Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Testemunhos a Cristo dos últimos dias

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

XV. É preciso comunicar claramente como discernir a essência dos fariseus e do mundo religioso que desafia a Deus

2. Por que se diz que pastores e anciãos religiosos estão todos seguindo a senda dos fariseus? Qual é a essência deles?

Versos da Bíblia para referência:

“Então começou Jesus a falar-lhes por parábolas. Um homem plantou uma vinha, cercou-a com uma sebe, cavou um lagar, e edificou uma torre; depois arrendou-a a uns lavradores e ausentou-se do país. No tempo próprio, enviou um servo aos lavradores para que deles recebesse do fruto da vinha. Mas estes, apoderando-se dele, o espancaram e o mandaram embora de mãos vazias. E tornou a enviar-lhes outro servo; e a este feriram na cabeça e o ultrajaram. Então enviou ainda outro, e a este mataram; e a outros muitos, dos quais a uns espancaram e a outros mataram. Ora, tinha ele ainda um, o seu filho amado; a este lhes enviou por último, dizendo: A meu filho terão respeito. Mas aqueles lavradores disseram entre si: Este é o herdeiro; vinde, matemo-lo, e a herança será nossa. E, agarrando-o, o mataram, e o lançaram fora da vinha. Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá e destruirá os lavradores, e dará a vinha a outros” (Marcos 12:1-9).

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! […] Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?” (Mateus 23:29, 33).

Palavras de Deus relevantes:

Alguns homens têm propensão a atrair atenção para si mesmos. Na presença de seus irmãos e irmãs, eles dizem que estão em dívida com Deus, mas, por trás de suas costas, eles não praticam a verdade e fazem totalmente o contrário. Eles não são fariseus religiosos? Um homem que de fato ama a Deus e tem a verdade é leal a Ele, mas não revela isso exteriormente. Dispõe-se a praticar a verdade quando as questões surgem e não fala nem age de forma que vá de encontro à sua consciência. Demonstra sabedoria quando as questões surgem e age com princípios, não importam as circunstâncias. Um homem como esse é alguém que serve verdadeiramente. Há alguns que costumam falar da boca para fora exaltando suas dívidas com Deus. Passam os dias de cenho franzido de preocupação, assumem um ar afetado e fingem ter um semblante miserável. Que conduta desprezível! E se você perguntasse a eles: “De que forma você está em dívida com Deus? Por favor, diga-me!”, eles ficariam mudos. Se você é leal a Deus, não fale disso em público, mas use sua prática real para mostrar seu amor por Deus e ore a Ele com um coração verdadeiro. Aqueles que só usam palavras para lidar com Deus são todos hipócritas! Alguns falam de dívida com Deus em cada oração e começam a chorar toda vez que oram, mesmo sem o mover do Espírito Santo. Homens como esses são possuídos por noções e rituais religiosos; eles vivem seguindo tais noções e rituais, sempre acreditando que essas coisas agradam a Deus e que piedade superficial ou lágrimas aflitas são o que Deus favorece. Que bem pode vir de pessoas tão absurdas? Para demonstrarem sua humildade, algumas fingem gentileza quando falam em presença de outros. Algumas são propositalmente servis em presença de outros, como cordeiros sem força alguma. […]

Sempre que se congregam, essas pessoas religiosas perguntam: “Irmã, como tem passado esses dias?”. Ela responde: “Sinto-me em dívida com Deus e incapaz de satisfazer o desejo de Seu coração”. Outra diz: “Também eu estou em dívida com Deus e sou incapaz de satisfazê-Lo”. Essas poucas frases e palavras em si expressam as coisas vis que existem no fundo do coração dessas pessoas. São as palavras mais repulsivas, extremamente repugnantes. A natureza desses homens opõe-se a Deus.

