136. Os princípios do tratamento de pessoas que foram expostas e eliminadas

(1) Os não crentes e falsos crentes que, em seus muitos anos de crença em Deus, não cumpriram seus deveres nem buscaram a verdade figuram entre os incrédulos e devem ser abandonados;

(2) Aqueles que são capazes de prestar o serviço lealmente, mas se revelaram corruptos e cometeram transgressões, não devem ser feridos de morte de um só golpe. Eles devem ser tratados com amor e ter a chance de se arrepender;

(3) Enquanto não se comprometerem com o mal nem causarem distúrbios, as pessoas que podem prestar o serviço de bom grado, mas não buscam a verdade, não devem ser expurgadas, mesmo que cumpram seus deveres sem princípio;

(4) Aqueles que não prestam o serviço voluntariamente e são capazes de frequentes malfeitos, e que não se dispõem ao bem na Igreja devem ser expurgados ou expulsos.

Palavras de Deus relevantes:

Você entende agora o que é julgamento e o que é verdade? Se tiver entendido, exorto você a se submeter obedientemente a ser julgado, caso contrário jamais terá a oportunidade de ser elogiado por Deus ou de ser trazido por Ele ao Seu reino. Aqueles que só aceitam o julgamento, mas nunca são purificados, isto é, aqueles que fogem da obra de julgamento, hão de ser para sempre detestados e rejeitados por Deus. Os pecados deles são mais numerosos e mais graves que os dos fariseus, pois eles traíram a Deus e são rebeldes contra Deus. Tais pessoas, que não são dignas nem mesmo de prestar serviço, irão receber punição mais severa, uma punição que, além disso, é eterna. Deus não irá poupar nenhum traidor que antes tenha manifestado lealdade com palavras, mas que depois O tenha traído. Pessoas assim irão receber retribuição por meio da punição do espírito, da alma e do corpo. Não é essa precisamente uma revelação do caráter justo de Deus? Não é o propósito de Deus ao julgar o homem e revelá-lo? Deus consigna todos aqueles que realizam todo tipo de atos perversos durante o período do julgamento a um lugar infestado de espíritos malignos, deixando esses espíritos malignos destruírem livremente seus corpos carnais, os quais exalam o mau cheiro de cadáveres. Essa é a adequada retribuição a eles. Deus escreve no livro de registros deles cada um dos pecados desses falsos crentes, falsos apóstolos e falsos trabalhadores desleais; então, no devido tempo, Ele os lança no meio de espíritos imundos, deixando esses espíritos imundos profanarem o corpo inteiro deles à vontade, para que jamais possam ser reencarnados e jamais vejam a luz novamente. Aqueles hipócritas que prestam serviço por algum tempo, mas que são incapazes de permanecer leais até o fim, são contados por Deus dentre os perversos, para que conspirem com os ímpios e se tornem parte de sua corja desordenada; no fim, Deus os aniquilará. Deus descarta e desconsidera aqueles que nunca foram leais a Cristo nem dedicaram qualquer esforço e aniquilará a todos na mudança das eras. Eles não existirão mais na terra, muito menos ganharão acesso ao reino de Deus. Aqueles que nunca foram sinceros para com Deus e que são forçados pelas circunstâncias a lidar superficialmente com Ele são contados entre aqueles que prestam serviços a Seu povo. Só um pequeno número de pessoas como essas sobreviverão, enquanto a maioria irá perecer com aqueles que prestam um serviço que não está à altura dos padrões. Por fim, Deus trará a Seu reino todos os que forem unos com Ele em pensamento, o povo e os filhos de Deus, bem como aqueles predestinados por Deus a serem sacerdotes. Eles serão a destilação da obra de Deus. Quanto àqueles que não puderem ser enquadrados em nenhuma categoria estabelecida por Deus, esses serão contados entre os descrentes — e vocês certamente podem imaginar qual será o desfecho deles. Eu já disse a vocês tudo que deveria dizer; a estrada que vocês escolherem será uma decisão sua. O que vocês devem entender é o seguinte: a obra de Deus nunca espera por alguém que não possa acompanhar Seus passos e o caráter justo de Deus não mostra nenhuma misericórdia para com homem algum.

