Posso discernir entre o Cristo verdadeiro e os falsos cristos

05 de Agosto de 2020

Deus tornado carne é chamado de Cristo, logo, o Cristo que pode dar a verdade às pessoas é chamado de Deus. Não há nada de excessivo nisso, pois Ele possui a substância de Deus e possui o caráter de Deus e sabedoria em Sua obra, que são inalcançáveis pelo homem. Aqueles que se dizem Cristo, mas não podem fazer a obra de Deus são fraudes. Cristo não é meramente a manifestação de Deus na terra, mas também a carne específica assumida por Deus enquanto Ele realiza e conclui Sua obra entre os homens. Essa carne não é do tipo que pode ser substituída por qualquer homem, mas do tipo que é capaz de suportar adequadamente a obra de Deus na terra, de expressar o caráter de Deus, de representar bem a Deus e de fornecer vida ao homem” (“Seguir o Cordeiro e cantar cânticos novos”). As palavras de Deus revelam o que é a encarnação, e como discernir entre o verdadeiro Cristo e os falsos cristos. Eu não entendia essa verdade quando seguia o Senhor, e não sabia como reconhecer os falsos cristos. Eu ouvia apenas o pastor e os presbíteros. Eu tinha medo de ser enganada, por isso, ter cuidado com os falsos cristos era a prioridade na minha fé. Esse cuidado exagerado me prejudicou, pois eu não ousava buscar a manifestação e a obra de Deus. Quase perdi a salvação de Deus dos últimos dias. Agora vejo que foi por pouco.

Desde pequena, eu frequentava a igreja e lia a Bíblia com a minha mãe. Mais velha, entrei para um grupo de jovens. Nosso pastor tinha doutorado em teologia, e sempre dizia que era difícil ser pastor, que era necessário a força do Espírito Santo para continuar. Nós o admirávamos muito, pensando que ele era movido pelo Espírito Santo e que agradava a Deus. Ele sempre citava um versículo das Escrituras: “Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos” (Mateus 24:23-24). Ele sempre nos dizia que, nos últimos dias, haveria falsos cristos que enganariam as pessoas, por isso, deveríamos tomar cuidado. Em especial, aqueles que sabiam pouco sobre as Escrituras e tinham pequena estatura. Ele nos dizia para não ouvir, ler ou examinar os ensinos de outras denominações, para não sermos enganados. O clero também dizia muitas coisas negativas sobre a Relâmpago do Oriente, e nos mandava manter distância. Eles diziam que devíamos apenas ler a Bíblia, confessar e nos arrepender diante do Senhor todos os dias, e sempre ficar alertas para ser levados ao reino Dele, quando Ele vier. Na época, eu acreditava plenamente nisso, e não ousava ir a outras igrejas. Eu fazia o que o pastor mandava e pensava que, agindo assim, estaria a salvo quando o Senhor viesse.

Um dia, o irmão Hu, da igreja, me encontrou na escola e disse que minha mãe e minha irmã pareciam ter aderido à Relâmpago do Oriente. Fiquei chocada quando ouvi isso. Pensei: “O pastor não nos disse para nos afastarmos da Relâmpago do Oriente? Como minha mãe pôde ter se juntado a eles?” Então, o irmão Hu me contou rumores terríveis sobre a Relâmpago do Oriente. Fiquei com mais medo ainda, em pânico. O irmão Hu me pediu para perguntar à minha mãe se isso era verdade, gravar sua resposta e depois mandar para ele. Eu concordei, com medo de que minha mãe se perdesse.

Assim, quando cheguei em casa, minha mãe me disse que o Senhor Jesus tinha voltado como Deus Todo-Poderoso. Disse que Ele está expressando verdades e realizando a obra de julgamento, começando pela casa de Deus, para limpar e transformar as pessoas e salvá-las totalmente do pecado. Ela queria que eu lesse as palavras de Deus Todo-Poderoso imediatamente e investigasse Sua obra dos últimos dias. Ao ouvir o que ela disse, pensei nas coisas ruins que o pastor tinha dito sobre a Relâmpago do Oriente. Fui muito resistente, mas como estava gravando, me controlei e ouvi o que ela disse.

