Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Palavras clássicas de Deus Todo-Poderoso sobre o evangelho do reino

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

`

O ressoar dos sete trovões ─ profetizando que o evangelho do reino se expandirá por todo o universo

Estou expandindo Minha obra entre as nações dos gentios. A Minha glória brilha por todo o universo; Minha vontade é incorporada por pessoas espalhadas aqui e ali, todas dirigidas por Minha mão e iniciando as tarefas que já lhes atribuí. Desse ponto em diante, Eu entrei numa nova era, levando todos os homens para outro mundo. Quando voltei para a Minha “pátria”, comecei ainda outra parte da obra no Meu plano original, de modo que o homem viesse a Me conhecer de maneira mais profunda. Considero o universo em sua totalidade e vejo que[a] é um momento oportuno para a Minha obra, então Eu corro para frente e para trás, executando Minha nova obra sobre o homem. Esta é uma nova era, afinal de contas, e Eu trouxe uma nova obra para levar mais pessoas novas para a nova era e para pôr de lado mais daquelas que vou eliminar. Na nação do grande dragão vermelho, tenho realizado um estágio da obra insondabilidade aos seres humanos, levando-os a oscilar com o vento, depois do que muitos calmamente se afastam com o sopro do vento. Verdadeiramente, essa é a “eira” que estou prestes a limpar; é o que Eu anseio e é também o Meu plano, pois muitos ímpios têm se infiltrado enquanto estou trabalhando, mas não tenho pressa para afastá-los. Pelo contrário, Eu os dispersarei quando for a hora certa. Somente então é que serei a fonte da vida, permitindo que aqueles que verdadeiramente Me amam recebam de Mim o fruto da figueira e a fragrância do lírio. Na terra onde Satanás permanece, a terra de pó, não resta ouro puro, apenas areia, e assim, experimentado essas circunstâncias, Eu realizo esse estágio da obra. Você deve saber que o que Eu ganho é ouro puro, refinado, não areia. Como podem os ímpios permanecer em Minha casa? Como posso permitir que raposas sejam parasitas em Meu paraíso? Eu emprego todos os métodos possíveis para expulsar essas coisas. Antes de Minha vontade ser revelada, ninguém está ciente do que Eu estou prestes a fazer. Aproveitando a oportunidade, Eu afasto esses ímpios, e eles são forçados a sair da Minha presença. Isso é o que eu faço para os ímpios, mas ainda haverá um dia para que eles façam serviço para Mim. O desejo dos homens por bênçãos é muito forte; portanto, Eu viro o Meu corpo e mostro Meu rosto glorioso para as nações dos gentios, para que os homens possam todos viver em seu próprio mundo e julgar a si mesmos, enquanto Eu continuo a dizer as palavras que devo dizer, e a suprir os homens com o que eles necessitam. Quando os homens caírem em si, já terei há muito tempo espalhado a Minha obra. Expressarei, então, Minha vontade aos homens, e começarei a segunda parte da Minha obra sobre os homens, deixando todos os homens Me seguirem de perto, de modo a se coordenarem com a Minha obra, deixando os homens fazerem tudo ao seu alcance para realizar Comigo a obra que devo executar.

Nenhum deles tem fé que verá a Minha glória, e Eu não vou obrigá-los, mas, sim, remover a Minha glória de entre a humanidade e levá-la para outro mundo. Quando os homens mais uma vez se arrependerem, então tomarei Minha glória e mostrá-la-ei para ainda mais dos que têm fé. Esse é o princípio segundo o qual Eu opero. Porque há um momento em que a Minha glória deixa Canaã e há também um momento em que a Minha glória deixa os escolhidos. Além disso, há um momento em que a Minha glória deixa a terra inteira, fazendo-a escurecer e mergulhando-a nas trevas. Até mesmo a terra de Canaã não verá a luz do sol; todos os homens perderão a sua fé, mas ninguém aguenta deixar a fragrância da terra de Canaã. Somente quando Eu entrar no novo céu e a nova terra é que revelarei a outra parte da Minha glória, primeiro na terra de Canaã, fazendo com que um raio de luz resplandeça por toda a terra, afundada numa noite escura como breu, de modo que a terra inteira venha para a luz. Que os homens de toda a terra venham extrair forças do poder da luz, permitindo que Minha glória cresça e apareça de novo para todas as nações. Que toda a humanidade perceba que Eu há muito tempo vim para o mundo humano e há muito tempo trouxe Minha glória de Israel para o Oriente; porque a Minha glória resplandece desde o Oriente, de onde foi trazida desde a Era da Graça até o dia de hoje. Mas foi de Israel que parti e foi de lá que cheguei ao Oriente. Somente quando a luz do Oriente gradualmente se tornar branca é que as trevas do outro lado da terra começarão a se voltar para a luz, e só então o homem descobrirá que há muito tempo Eu saí de Israel e estou ressurgindo de novo no Oriente. Tendo uma vez descido a Israel e depois partido de lá, não posso mais nascer de novo em Israel porque a Minha obra conduz todo o universo e, sobretudo, os raios brilham diretamente do Oriente para o Ocidente. Por essa razão, desci no Oriente e trouxe Canaã para o povo do Oriente. Desejo trazer pessoas de todo o mundo para a terra de Canaã, e assim continuo a proferir declarações na terra de Canaã para controlar todo o universo. Neste momento, não há luz em toda a terra além de Canaã, e todos os homens estão ameaçados pela fome e pelo frio. Dei a Minha glória a Israel e então a retirei; depois levei os israelitas para o Oriente e toda a humanidade para o Oriente. Trouxe-os todos para a luz para que possam se reunir a ela e estar associados a ela, e não mais precisar procurá-la. Farei com que todos os que estão buscando vejam a luz novamente e vejam a glória que tive em Israel; deixarei que vejam que há muito tempo desci sobre uma nuvem branca em meio à humanidade; deixarei que vejam as inúmeras nuvens brancas e os frutos em seus abundantes cachos e, sobretudo, que vejam Deus Jeová de Israel. Eu os deixarei contemplar o Mestre dos Judeus, o tão esperado Messias e a Minha plena aparição que fui perseguido pelos reis ao longo das eras. Trabalharei por todo o universo e realizarei uma grande obra, revelando toda a Minha glória e todas os Meus feitos ao homem nos últimos dias. Mostrarei Meu glorioso semblante em sua plenitude àqueles que esperaram muitos anos por Mim, àqueles que desejaram que Eu viesse numa nuvem branca, a Israel que desejou que Eu aparecesse uma vez mais, e a toda a humanidade que Me persegue, para que todos saibam que há muito tempo retirei a Minha glória e a trouxe para o Oriente, de modo que ela não está mais na Judeia. Pois os últimos dias já chegaram!

Estou fazendo a Minha obra por todo o universo e, no Oriente, trovões estrondosos soam incessantemente, sacudindo todas as nações e denominações. É a Minha voz que trouxe todos os homens para o presente. Farei com que todos os homens sejam conquistados pela Minha voz, caiam nessa corrente, e submetam-se diante de Mim, pois há muito tempo recuperei a Minha glória de toda a terra e a emanei novamente no Oriente. Quem não deseja ver a Minha glória? Quem não espera ansiosamente pelo Meu retorno? Quem não tem sede do Meu reaparecimento? Quem não tem saudades da Minha beleza? Quem não viria para a luz? Quem não veria a riqueza de Canaã? Quem não anseia pelo retorno do Redentor? Quem não adora o Grande Todo-Poderoso? A Minha voz se espalhará pela terra; desejo, diante do Meu povo escolhido, falar mais palavras para eles. Como os poderosos trovões que abalam montanhas e rios, Eu falo Minhas palavras para todo o universo e para a humanidade. Portanto, as palavras na Minha boca se tornaram o tesouro do homem, e todos os homens apreciam as Minhas palavras. O raio ilumina do Oriente até o Ocidente. Minhas palavras são tais que o homem reluta em abrir mão delas e, ao mesmo tempo, as considera insondáveis, mas se regozija com elas ainda mais. Como um recém-nascido, todos os homens estão contentes e alegres, celebrando a Minha vinda. Por intermédio da Minha voz, trarei todos os homens diante de Mim. Daí em diante, Eu entrarei formalmente na raça dos homens para que venham Me adorar. Com a glória que Eu irradio e com as palavras da Minha boca, farei com que todos os homens venham diante de Mim e vejam que o relâmpago ilumina desde o Oriente e que desci também no Monte das Oliveiras, no Oriente. Eles verão que já há muito tempo estou na terra, não mais como o Filho dos judeus, mas como o Relâmpago do Oriente. Pois há muito que ressuscitei e saí do meio da humanidade, e reapareci com glória entre os homens. Eu sou Aquele que foi adorado por incontáveis eras antes de agora, e também sou o bebê abandonado pelos israelitas, incontáveis eras antes de agora. Além disso, Eu sou o todo-glorioso Deus Todo-Poderoso da era presente! Que todos cheguem diante do Meu trono e vejam Meu semblante glorioso, ouçam a Minha voz e contemplem as Minhas obras. Essa é a totalidade da Minha vontade; é o fim e o clímax do Meu plano, assim como o propósito do Meu gerenciamento. Que toda nação Me adore, que toda língua Me reconheça, que todo homem tenha fé em Mim, que todos os povos se sujeitem a Mim!

Nota de rodapé:

a. O texto original omite “vejo que.”

Anterior:O homem só pode ser salvo em meio ao gerenciamento de Deus

Próximo:O Salvador já voltou sobre uma “nuvem branca”

Coisas que talvez lhe interessem