Extraído de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Agora é o momento de Eu determinar o fim de cada pessoa, não a etapa de começar a operar o ser humano. Anoto no Meu livro de registros, uma por uma, as palavras e ações de cada pessoa, bem como a senda pela qual Me seguem, suas características inerentes e como se comportaram no final. Desse modo, não importando que tipo de pessoa sejam, nenhuma escapará de Minha mão, e todas estarão com os de seu próprio tipo, segundo Eu designar. Eu decido o destino de cada pessoa não com base na idade, senioridade, quantidade de sofrimento, muito menos o grau em que ela causa compaixão, mas de acordo com ela possuir ou não a verdade. Não há outra escolha além dessa. Vocês devem entender que todos os que não seguem a vontade de Deus também hão de ser punidos. Esse é um fato imutável. Logo, todos os punidos assim o são para a justiça de Deus e como retribuição por seus numerosos atos malignos.

Extraído de ‘Prepare boas ações suficientes para o seu destino’ em “A Palavra manifesta em carne”

Antes que a humanidade entre no descanso, se cada tipo de pessoa é punido ou recompensado é determinado de acordo com se buscaram a verdade, se conhecem a Deus e se conseguem se submeter ao Deus visível. Aquelas que prestaram serviço ao Deus visível, mas não O conhecem nem se submeter a Ele, da verdade. Tais pessoas são malfeitoras e, sem dúvida, os malfeitores serão objetos da punição; ademais, serão punidas de acordo com sua má conduta. Deus é para que os humanos creiam Nele, e Ele também é digno de sua obediência. Aqueles que só têm fé no Deus vago e invisível são pessoas que não acreditam em Deus e são incapazes de se submeter a Deus. Se essas pessoas ainda não conseguirem acreditar no Deus visível quando Sua obra de conquista estiver terminada e continuarem a ser desobedientes e resistirem ao Deus que é visível na carne, então esses “vaguistas”, sem dúvida, se tornarão objetos da destruição. É exatamente como alguns entre vocês — qualquer um que reconhece Deus encarnado verbalmente, mas não consegue praticar a verdade da submissão a Deus encarnado, no fim, se tornará objeto da eliminação e destruição. Além disso, qualquer um que reconhece verbalmente o Deus visível, comendo e bebendo da verdade expressada por Ele, ao mesmo tempo buscando também o Deus vago e invisível, será destruído no futuro com uma probabilidade ainda maior. Nenhuma dessas pessoas será capaz de permanecer até o tempo do descanso, que virá depois que a obra de Deus ter terminada, tampouco um indivíduo semelhante a tais pessoas pode permanecer naquele tempo de descanso. Pessoas demoníacas são aquelas que não praticam a verdade; a essência delas é uma de resistência e desobediência a Deus, e elas não têm a menor intenção de se submeter a Ele. Todas essas pessoas serão destruídas. Se você tem a verdade e se você resiste a Deus depende de sua essência, não de sua aparência nem de como você possa falar ou se comportar ocasionalmente. Se um indivíduo será destruído ou não é determinado por sua essência; isso é decidido de acordo com a essência revelada por seu comportamento e pela sua busca da verdade. Dentre as pessoas que são iguais umas às outras no fato de fazerem trabalho e que fazem trabalho em quantidade semelhante, aquelas cuja essência humana é boa e que possuem a verdade são as pessoas que terão permissão para permanecer, enquanto aquelas cuja essência humana é má e que desobedecem ao Deus visível são as que serão objetos de destruição. Toda a obra ou todas as palavras de Deus relacionadas ao destino da humanidade lidarão com as pessoas apropriadamente de acordo com a essência de cada indivíduo; não ocorrerá o menor erro, e nem um único engano será feito. É só quando as pessoas fazem um trabalho que a emoção ou o significado humano entram na mistura. A obra que Deus realiza é sumamente apropriada; de forma alguma, Ele trará falsas alegações contra qualquer criatura. Atualmente existem muitas pessoas incapazes de perceber o destino futuro da humanidade e que não acreditam nas palavras que Eu professo. Todos aqueles que não acreditam, como também aqueles que não praticam a verdade, são demônios!

Extraído de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”