de ‘Crer em Deus deve focalizar a realidade, não rituais religiosos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Você serve a Deus com seu caráter natural e de acordo com suas preferências pessoais; além disso, continua a achar que Deus se deleita no que quer que você deseje fazer e odeia tudo o que quer que você não deseje fazer, e é guiado inteiramente por suas próprias preferências em seu trabalho. Isso pode ser chamado de servir a Deus? Por fim, seu caráter de vida não mudará nem um pingo; antes, você ficará ainda mais obstinado porqu etem servido a Deus, o que tornará seu caráter corrupto profundamente arraigado. Assim, você desenvolverá interiormente regras sobre o serviço a Deus que estarão baseadas principalmente em sua própria índole e na experiência obtida de servir conforme seu próprio caráter. Isso é lição da experiência humana. É filosofia de vida do homem. Pessoas assim fazem parte dos fariseus e das autoridades religiosas. Se nunca acordarem e se arrependerem, elas por fim se tornarão os falsos cristos que aparecerão nos últimos dias e serão enganadores de homens. Os falsos cristos e enganadores que foram mencionados surgirão de entre pessoas desse tipo. Se aqueles que servem a Deus seguem sua própria índole e agem conforme sua própria vontade, correm o risco de ser expulsos a qualquer momento. Aqueles que aplicam seus muitos anos de experiência para servir a Deus a fim de ganhar o coração de outros, de condescendentemente repreendê-los e restringi-los — e que nunca se arrependem, nunca confessam seus pecados, nunca renunciam aos benefícios da posição — são pessoas que tombarão diante de Deus. São pessoas do mesmo tipo que Paulo, que se aproveitam de sua senioridade e se vangloriam de suas qualificações. Deus não aperfeiçoará pessoas assim. Esse tipo de serviço interfere na obra de Deus.

de ‘A forma religiosa de serviço deve ser proibida’ em “A Palavra manifesta em carne”

Basta olhar para os líderes de cada denominação — são todos arrogantes e hipócritas, eles interpretam a Bíblia fora de contexto e de acordo com a própria imaginação. Eles todos se fiam em seus dons e em sua erudição para realizar seu trabalho. Se fossem incapazes de pregar qualquer coisa, será que aquelas pessoas iriam segui-los? Afinal de contas, eles, de fato, possuem certo conhecimento e conseguem pregar sobre alguma doutrina, ou sabem como conquistar as pessoas e como usar alguns artifícios. Eles usam isso para trazer as pessoas para si mesmos e enganá-las. Teoricamente, essas pessoas acreditam em Deus, mas, na realidade, seguem seus líderes. Se encontrarem alguém pregando o caminho verdadeiro, algumas dizem: “Temos que consultar nosso líder sobre a nossa fé”. A fé dessas pessoas tem de passar por um ser humano; isso não é um problema? Então, no que esses líderes se transformaram? Será que não se tornaram fariseus, falsos pastores, anticristos e pedras de tropeço para que as pessoas aceitem o caminho verdadeiro?

de ‘Somente a busca da verdade é a verdadeira crença em Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

Aqueles que somente creem em Jesus, mas não creem no Deus encarnado de hoje, estão todos condenados. Todos eles são Fariseus contemporâneos porque não reconhecem o Deus de hoje, e todos eles resistem a Deus. Não importa quão devotada a crença deles seja em Jesus, pois toda ela é vã; eles não receberão o elogio de Deus. Todos aqueles que dizem que creem em Deus, porém, não têm o verdadeiro conhecimento de Deus no coração, são hipócritas!

de ‘Fique atento à vontade de Deus para obter a perfeição’ em “A Palavra manifesta em carne”

O objetivo da aparição de Deus, livre das restrições de qualquer forma ou nação, é permitir que Ele possa completar a obra como a planejou. Isso é igual a quando Deus Se tornou carne na Judeia; Seu objetivo era completar a obra da crucificação para redimir toda a raça humana. No entanto, os judeus acreditavam que era impossível para Deus fazer isso, achavam impossível que Deus pudesse Se tornar carne e assumir a forma do Senhor Jesus. O “impossível” deles tornou-se a base na qual eles condenaram e se opuseram a Deus e, no fim, levou à destruição de Israel. Muitas pessoas, hoje, cometeram um erro semelhante. Elas proclamam com todas as forças a aparição iminente de Deus, mas, ao mesmo tempo, condenam Sua aparição; o “impossível” delas mais uma vez restringe a aparição de Deus aos limites da imaginação delas. E assim tenho visto muitas pessoas caírem na risada ao se depararem com as palavras de Deus. Mas tal riso é de algum modo diferente da condenação e blasfêmia dos judeus? Vocês não são reverentes na presença da verdade, muito menos sua atitude é de anseio pela verdade. Tudo que fazem é examinar negligentemente e esperar com uma despreocupação displicente. O que vocês podem ganhar por examinar e aguardar assim? Será que podem receber a orientação pessoal de Deus?

