Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)
Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)

Categorias

Declarações de Deus Todo-Poderoso
Declarações de Deus Todo-Poderoso (O caminho para conhecer a Deus)

13. Se o homem pudesse realmente entrar em acordo com a obra do Espírito Santo, sua vida germinaria rapidamente como um broto de bambu depois de uma chuva de primavera. A julgar pela estatura atual da maioria das pessoas, ninguém atribui qualquer importância à vida. Em vez disso, as pessoas estão dando importância a alguns assuntos superficiais irrelevantes. Correm de um lado para o outro e trabalham sem rumo e aleatoriamente sem foco, sem saber em que direção seguir e muito menos por quem. Estão meramente “se escondendo humildemente”. A verdade é que poucos dentre vocês conhecem as intenções de Deus para os últimos dias. Quase nenhum de vocês conhece a pegada de Deus e menos ainda de vocês sabem qual será a realização final de Deus. No entanto, todos, por pura força de vontade, estão aceitando a disciplina e o tratamento de outros, como se estivessem se preparando[3] e esperando pelo dia em que finalmente chegarão lá e poderão relaxar. Não farei nenhum comentário sobre essas “maravilhas” entre as pessoas, mas há uma coisa que todos vocês devem entender. Neste momento, a maioria das pessoas está progredindo rumo à anormalidade,[4] seus passos de entrada já estão marchando rumo a um beco sem saída.[5] É possível que muitas pessoas pensem que é o Shangri-La que o homem almeja, acreditando que seja o lugar da liberdade. Na verdade, não é. Ou pode-se dizer que as pessoas já se extraviaram.

de ‘Obra e entrada (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

14. Deus está encarnado no continente chinês, aquilo que os compatriotas de Hong Kong e Taiwan chamam de interior. Quando Deus veio de cima para a terra, ninguém no céu e na terra sabia disso, pois esse é o verdadeiro significado de Deus retornar de maneira oculta. Ele está na carne, trabalhando e vivendo há muito tempo, mas ninguém sabe disso. Até hoje ninguém reconhece isso. Talvez isso continue sendo um enigma eterno. Deus entrar na carne desta vez não é algo de que qualquer um possa estar ciente. Não importa o quão grande e poderosa seja a obra do Espírito, Deus sempre permanece sereno e nunca Se entrega. Pode-se dizer que é como se este estágio de Sua obra estivesse ocorrendo no reino celestial. Mesmo que seja perfeitamente óbvio para todos, ninguém reconhece isso. Quando Deus concluir este estágio de Sua obra, todos despertarão de seu longo sonho e reverterão sua atitude passada.[6] Lembro-Me de Deus uma vez dizer: “Entrar na carne desta vez é como cair na cova do tigre”. O que isso significa é que, porque esta rodada da obra de Deus tem Deus entrando na carne e nascendo na morada do grande dragão vermelho, Sua vinda à terra desta vez é ainda mais acompanhada de perigos extremos. O que Ele enfrenta são facas, armas e porretes; o que Ele enfrenta é a tentação; o que Ele enfrenta são multidões com olhares assassinos. Ele corre o risco de ser morto a qualquer momento. Deus veio com ira. No entanto, Ele veio para fazer a obra da perfeição, ou seja, para fazer a segunda parte de Sua obra que continua após a obra da redenção. Para o bem deste estágio de Sua obra, Deus dedicou o máximo de pensamento e cuidado e está utilizando todos os meios concebíveis para evitar as agressões da tentação, ocultando-Se humildemente e nunca exibindo Sua identidade. Ao resgatar o homem da cruz, Jesus estava apenas concluindo a obra da redenção; Ele não estava fazendo a obra da perfeição. Assim, apenas metade da obra de Deus estava sendo feita, e terminar a obra da redenção era apenas metade de todo o Seu plano. Quando a nova era estava prestes a iniciar e a antiga a retroceder, Deus Pai começou a contemplar a segunda parte de Sua obra e começou a Se preparar para ela. No passado, esta encarnação nos últimos dias pode não ter sido profetizada e, portanto, isso estabeleceu um fundamento para o crescente sigilo em torno da vinda de Deus à carne desta vez. Ao romper da aurora, sem que ninguém soubesse, Deus veio à terra e começou Sua vida na carne. As pessoas não tinham conhecimento desse momento. Talvez estivessem todos dormindo, talvez muitos que estavam atentamente acordados estivessem esperando, e talvez muitos estivessem orando silenciosamente para Deus no céu. No entanto, entre todas essas pessoas, ninguém sabia que Deus já havia chegado à terra. Deus trabalhou dessa maneira para executar Sua obra sem problemas, alcançar resultados melhores e para evitar mais tentações. Quando o sono de primavera do homem for interrompido, a obra de Deus terá terminado há muito tempo e Ele partirá, encerrando Sua vida de vagar e peregrinar na terra. Porque a obra de Deus requer que Deus aja e fale pessoalmente, e porque não há como o homem ajudar, Deus tem sofrido dor extrema para vir à terra para fazer a obra por Si mesmo. O homem é incapaz de substituí-Lo na Sua obra. Portanto, Deus arriscou perigos milhares de vezes maiores do que aqueles que enfrentou durante a Era da Graça para descer até onde o grande dragão vermelho habita para fazer Sua própria obra, para colocar todo o Seu pensamento e cuidado em redimir esse grupo de pessoas empobrecidas, redimindo esse grupo de pessoas atoladas em um monte de esterco. Mesmo que ninguém saiba da existência de Deus, Deus não está perturbado porque isso beneficia enormemente a obra de Deus. Todos são terrivelmente maus, então como alguém pode tolerar a existência de Deus? É por isso que na terra Deus está sempre em silêncio. Não importa o quão excessivamente cruel seja o homem, Deus não leva nada disso a sério, mas apenas continua fazendo a obra que Ele precisa fazer para cumprir a comissão maior que o Pai celestial Lhe deu. Quem dentre vocês reconheceu a beleza de Deus? Quem demonstra mais consideração pelo fardo de Deus Pai do que Seu Filho? Quem é capaz de entender a vontade de Deus Pai? O Espírito de Deus Pai no céu fica frequentemente aflito, e Seu Filho na terra ora frequentemente sobre a vontade de Deus Pai, preocupando muito Seu coração. Existe alguém que conhece o amor de Deus Pai por Seu Filho? Existe alguém que saiba como o Filho amado sente falta de Deus Pai? Dividido entre o céu e a terra, os dois estão constantemente olhando um para o outro de longe, lado a lado em Espírito. Ó humanidade! Quando vocês serão atenciosos com o coração de Deus? Quando vocês entenderão a intenção de Deus? Pai e Filho sempre dependeram um do outro. Por que, então, deveriam estar separados, um no céu e outro na terra? O Pai ama Seu Filho como o Filho ama Seu Pai. Por que então Ele deveria ter que esperar com tanto anseio e ansiar com tamanha ansiedade? Embora Eles não tenham estado separados por muito tempo, alguém sabe que o Pai já ansiava por tantos dias e noites e há muito tempo anseia pelo rápido retorno de Seu amado Filho? Ele observa, Ele senta em silêncio, Ele espera. É tudo pelo rápido retorno de Seu amado Filho. Quando Ele voltará a estar com o Filho que vagueia na terra? Mesmo que uma vez juntos Eles estarão juntos pela eternidade, como Ele pode suportar os milhares de dias e noites de separação, um no céu acima e outro na terra abaixo? Dezenas de anos na terra são como milhares de anos no céu. Como Deus Pai poderia não se preocupar? Quando Deus vem à terra, Ele experimenta as muitas vicissitudes do mundo humano, assim como o homem o faz. O Próprio Deus é inocente, então por que deixar Deus sofrer a mesma dor que o homem? Não é de se admirar que Deus Pai anseie tão urgentemente por Seu Filho; quem pode entender o coração de Deus? Deus dá muito ao homem; como o homem pode retribuir o coração de Deus de forma adequada? No entanto, o homem dá muito pouco a Deus; como poderia Deus não estar preocupado?

