Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhas de Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

II. É preciso dar testemunho do aspecto da verdade acerca das três etapas da obra de Deus para salvação da humanidade

3. A relação entre cada um dos três estágios da obra de Deus

Palavras de Deus relevantes:

Da obra de Jeová à obra de Jesus e da obra de Jesus àquela deste estágio atual, esses três estágios abrangem de forma contínua toda a gama da gestão de Deus, e são todos obra de um só Espírito. Desde a criação do mundo, Deus sempre esteve trabalhando na gestão da humanidade. Ele é o Princípio e o Fim, Ele é o Primeiro e o Último, e Ele é Aquele que inicia uma era e Aquele que encerra a era. Os três estágios da obra, em diferentes eras e diferentes locais, são inequivocamente a obra de um só Espírito. Todos aqueles que separam esses três estágios estão em oposição a Deus.

de ‘A visão da obra de Deus (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês devem entender a obra de Jeová, as leis que Ele estabeleceu e os princípios pelos quais Ele conduziu a vida do homem, o conteúdo da obra que Ele realizou na Era da Lei, o propósito para o qual Ele estabeleceu as leis, a importância de Sua obra para a Era da Graça e a obra que Deus faz neste estágio final. O primeiro estágio é a obra da Era da Lei, o segundo é a obra da Era da Graça e o terceiro é a obra dos últimos dias. Vocês devem entender esses estágios da obra de Deus. [...] A obra feita nos últimos dias não pode substituir a obra da Era da Lei ou a da Era da Graça. No entanto, os três estágios se interconectam em uma entidade, e são toda a obra feita por um só Deus. Naturalmente, a execução desta obra é dividida em eras separadas. A obra feita nos últimos dias encerra tudo; o que foi feito na Era da Lei foi o início; e o que foi feito na Era da Graça foi de redenção. [...] Nos últimos dias, apenas a obra da palavra é feita para inaugurar a Era do Reino, mas ela não é representativa de todas as eras. Os últimos dias não passam dos últimos dias e não são mais que a Era do Reino, que não representam a Era da Graça ou a Era da Lei. Os últimos dias são apenas o momento em que toda a obra no plano de gestão de seis mil anos é revelada a vocês. Esse é o desvelar do mistério. [...]

A obra dos últimos dias é o último estágio das três. É a obra de outra nova era e não representa toda a obra de gestão. O plano de gestão de seis mil anos é dividido em três etapas de obra. Nenhum estágio sozinho pode representar a obra das três eras, mas pode representar apenas uma parte de um todo. O nome Jeová não pode representar todo o caráter de Deus. O fato de que Ele realizou uma obra na Era da Lei não prova que Deus só pode ser Deus sob a lei. Jeová estabeleceu leis para o homem e proferiu mandamentos, pedindo ao homem que construísse o templo e os altares; a obra que Ele fez representa apenas a Era da Lei. A obra que Ele fez não prova que Deus é o Deus que pede ao homem para respeitar a lei, o Deus no templo ou o Deus diante do altar. Isso não pode ser dito. A obra sob a lei só pode representar uma era. Portanto, se Deus fizesse apenas a obra na Era da Lei, o homem definiria Deus e diria: “Deus é o Deus no templo. Para servir a Deus, devemos usar vestes sacerdotais e entrar no templo”. Se a obra na Era da Graça nunca tivesse sido realizada e a Era da Lei tivesse continuada até o presente, o homem não saberia que Deus é também misericordioso e amoroso. Se a obra não tivesse sido feita na Era da Lei, e somente tivesse sido feita aquela na Era da Graça, o homem saberia apenas que Deus pode redimir o homem e perdoar os pecados do homem. O homem só saberia que Ele é santo e inocente, que Ele pode Se sacrificar e ser crucificado pelo homem. O homem só saberia disso, e não teria entendimento de todo o resto. Então, cada era representa uma parte do caráter de Deus. A Era da Lei representa alguns aspectos, a Era da Graça alguns aspectos, e depois dessa era alguns aspectos. O caráter de Deus só pode ser plenamente revelado através da combinação dos três estágios. Somente quando o homem conhece todos os três estágios pode o homem recebê-lo plenamente. Nenhum dos três estágios pode ser omitido. Você só verá o caráter de Deus em sua totalidade quando conhecer esses três estágios da obra. A conclusão, por Deus, de Sua obra na Era da Lei não prova que Ele é o Deus sob a lei, e a conclusão de Sua obra de redenção não mostra que Deus sempre redimirá a humanidade. Essas são todas conclusões tiradas pelo homem. A Era da Graça chegou ao fim, mas você não pode dizer que Deus pertence apenas à cruz e que a cruz representa a salvação de Deus. Se fizer isso define Deus. Neste estágio, Deus está fazendo principalmente a obra da palavra, mas não se pode dizer que Deus nunca foi misericordioso com o homem e que tudo o que Ele trouxe é castigo e julgamento. A obra nos últimos dias revela a obra de Jeová e de Jesus e todos os mistérios não compreendidos pelo homem. Isso é feito para revelar o destino e fim da humanidade e concluir toda a obra de salvação entre a humanidade. Esse estágio da obra nos últimos dias encerra tudo. Todos os mistérios não compreendidos pelo homem devem ser desvendados para permitir que o homem compreenda e tenha uma compreensão clara em seu coração. Só então o homem pode ser dividido de acordo com seus tipos. Somente depois que o plano de gestão de seis mil anos tiver sido completado, o homem chegará a entender o caráter de Deus em sua totalidade, pois Sua gestão terá então chegado ao fim.

de ‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

A obra que está sendo feita no presente tem movido adiante a obra da Era da Graça; isto é, a obra que está totalmente sob o plano de gestão de seis mil anos tem se movido adiante. Apesar de a Era da Graça ter terminado, a obra de Deus tem feito progresso. Por que Eu digo repetidamente que este estágio da obra é construído sobre a Era da Graça e a Era da Lei? Isto significa que a obra deste dia é uma continuação da obra feita na Era da Graça e é um avanço sobre o que foi feito na Era da Lei. Os três estágios são muito bem interconectados, e cada elo na corrente está firmemente atado ao próximo. Por que Eu também digo que este estágio da obra é construído sobre o que foi feito por Jesus? Supondo que este estágio não foi construído sobre o que foi feito por Jesus, Ele teria que ser crucificado novamente neste estágio, e a obra redentora do estágio anterior teria que ser toda feita novamente. Isto seria sem sentido. Por isso, não é que a obra esteja completamente terminada, mas que a era se moveu adiante, e o nível da obra foi elevado ainda mais alto do que antes. Pode-se dizer que este estágio da obra foi construído sobre o fundamento da Era da Lei e sobre a rocha da obra de Jesus. A obra é construída estágio por estágio, e este estágio não é um novo começo. Somente a combinação dos três estágios da obra pode ser considerada o plano de gestão de seis mil anos.

de ‘The Two Incarnations Complete the Significance of the Incarnation’ em “A Palavra manifesta e carne”