Durante o período da obra de salvação de Deus, todos os que podem ser salvos serão salvos ao limite extremo, e nenhum deles será descartado, pois o propósito da obra de Deus é salvar o homem. Todos aqueles que, durante o tempo da salvação do homem por Deus, são incapazes de alcançar uma mudança em seu caráter — bem como todos aqueles que são incapazes de se submeter a Deus completamente — se tornarão objetos de punição. Essa etapa da obra — a obra das palavras — revela ao homem todos os caminhos e mistérios que ele não compreende, para que o homem possa compreender a vontade de Deus e as exigências de Deus ao homem, de modo que possam ter condições de pôr as palavras de Deus em prática e alcançar mudanças em seu caráter. Deus usa apenas palavras para fazer Sua obra e não pune as pessoas por serem um pouco rebeldes, porque agora é o tempo da obra de salvação. Se todos os rebeldes fossem punidos, ninguém teria oportunidade de ser salvo; todos seriam punidos e cairiam no Hades. O propósito das palavras que julgam os homens é permitir que eles conheçam a si mesmos e se submetam a Deus; não é puni-los com tal julgamento. Durante o tempo da obra das palavras, muitas pessoas exporão sua rebeldia e provocação, bem como sua desobediência ao Deus encarnado. Todavia, Ele não punirá todas essas pessoas por essa razão, mas, em vez disso, apenas lançará fora aquelas que são totalmente corruptas e não podem ser salvas. Ele entregará a carne dessas pessoas a Satanás e, em alguns poucos casos, dará fim à sua carne. Aquelas que restarem continuarão a seguir e a experimentar tratamento e poda. Se, enquanto seguirem, elas ainda não conseguirem aceitar tratamento e poda e se tornarem cada vez mais degeneradas, então essas pessoas terão perdido sua chance de salvação. Cada pessoa que tiver aceitado a conquista pelas palavras terá ampla oportunidade de salvação; a salvação por Deus de cada uma dessas pessoas mostrará a Sua extrema leniência. Em outras palavras, lhes será mostrada a suprema tolerância. Desde que as pessoas retornem da senda errada, desde que possam se arrepender, Deus lhes dará a oportunidade de obterem Sua salvação. Quando as pessoas se rebelam contra Deus pela primeira vez, Deus não tem desejo de matá-las, mas faz tudo o que pode para salvá-las. Se alguém realmente não tiver espaço para a salvação, Deus o lançará fora. Deus tarda a punir alguém porque Ele quer salvar todos aqueles que podem ser salvos. Ele julga, ilumina e guia as pessoas somente com palavras e não usa um cajado para matá-las. Usar palavras para levar os homens à salvação é o propósito e o significado da etapa final da obra.

Extraído de ‘Vocês deveriam pôr de lado as bênçãos do status e entender a vontade de Deus de trazer a salvação ao homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Toda a humanidade foi corrompida por Satanás e a natureza humana é trair Deus. No entanto, dentre todos os humanos que foram corrompidos por Satanás, há alguns que podem se submeter à obra de Deus e aceitar a verdade; esses são aqueles que podem obter a verdade e alcançar uma transformação de caráter. Há também aqueles que não se concentram em buscar a verdade. Eles se satisfazem em entender doutrinas; ouvem boa doutrina e a guardam, e, após entendê-la, eles conseguem cumprir o seu dever — até certo ponto. Essas pessoas fazem o que lhes mandam fazer e têm humanidade medíocre. Até certo ponto, estão dispostas a se despender, abandonar o mundanismo e suportar sofrimento. No entanto, não são sinceras em relação à verdade; acreditam que basta não cometer nenhum pecado e são incapazes de entender a essência da verdade. Se tais pessoas conseguem permanecer firmes até o fim, então podem também ser poupadas, mas não podem ter seu caráter transformado.

Extraído de ‘Como conhecer a natureza do homem’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Na nação do grande dragão vermelho, tenho realizado um estágio da obra insondabilidade aos seres humanos, levando-os a oscilar com o vento, depois do que muitos calmamente se afastam com o sopro do vento. Verdadeiramente, essa é a “eira” que estou prestes a limpar; é o que Eu anseio e é também o Meu plano, pois muitos ímpios têm se infiltrado enquanto estou trabalhando, mas não tenho pressa para afastá-los. Pelo contrário, Eu os dispersarei quando for a hora certa. Somente então é que serei a fonte da vida, permitindo que aqueles que verdadeiramente Me amam recebam de Mim o fruto da figueira e a fragrância do lírio. Na terra onde Satanás permanece, a terra de pó, não resta ouro puro, apenas areia, e assim, experimentado essas circunstâncias, Eu realizo esse estágio da obra. Você deve saber que o que Eu ganho é ouro puro, refinado, não areia. Como podem os ímpios permanecer em Minha casa? Como posso permitir que raposas sejam parasitas em Meu paraíso? Eu emprego todos os métodos possíveis para expulsar essas coisas. Antes de Minha vontade ser revelada, ninguém está ciente do que Eu estou prestes a fazer. Aproveitando a oportunidade, Eu afasto esses ímpios, e eles são forçados a sair da Minha presença.