de ‘Obra e entrada (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

15. Raramente alguém dentre os homens entende o coração urgente de Deus, pois o calibre das pessoas é muito baixo e sua sensibilidade espiritual muito monótona, e porque todos eles nem percebem nem prestam atenção ao que Deus está fazendo. Então Deus continua Se preocupando com o homem, como se a natureza bestial do homem pudesse surgir a qualquer momento. Isso demonstra ainda mais que a vinda de Deus à terra é acompanhada por grandes tentações. Mas pelo bem de completar um grupo de pessoas, Deus, carregado de glória, falou ao homem sobre todas as Suas intenções, nada escondendo. Ele resolveu completar esse grupo de pessoas com firmeza. Portanto, que venha a dificuldade ou a tentação, Ele desvia o olhar e ignora tudo. Ele apenas faz Sua própria obra silenciosamente, acreditando firmemente que um dia, quando Deus tiver ganho a glória, o homem conhecerá a Deus e, ao crer que quando o homem tiver sido completado por Deus, ele compreenderá plenamente o coração de Deus. Neste momento pode haver pessoas tentando a Deus ou entendendo mal a Deus ou culpando a Deus; Deus não Se afeta com nada disso. Quando Deus descer à glória, todas as pessoas entenderão que tudo que Deus faz é para o bem-estar da humanidade, e todas as pessoas entenderão que tudo que Deus faz é para que a humanidade possa sobreviver melhor. A vinda de Deus é acompanhada por tentações, e Deus também vem com majestade e ira. No momento em que Deus deixar o homem, Ele já terá ganhado a glória e sairá totalmente carregado de glória e com a alegria do retorno. O Deus que trabalha na terra não Se afeta, não importa de que forma as pessoas O rejeitem. Ele está apenas fazendo Sua obra.

de ‘Obra e entrada (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

16. A criação do mundo de Deus remonta a milhares de anos, Ele veio à terra para realizar uma quantidade imensurável de obra e experimentou completamente a rejeição e a calúnia do mundo humano. Ninguém dá as boas-vindas à chegada de Deus; todos simplesmente O consideram com um olhar frio. No decorrer desses milhares de anos de dificuldades, a conduta do homem há muito tempo destruiu o coração de Deus. Ele não presta mais atenção à rebelião das pessoas, mas está fazendo um plano separado para transformar e purificar o homem. O escárnio, a calúnia, a perseguição, a tribulação, o sofrimento da crucificação, a exclusão pelo homem e assim por diante, que Deus experimentou na carne – Deus já provou o suficiente disso. Deus na carne sofreu as misérias do mundo humano por completo. O Espírito de Deus Pai no céu há muito tempo considerou essas visões insuportáveis, inclinou a cabeça para trás e fechou os olhos, esperando que Seu amado Filho voltasse. Tudo o que Ele deseja é que todas as pessoas ouçam e obedeçam, sejam capazes de sentir grande vergonha diante de Sua carne e não se rebelem contra Ele. Tudo o que Ele deseja é que todas as pessoas acreditem que Deus existe. Ele há muito tempo deixou de fazer exigências maiores do homem porque Deus pagou um preço muito alto, mas o homem está descansando à vontade,[7] não levando a sério a obra de Deus.

de ‘Obra e entrada (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

17. Hoje, vocês todos sabem que Deus está liderando as pessoas na trilha certa da vida, que Ele está liderando o homem a dar o próximo passo para entrar em outra era, que Ele está levando o homem a transcender essa era antiga e sombria, fora da carne, longe da opressão das forças das trevas e da influência de Satanás, para que cada pessoa viva num mundo de liberdade. Para o bem de um belo amanhã, e para que as pessoas possam ser mais ousadas em seus passos amanhã, o Espírito de Deus planeja tudo para o homem, e para que o homem possa desfrutar mais, Deus dedica todos os Seus esforços na carne para preparar a senda do homem prosseguir adiante, apressando a chegada do dia pelo qual o homem anseia. Gostaria que todos vocês valorizassem este belo momento; não é tarefa fácil se unir a Deus. Embora vocês nunca O tenham conhecido, já há muito estão junto com Ele. Se ao menos todos pudessem se lembrar para sempre destes dias belos, ainda que fugazes, e torná-los suas posses estimadas na terra.

de ‘Obra e entrada (5)’ em “A Palavra manifesta em carne”