de ‘A aparição de Deus inaugurou uma nova era’ em “A Palavra manifesta em carne”

É fácil para a humanidade cometer o erro de delinear Deus; as pessoas estão propensas a se prender ao passado e delinear Deus. Elas claramente não O conhecem, mas ainda arbitrariamente delineiam Sua obra. As pessoas têm essa natureza arrogante! Elas sempre desejam se ater às velhas noções do passado e mantêm as coisas de tempos passados alojadas em seu coração. Elas as usam como seu capital, sendo arrogantes e pomposas, pensando que entendem tudo e tendo a ousadia de delinear a obra de Deus. Ao fazer isso, elas não emitem juízo sobre Deus? Ademais, as pessoas não levam em consideração a nova obra de Deus; isso mostra que é difícil para elas aceitar coisas novas e, ainda assim, elas cegamente delineiam Deus. As pessoas são tão arrogantes que perdem a razão, não escutam ninguém e não aceitam nem as palavras de Deus. Essa é a natureza do homem: totalmente arrogante e hipócrita e sem um pingo de obediência. Esse foi o modo como os fariseus procederam quando condenaram o Senhor Jesus: “Mesmo se Tu tivesses razão, eu não Te seguiria — somente Deus Jeová é o verdadeiro Deus”. Hoje, também há alguns que dizem: “Ele é Cristo? Eu não O seguiria, mesmo que Ele realmente fosse Cristo!”. Existem pessoas como essas? Existe um bocado de pessoas religiosas que são assim. Isso mostra que o caráter do homem é demasiado corrupto, que as pessoas estão além da salvação.

de ‘Não delineie a obra de Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

Tal pessoa tem constantemente uma atitude hostil em relação à nova obra de Deus, nunca demonstrou a menor intenção de se submeter, e nunca se submeteu ou humilhou a si mesma. Ela se exalta diante dos outros e nunca se submete a ninguém. Diante de Deus, ela se considera a mais proficiente em pregar a palavra e a mais hábil em trabalhar com os outros. Não descarta os “tesouros” já em sua posse, mas trata-os como heranças familiares para adoração, para pregar aos outros, e os utiliza para ensinar a esses tolos que a idolatram. Há, de fato, um certo número de pessoas assim na igreja. Pode-se dizer que são “heróis indomáveis”, que permanecem na casa de Deus, geração após geração. Elas tomam a pregação da palavra (doutrina) como seu dever mais elevado. Ano após ano, geração após geração, vão vigorosamente impondo seu dever “sagrado e inviolável”. Ninguém ousa tocá-los e nenhuma pessoa se atreve a reprová-los abertamente. Elas se tornam “reis” na casa de Deus, correndo desenfreados enquanto tiranizam os outros, de geração em geração. Esse bando de demônios procura unir esforços e demolir a Minha obra. Como posso permitir que esses demônios vivos existam diante de Meus olhos?

