Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos da experiência do julgamento de Cristo

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

30. Um breve depoimento sobre a origem das trevas e do mal no mundo

Yang Le Cidade de Wuhai, Região autônoma do interior da Mongólia

Quando eu ainda estava na escola, meu pai adoeceu e faleceu. Depois que ele morreu, meus tios de ambos os lados da família, que tinham sido muitas vezes ajudados por meu pai, não apenas não cuidaram de nós – minha mãe, que não tinha nenhuma fonte de renda, minhas duas irmãs e eu – antes, pelo contrário, fizeram tudo o que podiam para tirar proveito de nós, chegando mesmo a brigar conosco pela pequena herança que meu pai deixou. Diante da indiferença de meus parentes e de todas as coisas que fizeram que eu nunca poderia ter esperado, senti uma imensa dor e não consegui evitar o ódio pela total falta de consideração e frieza que meus parentes exibiram, ao mesmo tempo, também, começando a compreender a volubilidade da natureza humana. Depois disso, sempre que eu via alguma ocorrência na sociedade de parentes lutando uns contra os outros por dinheiro, ou pessoas roubando e matando por cobiça, muitas vezes eu lamentava pelo mundo de hoje estar tão cheio de trevas, que o coração das pessoas era realmente sinistro e que o mundo verdadeiramente estava muito volúvel. Naquela época, eu pensava que o motivo pelo qual o mundo estava tão cheio de trevas era porque as pessoas tinham se tornado más, que já não tinham qualquer consciência e que havia muitas pessoas cruéis no mundo. Posteriormente, enquanto eu comia e bebia as palavras de Deus é que vim a entender que o que eu tinha pensado havia apenas arranhado a superfície, e não era a origem das trevas e do mal no mundo. A partir das palavras de Deus eu vi claramente a verdadeira fonte de trevas e do mal no mundo.

As palavras de Deus dizem: “Antes de ser corrompido por Satanás, o homem naturalmente seguia a Deus e obedecia às Suas palavras. Ele tinha naturalmente bom senso, boa consciência e humanidade normal. Depois de corrompido por Satanás, seu sentido original, sua consciência e sua humanidade ficaram embotados e foram comprometidos por Satanás. Assim, o homem perdeu a obediência e o amor para com Deus. O sentido do homem tornou-se aberrante, seu caráter tornou-se o mesmo que o de um animal, sua rebeldia para com Deus é cada vez frequente e grave. No entanto, o homem ainda não sabe nem reconhece isso e apenas se opõe e se rebela cegamente” (de ‘Ter um caráter inalterado é estar em inimizade contra Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”). “O conhecimento dos vários milhares de anos de cultura e história antigas tem isolado o pensamento, as concepções e as perspectivas mentais do homem em tal rigidez que se tornaram impenetráveis e irredutíveis.