18. Por milhares de anos, o povo chinês levou a vida de escravo, e isso limitou tanto seus pensamentos, concepções, vida, linguagem, comportamento e ações que ficaram sem a menor liberdade. Vários milhares de anos de história tomaram pessoas vitais possuidoras de um espírito e as desgastaram, tornando-as algo semelhante a cadáveres destituídos de espírito. Muitos são os que vivem sob a faca de açougueiro de Satanás, muitos são os que vivem em lares semelhantes a covis de bestas, muitos são os que comem a mesma comida que bois ou cavalos, e muitos são os que jazem, inconscientes e desordenados, no “mundo dos mortos”. Em sua aparência externa, as pessoas não são diferentes do homem primitivo, seu lugar de descanso é como um inferno e, para companheiros, eles estão cercados por todos os tipos de demônios e espíritos malignos. Por fora, os seres humanos parecem “animais” mais elevados; na verdade, vivem e residem com demônios imundos. Sem ninguém para cuidar delas, as pessoas vivem dentro da emboscada de Satanás, presas, sem escapatória, em suas armadilhas. Em vez de se dizer que se reúnem com seus entes queridos em lares acolhedores, vivendo vidas felizes e gratificantes, deve-se dizer que os seres humanos vivem no Hades, lidando com demônios e associando-se a diabos. Na verdade, as pessoas ainda são amarradas por Satanás, vivem onde demônios imundos se reúnem e são manipuladas por esses demônios imundos, como se suas camas fossem um lugar para seus cadáveres dormirem, como se fossem um ninho aconchegante.

de ‘Obra e entrada (5)’ em “A Palavra manifesta em carne”

19. O homem vive lado a lado com os animais, e eles se dão bem, harmoniosamente, sem disputas ou desentendimentos verbais. O homem é meticuloso em seu cuidado e preocupação com os animais, e os animais existem em prol da sobrevivência do homem, expressamente para seu benefício, sem qualquer vantagem para si mesmos e em completa e total obediência ao homem. Aparentemente, a relação entre homem e animal é íntima[8] e harmoniosa[9] – e os demônios imundos, ao que parece, são a combinação perfeita de homem e animal. Assim, o homem e os demônios imundos da terra são ainda mais íntimos e inseparáveis: embora separado dos demônios imundos, o homem permanece conectado a eles; enquanto isso, os demônios imundos não retêm nada do homem e “dedicam” tudo o que têm a eles. As pessoas saltam e pulam no “palácio do rei do inferno” todos os dias, brincando na companhia do “rei do inferno” (seu ancestral) e sendo manipulados por ele, de modo que, hoje, as pessoas ficam cobertas de sujeira e, depois de passar tanto tempo no Hades, há muito pararam de querer voltar ao “mundo dos vivos”. Assim, logo que veem a luz e contemplam as exigências de Deus, e o caráter de Deus, e Sua obra, sentem-se nervosas e ansiosas, ainda ansiando por voltar ao mundo dos mortos e residir com fantasmas. Há muito tempo se esqueceram de Deus e, assim, vagaram sempre no cemitério.

de ‘Obra e entrada (5)’ em “A Palavra manifesta em carne”

20. A obra e a entrada são inerentemente práticas e dizem respeito à obra de Deus e à entrada do homem. A total incompreensão do homem sobre a verdadeira face de Deus e a obra de Deus trouxe grandes dificuldades para sua entrada. Até hoje muitos ainda não conhecem a obra que Deus realiza nos últimos dias ou por que Deus suporta enorme humilhação para se tornar carne e se juntar ao homem na prosperidade e na miséria. O homem nada sabe sobre o objetivo da obra de Deus ou sobre o propósito do plano de Deus para os últimos dias. Por várias razões, as pessoas são sempre indiferentes e ambíguas[10] sobre a entrada que Deus exige, o que tem criado grandes dificuldades para a obra de Deus na carne. Todas as pessoas parecem ter se tornado obstáculos e até hoje ainda não têm um entendimento claro. Portanto, falarei sobre a obra que Deus realiza no homem e a intenção urgente de Deus, para que todos vocês se tornem servos leais de Deus que, assim como Jó, preferem morrer a rejeitar a Deus e suportarão todo tipo de humilhação, e, assim como Pedro, oferecerão seu ser integralmente a Deus e serão os íntimos ganhos por Deus nos últimos dias. Que todos os irmãos e irmãs façam tudo o que estiver em seu poder para oferecer seu ser integralmente à vontade celestial de Deus, tornar-se servos santos na casa de Deus e desfrutar as promessas infinitas concedidas por Deus, para que em breve o coração de Deus Pai possa descansar em paz. “Cumprir a vontade de Deus Pai” deve ser o lema de todos os que amam a Deus. Essas palavras devem servir como guia para a entrada do homem e como bússola para orientar suas ações. Essa é a determinação que homem deve ter. Concluir totalmente a obra de Deus na terra e colaborar com a obra de Deus na carne – esse é o dever do homem. Algum dia, quando a obra de Deus estiver concluída, o homem Lhe dará adeus em um retorno precoce ao Pai no céu. Não é essa a responsabilidade que o homem deve cumprir?