de ‘Aqueles que obedecem a Deus com um coração sincero certamente serão ganhos por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Muitas pessoas não se opõem a Deus e obstruem a obra do Espírito Santo porque não conhecem a variada e diversificada obra de Deus, e, além disso, porque possuem apenas uma pequena quantidade de conhecimento e doutrina para medir a obra do Espírito Santo? Embora as experiências de tais pessoas sejam superficiais, elas são arrogantes e indulgentes por natureza, e consideram a obra do Espírito Santo com desprezo, ignoram as disciplinas do Espírito Santo e, além disso, usam seus antigos argumentos triviais para confirmar a obra do Espírito Santo. Elas também encenam um ato, e estão totalmente convencidas de sua própria aprendizagem e erudição, e que são capazes de viajar pelo mundo. Não são essas as pessoas desprezadas e rejeitadas pelo Espírito Santo, não serão elas eliminadas pela nova era? Não são aquelas pessoas pequenas que, míopes, vêm diante de Deus e se opõem abertamente a Ele, e estão apenas tentando mostrar como são inteligentes? Com um conhecimento escasso da Bíblia, elas tentam atravessar para a “academia” do mundo, mas com uma doutrina superficial para ensinar as pessoas, elas tentam reverter a obra do Espírito Santo, e tentam fazê-la girar em torno de seu próprio processo de pensamento. e, míopes como são, tentam contemplar de relance seis mil anos da obra de Deus. Essas pessoas não têm nenhuma razão de que para falar! De fato, quanto maior o conhecimento das pessoas sobre Deus, mais lentas elas são para julgar Sua obra. Além disso, elas só falam um pouco de seu conhecimento da obra de Deus hoje, e não são precipitadas em seus julgamentos. Quanto menos as pessoas sabem de Deus, mais arrogantes e confiantes em excesso elas são, e mais arbitrariamente proclamam o ser de Deus; no entanto, elas só falam de teoria e não oferecem nenhuma evidência real. Essas pessoas não têm valor algum. Aqueles que veem a obra do Espírito Santo como uma brincadeira são frívolos! Aqueles que não são cautelosos quando encontram a nova obra do Espírito Santo, que são grosseiras, rápidas para julgar, que dão rédea livre ao seu instinto natural de negar a retidão da obra do Espírito Santo, e também insultam e blasfemam — essas pessoas desrespeitosas não ignoram a obra do Espírito Santo? Não são, além disso, os da arrogância, inerentemente orgulhosos e ingovernáveis? Mesmo que chegue o dia em que essas pessoas aceitem a nova obra do Espírito Santo, ainda assim Deus não as tolerará. Não apenas elas desprezam aqueles que trabalham por Deus, mas também blasfemam contra o Próprio Deus. Essas pessoas imprudentes não serão perdoadas, seja nesta era ou na era vindoura, e perecerão para sempre no inferno! Essas pessoas desrespeitosas e indulgentes estão fingindo acreditar em Deus e, quanto mais o fazem, mais provável é que ofendam os decretos administrativos de Deus. Não é que todos esses arrogantes, inatamente desenfreados e que nunca obedeceram a ninguém andam todos eles por esse caminho? Eles não se opõem a Deus dia após dia, Aquele que é sempre novo e nunca é velho?

de ‘Conhecer os três estágios da obra de Deus é o caminho para conhecer Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

A manifestação da arrogância é rebelar-se contra Deus e se opor a Ele. Quando são arrogantes, autoimportantes e hipócritas, as pessoas tendem a estabelecer seus reinos próprios e independentes e a fazer coisas ao bel-prazer. Também atraem os outros para suas mãos, os atraem para seus abraços. Quando as pessoas são capazes de fazer coisas assim, a essência da arrogância delas é a do arcanjo. Quando sua arrogância e autoimportância alcançam certo nível, isso então determina que elas são o arcanjo e vão pôr Deus de lado. Se você tiver esse tipo de caráter arrogante, então Deus não terá lugar em seu coração.

Temos pregado o evangelho vezes sem conta para muitos líderes dentro de círculos religiosos, mas, não importa como compartilhamos a verdade com eles, eles não a aceitarão. Por quê? Porque a arrogância deles se tornou uma segunda natureza e Deus não está mais no coração deles! Algumas pessoas podem dizer: “As pessoas sob a liderança de alguns pastores no mundo religioso de fato têm bastante energia. Parece que têm Deus no meio deles!”. Independentemente do quanto os sermões daqueles pastores possam ser elevados, eles conhecem Deus? Se de fato reverenciassem Deus em seu coração, eles fariam as pessoas segui-los e exaltá-los? Monopolizariam os outros? Ousariam impor restrições aos que buscam a verdade e investigam o caminho verdadeiro? Se acreditam que o rebanho de Deus é mesmo deles e que Seu rebanho devia ouvi-los, eles mesmos não estão agindo como Deus? Esse tipo de pessoa é ainda pior que os fariseus — eles não são anticristos? Portanto, sua natureza arrogante consegue controlá-los para fazer coisas que traem a Deus.

de ‘A natureza arrogante do homem é a raiz de sua oposição a Deus’ em “Registros das falas de Cristo”