[...] A ética feudal tem levado a vida do homem ao ‘Hades’, de forma que o homem tem ainda menos capacidade de resistir. A opressão sob diferentes formas forçou o homem a cair cada vez mais fundo no Hades [...] O conhecimento da cultura antiga silenciosamente roubou o homem da presença de Deus e fez com que ele se voltasse para o rei dos demônios e seus filhos. Os Quatro Livros e os Cinco Clássicos levaram as ideias e as concepções do homem para uma outra era de rebeldia, fazendo com que o homem idolatrasse cada vez mais os autores dos Livros e dos Clássicos, aprofundando assim suas noções de Deus. O rei dos demônios, sem piedade, expulsou Deus do coração do homem sem seu conhecimento, tomando de assalto, com alegria, o coração humano. Daí em diante o homem foi possuído por uma alma feia e perversa cujo rosto é o do rei dos demônios. O ódio por Deus preencheu o peito do homem e a malignidade do rei dos demônios se espalhou pela humanidade [...] Ah, essa gangue de cúmplices! Eles descem entre os mortais para entregar-se aos prazeres e incitar a desordem. A perturbação deles causa a volubilidade do mundo[a] e traz pânico ao coração do homem; e eles tanto distorceram o homem que o homem agora se assemelha a bestas de feiura insuportável, sem possuir o menor traço do homem santo original” (de ‘Obra e entrada (7)’ em “A Palavra manifesta em carne”). A partir desta palavra de Deus, compreendi que a humanidade que Deus havia criado no início foi originalmente obediente a Deus; eles O adoravam, tinham a consciência e a razão da humanidade normal, e não tinham sido contaminados, nem tinham cometido qualquer mal. Depois que a humanidade foi corrompida por Satanás, ela caiu sob o império de Satanás e começou a cometer pecados e resistir a Deus. Ao longo de vários milhares de anos, Satanás tem continuamente assediado e corrompido o homem. Ele infunde pensamentos e teorias retrógrados no homem para que ele viva na dependência de seu veneno, e o resultado é que a humanidade se torna cada vez mais corrupta e depravada, e o mundo cada vez mais sombrio e cruel. Frases como “Cada um por si e o demônio fica por último”, “De que adianta madrugar se não vou ganhar nada com isso?” “O homem morre por dinheiro; o pássaro por alimento”, “Assim como uma mente pequena não faz um verdadeiro cavalheiro, ao verdadeiro homem não falta veneno”, “Aproveite o dia, pois a vida é curta”, “Nunca houve qualquer Salvador” e “Não existe nenhum Deus na terra” são todos venenos incutidos no homem por Satanás. Essas coisas se tornam a vida das pessoas e se tornam suas regras para a vida, de modo que ninguém mais acredita na existência de Deus, ninguém mais adora o céu, e ninguém mais ouve a razão ou a sua consciência. Não há mais lugar para Deus no coração do homem, não mais as restrições das leis e regulamentos que vieram de Deus. A humanidade tem sido envenenada e controlada por Satanás, de forma que o homem se tornou cada vez mais traiçoeiro, egoísta, desprezível, ganancioso, arrogante; cada vez mais cruel e licencioso, desenfreado, ainda mais desrespeitoso, ímpio e perverso. Eles se tornaram a materialização demoníaca de um homem desprovido de consciência, de moralidade, da natureza humana, e de uma forma que a malignidade vem como segunda natureza. Em particular, “Cada um por si e o demônio fica por último” é um veneno letal que Satanás planta no homem. Eu desenvolvi um entendimento profundo disso a partir dos meus tios. O homem vive apenas para satisfazer seu próprio interesse, colocando o lucro acima de tudo mais, pensando: “De que adianta madrugar se não vou ganhar nada com isso?” Para obter mais e maiores lucros, o homem pode fazer qualquer mal ou perversidade, fazer qualquer negócio vergonhoso, desprezível ou questionável. Não há verdadeiro amor ou afeto entre as pessoas – é tudo trapaça, usando e prejudicando uns aos outros. Que os membros de uma mesma família podem aborrecer-se uns com os outros e se tornarem inimigos, brigando cada um por dinheiro e interesses. Ou então, ainda mais, os conhecidos e amigos esquecem de todos os princípios morais em nome do lucro; podem parecer humanos, mas eles têm o coração das feras… A razão porque homem pode fazer coisas más, é porque foi envenenado por Satanás. “Cada um por si e o demônio fica por último”, e estão sob o seu domínio. Pode-se ver que a fonte da maldade humana é o veneno de Satanás e que esta é a fonte das trevas no mundo.

Em muitos fenômenos que acontecem entre nós, podemos ver mais facilmente as trevas do mundo. Podemos dizer que as pessoas que lideram as tendências atuais no mundo são a personificação de Satanás. Em especial, aqueles que detêm o poder e autoridade são os príncipes dos demônios e, entre estes, o grande dragão vermelho é o mais sombrio e que tem mais poder maligno. Desde que o grande dragão vermelho tomou o poder, ele tem usado o poder em suas mãos para fazer tudo o que estiver ao seu alcance para corromper o homem, corrompendo-os de modo que eles se tornam demônios em formas humanas, para que o homem não mais se assemelhe ao homem. O grande dragão vermelho reverencia a violência e defende a revolução. Ele usa violência para tomar o poder e usa a violência para governar a nação. Aqueles que vivem sob seu império também concordam com a violência e fazem uso da força de forma sistemática para resolver todos os problemas, muitas vezes explodindo por nada. Há cada vez mais casos de roubos e assassinatos que fazem o sangue das pessoas ferver, e as maneira como as pessoas são assassinadas é também cada vez mais cruel e hedionda. Todos estes são fatos que estão aí para todos verem. O grande dragão vermelho guia aqueles que são seus para “desenvolver a economia”, e veneram frases como “Não importa se o gato é preto ou branco, desde que apanhe ratos”, “A prostituição é melhor do que a pobreza”, “O dinheiro faz o mundo girar”, “Pode-se viver sem nada, menos sem dinheiro” e “Com dinheiro tudo se resolve”. Com uma poderosa defesa de tais pensamentos, as pessoas valorizam dinheiro e poder. Quem tem dinheiro e poder consegue prosperar, mas aqueles que não tem dinheiro e poder só lhes resta serem oprimidos e engolirem todos os sapos, cujo resultado é o coração das pessoas preenchido somente com dinheiro. Quando se trata de dinheiro, os laços de parentesco são esquecidos; as pessoas aceitam e oferecem subornos, compram e vendem funcionários públicos, roubam, enganam, matam e tomam os pertences de outros, brigam e matam uns aos outros por dinheiro e poder – pode-se dizer que vão utilizar todos os meios necessários. E, além disso, a prostituição é tão comum na sociedade moderna, lugares para prostituição e drogas podem ser vistos em toda parte. Subornos sexuais e transações sexuais estão na moda e as pessoas aderem ao mal, apreciam o mal, não compreendem que isso é vergonhoso, mas, em vez disso, acham que é glorioso. Estes são também os resultados do desenvolvimento da economia, fazendo com que a relação entre as pessoas seja uma relação de dinheiro. O grande dragão vermelho usa isso para corromper a moral das pessoas e torná-las desprovidas de consciência. O aspecto mais sombrio e mais reacionário disso é que o grande dragão vermelho não reconhece que existe um Deus, mas, em vez disso, propaga o ateísmo, de modo que as pessoas negam a Deus, negam a Sua soberania, abandonam o verdadeiro Deus e adoram a Satanás. Aqueles que vivem debaixo do engano e desinformação do grande dragão vermelho não acreditam que existe um Deus e não adoram ao Deus verdadeiro, pelo contrário, seguem a Satanás, apreciam o mal e são afastados da justiça para que sejam cada vez mais corrompidos e depravados… Agora posso ver com clareza cada vez maior que, por causa desse “modelo” do grande dragão vermelho, o homem tornou-se tão corrompido e mau, sem consciência, sem humanidade. A raiz de toda essa ruína reside inteiramente com o grande dragão vermelho. O maior criminoso que criou o mal no coração do homem, a moral corrompida e volubilidade do mundo na sociedade moderna é o grande dragão vermelho; a tomada de poder pelo grande dragão vermelho é a raiz de toda treva e mal no mundo. Se o grande dragão vermelho tomasse o poder por apenas um dia, se Satanás não fosse um dia aniquilado, então a humanidade não seria capaz de viver na luz e o mundo nunca mais conheceria a paz.