No dia seguinte, de novo ela quis que eu investigasse a obra de Deus Todo-Poderoso. Naquela época, minha mente estava cheia das coisas ruins que o pastor tinha dito. Eu não estava escutando de verdade, e a aconselhei: “O pastor e os presbíteros dizem que não devemos ouvir a Relâmpago do Oriente. Fique longe deles!” Ela respondeu com paciência: “Por que eles deveriam atrapalhar nossa investigação sobre a obra de Deus dos últimos dias? Isso está de acordo com os ensinamentos do Senhor? O Senhor Jesus nos disse: “Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus” (Mateus 5:3). “Mas à meia-noite ouviu-se um grito: Eis o noivo! saí-lhe ao encontro!” (Mateus 25:6). Deus quer que busquemos com humildade. A Relâmpago do Oriente dá testemunho de que o Senhor voltou, por isso devemos investigar. Mas o pastor quer nos impedir de receber o Senhor. Isso não vai contra os ensinamentos do Senhor? Devemos ouvir o Senhor, e não ouvir o pastor cegamente. Nos dias do Senhor, os fiéis judeus não ouviram a voz Dele, mas seguiram as mentiras dos sumos sacerdotes, escribas e fariseus, condenando e resistindo ao Senhor. Eles conspiraram para crucificar o Senhor Jesus e foram punidos por Deus. Temos que aprender com a lição deles! Há uma profecia no Apocalipse que diz: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas” (Apocalipse Capítulos 2-3). Significa que o Senhor falará mais quando voltar. Se quisermos recebê-Lo, temos que aprender a reconhecer Sua voz. Veja por você mesmo se as palavras de Deus Todo-Poderoso são a voz de Deus e saberá se Ele é o Senhor Jesus que retornou”. Enquanto falava, ela pegou um livro, Declarações de Cristo dos últimos dias Irritada com isso, fui para o meu quarto.

Eu me acalmei e pensei no que minha mãe havia dito. Aprender a reconhecer a voz de Deus e buscar humildemente receber o Senhor está de acordo com os ensinamentos dEle. Como a Relâmpago do Oriente está testemunhando que o Senhor retornou e expressou verdades, ouvir cegamente o pastor, sem ler as palavras de Deus Todo-Poderoso parecia apressado. Concluí que, se Deus Todo-Poderoso fosse o Senhor Jesus que retornou e eu não O aceitasse, não perderia a chance de receber o Senhor? Mas então, lembrei-me do pastor nos dizendo repetidamente que os falsos cristos apareceriam nos últimos dias. Se eu me desviasse agora, minha fé não teria sido em vão? Meus pensamentos estavam confusos, e eu não sabia a quem ouvir, por isso, me coloquei diante do Senhor em oração, pedindo que Ele me iluminasse e me orientasse.

Mais tarde, minha mãe me aconselhou novamente a ouvir a comunhão da Igreja de Deus Todo-Poderoso. Hesitei por um momento, mas depois concordei. A princípio, eu não estava apreendendo nada, mas quando eles mencionaram verdades sobre os mistérios do plano de gerenciamento de Deus para a salvação e Seus três estágios da obra, comecei a prestar atenção. Tudo parecia novo. Eu já tinha participado de muitos grupos de estudos bíblicos, mas nunca tinha ouvido nada do tipo. Meu coração mudou depois da reunião. Decidi estudar a obra de Deus dos últimos dias e apagar a gravação da minha mãe.

Na segunda reunião, o irmão Zhang falou sobre as virgens sensatas e insensatas. Ele disse: “As virgens sensatas são sábias, pois elas anseiam pela manifestação de Deus e podem ouvir a Sua voz. Quando ouvem que o Senhor veio, elas buscam e investigam ativamente. Não são restringidas pelos outros e não se apegam a suas próprias noções. Quando confirmam que é a voz de Deus, elas O recebem e O seguem sem olhar para trás. Esse tipo de pessoa não será enganado pelos falsos Cristos. As virgens insensatas não têm discernimento e não amam a verdade. Elas não tentam ouvir a voz de Deus para recebê-Lo, mas adoram o status e o poder, ouvindo os pastores e presbíteros, como todas as outras pessoas. Não importa como o Senhor bata, elas cobrem os ouvidos e fecham as portas. Elas são ignorantes. Algumas pessoas reconhecem a voz de Deus, mas não se atrevem a segui-Lo, com medo de serem rejeitadas pelos outros e expulsas de suas igrejas. Elas não buscam a verdade nem um pouco, então, como poderiam receber o retorno do Senhor?”