Extraído de ‘O ressoar dos sete trovões: profetizando que o evangelho do reino se expandirá por todo o universo’ em “A Palavra manifesta em carne”

O homem será plenamente tornado completo na Era do Reino. Após a obra de conquista, o homem será submetido a refinamento e provação. Aqueles capazes de superar e ser testemunhas durante essa provação são os que serão feitos completos no final; eles são os vitoriosos. Durante essa provação, requer-se do homem que aceite esse refinamento, que é a última etapa da obra de Deus. É a última vez em que o homem será refinado antes da conclusão da obra de gerenciamento integral de Deus, e todos aqueles que seguem Deus devem aceitar esse teste final e devem aceitar esse último refinamento. Os que estão cercados pela tribulação estão desprovidos da obra do Espírito Santo e da orientação de Deus, mas aqueles que foram verdadeiramente conquistados e que buscam verdadeiramente a Deus no final das contas resistirão firmemente; esses possuem humanidade e amam verdadeiramente a Deus. Não importa o que Deus faça, esses vitoriosos não serão privados das visões e colocarão a verdade em prática sem fracassar em seu testemunho. Ao final, emergirão da grande tribulação. Embora os que pescam em águas turvas possam ainda tirar proveito hoje, ninguém poderá escapar da tribulação final e ninguém poderá escapar do teste final. Para os vencedores, tal tribulação representa um grande refinamento; mas para os que pescam em águas turvas, representa a obra de eliminação total. Não importa como são provados, a fidelidade dos que têm Deus no coração permanece imutável; mas aqueles que não têm Deus no coração, quando a obra de Deus não é vantajosa para sua carne, mudam sua visão de Deus e até se afastam de Deus. Assim são os que não resistirão firmemente no final, que buscam somente as bênçãos de Deus e não têm desejo de se despender por Deus e se dedicar a Ele. Essas pessoas torpes serão expulsas quando a obra de Deus chegar ao fim e são indignas de qualquer compaixão. Os que não têm humanidade são incapazes de amar verdadeiramente a Deus. Quando o ambiente é protegido e seguro ou quando há lucros a serem feitos, eles são totalmente obedientes a Deus, mas quando o que desejam é ameaçado ou definitivamente recusado, eles imediatamente se revoltam. Podem de um dia para o outro se transformar de pessoas sorridentes e de “bom coração” em assassinos repulsivos e ferozes, que subitamente tratam o benfeitor de ontem como inimigo mortal, sem mais nem menos. Se esses demônios não forem expulsos, esses demônios que matariam sem piscar os olhos, eles não se tornarão um perigo oculto? A obra de salvar o homem não é alcançada com a conclusão da obra de conquista. Embora a obra de conquista tenha chegado ao fim, a obra de purificação do homem ainda não; tal obra só será concluída quando o homem estiver totalmente purificado, quando os que se submetem verdadeiramente a Deus tiverem sido tornados completos, e os dissimulados que não têm Deus no coração tiverem sido expurgados. Os que não satisfizerem a Deus no estágio final de Sua obra serão completamente eliminados, e os que são eliminados pertencem ao diabo. Como são incapazes de satisfazer a Deus, rebelam-se contra Deus, e mesmo que essas pessoas sigam Deus hoje, isso não prova que permanecerão no final.

Extraído de ‘A obra de Deus e a prática do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

Tais homens não entendem a nova obra, mas estão cheios de noções intermináveis. Eles não servem para função alguma na igreja. Em vez disso, fazem maldades e espalham negatividade em todos os lugares, a ponto de se engajar em todo tipo de má conduta e perturbação na igreja, e, assim, lançam em confusão e desordem os que carecem de discernimento. Esses diabos vivos, esses espíritos malignos deveriam deixar a igreja o mais rápido possível, para que a igreja não seja destruída por sua causa. Você pode não temer a obra atual, mas não teme a punição justa de amanhã? Há um grande número de pessoas na igreja que são parasitas, bem como um grande número de lobos que procuram interromper a obra normal de Deus. Todas essas coisas são demônios enviados pelo demônio rei, lobos cruéis que procuram devorar os cordeiros incautos. Se esses tais homens não forem expulsos, tornam-se parasitas na igreja e traças que devoram as ofertas. Cedo ou tarde, chegará o dia em que esses vermes desprezíveis, ignorantes, vis e repulsivos serão punidos!