de ‘Obra e entrada (6)’ em “A Palavra manifesta em carne”

21. Para o homem, a crucificação de Deus concluiu a obra da encarnação de Deus, redimiu toda a humanidade e permitiu que Ele tomasse a chave do Hades. Todos creem que a obra de Deus foi totalmente realizada. Na verdade, para Deus, apenas uma pequena parte de Sua obra foi realizada. Ele apenas redimiu a humanidade; Ele não conquistou a humanidade, muito menos mudou a fealdade de Satanás no homem. É por isso que Deus diz: “Embora Minha carne encarnada tenha passado pela dor da morte, esse não era o objetivo integral da Minha encarnação. Jesus é Meu Filho amado e foi pregado na cruz por Mim, mas Ele não concluiu totalmente a Minha obra. Ele realizou apenas parte dela.” Portanto, Deus começou a segunda fase de planos para dar seguimento à obra de encarnação. O propósito final de Deus é aperfeiçoar e ganhar todos os resgatados das mãos de Satanás, razão pela qual Deus Se preparou novamente para arriscar-Se para vir na carne.

de ‘Obra e entrada (6)’ em “A Palavra manifesta em carne”

22. Em muitos lugares, Deus profetizou ganhar um grupo de vencedores na terra de Sinim. É no oriente do mundo que os vencedores são ganhos, portanto o local de chegada da segunda encarnação de Deus é sem dúvida a terra de Sinim, precisamente onde o grande dragão vermelho descansa enrolado. Lá, Deus ganhará os descendentes do grande dragão vermelho para que ele seja completamente derrotado e humilhado. Deus quer despertar essas pessoas profundamente sofridas, despertá-las completamente e fazê-las sair do nevoeiro e rejeitar o grande dragão vermelho. Deus quer despertá-las de seu sonho, fazê-las conhecer a essência do grande dragão vermelho, entregar todo seu coração a Deus, insurgir-se e sair da opressão das forças das trevas, levantar-se no oriente do mundo e tornar-se prova da vitória de Deus. Só então Deus ganhará glória. Precisamente por isso, Deus trouxe a obra que chegou ao fim em Israel para a terra onde o grande dragão vermelho descansa enrolado e, quase dois mil anos depois de partir, tornou-Se carne novamente para continuar a obra da Era da Graça. Ao olho nu do homem, Deus está inaugurando uma nova obra na carne. Mas para Deus, Ele está continuando a obra da Era da Graça, só que com uma diferença de tempo de alguns milhares de anos e uma alteração de local e projeto da obra. Embora a imagem encarnada que Deus assumiu na obra atual seja uma pessoa completamente diferente de Jesus, Eles compartilham a mesma substância e raiz e vêm da mesma fonte. É possível que tenham várias diferenças externas, mas as verdades internas da obra Deles são totalmente idênticas. As eras, afinal, são tão diferentes quanto o dia e a noite. Como pode a obra de Deus permanecer inalterada? Ou como pode a obra interromper uma à outra?

de ‘Obra e entrada (6)’ em “A Palavra manifesta em carne”