Ouvir isso me acordou. Eu vi que andei dando ouvidos ao pastor e aos presbíteros por tempo demais, sem ousar buscar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias. Se Deus Todo-Poderoso for realmente o Senhor Jesus que retornou e eu não aceitá-Lo, não serei exposta como uma virgem insensata? O Senhor Jesus nos disse: “Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á” (Mateus 7:7). Eu esperava receber o Senhor. Com a Relâmpago do Oriente testemunhado que Ele voltou, eu deveria ser uma virgem sensata que busca e investiga. Essa é a vontade de Deus! Assim, partilhei minhas dúvidas com eles. “O Senhor Jesus disse: ‘Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos’ (Mateus 24:23-24). Os pastores e os presbíteros usam esses versículos para nos alertar contra os falsos cristos nos últimos dias, dizendo que qualquer notícia da volta do Senhor é falsa. Não ousamos investigar a vinda do Senhor, com medo de ser enganados, mas essa não parece ser a prática correta. Então, como devemos compreender o que o Senhor disse? Como evitar ser enganados pelos falsos cristos e receber o Senhor?”

Esta foi a comunhão do irmão Zhang: “As pessoas que leem a Bíblia sabem que existirão falsos cristos e falsos profetas que enganarão o povo quando o Senhor voltar. Uma vez que o clero sempre usa essa passagem da Escritura para alertá-las contra os falsos cristos e falsos profetas, a maioria das pessoas vê isso como algo crítico em sua fé. Elas acham que todas as notícias da vinda do Senhor são falsas. Mas isso está de acordo com o real significado das palavras do Senhor Jesus? O Senhor Jesus disse: ‘Se, pois, alguém vos disser: Eis aqui o Cristo! ou: Ei-lo aí! não acrediteis; porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos’ (Mateus 24:23-24). Isso nos mostra que o Senhor Jesus nos disse apenas que os falsos cristos e profetas apareceriam nos últimos dias, e que eles realizariam grandes sinais e prodígios para enganar as pessoas, assim deveríamos ter discernimento. Ele nunca disse que todas as notícias sobre o retorno do Senhor seriam falsas. Não podemos esquecer que o Senhor Jesus também disse que voltaria. Portanto, ao dizer que qualquer notícia do retorno do Senhor é falsa, o clero não está negando descaradamente o retorno e as palavras do Senhor, e condenando a obra e a manifestação de Deus? Eles não estão enganando as pessoas e contradizendo o Senhor abertamente? Ao retirar os versículos de contexto e interpretar erroneamente o que o Senhor quis dizer, dizendo que tais notícias são falsas, não estamos condenando a manifestação e a obra de Deus? Então, como podemos receber o retorno do Senhor?”

Ouvir essa comunhão abriu meus olhos. Esses versículos dizem sim, que os falsos cristos realizarão grandes sinais e prodígios nos últimos dias para enganar as pessoas. Os pastores e presbíteros conhecem bem a Bíblia, então, por que não enxergaram isso, como discernir os falsos Cristos? O irmão Zhang leu, então, mais algumas passagens das palavras de Deus Todo-Poderoso: “Se, durante o dia de hoje, surgir uma pessoa que seja capaz de mostrar sinais e maravilhas, expulsar demônios, curar os doentes e realizar muitos milagres e, se essa pessoa afirmar que ela é Jesus que veio, então isso seria a fraude dos espíritos malignos e sua imitação de Jesus. Lembre-se disso! Deus não repete a mesma obra. A etapa da obra de Jesus já foi concluída e Deus nunca mais realizará aquele estágio da obra. … Se, durante os últimos dias, Deus ainda mostrasse sinais e maravilhas, e ainda expulsasse demônios e curasse os doentesse Ele fizesse exatamente o mesmo que Jesusentão Deus estaria repetindo a mesma obra e a obra de Jesus não teria significado ou valor. Assim, Deus realiza uma etapa de obra em cada era. Uma vez que cada etapa de Sua obra foi concluída, logo é imitada por espíritos malignos e, depois que Satanás começa a seguir os passos de Deus, Deus muda para um método diferente. Uma vez que Deus completou uma etapa de Sua obra, ela é imitada por espíritos malignos. Isso deve estar claro para vocês”. “Se, nos últimos dias, aparecesse um ‘Deus’ igual a Jesus, alguém que curasse doentes, expulsasse demônios e fosse crucificado pelo homem, esse ‘Deus’, embora idêntico à descrição de Deus na Bíblia e de fácil aceitação pelo homem, não seria, em sua essência, a carne usada pelo Espírito de Deus, mas por um espírito maligno. Pois é o princípio da obra de Deus nunca repetir o que Ele já completou” (“A Palavra manifesta em carne”).