Aqueles que leem a Bíblia em igrejas majestosas a recitam todos os dias, mas ninguém compreende o propósito da obra de Deus. Nenhum é capaz de conhecer Deus; além disso, nenhum está de acordo com o coração de Deus. Todos eles são homens inúteis e vis, cada um se achando na posição de ensinar Deus. Embora ostentem o nome de Deus, eles intencionalmente se opõem a Ele. Embora se rotulem como crentes em Deus, eles são aqueles que comem a carne e bebem o sangue do homem. Todos esses homens são diabos que devoram a alma do homem, demônios chefes que atrapalham propositalmente aqueles que tentam entrar na senda certa e pedras de tropeço que obstruem a senda daqueles que buscam a Deus. Apesar de serem “carne robusta”, como seus seguidores podem saber que são anticristos que conduzem o homem em oposição a Deus? Como podem saber que são diabos vivos que procuram especialmente almas para devorar?

de ‘Todos os que não conhecem a Deus são aqueles que se opõem a Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Vocês desejam conhecer a raiz do motivo pelo qual os fariseus se opunham a Jesus? Desejam conhecer a substância dos fariseus? Eles tinham muitas fantasias sobre o Messias. E mais, eles criam somente que o Messias viria, mas não buscavam a verdade da vida. Assim, até hoje eles ainda aguardam o Messias, pois não têm conhecimento do caminho da vida, e não sabem qual é o caminho da verdade. Como, dizem vocês, poderia um povo tão tolo, obstinado e ignorante ganhar a bênção de Deus? Como poderia contemplar o Messias? Ele se opunha a Jesus porque não conhecia a direção da obra do Espírito Santo, porque não conhecia o caminho da verdade do qual Jesus falava e, além disso, porque não entendia o Messias. E como nunca havia visto o Messias e nunca havia estado na companhia do Messias, cometera o erro de pagar tributo vazio ao nome do Messias enquanto se opunha à substância do Messias a qualquer custo. Esses fariseus eram obstinados, arrogantes em substância e não obedeciam à verdade. O princípio de sua crença em Deus é: não importa quão profunda seja a sua pregação, não importa quão elevada seja sua autoridade, você não é Cristo a menos que seja chamado o Messias. Essas opiniões não são absurdas e ridículas? Pergunto-lhes novamente: não é extremamente fácil para vocês cometerem os erros dos antigos fariseus, já que vocês não têm o menor entendimento de Jesus? Você consegue discernir o caminho da verdade? Consegue se certificar verdadeiramente de que não irá se opor a Cristo? Consegue acompanhar a obra do Espírito Santo? Se não sabe se irá ou não se opor a Cristo, então digo que você já está vivendo à beira da morte. Aqueles que não conheciam o Messias eram todos capazes de se opor a Jesus, ou de rejeitar a Jesus, de difamá-Lo. As pessoas que não entendem Jesus são todas capazes de negá-Lo, e de injuriá-Lo. Ademais, são capazes de ver a volta de Jesus como engano de Satanás, e mais pessoas irão condenar Jesus de volta à carne. Isso tudo não os deixa com medo? O que vocês enfrentarão será blasfêmia contra o Espírito Santo, a ruína das palavras do Espírito Santo às igrejas; e o desdém de tudo isso é expresso por Jesus. O que vocês podem ganhar de Jesus se estão tão atordoados? Como vocês podem entender a obra de Jesus quando Ele voltar à carne sobre uma nuvem branca, se vocês se recusam obstinadamente a perceber seus erros? Digo-lhes isto: as pessoas que não aceitam a verdade, mas aguardam cegamente a vinda de Jesus sobre nuvens brancas, certamente blasfemarão contra o Espírito Santo, e elas são a categoria que será destruída. Vocês simplesmente desejam a graça de Jesus e simplesmente desejam desfrutar o ditoso reino dos céus, mas vocês nunca obedeceram às palavras proferidas por Jesus e nunca receberam a verdade expressa por Jesus quando Ele voltar à carne. O que vocês entregarão em troca pelo fato de Jesus voltar sobre uma nuvem branca? É a sinceridade na qual vocês repetidamente cometem pecados e depois os confessam, uma vez após outra? O que vocês oferecerão em sacrifício a Jesus, que volta sobre uma nuvem branca? Seriam os anos de trabalho pelos quais vocês se exaltam? O que vocês irão entregar para fazer o Jesus regressado confiar em vocês? Seria essa natureza arrogante de vocês, que não obedece a nenhuma verdade?

