Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Declarações de Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido por Deus na Era do Reino

Velocidade

`

Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido por Deus na Era do Reino

1. O homem não deve se engrandecer nem se exaltar. Ele deve adorar e exaltar a Deus.

2. Você deve fazer qualquer coisa que seja benéfica à obra de Deus, e nada que seja prejudicial aos interesses da obra de Deus. Você deve defender o nome de Deus, o testemunho de Deus e a obra de Deus.

3. Dinheiro, objetos materiais e todos os bens da casa de Deus são ofertas que devem ser dadas pelo homem. Essas ofertas podem ser desfrutadas apenas pelo sacerdote e por Deus, pois as ofertas do homem são para o deleite de Deus e Deus só compartilha essas ofertas com o sacerdote, e ninguém mais está qualificado ou tem direito a desfrutar qualquer parte delas. Todas as ofertas do homem (inclusive dinheiro e coisas que podem ser desfrutadas materialmente) são dadas a Deus, não ao homem. Portanto, essas coisas não devem ser desfrutadas pelo homem. Se o homem fosse usufruir delas, então, ele estaria roubando as ofertas. Qualquer um que faça isso é um Judas, pois, além de ser um traidor, Judas também se serviu do que tinha sido posto na bolsa de dinheiro.

4. O homem tem um caráter corrupto e, além disso, é possuído por emoções. Por causa disso, é absolutamente proibido que dois membros de sexo oposto trabalhem juntos quando estão servindo a Deus. Qualquer pessoa que for descoberta fazendo isso será expulsa, sem exceção – e ninguém está isento.

5. Você não fará julgamento de Deus, nem discutirá informalmente assuntos relacionados a Deus. Você deve agir como o homem deve agir, e falar como o homem deve falar, e não deve ultrapassar seus limites nem transgredir suas fronteiras. Cuide de sua própria língua e tome cuidado com seus passos. Tudo isso impedirá que você faça alguma coisa que ofenda o caráter de Deus.

6. Você deve fazer aquilo que deve ser feito pelo homem, cumprindo suas obrigações, dando conta de suas responsabilidades, atendo-se ao seu dever. Como você crê em Deus, deve dar sua contribuição à obra de Deus; se não o fizer, você não está apto a comer e beber as palavras de Deus, e não está apto a viver na casa de Deus.

7. Quanto à obra e aos assuntos da igreja, além de obedecer a Deus, em tudo você deve obedecer às instruções do homem que é usado pelo Espírito Santo. Até mesmo a mais leve infração é inaceitável. Sua obediência deve ser absoluta; você não deve analisar o que é certo ou errado; o que é certo ou errado não tem nada a ver com você. Você deve apenas se ocupar de ser totalmente obediente.

8. As pessoas que creem em Deus devem obedecer a Ele e adorá-Lo. Você não deve exaltar nem admirar ninguém. Você não deve colocar Deus em primeiro lugar, as pessoas que admira em segundo lugar e a si mesmo em terceiro. Ninguém deve ter lugar em seu coração e você não deve considerar que as pessoas – especialmente as que você venera – estejam no mesmo nível de Deus, como iguais a Ele. Isso é intolerável a Deus.

9. Seus pensamentos devem ser sobre a obra da igreja. Você deve pôr de lado perspectivas sobre sua própria carne, ser decidido a respeito de assuntos familiares, dedicar-se integralmente à obra de Deus, colocá-la em primeiro lugar e sua vida pessoal em segundo. Essa é a postura de um santo.

10. Os parentes que não são da fé (seus filhos, seu marido ou sua esposa, suas irmãs ou seus pais etc.) não devem ser forçados a entrar na igreja. A casa de Deus não tem falta de membros, e não há necessidade de aumentar seu número com pessoas sem serventia. Todos aqueles que não creem alegremente não devem ser conduzidos à igreja. Este decreto se dirige a todas as pessoas. A este respeito, vocês devem conferir, monitorar e recordar uns aos outros; ninguém pode violar este decreto. Mesmo quando parentes que não são da fé entram com relutância na igreja, não se deve dar-lhes livros ou um novo nome; essas pessoas não são da casa de Deus e sua entrada na igreja deve ser impedida por quaisquer meios necessários. Se ocorrerem perturbações na igreja causadas pela invasão de demônios, você mesmo será expulso ou sofrerá a imposição de restrições. Em suma, todos têm responsabilidade quanto a essa questão, mas você não deve ser imprudente nem usá-la para ajustar contas pessoais.

Anterior:Como conhecer o Deus na Terra

Próximo:Vocês precisam considerar seus feitos

Coisas que talvez lhe interessem