Depois de ler, ele partilhou esta comunhão: “Deus é sempre novo e nunca velho. Ele não repete Sua obra. Sempre que Deus começa um novo estágio da obra, Ele declara novas palavras e guia as pessoas por uma nova senda de prática. Por exemplo, quando o Senhor Jesus veio, Ele não emitiu a lei e os mandamentos outra vez, mas realizou a obra de redenção sobre a fundação da antiga obra. Ele expressou o caminho do arrependimento, ensinando as pessoas a se confessar e se arrepender, a amar seus inimigos, perdoar, amar uns aos outros e muito mais. Por fim, ele foi crucificado como oferta pelo pecado do homem. Nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso não realiza sinais ou prodígios, nem cura doentes e expulsa demônios. Em vez disso, Ele realiza a obra de julgar e limpar, edificando-a sobre a obra de redenção. Ele expressa verdades, expõe os caracteres corruptos e a natureza satânica do homem, e julga a injustiça do homem. Ele dá aos homens todas as verdades de que precisam para serem limpos e plenamente salvos, salvando-os por completo da influência sombria de Satanás e de sua corrupção, para que sejam ganhos por Deus. É assim que a obra de Deus para salvar completamente a humanidade chega ao seu fim. A obra de Deus se eleva mais a cada estágio e nunca se repete. Se o Senhor voltasse realizando sinais e prodígios, curando doentes e expulsando demônios, a obra de Deus se repetiria. Ela não teria nenhum valor. Mas algumas pessoas alegam que Deus pode apenas realizar sinais e prodígios, curar os doentes e expulsar demônios. Elas põem limites em Deus e pensam que Sua obra não pode avançar. É por isso que Deus nunca repetiria Sua obra, e qualquer pessoa que realiza esses sinais é, sem dúvida, um falso cristo. A maioria dos falsos cristos está possuída por espíritos malignos. Eles não podem expressar a verdade, muito menos começar uma nova era e encerrar a antiga. O máximo que podem fazer é imitar a obra do Senhor Jesus e realizar simples prodígios para enganar as pessoas. Mas o que o Senhor Jesus fez, como o milagre da ressurreição e alimentar cinco mil pessoas com cinco pães e dois peixes, os falsos cristos não conseguem imitar. Apenas Deus tem esse tipo de poder e autoridade, os falsos cristos não têm. Se alguém não expressa a verdade, mas realiza sinais e prodígios e se autodenomina Cristo, sem dúvida, essa pessoa não é o Cristo verdadeiro. Com esse princípio, podemos discernir o verdadeiro Cristo dos falsos.”

Com a comunhão do irmão Zhang, aprendi que a obra de Deus é sempre nova e nunca velha, e que Ele nunca realiza a mesma obra duas vezes. Falsos cristos não podem fazer a obra de Deus. Eles apenas imitam a antiga obra de Deus e realizam alguns prodígios para enganar as pessoas. Esse é um princípio para se discernir os falsos cristos. São como produtos falsificados, criados para que se pareçam com o original, mas ainda assim, continuam sendo falsos. Os falsos cristos também são assim. Aquela comunhão me esclareceu muito.