23. Jesus assumiu a aparência de um judeu, vestiu-Se como os judeus e cresceu Se alimentando de comida judaica. Essa é Sua feição humana normal. Mas a carne encarnada atual assume a forma do povo da Ásia e Se alimenta da comida da nação do grande dragão vermelho. Isso não vai contra o objetivo da encarnação de Deus. Ao contrário, Eles Se complementam, completando de maneira mais integral o verdadeiro significado da encarnação de Deus. Já que a carne encarnada é chamada de “Filho do homem” ou “Cristo”, a aparência externa do Cristo atual não pode ser igualada a Jesus Cristo. Afinal, a carne é chamada de “Filho do homem” e é feita à imagem da carne. Cada etapa da obra de Deus contém um significado bastante profundo. A razão pela qual Jesus foi concebido pelo Espírito Santo é porque Ele iria redimir os pecadores. Ele tinha de estar livre de pecado. Mas foi somente no final, quando Ele foi forçado a Se tornar a semelhança da carne pecaminosa e assumiu os pecados dos pecadores, que Ele os salvou da cruz amaldiçoada que Deus usou para castigar as pessoas. (A cruz é a ferramenta de Deus para amaldiçoar e castigar as pessoas; as menções a amaldiçoar e castigar se referem especificamente a amaldiçoar e castigar pecadores.) O objetivo era fazer com que todos os pecadores se arrependessem e usar a crucificação para que eles admitissem seus pecados. Isto é, para redimir toda a humanidade, Deus Se encarnou em uma carne que foi concebida pelo Espírito Santo e assumiu os pecados de toda a humanidade. A maneira mais comum de descrever isso é o oferecimento de uma carne santa em troca de todos os pecadores, o equivalente a Jesus ser uma oferta pelo pecado colocada diante de Satanás para “implorar” que Satanás devolvesse a Deus toda a humanidade inocente que ele havia espezinhado. Assim, a realização dessa etapa da obra de redenção exigia a concepção pelo Espírito Santo. Essa foi uma condição necessária, um “tratado” feito durante a batalha entre Deus Pai e Satanás. É por isso que Jesus foi entregue a Satanás e só então essa etapa da obra foi concluída. No entanto, a obra de redenção atual de Deus já possui uma magnificência sem precedentes e Satanás não tem motivos para fazer exigências, então a encarnação de Deus não requer concepção pelo Espírito Santo, pois Deus é inerentemente santo e inocente. Assim, dessa vez Deus encarnado não é mais o Jesus da Era da Graça. Mas Ele ainda é pelo bem da vontade do Deus Pai e do cumprimento dos desejos do Deus Pai. De que maneira isso pode ser considerado um pronunciamento irracional? A encarnação de Deus deve seguir um conjunto de regras?

de ‘Obra e entrada (6)’ em “A Palavra manifesta em carne”