de ‘Quando você contemplar o corpo espiritual de Jesus será quando Deus terá feito novo Céu e nova terra’ em “A Palavra manifesta em carne”

Os demônios e espíritos malignos têm existido enlouquecidamente na terra e isolado a vontade e o esforço meticuloso de Deus, tornando-os impenetráveis. Que pecado mortal! Como Deus poderia não Se sentir ansioso? Como Deus poderia não Se sentir furioso? Eles causam um obstáculo e uma oposição graves à obra de Deus. São rebeldes demais! Mesmo os demônios maiores e menores se tornam esnobes diante da força do demônio mais poderoso e começam a fazer ondas. Eles deliberadamente resistem à verdade, apesar de reconhecê-la com clareza. Filhos da rebelião! É como se, agora que seu rei do inferno ascendeu ao trono real, eles se tornassem presunçosos e tratassem todos os outros com desprezo. Quantos buscam a verdade e seguem a justiça? São todos bestas como porcos e cães, liderando uma gangue de moscas fedorentas em um monte de estrume para sacudir a cabeça e incitar a desordem.[1] Eles acreditam que seu rei do inferno é o mais superior dos reis, sem perceber que não passam de moscas na podridão. Não só isso, mas eles também fazem observações caluniosas contra a existência de Deus ao contar com os porcos e os cães de seus pais. As minúsculas moscas pensam que seus pais são tão grandes quanto uma baleia dentada.[2] Será que não percebem que são diminutas, ainda que esses pais sejam porcos e cães impuros um bilhão de vezes maiores que elas mesmas? Inconscientes da própria baixeza, as moscas correm desvairadas sobre o pútrido odor desses porcos e desses cães, e têm a ideia ilusória de procriar futuras gerações. Isto é absolutamente vergonhoso! Com asas verdes nas costas (algo que se refere à alegação delas de que acreditam em Deus), elas se tornam convencidas e por toda parte se gabam da própria beleza e atratividade, lançando secretamente suas impurezas sobre o homem. E elas são até presunçosas, como se um par de asas com as cores do arco-íris pudesse esconder as próprias impurezas; e assim elas perseguem a existência do Deus verdadeiro (isto se refere à história inerente do mundo religioso). Mal sabe o homem que, apesar de as asas da mosca serem belas e encantadoras, ela não passa de uma mosca minúscula cheia de sujeira e coberta de germes. Com a força de seus pais porcos e cães, elas correm ensandecidas pela terra (isto se refere aos oficiais religiosos que perseguem Deus com o argumento de ter o apoio massivo do país, traindo o verdadeiro Deus e a verdade) com avassaladora ferocidade. É como se os fantasmas dos fariseus judaicos tivessem retornado com Deus à nação do grande dragão vermelho, de volta para seu antigo ninho. Mais uma vez eles começaram a tarefa da perseguição, dando continuidade à tarefa que se estende por vários milhares de anos. Esse grupo de degenerados está condenado a perecer na terra, no fim! Parece que, depois de vários milênios, os espíritos impuros se tornaram ainda mais engenhosos e dissimulados. Eles sempre pensam em maneiras de sabotar secretamente a obra de Deus. Eles são ardilosos e sagazes e desejam reencenar na terra natal a mesma tragédia de vários milênios atrás. Isso quase incita Deus a soltar um grito em voz alta e Ele mal consegue Se impedir de voltar ao terceiro céu e aniquilá-los.

de ‘Obra e entrada (7)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Notas de rodapé:

1. “Incitar a desordem” refere-se ao modo como as pessoas que são demoníacas agem sem controle, obstruindo a obra de Deus e se opondo a ela.

2. “Uma baleia dentada” é usada de forma jocosa. É uma metáfora sobre como as moscas são tão pequenas que porcos e cães parecem grandes como baleias para elas.

Anterior:Por que o Senhor Jesus amaldiçoou os fariseus? Qual é exatamente a essência dos fariseus?

Próximo:Por que cada nova etapa da obra de Deus encontra a selvagem oposição e condenação do mundo religioso? Qual é a raiz do problema?