O irmão Zhang continuou sua comunhão: “A coisa mais importante para discernir os falsos cristos é conhecer a essência de Cristo. Essa é a peça mais básica e a mais importante”. Então, ele leu duas passagens das palavras de Deus Todo-Poderoso: “Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a substância de Deus, e Ele que é a encarnação de Deus deve possuir a expressão de Deus. Já que Deus Se torna carne, Ele levará adiante a obra que precisa fazer, e já que Deus Se torna carne, Ele expressará o que Ele é e será capaz de trazer a verdade ao homem, conceder vida ao homem e mostrar o caminho ao homem. Carne que não contém a substância de Deus certamente não é o Deus encarnado; disso não há dúvida. Para investigar se é a carne encarnada de Deus, o homem deve determinar isso a partir do caráter que Ele expressa e das palavras que Ele fala. O que quer dizer, se é ou não a carne encarnada de Deus, se é ou não o verdadeiro caminho deve ser julgado pela Sua substância. E assim, ao determinar se é a carne do Deus encarnado, a chave é prestar atenção na Sua substância (Sua obra, Suas palavras, Seu caráter e muito mais), em vez de na aparência exterior. Se o homem olha apenas a Sua aparência exterior e ignora a Sua substância, então isso mostra a ignorância e a ingenuidade do homem”. “Deus tornado carne é chamado de Cristo, logo, o Cristo que pode dar a verdade às pessoas é chamado de Deus. Não há nada de excessivo nisso, pois Ele possui a substância de Deus e possui o caráter de Deus e sabedoria em Sua obra, que são inalcançáveis pelo homem. Aqueles que se dizem Cristo, mas não podem fazer a obra de Deus são fraudes. Cristo não é meramente a manifestação de Deus na terra, mas também a carne específica assumida por Deus enquanto Ele realiza e conclui Sua obra entre os homens. Essa carne não é do tipo que pode ser substituída por qualquer homem, mas do tipo que é capaz de suportar adequadamente a obra de Deus na terra, de expressar o caráter de Deus, de representar bem a Deus e de fornecer vida ao homem. Cedo ou tarde, todos aqueles que personificam Cristo cairão porque, embora aleguem ser Cristo, nada possuem da substância de Cristo. E por isso Eu digo que a autenticidade de Cristo não pode ser definida pelo homem, mas é respondida e decidida pelo Próprio Deus” (“A Palavra manifesta em carne”).

