Deus e o homem entrarão em descanso juntos (Trecho V)

Aqueles que buscam e os que não buscam são agora dois tipos diferentes de pessoas, são dois tipos de pessoas com dois destinos diferentes. Aqueles que buscam o conhecimento da verdade e praticam a verdade são as pessoas que Deus salvará. Aqueles que não conhecem o caminho verdadeiro são demônios e inimigos, são os descendentes do arcanjo e serão destruídos. Mesmo os seguidores devotos de um Deus vago — eles também não são demônios? As pessoas que têm uma boa consciência, mas não aceitam o caminho verdadeiro, são demônios; a essência delas é a de resistência a Deus. Os que não aceitam o caminho verdadeiro são aqueles que resistem a Deus; mesmo que essas pessoas suportem muitas dificuldades, ainda assim, serão destruídas. Aqueles que não estão dispostos a abandonar o mundo, que não conseguem suportar separar-se de seus pais, que não conseguem suportar se livrar dos próprios prazeres da carne são todos desobedientes a Deus e todos serão destruídos. Quem não acredita no Deus encarnado é demoníaco; mais ainda, eles serão destruídos. Aqueles que acreditam embora não pratiquem a verdade, aqueles que não acreditam no Deus encarnado e aqueles que não acreditam de modo algum na existência de Deus serão destruídos. Quem for capaz de permanecer é uma pessoa que experimentou a amargura do refinamento e permaneceu firme; essa é uma pessoa que passou verdadeiramente por provações. Quem não reconhece Deus é um inimigo; isto é, qualquer um dentro ou fora dessa corrente que não reconhece Deus encarnado é um anticristo! Quem é Satanás, quem são os demônios, quem são os inimigos de Deus se não os resistentes que não acreditam em Deus? Não são essas pessoas as que desobedecem a Deus? Não são essas pessoas que verbalmente afirmam acreditar porém carecem da verdade? Não são essas pessoas que só buscam a obtenção de bênçãos, mas não conseguem dar testemunho de Deus? Você ainda pode sociabilizar com esses demônios hoje e ressaltar a consciência e o amor com esses demônios; isso não é considerado oferecer boas intenções a Satanás? Não é considerado uma associação com demônios? Se hoje as pessoas ainda são incapazes de distinguir entre o bem e o mal, se ainda ressaltam cegamente o amor e a piedade sem esperar de alguma forma buscar a vontade de Deus, se não conseguem de maneira alguma ter o coração de Deus como o próprio coração, o fim dessas pessoas será ainda mais miserável. Alguém que não acredita no Deus encarnado é um inimigo de Deus. Se você pode ressaltar a consciência e o amor para com um inimigo, não lhe falta um senso de justiça? Se você é compatível com aqueles que Eu detesto e dos quais discordo, e ainda exalta o amor ou os sentimentos pessoais para com eles, você não é desobediente então? Você não está resistindo intencionalmente a Deus? Uma pessoa assim detém a verdade? Se enfatizam a consciência para os inimigos, se enfatizam o amor aos demônios e a piedade para com Satanás, as pessoas não estão interrompendo intencionalmente a obra de Deus? Os que só acreditam em Jesus e não acreditam no Deus encarnado durante os últimos dias e os que afirmam verbalmente acreditar no Deus encarnado embora pratiquem o mal são todos anticristos, sem falar naquelas pessoas que não acreditam em Deus. Todas essas pessoas serão destruídas. O padrão pelo qual o homem julga o homem baseia-se em seu comportamento: alguém que tenha boa conduta é uma pessoa justa, alguém que tenha uma conduta abominável é perverso. O padrão pelo qual Deus julga o homem é se a essência da pessoa Lhe obedece: a que obedece a Deus é uma pessoa justa, a que não Lhe obedece é uma inimiga, uma pessoa má, não importa se o comportamento dessa pessoa for bom ou ruim, não importa se o discurso dessa pessoa for correto ou incorreto. Algumas pessoas querem usar as boas ações para obter um bom destino no futuro e algumas querem usar o bom discurso para comprar um bom destino. Erroneamente as pessoas acreditam que Deus determina o desfecho do homem de acordo com seu comportamento ou discurso e, portanto, muitas vão procurar usar isso para obter por meio fraudulento um favor temporário. As pessoas que mais tarde vão sobreviver no descanso terão todas suportado o dia da tribulação e também dado testemunho de Deus; todas serão pessoas que cumpriram o dever e têm a intenção de obedecer a Deus. Aqueles que simplesmente desejam aproveitar a oportunidade de fazer serviço para evitar a prática da verdade não poderão permanecer. Deus tem padrões adequados para o arranjo dos resultados de todas as pessoas; Ele não toma essas decisões simplesmente de acordo com as palavras e com a conduta da pessoa, nem as toma de acordo com comportamento delas durante um único período de tempo. De forma alguma Ele será tolerante para com toda a má conduta de alguém por causa do serviço prestado a Deus, nem poupará alguém da morte por causa de um tempo gasto por Deus. Ninguém pode se esquivar da retribuição pela própria maldade, ninguém pode encobrir uma conduta perversa e com isso evitar o tormento da destruição. Se alguém verdadeiramente faz o próprio dever, isso significa que é eternamente fiel a Deus e não busca recompensas, independentemente de receber bênçãos ou sofrer desgraças. Se as pessoas são fiéis a Deus quando veem bênçãos, mas perdem sua fidelidade quando não conseguem ver as bênçãos e acabam se tornando incapazes de dar testemunho de Deus e de cumprir seu dever como deveriam, essas pessoas que antes prestaram serviço a Deus fielmente ainda serão destruídas. Em resumo, pessoas más não podem sobreviver até a eternidade, nem podem entrar no descanso; só os justos são os senhores do descanso. Depois que a humanidade entrar no caminho certo é que as pessoas terão uma vida humana normal. Todas elas farão o próprio dever e serão completamente fiéis a Deus. Elas vão largar completamente a desobediência e o caráter corrupto e viverão para Deus e por causa de Deus. Serão desprovidas de desobediência e resistência. Serão capazes de obedecer inteiramente a Deus. Essa é a vida de Deus e do homem e a vida do reino, é a vida de descanso.

Extraído de “A Palavra manifesta em carne”

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado