Sentindo o amor especial de Deus

30 de Julho de 2019

Por Jiayi, Provincía de Anhui

A minha natureza é principalmente arrogante; seja o que eu estiver fazendo, uso sempre a criatividade e a originalidade para demonstrar minha genialidade e, então, muitas vezes infringir os planos da obra para fazer as coisas do meu próprio jeito. Eu sou especialmente arrogante em relação a escolher as pessoas para uma determinada posição. Acredito que possuo um talento único e uma visão que sempre me ajudam a selecionar a pessoa certa. Por causa disso, quando escolhia alguém, eu não investigava a sério para entender todas as circunstâncias da pessoa que queria selecionar. Eu também não avaliava a pessoa de acordo com os princípios relativos. O resultado disso é que acabei escolhendo algumas pessoas dissimuladas e astutas, que falavam somente sobre letras e doutrinas para assumirem responsabilidades importantes na igreja. Isso gerou uma grande perda para a obra, assim como para a vida dos meus irmãos e irmãs. Por fim, devido à minha falta de obra substancial no serviço a Deus, eu fui rejeitada por Ele. Perdi a obra do Espírito Santo e fui retirada do serviço.

Quando recebi a notícia de que seria substituída, fiquei perplexa. Era difícil imaginar que uma coisa dessas poderia acontecer comigo. Depois disso, eu comecei a interpretar mal a Deus e questioná-Lo: a igreja me substituiu e não me deu nenhuma outra função. Parecia que o meu problema era bem sério. Era provável que eu fosse expulsa. Algumas pessoas tinham sido expulsas no passado porque tinham trabalhado superficialmente, tinham enganado a Deus e interrompido e perturbado em grande medida o trabalho da igreja. E alguns outros tinham se tornado anticristos porque exaltavam a si mesmo, tinham testificado de si mesmos e competido com Deus por Seu povo escolhido. Eu não seria expulsa com mais força ainda hoje porque trabalhei de modo superficial, enganei a Deus, exaltei e dei testemunho de mim mesma, interrompendo e perturbando o trabalho da igreja em grande medida? Ao ver esse desastre que eu tinha criado, tremi de medo. O meu coração dizia sem parar: estou acabada. Dessa vez, estou totalmente acabada. Eu tinha resistido e ofendido a Deus muitas vezes. Deus certamente não me salvaria. Embora Deus tenha dito que Ele está fazendo tudo o que pode para salvar a humanidade, isso se aplicava àqueles que eram vagamente corruptos e àqueles que tinham cometido transgressões pequenas. Uma pessoa arrogante e vaidosa tal como eu, que estava cega para com Deus e cometeu todos os tipos de transgressões, sofreria certamente a punição de Deus. Mesmo se eu me esforçasse para ter um recomeço, Deus não me perdoaria, porque as minhas ações tinham feito Deus perder a esperança em mim e tinham-No entristecido demais… Antes que eu percebesse, eu me afundei em dor e desespero.