Depois de ver as trevas e a maldade do grande dragão vermelho e como ele corrompe e pisoteia as pessoas, sinto ainda mais a beleza e a santidade de Cristo. Somente Cristo pode salvar a humanidade e ajudá-los a se afastar deste lugar sombrio e mal, e somente quando Cristo toma o poder é que a luz se manifesta para a humanidade. Porque somente Deus tem uma essência que é bela e boa, só Deus é a origem da justiça e luz, Deus é o único símbolo que não pode ser oprimido ou violado por todas as trevas e o mal, somente Deus pode mudar a velha face do mundo inteiro e trazer luz para a terra e somente Deus pode levar a humanidade a um destino maravilhoso. Separado de Deus, ninguém pode realizar essa obra e ninguém pode derrotar ou aniquilar Satanás. Como diz a palavra de Deus: “No vasto mundo, mudanças incontáveis ocorreram, inúmeras vezes. Ninguém é capaz de liderar e guiar esta espécie humana, a não ser Ele, que governa todas as coisas no universo. Não há ninguém poderoso para trabalhar e fazer os preparativos para esta humanidade, muito menos alguém que seja capaz de liderar esta espécie humana para seu destino de luz e libertação das injustiças terrenas” (de ‘Deus é a fonte da vida do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”). “Eu irei corrigir as injustiças do mundo humano. Farei a Minha obra com as próprias mãos em todo o mundo, proibindo Satanás de prejudicar o Meu povo outra vez, proibindo os inimigos de outra vez fazer o que lhes agradar. Eu Me tornarei Rei na terra e mudarei Meu trono para lá, fazendo todos os Meus inimigos cair no chão e confessar seus crimes diante de Mim” (de ‘Capítulo 27’ das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”). Eu vi na palavra de Deus Sua onipotência e Sua autoridade, vi que somente Deus pode nos salvar, nós, que vivemos sob o império do grande dragão vermelho e que fomos tão espezinhados por ele. Por isso o meu coração anseia tanto mais por Cristo assumir o poder, e para que o grande dragão vermelho encontre logo o seu fim.

Dou graças pela iluminação da palavra de Deus que me permitiu ver a fonte das trevas e do mal no mundo, que gerou em meu coração um verdadeiro repúdio pelo grande dragão vermelho, e que me permitiu compreender que somente Cristo pode levar o homem a se afastar desse lugar sombrio e entrar na luz. Somente ao seguir a Cristo e adorar a Cristo o homem consegue se libertar da aflição de Satanás. De agora em diante desejo buscar a verdade e seguir a liderança de Cristo, a aceitar a palavra de Deus e torná-la a minha vida, livrar-me de todos os venenos do grande dragão vermelho, libertar-me do controle da influência do grande dragão vermelho, a rebelar-me inteiramente contra o grande dragão vermelho, e alcançar a salvação de Deus e ser aperfeiçoado por Deus.

Nota de rodapé:

a. “Volubilidade do mundo” indica que, se alguém é rico e poderoso, muitos o bajulam; porém, quando alguém não tem dinheiro nem poder, muitos o ignoraram. Essa frase se refere à injustiça do mundo.

Anterior:Sou incapaz de ver Cristo

Próximo:Uma guinada para melhor no caminho da crença em Deus