24. Muitos procuram evidências na Bíblia, querendo encontrar uma profecia da encarnação de Deus. Como pode o pensamento fragmentado do homem saber que há muito tempo Deus parou de “trabalhar” na Bíblia e “saltou” fora dela para realizar com entusiasmo a obra que Ele muito antes planejara, mas nunca revelara ao homem? As pessoas são muito carentes de sentido. Mal provam um pouquinho do caráter de Deus e já sobem informalmente em um palco elevado e sentam-se em uma “cadeira de rodas” de alta qualidade para inspecionar a obra de Deus, chegando ao ponto de instruir a Deus com conversas bombásticas e desconexas. Muitos são como o “ancião” que, usando óculos de leitura e acariciando a barba, abre seu “velho almanaque” (Bíblia) amarelado que vem lendo a vida inteira. Murmurando e com olhos que parecem brilhar, ele ora se volta para o Livro do Apocalipse, ora para o Livro de Daniel, ora para o universalmente conhecido Livro de Isaías. Fitando uma página repleta de palavras miúdas, ele lê em silêncio, a mente girando sem parar. De repente, a mão para de acariciar a barba e começa a puxá-la. De vez em quando se ouve o som da barba sendo partida. Tal comportamento incomum é surpreendente. “Por que puxar com tanta força? Por que ele está tão zangado?” Voltando ao ancião, suas sobrancelhas agora estão franzidas. As sobrancelhas prateadas caíram feito penas de ganso a exatamente dois centímetros das pálpebras desse ancião, como se por acaso e ao mesmo tempo com grande perfeição, enquanto ele mantém os olhos grudados nas páginas emboloradas. Ele repete a sequência de ações acima várias vezes e então, sem poder se conter, ergue-se com um pulo e começa a tagarelar numa aparente conversa fiada[11] com alguém, embora os olhos não tenham se desviado do almanaque. Subitamente ele cobre a página à sua frente e se vira para “outro mundo”. Seus movimentos são extremamente apressados e assustadores, quase pegando as pessoas de surpresa. Logo, o ratinho que saíra da toca e começara a desfrutar uma “sensação de liberdade” durante o silêncio do ancião ficou tão alarmado com seus movimentos atípicos que voltou direto para a toca, desaparecendo sem deixar rastro. A mão esquerda imóvel do ancião retoma agora o movimento de afagar a barba para cima e para baixo. Ele se afasta da cadeira, deixando o livro sobre a mesa. O vento sopra pela porta ligeiramente entreaberta e a janela exposta e, indiferentemente, fecha o livro, depois o abre, fecha e abre novamente. A cena emana um desespero inexprimível, e, com a exceção do ruído das páginas do livro sendo roçadas pelo vento, o silêncio parece tomar conta de tudo. Segurando as mãos atrás das costas ele caminha pela sala, ora parando, ora recomeçando, balançando a cabeça de vez em quando, aparentemente repetindo, “Oh! Deus! Você realmente faria isso?” De vez em quando ele também acena com a cabeça: “Ó Deus! Quem é capaz de decifrar a Sua obra? Não é difícil procurar por Suas pegadas? Eu creio que Você não faz coisas irracionais.” Logo as sobrancelhas do ancião se comprimem, seus olhos se apertam, revelando um olhar envergonhado e também uma expressão extremamente dolorosa, como se ele tentasse lentamente deliberar. Isso está realmente desafiando esse “venerável ancião”. Nesse estágio tardio de sua vida ele “infelizmente” se deparou com essa questão. O que se pode fazer a respeito? Eu também estou totalmente perdido e incapaz de agir. Quem fez com que seu velho almanaque amarelasse? Quem fez sua barba e sobrancelhas brotarem impiedosamente feito neve branca em pontos diferentes de seu rosto? É como se sua barba representasse sua formação. No entanto, quem poderia imaginar que o homem pudesse se tornar tão tolo, procurando a presença de Deus no velho almanaque? Quantas folhas de papel o velho almanaque pode ter? É capaz de realmente registrar todos os feitos de Deus? Quem se atreve a garantir isso? O homem realmente busca a aparição de Deus e tenta cumprir a vontade de Deus analisando palavras exageradamente.[12] Tentar entrar na vida dessa maneira é tão fácil quanto parece? Não é um raciocínio falso e absurdo? Você não acha isso risível?

de ‘Obra e entrada (6)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Declarações de Cristo dos últimos dias (Seleções)