Em minha dor extrema, desejei que a igreja me desse uma outra chance de cumprir algum dever. Mas toda vez que essa ideia me vinha à mente, as palavras “pecado grave” negavam e oprimiam qualquer vislumbre de esperança. A dor, a culpa, o conflito e os meus desejos me atormentavam, causando-me tanta dor que eu não queria viver. Quase desmoronei em meu desespero. Bem nesse momento, eu li a palavra de Deus, que dizia: “Deus não gosta de covardes, Deus gosta de pessoas com determinação. Você pode ter revelado muita corrupção, você pode ter tomado muitas sendas tortuosas ou cometido muitas transgressões ou previamente desafiado a Deus; alternativamente, pode haver blasfêmia, ou queixas, ou desafio a Deus no coração de algumas pessoas — mas Deus não olha para essas coisas, Deus apenas olha para se, algum dia, elas mudarão. […] A vontade de Deus de salvar a humanidade é sincera. Ele dá às pessoas oportunidades de arrependimento e oportunidades de mudança. Durante esse processo, Ele entende as pessoas e tem um profundo conhecimento de suas fraquezas e da extensão de sua corrupção. Ele sabe que elas tropeçarão e cairão. […] Ele entende as dificuldades de cada pessoa, Ele entende as fraquezas de cada pessoa, e Ele entende, também, as necessidades de cada pessoa; Ele entende, ademais, quais problemas as pessoas encontrarão no processo de entrar na mudança de caráter, de que tipos de fraquezas elas padecerão, que tipos de fracassos ocorrerão — não há nada que Deus entende melhor. Assim Deus escrutiniza o mais profundo do coração do homem. Não importa quão fraco você seja, contanto que não abandone o nome de Deus, contanto que não deixe Deus e não se afaste desse caminho, você sempre terá a oportunidade de alcançar a mudança de caráter. Ter a oportunidade de alcançar uma mudança em nosso caráter significa que temos esperança de permanecer, e ter esperança de permanecer significa que temos esperança da salvação de Deus” (‘O que é uma mudança de caráter e a senda para uma mudança de caráter’ em “Registros das falas de Cristo”). Também ouvi estas palavras de um sermão: “Deus está fazendo tudo o que Ele pode para salvar a humanidade. Sobretudo no que diz respeito aos transgressores, as pessoas pensam que estão sem salvação, mas Deus não está disposto a desistir delas e ainda quer salvá-las. Algumas pessoas têm transgressões graves. Deus disse a elas: ‘Vocês só precisam voltar à devoção que tinham antes e buscar a verdade. Eu ainda quero salvá-los.’ Sejam quais transgressões você tenha, contanto que tenha a vontade de jamais deixar Deus e o desejo de buscar a salvação, então Deus não desistirá de você” (“Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”). Essas palavras pareciam ser o doce orvalho que umedeceu a seca prolongada em meu coração. Comecei a chorar e solucei. Eu não percebi quantas vezes o “impossível” tinha inesperadamente se transformado para melhor. Deus disse que Ele ainda quer me salvar se eu não desistir da minha busca, procurar me arrepender e não abandoná-Lo ou renunciar a Ele, não importa a minha situação. Não pude deixar de me prostrar diante de Deus: “Ó Deus! Eu creio em Ti e Te sigo, e mesmo assim eu rebelo contra Ti e Te desafio a cada passo. Muitas vezes, ajo segundo meus próprios desejos quando executo meu dever, e eu interrompo e perturbo o trabalho da igreja; mas Tu contivesses e me perdoastes. Tu me destes outra oportunidade de me arrepender e ser salvo. Ó Deus! O Teu amor eliminou os meus equívocos e questionamentos sobre Ti. Isso fez o meu coração agonizante se recuperar e sair da negatividade, da dor e do desespero extremos. Isso mais uma vez acendeu meu desejo pela vida — para procurar a salvação. Ó Deus! O Teu amor por mim é tão profundo, tão grande! Fico sem palavras quando estou diante do Teu amor, estou envergonhada e incapaz de mostrar meu rosto. Sinto em meu íntimo que ficaria envergonhada de viver na Tua presença. Nesse momento, só posso Te dar minha profunda gratidão e louvor do fundo do meu coração. Só posso oferecer a Ti a canção do meu coração: ‘Teu amor me torna incapaz de escolher qualquer outra coisa, não devo fazer com que Tu Te preocupes comigo novamente. Insuportavelmente corrompido, desfruto tanto e tão maravilhosamente do Teu amor. Tu és o Único em meu coração digno de ser amado, o Único digno de paixão, digno de admiração e digno de confiança. Se eu perdesse Teu amor, eu teria apenas dor e não seria capaz de continuar. Por Te conhecer, minha vida inteira é tão feliz e cheia de alegria. Não importa o que aconteça, sempre seguirei Teus passos, bem aí do Teu lado, Te confortando. Até mesmo em grande dor, darei testemunho de Ti e Te satisfarei. Tribulações e refinamento aproximam meu coração de Ti. Contigo em meu coração, sou eternamente feliz’”.