Extraído de ‘Aqueles que obedecem a Deus com um coração sincero certamente serão ganhos por Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Existe um tipo de pessoa que pode tratar quem quer que seja com amor, solicitude e tolerância, mas é irreconciliável somente com Deus e é Seu inimigo declarado. Ao depararem com algo que toca na verdade, que toca no que Deus diz e exige, tais pessoas não só são incapazes de aceita-lo, criando dificuldades e lançando dúvida sobre isso a todo instante e espalhando noções, como também fazem muitas coisas que são prejudiciais ao trabalho da casa de Deus, de modo que, quando algo toca em seus próprios interesses, elas são até capazes de se insurgir e levantar um clamor contra Deus. Que tipo de pessoa é essa? (A que odeia Deus.) Ódio a Deus é um aspecto da natureza de todas as pessoas, e todas têm essa essência; porém, em algumas pessoas, ele não é tão severo. Por que, então, esse tipo de pessoa odeia tanto a Deus? Elas são inimigas de Deus; são diabos — para ser franco, são demônios vivos! Existem tais demônios vivos entre as pessoas a quem Deus salva? (Não.) Portanto, se identificarem com precisão alguém na igreja como demônio vivo desse tipo, vocês devem expurgá-lo do local imediatamente. Se uma pessoa se comportar muito bem em geral, mas tiver somente um lapso momentâneo em seu estado ou se sua estatura for pequena demais para entender a verdade e ela causar uma interrupção ou perturbação menor, porém esse comportamento não for consistente e ela não for uma pessoa assim por natureza, então ela pode ser mantida. Há alguns que são habilidosos em um aspecto, apesar de sua humanidade um tanto pobre: estão dispostos a prestar serviço e prontos a sofrer e estão dispostos até a sofrer; só acontece que eles não toleram ofensa e se colocarão contra qualquer um que os ofenda, mas, quando não são ofendidos, eles são bastante normais. Também não lucraram ao custo de outros. Tais pessoas também podem ser mantidas e, embora não se possa dizer que serão necessariamente salvas, elas podem ao menos prestar serviço, e se elas podem ou não servir até o fim depende de sua busca pessoal. Porém, se tal pessoa for um demônio vivo e inimigo de Deus, ela nunca pode ser salva. Isso é certeza, e ela deve ser expurgada da igreja. Alguns são expurgados para dar-lhes uma chance de se arrependerem, para ensinar-lhes uma lição; outros são expurgados porque sua natureza foi vista como realmente é, e eles não podem ser salvos. Todos são diferentes. Alguns que foram expurgados não abandonaram seu dever e continuam a desempenhá-lo a despeito de seu estado deprimido e sombrio — o estado deles não é o mesmo que o das pessoas que não fazem seu dever de modo algum, e as sendas que tomam não são as mesmas.

