é muito perigoso. Quando espíritos malignos operam nas pessoas por muito tempo, elas podem ser facilmente possuídas. O que significa ser possuído? Ser possuído significa que espíritos malignos estão operando nas pessoas e assumiram o controle total delas. Quando as pessoas são completamente controladas por Satanás, a ponto de não ser capazes de escapar, então essas pessoas foram possuídas por espíritos malignos. Algumas pessoas têm espíritos malignos operando nelas, mas não atingiram o nível de ser possuídas, portanto, não são classificadas como sendo possuídas por espíritos malignos. Quando as pessoas têm espíritos malignos operando nelas, desde que não sejam possuídas por eles, há esperança de que sejam salvas; pessoas possuídas por espíritos malignos não têm esperança de ser salvas. Todos os que falam em línguas, têm visões e ouvem vozes são pessoas que têm espíritos malignos operando nelas, apenas em diferentes graus de gravidade. Se for o caso de uma pessoa falar em línguas algumas vezes e depois não fazê-lo por vários anos e não ter nenhum outro sinal de espíritos malignos operando nela, então não deve ser tratada como os tendo operando nela. Esse tipo de pessoa falou em línguas no passado porque estava enfeitiçada pela obra dos espíritos malignos ou vivia entre pessoas que os tinham operando nelas. Contanto que ela renuncie e evite as pessoas que foram possuídas ou têm espíritos malignos operando nelas e se esforce para buscar a verdade e trilhar a senda correta de crer em Deus, aos poucos voltará ao normal. As pessoas que tiveram espíritos malignos operando nelas por muito tempo não conseguem se livrar facilmente da obra deles. Uma vez possuídas por demônios, viram prisioneiras de Satanás. Portanto, independentemente de quem sejam, se espíritos malignos estiveram operando neles por muito tempo, então correm grande perigo e podem já estar possuídas. Algumas podem ocasionalmente ser contaminadas pela obra dos espíritos malignos porque foram enfeitiçadas por eles, mas contanto que percebam isso rapidamente, podem renunciar completamente a obra deles , se esforçar para buscar a verdade, se livrar completamente do trabalho deles e ser salvas por Deus. Elas deveriam ter esse tipo de confiança. Desde que busquem a verdade, então, dentro de três a cinco anos, poderão estar plenamente na senda certa e suas circunstâncias voltarão ao normal. Portanto, as pessoas que tiveram espíritos malignos operando nelas ocasionalmente não precisam se preocupar nem perder a fé. Contanto que busquem a verdade e aprendam a distinguir, poderão se livrar totalmente da obra dos espíritos malignos e ser salvas por Deus. As pessoas que tiveram espíritos malignos operando nelas por muito tempo também não deveriam perder a fé e deveriam se esforçar ainda mais para buscar a verdade e renunciar totalmente a obra deles e, ao fazê-lo, terão esperança de ser salvas por Deus. Quando acreditei no Senhor Jesus na Era da Graça, entrei em contato com algumas pessoas que frequentemente falavam em línguas. Seus desfechos foram todos muito trágicos. Algumas foram possuídas por demônios, outras tiveram problemas de saúde mental e a maioria acabou sucumbindo no final. Todos os possuídos por demônios não têm bons desfechos. Isso é absoluto. Portanto, pode-se estabelecer que falar em línguas, ter visões e ouvir vozes são plenamente a obra dos espíritos malignos. São eles imitando e falsificando a obra do Espírito Santo. Isso deve ser claramente percebido.

As pessoas que creem em Deus devem perceber que: toda obra do Espírito Santo é significativa e frutífera, e Ele nunca realizou obra que não tivesse sentido. Se o Espírito Santo estiver operando em alguém por muitos anos, a condição dessa pessoa definitivamente ficará cada vez melhor, seu conhecimento da verdade definitivamente irá se tornar cada vez mais claro, seu conhecimento de Deus definitivamente aumentará, sua consciência e sua razão humanas irão se tornar cada vez mais normais e seu caráter de vida também mudará correspondentemente. A obra do Espírito Santo é sempre frutífera. Esse é definitivamente o caso. No entanto, as pessoas que falam em línguas, têm visões e ouvem vozes por muitos anos não obtiveram nenhuma verdade, não aumentaram seu conhecimento de Deus, nenhuma mudança em seu caráter de vida pode ser vista, elas apenas revelam às pessoas um caráter de vida cada vez mais anormal e um estado de espírito cada vez mais sombrio. Essas não são consequências perigosas trazidas pela obra dos espíritos malignos? São as consequências da corrupção de Satanás da humanidade. Os espíritos malignos em si não têm verdades. Independentemente de como operem nas pessoas, elas não obterão a verdade, mas apenas terão cada vez menos humanidade e irão se tornar cada vez mais anormais, cada vez mais corruptas até que se transformem em demônios e pereçam. Essas pessoas tratam a obra dos espíritos malignos como a obra do Espírito Santo, porque os espíritos malignos cegam seus olhos espirituais e, consequentemente, elas nunca verão esse fato claramente. Todos os que falam em línguas, têm visões e ouvem vozes são pessoas que têm espíritos malignos operando nelas. Se as pessoas que têm espíritos malignos operando nelas não percebem prontamente esse fato e continuam sendo capazes de tratar a obra deles como a obra do Espírito Santo, então elas já foram enganadas e caíram nas trevas. A qual senda poderão guiar as pessoas se forem líderes da igreja em qualquer nível? Elas mesmas já entraram na senda errada, tomando inimigos por amigos e parentes; se forem líderes da igreja em qualquer nível, então não é o caso de cegos guiando cegos e todos caindo no abismo? Se alguém deseja assegurar que está trilhando a senda correta em sua fé, deve buscar a verdade e conhecer a obra do Espírito Santo. Só é possível distinguir todos os tipos de obra dos espíritos malignos conhecendo a obra do Espírito Santo. As pessoas que não conhecem a obra do Espírito Santo podem ser facilmente enfeitiçadas pela obra dos espíritos malignos e seguir na direção errada, resultando na sua destruição. As pessoas que foram enfeitiçadas e enganadas pela obra dos espíritos malignos estão nessa condição porque deram atenção ao sobrenatural, aos milagres e às maravilhas.

Quando os líderes da igreja em todos os níveis estão lidando com pessoas que têm espíritos malignos operando nelas, deveriam ter uma boa compreensão dos princípios, ser justos com as pessoas e fazer as coisas com precisão. Deveriam separar as pessoas que têm espíritos malignos operando nelas em três situações: O primeiro tipo são aqueles que no passado foram ocasionalmente contaminados pela obra dos espíritos malignos, depois perceberam o fato relativamente rápido e renunciaram a obra deles e não os têm operando nelas há três a cinco anos. Essas são pessoas que, relativamente, foram levemente envenenadas pela obra dos espíritos malignos. O segundo tipo são as pessoas que frequentemente têm espíritos malignos operando nelas. Se as pessoas que frequentemente têm espíritos malignos operando nelas ainda não perceberam o fato, persistem em pensar que é o Espírito Santo operando e se recusam a renunciar completamente os espíritos malignos, então são pessoas que estão em grande perigo. Realmente não é fácil para elas se livrar da obra deles. O terceiro tipo: Se as pessoas que têm espíritos malignos operando nelas não têm comando sobre si mesmas, elas os têm controlando-as, trabalham e enfeitiçam as pessoas em toda parte, trazem perturbações à vida da igreja, prejudicam o povo escolhido de Deus e aonde quer que vão as pessoas estão no caos e num estado aterrorizado. Isso é suficiente para provar que elas não são simplesmente pessoas que têm espíritos malignos operando nelas, mas se tornaram a ferramenta de Satanás e estão possuídas. Esse tipo de pessoa não pode ser salvo e deve ser expulso. Os três tipos de pessoas acima em quem os espíritos malignos operam devem ser tratados de maneira diferente. O primeiro tipo são pessoas que foram contaminadas pela obra dos espíritos malignos, mas puderam perceber o fato logo e se livrar da obra deles . Se esse tipo de pessoa puder ter certeza de que já se passaram vários anos desde que tinha espíritos malignos operando nele, então não é classificado como uma pessoa que os têm operando nela. Aqueles entre eles que são de bom calibre, têm boa humanidade e já entraram na senda correta de acreditar em Deus ainda podem ser promovidos e usados, mas podem ser apenas obreiros, não líderes. O segundo tipo de pessoa é aquele que frequentemente tem espíritos malignos operando nele. É absolutamente proibido que esse tipo de pessoa seja promovido para uso. Ele só tem autorização para viver uma vida da igreja. Isso foi estipulado pela família de Deus. As pessoas que já foram promovidas para uso devem ser substituídas. A situação para o terceiro tipo é com relação aos que frequentemente têm espíritos malignos operando neles e são capazes de enfeitiçar pessoas em toda parte. Essas são pessoas que estão possuídas. É correto expulsá-las o mais rápido possível. Se a obra dos espíritos malignos em alguém for séria e ele perturba as pessoas aonde quer que vá, deixando as pessoas amedrontadas e inseguras, então essa pessoa é classificada como sendo possuída e deve ser expulsa. Ao lidar com pessoas que têm espíritos malignos operando nelas, deveríamos fazer uma distinção entre as que frequentemente têm a obra desses espíritos e as que no passado ocasionalmente tinham a obra deles. Se há ou não espíritos malignos operando, isso com frequência deveria ser baseado principalmente no comportamento do último ano ou dos dois últimos. Se as pessoas ocasionalmente tiveram espíritos malignos operando no passado, mas não nos últimos três ou cinco anos, então há esperança para esse tipo de pessoa se ele obtiver a verdade, e não deveria haver nenhum perigo. Se não houve obra dos espíritos malignos há três a cinco ou sete a oito anos e ele particularmente progrediu em sua busca da verdade e pode ajudar as pessoas e guiá-las a entrar na realidade da palavra de Deus e pode usar a verdade para resolver problemas, então a igreja ainda pode promover esse tipo de pessoa para o uso habitual. Deus não trata as pessoas injustamente, e a família Dele é justa com elas.

18 de agosto de 2006

Anterior:Somente os que possuem a verdade podem realmente ser aptos para o uso de Deus

Próximo:Desempenhar bem o trabalho da igreja requer discernimento dos diversos tipos de pessoas