Depois de ler isso, ele comunicou: “Cristo é Deus encarnado. Ele é o Espírito de Deus revestido em carne de uma pessoa comum, com humanidade normal e plena divindade. Cristo parece bastante comum, mas Sua essência é divina, por isso Ele pode expressar a verdade, o caráter justo de Deus e começar uma nova era e encerrar uma antiga. Ele pode redimir e salvar a humanidade, e expressar a verdade para sustentar e pastorear as pessoas a qualquer momento. Ninguém pode tomar o Seu lugar. O Senhor Jesus era Cristo, Deus encarnado. Ele parecia uma pessoa comum, mas encerrou a era da Lei e começou a Era da Graça, e deu ao homem o caminho do arrependimento. Ele tinha autoridade para perdoar pecados, e Sua crucificação redimiu os pecados de todos. Ele realizou muitos sinais e prodígios, como acalmar uma tempestade, o dos cinco pães e dois peixes, e ressuscitar pessoas. Ele mostrou o poder e a autoridade de Deus. Também pregou em toda parte e expressou verdades para sustentar e pastorear as pessoas com base em suas necessidades da época. As palavras e a obra do Senhor Jesus nos mostraram que Ele é o caminho, a verdade e a vida. Sua obra e palavras provaram completamente que Ele era Deus encarnado e o Redentor da humanidade. Deus Todo-Poderoso veio nos últimos dias, encerrando a Era da Graça e iniciando a Era do Reino, e trabalhando para julgar e limpar as pessoas nos últimos dias. Ele expressa Seu caráter justo que não tolera ofensa. Suas palavras não só revelam os mistérios de seu plano de gestão de 6 mil anos, mas também expõem e julgam a raiz do pecado humano, da resistência do homem a Deus e de seu caráter corrupto, e declara com clareza todas as verdades de que o homem precisa para ser purificado e salvo. Essas verdades incluem como Deus julga e purifica o homem, como ele deve obedecer e crer em Deus, quem agrada a Deus, quem Ele detesta e elimina, que busca pode levar à purificação e ao aperfeiçoamento, o fim e o destino da humanidade e muito mais. Por meio do julgamento e castigo das palavras de Deus, enxergamos a verdade da nossa corrupção por Satanás, e conhecemos o caráter justo, santo e que não pode ser ofendido de Deus. Nós nos prostramos diante de Deus e nos arrependemos. Começamos a temer e a nos submeter a Deus, e nosso caráter de vida começa a se transformar. A obra e as palavras de Deus Todo-Poderoso provam que Ele é Deus encarnado, a manifestação de Cristo nos últimos dias. Falsos cristos são, em essência, espíritos malignos. Eles não podem expressar a verdade, muito menos salvar a humanidade. Eles apenas disparam mentiras e falácias para enganar e ferir as pessoas. Quem segue um falso cristo não ganha o sustento para a vida, nem a obra do Espírito Santo. Não importa quanto tempo a pessoa creia, ela nunca vai entender a Deus ou a verdade, e seu caráter de vida nunca vai se transformar. Na verdade, seguir um falso cristo é seguir um espírito maligno, um demônio. Quem se denomina Cristo ou Deus, mas não pode expressar a verdade, é, sem dúvida, um falso cristo, um espírito maligno enganador. Falsos cristos não podem expressar a verdade ou realizar a obra de Deus. Não importa o quanto digam que são Deus ou Cristo, eles não são. Verdade e mentira são mundos separados. Dizer que alguém é Cristo não torna isso verdade. O que determina isso é a essência de Cristo e a obra que Ele realiza. Apenas Cristo é o caminho, a verdade e a vida. Cristo expressa a verdade e a justiça de Deus e realiza a própria obra de Deus. Isso é determinado pela essência Dele. Tudo o que vem de Deus florescerá. Não importa o quanto as pessoas resistam, condenem e neguem a obra de Deus, ninguém ou nenhum poder é capaz de pará-la. A essência de Cristo não pode ser negada por ninguém. Ele é Cristo e sempre O será. Quando o Senhor Jesus trabalhou, os líderes judeus e o governo romano O condenaram, opuseram-se a Ele e chegaram a crucificá-Lo. Ele foi rejeitado por aquela geração, mas agora, 2 mil anos depois, Seu evangelho se espalhou por todos os cantos da terra, e todo o mundo religioso reconhece que Ele é Cristo. Agora, nos últimos dias, Deus Todo-Poderoso sofre a oposição e a condenação frenéticas do PC Chinês e dos religiosos, mas o caminho verdadeiro e a verdade sempre prevalecerão. Nada pode detê-los! As palavras de Deus Todo-Poderoso já estão na internet há algum tempo, dando testemunho para todo o mundo. Mais pessoas estão reconhecendo a voz de Deus nas palavras de Deus Todo-Poderoso, vendo que Ele é o Senhor Jesus que retornou e voltando-se para Ele. Os falsos cristos não têm a verdade. Eles não podem conquistar as pessoas. Suas palavras e ações não podem ser expostas, e eles nunca ousariam disponibilizá-las na internet para que todos possam buscar e investigar, pois os falsos cristos são sombrios e malignos e não suportam a luz. Eles apenas realizam pequenos sinais e prodígios e disparam mentiras, e das sombras, enganam as pessoas tolas e ignorantes. Nada que vem de um falso cristo ou de um espírito maligno pode durar. Eles logo se dispersam e desaparecem”.

Essa comunhão me mostrou a verdade sobre discernir os falsos cristos do verdadeiro Cristo. Fiquei muito emocionada. Somente Cristo é o caminho, a verdade e a vida. Só Ele pode expressar a verdade e realizar a própria obra de Deus. Quem se diz Cristo, mas não pode expressar a verdade ou salvar a humanidade, é um falso Cristo. Saber disso foi maravilhoso! Eu adorava cegamente o pastor e sempre acreditava no que Ele dizia. Com medo de ser enganada por um falso Cristo, não ousei buscar a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias. Pensei que continuar na minha igreja, ouvindo meu pastor, fosse a melhor aposta para entrar no reino do Senhor quando Ele viesse. O clero sempre disse que qualquer notícia sobre a vinda do Senhor é falsa e nos impediu de investigar o caminho verdadeiro. Agora vejo que eles é quem são os enganadores, os guias cegos. Eu também fui tola. Não busquei ouvir a voz do Senhor, mas acreditei no clero sem questionar. Meu medo exagerado me fez mal, pois me fechei e quase perdi a chance de receber o Senhor. Foi por pouco!

Após a comunhão, li mais das palavras de Deus Todo-Poderoso e aprendi mais sobre o mistério da encarnação, a diferença entre a obra de Deus e a obra do homem, e a história por trás da Bíblia. Isso foi muito esclarecedor. Eu obtive a certeza de que Deus Todo-Poderoso é o Senhor Jesus que retornou e aceitei a obra de Deus Todo-Poderoso dos últimos dias.

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

Deixar uma resposta