Sobre denominações e identidade (Parte 2) Somente aquele que experimenta a obra de Deus verdadeiramente crê em Deus A quarta declaração A quinta declaração A sexta declaração A sétima declaração A oitava declaração A nona declaração A décima declaração A décima primeira declaração A décima segunda declaração A décima terceira declaração A décima quarta declaração A décima quinta declaração A décima sexta declaração A décima sétima declaração A décima oitava declaração A décima nona declaração A vigésima declaração A vigésima primeira declaração A vigésima segunda declaração A vigésima terceira declaração A vigésima quarta declaração A vigésima quinta declaração A vigésima sexta declaração A vigésima sétima declaração As declarações de Deus para todo o universo - A vigésima oitava declaração A vigésima nona declaração A aparição de Deus trouxe uma nova era Deus preside o destino de toda a humanidade Contemplar a aparição de Deus em Seu julgamento e Seu castigo Qual ponto de vista os crentes devem manter O homem corrupto é incapaz de representar Deus O caminho de serviço religioso deve ser proibido Você deve obedecer a Deus em sua fé Promessas para aqueles que foram aperfeiçoados Os perversos devem ser punidos Como servir em harmonia com a vontade de Deus Como conhecer a realidade Os mandamentos da nova era O Reino Milenar chegou Você deveria saber que o Deus prático é o Próprio Deus Conhecer a obra de Deus hoje A obra de Deus é tão simples quanto o homem imagina? Já que crê em Deus você deve viver para a verdade A diferença essencial entre o Deus encarnado e as pessoas usadas por Deus Crer em Deus deve focalizar a realidade, não rituais religiosos Somente aqueles que conhecem a obra de Deus hoje podem servir a Deus Aqueles que obedecem a Deus com um coração sincero certamente serão ganhos por Deus A Era do Reino é a Era da Palavra Tudo é realizado pela Palavra de Deus Apenas amando a Deus é que verdadeiramente se crê em Deus Uma breve conversa sobre “O Reino Milenar chegou” Somente aqueles que conhecem a Deus podem testemunhar Dele Como Pedro conheceu Jesus Aqueles que amam a Deus viverão para sempre em Sua luz Você se tornou vivo? Ter um caráter inalterado é ser inimigo de Deus Todos os que não conhecem a Deus são aqueles que se opõem a Ele Seleção das dez passagens da palavra de Deus sobre “Obra e entrada” (Parte 2) Seleção das dez passagens da palavra de Deus sobre “Obra e entrada” Parte 3 Seleção das dez passagens da palavra de Deus sobre “Obra eentrada” (Parte 4) Seleção das três passagens da palavra de Deus sobre “A visão da obra de Deus” (Parte 1) Seleção das três passagens da palavra de Deus sobre “A visão da obra de Deus” (Parte 2) Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “Concernente à Bíblia” (Parte 1) Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “Concernente à Bíblia” (Parte 2) Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “O mistério da encarnação” (Parte 1) Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “O mistério da encarnação” (Parte 2) Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “O mistério da encarnação” (Parte 3) Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “A verdade interior da obra de conquista” (Parte 1) Seleção das quatro passagens da palavra de Deus sobre “A verdade interior da obra de conquista” (Parte 2) As duas encarnações completam o significado da encarnação A Trindade existe? As experiências de Pedro: seu conhecimento do castigo e do julgamento (Parte 1) As experiências de Pedro: seu conhecimento do castigo e do julgamento (Parte 2) Como desempenhar sua missão futura Quando se trata de Deus, qual é o seu entendimento? O que significa ser um homem de verdade Ninguém que seja da carne pode fugir do dia da ira O Salvador já voltou sobre uma “nuvem branca” A obra de difundir o evangelho é também a obra de salvar o homem A obra na Era da Lei A verdadeira história por trás da obra na Era da Redenção Você deve saber como toda a humanidade se desenvolveu até hoje (Parte 1) Você deve saber como toda a humanidade se desenvolveu até hoje (Parte 2) Sobre denominações e identidade (Parte 1) Somente os aperfeiçoados podem viver uma vida significativa Como o homem que definiu Deus de acordo com as suas concepções pode receber as revelações de Deus? Somente aqueles que conhecem Deus e Sua obra podem satisfazer Deus A diferença entre o ministério do Deus Encarnado e o dever do homem Deus é o Senhor de toda a criação O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem trilha (parte 1) O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem trilha (parte 2) A obra de Deus e a obra do homem (Parte 1) Conhecer os três estágios da obra de Deus é o caminho para conhecer Deus (Parte 1) Conhecer os três estágios da obra de Deus é o caminho para conhecer Deus (Parte 2) A humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado (Parte 1) A humanidade corrupta está mais necessitada da salvação do Deus encarnado (Parte 2) A essência da carne habitada por Deus A obra de Deus e a prática do homem (Parte 1) A obra de Deus e a prática do homem (Parte 2) A substância de Cristo é obediência à vontade do Pai Celestial Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso (Parte 1) Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a destino maravilhoso (Parte 2) Deus e o homem entrarão em descanso juntos (Parte 1) Deus e o homem entrarão em descanso juntos (Parte 2) Quando você contemplar o corpo espiritual de Jesus será quando Deus já terá feito novo céu e nova terra Aqueles que são incompatíveis com Cristo certamente são oponentes de Deus Muitos são chamados, mas poucos são escolhidos Você deve buscar o caminho da compatibilidade com Cristo Você é um verdadeiro crente a Deus? Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade Deus fez algo grandioso entre os homens, você sabia? Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna Você deveria preparar uma quantidade suficiente de boas ações por seu destino A quem você é leal? Três admoestações É muito importante entender o caráter de Deus Como conhecer o Deus na Terra Os dez decretos administrativos que devem ser obedecidos pelo povo escolhido por Deus na Era do Reino Vocês precisam considerar seus feitos Deus é a fonte da vida do homem O suspiro do Todo-Poderoso O homem só pode ser salvo em meio ao gerenciamento de Deus O ressoar dos sete trovões ─ profetizando que o evangelho do reino se expandirá por todo o universo Seleção das dez passagens da palavra de Deus

00:00
00:00

0Busca por x resultados