Extraído de ‘A atitude que o homem deve ter para com Deus’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Aqueles que pensam somente em sua carne e desfrutam de conforto; aqueles que parecem acreditar, mas que não creem de verdade; aqueles que se engajam em curandeirismo e feitiçaria; aqueles que são promíscuos, esfarrapados e maltrapilhos; aqueles que roubam sacrifícios a Jeová e Suas posses; os que amam subornos; os que sonham ociosamente em subir ao céu; aqueles que são arrogantes e convencidos, que lutam apenas pela fama e fortuna pessoais; aqueles que espalham palavras impertinentes; aqueles que blasfemam contra o Próprio Deus; aqueles que não fazem nada além de tecer julgamentos contra o Próprio Deus e difamá-Lo; aqueles que formam grupos e buscam a independência; aqueles que se exaltam acima de Deus; aqueles homens e mulheres jovens, de meia-idade e mais velhos, frívolos, que estão enredados em licenciosidade; aqueles homens e mulheres que desfrutam de fama e fortuna pessoais e buscam status pessoal entre os outros; aquelas pessoas não arrependidas que estão presas no pecado — não estão eles, todos eles, fora da salvação? A licenciosidade, a pecaminosidade, o curandeirismo, a feitiçaria, a profanidade, as palavras impertinentes, tudo isso corre livre entre vocês; a verdade e as palavras de vida são pisoteadas no meio de vocês, e a linguagem santa é profanada entre vocês. Vocês, gentios, inchados de imundície e desobediência! Qual será o desfecho final de vocês? Como podem os que amam a carne, os que cometem feitiçaria da carne e os que estão enredados em pecado licencioso ter a audácia de continuar vivendo? Você não sabe que pessoas tais como vocês são vermes que estão fora da salvação? O que qualifica você para exigir isso e aquilo? Até hoje, não houve a menor mudança naqueles que não amam a verdade e só amam a carne — como tais pessoas podem ser salvas? Aqueles que não amam o caminho da vida, que não exaltam a Deus nem dão testemunho Dele, que tramam em prol do próprio status, que se louvam — não são ainda os mesmos, até hoje? Qual é o valor em salvá-los? Se você pode ser salvo não depende do tamanho de sua senioridade nem de quantos anos você tem trabalhado e muito menos depende de quantas credenciais você acumulou. Ao contrário, depende de sua busca ter frutificado. Você deve saber que aqueles que são salvos são as “árvores” que dão fruto, não as árvores com folhagem exuberante e flores abundantes que, no entanto, não geram fruto. Mesmo que você tenha passado muitos anos vagueando pelas ruas, o que isso importa? Onde está o seu testemunho? Sua reverência a Deus é muito menor que seu amor por si mesmo e seus desejos luxuriosos — esse tipo de pessoa não é um degenerado? Como pode ele ser um exemplo e modelo para a salvação? Sua natureza é incorrigível, você é rebelde demais, você está fora da salvação! Tais pessoas não são as que serão eliminadas? O tempo em que Minha obra estiver terminada não é o tempo da chegada de seu último dia? Eu fiz tanta obra e proferi tantas palavras entre vocês — quanto disso entrou verdadeiramente em seus ouvidos? A quanto disso você jamais obedeceu? Quando Minha obra terminar, esse será o tempo em que você parará de se opor a Mim, em que você parará de ficar contra Mim. Enquanto Eu opero, vocês agem contra Mim constantemente; vocês nunca acatam as Minhas palavras. Eu faço a Minha obra, e você faz o seu “trabalho”, fazendo o seu reinozinho próprio. Vocês não passam de uma matilha de raposas e cães, fazendo tudo em oposição a Mim! Estão constantemente tentando trazer aqueles que lhes oferecem seu amor exclusivo para dentro de seu abraço — onde está a reverência de vocês? Tudo que fazem é enganoso! Vocês não têm obediência nem reverência e tudo que fazem é enganoso e blasfemo! Tais pessoas podem ser salvas? Homens que são sexualmente imorais e lascivos sempre querem atrair meretrizes namoradeiras para si, para o próprio desfrute. Sem dúvida, Eu não salvarei tais demônios sexualmente imorais. Eu odeio vocês, demônios imundos, e a sua lascívia e coquetice os lançará no inferno. O que vocês têm a dizer sobre si mesmos? Vocês, demônios imundos e espíritos malignos, são repulsivos! São nojentos! Como um lixo desses poderia ser salvo? Aqueles que estão enredados no pecado ainda podem ser salvos? Hoje, essa verdade, esse caminho e essa vida não atraem vocês; ao contrário, vocês são atraídos pela pecaminosidade; pelo dinheiro; pela posição, fama e ganho; pelos prazeres da carne; pela beleza dos homens e pelos encantos das mulheres. O que qualifica vocês para entrarem em Meu reino? A imagem de vocês é ainda maior que a de Deus, o status de vocês é ainda maior que o de Deus, sem mencionar o prestígio de vocês entre os homens — vocês se tornaram um ídolo que as pessoas adoram. Vocês não se tornaram o arcanjo? Quando for revelado o desfecho das pessoas, que também será quando a obra de salvação chegará perto de seu fim, muitos desses entre vocês serão cadáveres sem salvação e devem ser eliminados. Durante a obra de salvação, Eu sou gentil e bom para com todas as pessoas. Quando a obra se concluir, o desfecho dos diferentes tipos de pessoas será revelado e, naquele momento, Eu não serei mais gentil e bom, pois o desfecho das pessoas terá sido revelado, e cada uma terá sido classificada de acordo com o seu tipo, e não adiantará nada fazer mais alguma obra de salvação, porque a era da salvação terá passado e, tendo passado, ela não voltará.

Extraído de ‘Prática (7)’ em “A Palavra manifesta em carne”