Depois que eliminei minhas ideias equivocadas sobre Deus, comecei a me acalmar e examinar o meu comportamento passado: em minha obra, eu nunca confiei em Deus nem O respeitei. Não busquei a vontade Dele e não executei o meu trabalho com base nos planos da obra ou nas exigências da igreja. Contei totalmente com a minha própria mente, qualidades interiores e experiência para fazer as coisas do meu próprio jeito. Nunca vi ou lidei com os problemas de acordo com a palavra de Deus e não busquei os princípios da minha obra. Confiei em meus próprios sentimentos e opiniões para deduzir e julgar. Nunca me aconselhei com os outros e geralmente fazia as coisas por conta própria. Mesmo se me aconselhasse com os outros, era apenas para parecer que eu era humilde. Na verdade, eu já tinha um plano em minha mente e, por isso, eu raramente incluía as ideias de outras pessoas. Eu não cumpria bem as tarefas organizadas pela da liderança se não se ajustassem às minhas opiniões e, se alguém tentasse lidar comigo e me podar, eu ficava ainda mais indisposta a aceitar. Eu queria principalmente me destacar; seja lá o que fizesse, eu queria ser melhor que os outros. Eu acreditava que eu era melhor do que todos e que não havia obra na igreja que eu não poderia fazer e tudo que eu fazia era bom… Por ser controlada por minha natureza arrogante, eu me sustentava na natureza de Satanás que estava em mim para cumprir os meus deveres de forma indisciplinada por muitos anos. Basicamente, não busquei a verdade e não dei ênfase em me conhecer. Busquei de todo o coração altas posições e quis ser uma grande líder. Por conta disso, eu não entendi totalmente o caráter de Deus, nem a essência de Deus. Eu não tinha a menor reverência ou temor a Deus. Agi levianamente diante de Deus e nada me detinha. Eu ousava dizer e fazer tudo. Não percebia que estava exercendo o papel de um falso pastor; eu estava assumindo a senda de servir a Deus e, ao mesmo tempo, resistindo a Ele. Ainda que os irmãos e irmãs me relembrassem várias vezes, eu não aceitava a ajuda bem-intencionada deles. Eu era muito arrogante e continuei do meu jeito. Por causa das muitas vezes que resisti a Deus e fui contrária a Ele, provoquei a ira de Deus e, por fim, fui excluída do serviço, o que me levou à autorreflexão.

Ao examinar isso, comecei lentamente a acordar do meu torpor. Desde o princípio, Deus tinha pensado muito em todas as coisas que me sucederam com a intenção de me salvar. Não pude deixar de me prostrar outra vez diante de Deus: Ó Deus Todo-Poderoso, obrigada! Embora ser substituída desta vez foi como se eu estivesse morrendo e minha dor tenha sido indescritível, isso serviu de pretexto para eu sentir o Teu grande amor e salvação para mim. Se eu não tivesse sido substituída desta vez, ainda estaria vivendo dentro do meu próprio conceito e imaginação, continuando a fazer as coisas do modo incorreto. Eu ainda acreditaria que renunciar à minha família e emprego para trabalhar na igreja era servir fielmente a Ti. Eu não teria refletido sobre a minha conduta e não teria percebido que o meu serviço estava resistindo a Ti. Se as coisas continuassem daquele jeito, eu ficaria cada vez mais arrogante e vaidosa. Por fim, eu estaria resistindo a Ti como um anticristo e teria que encarar Tua punição. Ó Deus, o Teu amor por mim é tão grande, tão real! A substituição de hoje é de fato como Tu estás me salvando. O Teu amor punitivo conquistou o meu coração. Eu Te agradeço de coração por me salvares e me protegeres. Agradeço-Te ainda mais por me fazeres sentir verdadeiramente, através da Tua revelação, que o Teu caráter justo não tolera a ofensa. Agradeço-Te por me permitires ver o amor profundo e paternal que Tu tens nos flagelos cruéis e nas provações dolorosas do homem. Ao mesmo tempo, Tu também me permitiste reconhecer a minha própria essência corrupta e ver que fui corrompida profundamente por Satanás. A natureza arrogante está enraizada profundamente em mim e preciso muito do Teu castigo, julgamento, provações, refinamento e até da Tua punição e maldição para me purificar e me salvar. Só através desta obra é que serei capaz de ressurgir com reverência a Ti e ser protegida e purificada. Ó Deus, de hoje em diante, estou disposta a buscar com afinco a verdade e me submeter verdadeiramente à Tua obra. Eu aceitarei o Teu julgamento e castigo. Seja lá como Tu me tratares, eu me submeterei totalmente a Ti e me entregarei aos Teus planos. Não entenderei mal, nem me queixarei. Serei uma pessoa genuína e viverei com valor e propósito.

Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.
Conecte-se conosco no Messenger
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Minha escolha

Em março de 2012, minha mãe compartilhou o evangelho de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias comigo. Comecei a ler as palavras de Deus...

Um renascimento

Por Yang Zheng, Província de Heilongjiang Eu nasci em uma família rural pobre, que tinha uma forma de pensar bem antiquada. Eu era vaidoso...

A transformação de uma atriz

Deus Todo-Poderoso diz: “Como uma das criaturas, o homem deve guardar sua própria posição, e se comportar conscienciosamente, e proteger...