O gerenciamento integral de Deus é dividido em três estágios e em cada estágio são feitas exigências apropriadas ao homem. Além disso, à medida que as eras passam e avançam, as exigências que Deus faz a toda a humanidade se tornam cada vez mais elevadas. Assim, passo a passo, a obra de gerenciamento de Deus se aproxima do clímax, até que o homem contemple o “surgimento da Palavra na carne”, e assim as exigências feitas ao homem se tornam ainda mais elevadas, e as exigências para que o homem dê testemunho se tornam ainda mais elevadas. [...] No passado, exigia-se que homem cumprisse a lei e os mandamentos, e que fosse paciente e humilde. Hoje, exige-se que o homem obedeça a todos os arranjos de Deus e tenha amor supremo a Deus e que, finalmente, siga amando a Deus em meio à provação. Esses três estágios são exigências de Deus ao homem, passo a passo, ao longo de todo o Seu gerenciamento. Cada estágio da obra de Deus é mais denso do que o anterior, e em cada estágio as exigências feitas ao homem são mais densas do que as anteriores, e dessa maneira o gerenciamento integral de Deus pouco a pouco toma forma. É precisamente porque as exigências feitas ao homem são cada vez mais elevadas que o caráter do homem se aproxima cada vez mais dos padrões exigidos por Deus, e só então a humanidade toda começa a se afastar gradativamente da influência de Satanás até que, quando a obra de Deus estiver totalmente concluída, a humanidade inteira terá sido salva da influência de Satanás. Quando chegar essa época, a obra de Deus terá chegado ao fim, e a colaboração do homem com Deus para realizar mudanças em seu caráter não existirá mais, e a humanidade toda viverá à luz de Deus e a partir de então não haverá rebeldia ou oposição a Deus. Deus também não fará mais exigências ao homem e haverá uma colaboração mais harmoniosa entre o homem e Deus, que será a vida do homem e de Deus juntos, a vida que vem depois da conclusão definitiva do gerenciamento de Deus e depois que Deus tenha salvado o homem completamente das garras de Satanás.

de ‘A obra de Deus e a prática do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

A obra de todo o plano de gerenciamento de Deus é realizada pessoalmente pelo Próprio Deus. A primeira etapa – a criação do mundo – foi realizada pessoalmente pelo Próprio Deus e, se não fosse assim, então não haveria ninguém capaz de criar a humanidade; a segunda etapa foi a da redenção de toda a humanidade e ela também foi pessoalmente realizada pelo Próprio Deus; a terceira etapa não necessita descrição: há uma necessidade ainda maior de que o fim de toda a obra de Deus seja realizado pelo Próprio Deus. A obra da redenção, da conquista, do ganho e do aperfeiçoamento de toda a humanidade é realizada pessoalmente pelo Próprio Deus. Se Ele não realizasse pessoalmente essa obra, então Sua identidade não poderia ser representada pelo homem, como também Sua obra não poderia ser realizada pelo homem. Para poder derrotar Satanás, para poder ganhar a humanidade e para poder dar ao homem uma vida normal na terra, Deus pessoalmente conduz o homem e pessoalmente opera em meio ao homem; para o bem de todo o Seu plano de gerenciamento e por toda a Sua obra, Deus deve realizar pessoalmente essa obra.

de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

Os três estágios da obra realizada desde o início até hoje foram todos realizados pelo próprio Deus e foram realizados pelo único Deus. O fato dos três estágios da obra é o fato da liderança de Deus de toda a humanidade, um fato que ninguém pode negar. No final dos três estágios da obra, todas as coisas serão classificadas de acordo com sua espécie e retornarão sob o domínio de Deus, pois em todo o universo existe apenas este único Deus, e não há outras religiões.

de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é o caminho para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se você tem um conhecimento claro dos três estágios da obra – o que significa dizer, de todo o plano de gestão de Deus – e se você pode correlacionar totalmente os dois estágios anteriores da obra de Deus com o estágio atual, e pode ver que é uma obra feita por um só Deus, então você terá o fundamento mais firme. Os três estágios da obra foram feitos por um só Deus; essa é a maior visão e é o único caminho para conhecer Deus. Os três estágios da obra só poderiam ter sido feitos pelo próprio Deus, e nenhum homem poderia fazer essa obra em Seu nome – o que significa dizer que somente o próprio Deus poderia ter feito Sua própria obra, desde o início até hoje.

de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é o caminho para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior:Sabendo o propósito e o significado de cada um dos três estágios da obra de Deus.

Próximo:Como as três etapas da obra de Deus gradualmente se aprofundam para que as pessoas sejam salvas e aperfeiçoadas?

Coisas que talvez lhe interessem