Aqueles entre os irmãos e irmãs que estão sempre dando vazão à sua negatividade são lacaios de Satanás e perturbam a igreja. Tais pessoas devem um dia ser expulsas e eliminadas. Se, em sua fé em Deus, as pessoas não tiverem um coração de reverência a Deus, se não tiverem um coração de obediência a Deus, então não só serão incapazes de fazer qualquer obra para Ele, mas, ao contrário, se tornarão aquelas que perturbam Sua obra e que O desafiam. Crer em Deus, mas não Lhe obedecer nem O reverenciar, e, em vez disso, resistir a Ele, é a maior desgraça para um crente. Se os crentes são tão casuais e irrestritos em sua fala e conduta como são os incrédulos, então eles são ainda mais malignos que os incrédulos; são demônios arquetípicos. Aqueles que dão vazão à sua conversa venenosa e maliciosa dentro da igreja, aqueles que espalham rumores, fomentam a desarmonia e formam grupos entre os irmãos e irmãs — eles deveriam ter sido expulsos da igreja. Mas porque agora é uma era diferente da obra de Deus, essas pessoas estão limitadas, pois enfrentam certa eliminação. Todos que foram corrompidos por Satanás têm caráter corrupto. Alguns não têm nada além de caráter corrupto, enquanto outros são diferentes: eles não só têm caráter satânico corrupto, mas sua natureza é também extremamente maliciosa. Não só suas palavras e ações revelam seu caráter satânico corrupto; essas pessoas são, além disso, o genuíno diabo Satanás. Seu comportamento interrompe e perturba a obra de Deus, prejudica a entrada na vida de irmãos e irmãs e danifica a vida normal da igreja. Mais cedo ou mais tarde, esses lobos em pele de cordeiro precisam ser removidos; uma atitude impiedosa, uma atitude de rejeição, deveria ser adotada para com esses lacaios de Satanás. Só isso é ficar do lado de Deus, e aqueles que deixam de fazê-lo estão chafurdando na lama com Satanás.

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Toda igreja tem pessoas que lhe causam problemas ou se intrometem na obra de Deus. Todas essas pessoas são Satanases que se infiltram disfarçados na casa de Deus. Tais pessoas são boas em atuar: vêm diante de Mim com grande reverência, curvando-se e se coçando, vivendo como cães sarnentos, dedicando o seu “tudo” para alcançar os próprios objetivos — mas, na frente dos irmãos e irmãs, mostram seu lado feio. Quando veem pessoas que praticam a verdade, elas as atacam e as empurram para o lado; quando veem pessoas mais formidáveis que elas mesmas, as lisonjeiam e as bajulam. Elas agem sem controle na igreja. Pode-se dizer que tais “valentões locais”, tais “cães de colo”, existem na maioria das igrejas. Eles andam juntos por aí sorrateiramente, enviando piscadelas e sinais secretos uns aos outros, e nenhum deles pratica a verdade. O que tem mais veneno é o “demônio principal”, e o que tem mais prestígio os lidera, portando sua bandeira erguida. Essas pessoas promovem desordem na igreja, espalhando sua negatividade, dando vazão à morte, agindo como lhes apraz, dizendo o que bem entendem, e ninguém ousa pará-las. Elas transbordam do caráter de Satanás. Mal causam uma perturbação, e logo um ar de morte entra na igreja. Aqueles dentro da igreja que praticam a verdade são expulsos, incapazes de dar tudo de si, enquanto lá dentro aqueles que perturbam a igreja e espalham morte correm em desordem — e, além disso, a maioria das pessoas os segue. Tais igrejas são governadas por Satanás, pura e simplesmente; o diabo é o seu rei. Se não se levantarem e rejeitarem os demônios principais, os congregados, também, irão à ruína, mais cedo ou mais tarde. De agora em diante, medidas precisam ser tomadas contra tais igrejas. Se aqueles que são capazes de praticar um pouco da verdade não buscarem, então essa igreja será eliminada. Se uma igreja não tiver ninguém que esteja disposto a praticar a verdade e ninguém que possa ser testemunha de Deus, então essa igreja deveria ser completamente isolada e suas conexões com outras igrejas precisam ser rompidas. Isso é chamado de “enterrar a morte”; é isso que significa expulsar Satanás. Se uma igreja tiver diversos valentões e eles forem seguidos por “pequenas moscas” que carecem inteiramente de discernimento, e se os congregados, mesmo depois de terem visto a verdade, ainda forem incapazes de rejeitar as amarras e a manipulação desses valentões, então todos aqueles tolos serão eliminados no fim. Essas pequenas moscas poderiam não ter feito nada terrível, mas são ainda mais enganosas, ainda mais escorregadias e evasivas, e todos os que forem assim serão eliminados. Nem um permanecerá! Aqueles que pertencem a Satanás serão devolvidos a Satanás, enquanto aqueles que pertencem a Deus certamente irão em busca da verdade; isso é decidido pela natureza deles. Que todos aqueles que seguem Satanás pereçam! Nenhuma piedade será mostrada a tais pessoas. Que todos os que buscam a verdade sejam providos e possam ter prazer na palavra de Deus para o contentamento de seu coração. Deus é justo; Ele não mostraria favoritismo a ninguém. Se você for um diabo, então será incapaz de praticar a verdade; se você for alguém que busca a verdade, então é certo que não será levado cativo por Satanás. Isso está além de qualquer dúvida.

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

As pessoas que genuinamente creem em Deus são as que estão dispostas a colocar a palavra de Deus em prática e estão dispostas a praticar a verdade. As pessoas que são verdadeiramente capazes de ficar firmes em seu testemunho de Deus são também as que estão dispostas a colocar Sua palavra em prática e podem genuinamente ficar do lado da verdade. Todas as pessoas que recorrem a truques e injustiça carecem da verdade e todas trazem vergonha a Deus. Aquelas que causam disputas na igreja são lacaias de Satanás, elas são a personificação de Satanás. Tais pessoas são maliciosas demais. Aquelas que não têm discernimento e são incapazes de ficar do lado da verdade, todas elas abrigam más intenções e mancham a verdade. Mais que isso, elas são as representantes arquetípicas de Satanás. Não podem ser redimidas e naturalmente serão eliminadas. A família de Deus não permite permanecer aquelas que não praticam a verdade, nem permite permanecer aquelas que deliberadamente desmantelam a igreja. No entanto, agora não é o tempo de fazer a obra de expulsão; tais pessoas simplesmente serão expostas e eliminadas no fim. Mais nenhuma obra inútil deve ser despendida nessas pessoas; aquelas que pertencem a Satanás não podem ficar do lado da verdade, enquanto aquelas que buscam a verdade podem. As pessoas que não praticam a verdade são indignas de ouvir o caminho da verdade e indignas de dar testemunho da verdade. A verdade simplesmente não é para seus ouvidos; antes, é dirigida àquelas que a praticam. Antes que o fim de cada pessoa seja revelado, aquelas que perturbam a igreja e interrompem a obra de Deus primeiramente serão postas de lado por ora, para serem tratadas mais tarde. Uma vez que a obra estiver completa, cada uma dessas pessoas será exposta e depois elas serão eliminadas. Por ora, enquanto a verdade está sendo provida, elas serão ignoradas. Quando toda a verdade for revelada à humanidade, essas pessoas devem ser eliminadas; esse será o momento em que todas as pessoas serão classificadas segundo a sua espécie. As trapaças mesquinhas daquelas sem discernimento levarão à sua destruição nas mãos dos perversos, elas serão atraídas por eles, para nunca mais voltar. E tal tratamento é o que elas merecem, porque não amam a verdade, porque são incapazes de ficar do lado da verdade, porque seguem pessoas malignas e ficam do lado das pessoas malignas, porque estão em conluio com as pessoas malignas e desafiam Deus. Elas sabem perfeitamente bem que o que aquelas pessoas malignas irradiam é maldade; mesmo assim, endurecem seu coração e dão as costas à verdade para segui-las. Essas pessoas que não praticam a verdade, mas que fazem coisas destrutivas e abomináveis, não estão todas cometendo o mal? Embora haja entre elas aqueles que se intitulam reis e outros que as seguem, não é a mesma essa sua natureza que desafia a Deus? Que desculpa podem ter para alegar que Deus não os salva? Que desculpa podem ter para alegar que Deus não é justo? Não é a própria maldade deles que os está destruindo? Não é a própria rebeldia que os está arrastando para o inferno? As pessoas que praticam a verdade serão, no fim, salvas e aperfeiçoadas por causa da verdade. Aqueles que não praticam a verdade trarão, no fim, a destruição sobre si mesmos por causa da verdade. Esses são os fins que esperam aqueles que praticam a verdade e aqueles que não a praticam. Eu aconselho aqueles que não estão planejando praticar a verdade a deixar a igreja o mais cedo possível para evitar que cometam ainda mais pecados. Quando chegar a hora, será tarde demais até para o arrependimento. Em particular, aqueles que formam grupos e criam cisões, e aqueles valentões dentro da igreja precisam sair ainda antes. Tais pessoas, que têm a natureza de lobos malvados, são incapazes de mudar. Seria melhor que saíssem da igreja na primeira oportunidade, para nunca mais perturbar a vida normal dos irmãos e irmãs e com isso evitar a punição de Deus. Aqueles de vocês que os acompanharam fariam bem em aproveitar essa oportunidade para refletir sobre si mesmos. Você sairá da igreja com os maus ou permanecerá e seguirá obedientemente? Você precisa avaliar essa questão com cuidado. Eu lhes dou mais uma oportunidade de escolher e espero a resposta de vocês.

Extraído de ‘Um alerta para aqueles que não praticam a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 135. Os princípios de tratar pessoas com caracteres arrogantes diversos

Próximo: 137. Os princípios do tratamento de líderes e obreiros

Durante desastres, além de rezar, a coisa mais crítica para nós é encontrar a maneira de sermos protegidos. Junte-se ao nosso grupo de estudo gratuitamente.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro