1. O que é praticar a verdade?

Palavras de Deus relevantes:

Qual é a coisa mais importante na prática da verdade? Não é que você deve primeiro compreender os princípios? O que são os princípios? Os princípios são o lado prático da verdade. Quando lê uma frase das palavras de Deus, você pensa que é a verdade, mas não compreende os princípios contidos nela; você sente que a frase está correta, mas não sabe de que maneira ela é prática ou a que estado se dirige. Você não consegue compreender seus princípios ou sua senda de prática. Para você, essa verdade que você percebe é meramente doutrina. No entanto, uma vez que você compreende a verdade-realidade dessa frase, bem como quais são as exigências de Deus — se você realmente entender essas coisas e for capaz de pagar o preço e colocá-las em prática — então você ganhará essa verdade. À medida que você ganha essa verdade, pouco a pouco, seu caráter corrompido é resolvido, e essa verdade é trabalhada em você. Quando você é capaz de colocar em prática a realidade da verdade e quando o cumprimento de seu dever, todas as suas ações e sua conduta como pessoa são baseadas nos princípios da prática dessa verdade, você então não está mudado? Acima de tudo, você se tornou alguém que possui a verdade-realidade. Alguém que está em posse da verdade-realidade não é igual a alguém que age com princípios? E alguém que age com princípios não é igual a alguém que possui a verdade? Alguém que está em posse da verdade também não é capaz de se conformar à vontade de Deus? É assim que essas coisas se relacionam.

Extraído da comunhão de Deus

Por que se diz que as palavras de Deus são um farol para as pessoas? É porque elas não são ditas em vão; não são uma espécie de teoria ou palavras pretensiosas nem algum tipo de argumento. Elas existem para você implementar, pôr em prática. Quando encontrar problemas e não tiver ideia do que fazer e lhe faltar uma senda para a prática, pense em quais exigências são feitas pelas palavras de Deus. Após meditar sobre Suas palavras, você encontra um caminho a seguir e entenderá seu significado. Então, você pode praticar segundo a Sua vontade. Praticando dessa maneira, você ganha a confirmação e descobre que isso lhe traz paz e alegria espiritual; isso é edificante para as outras pessoas também. No processo de colocar as palavras de Deus em prática, você ganha certa iluminação bem como certa experiência e aprendizado; você é despertado para certas coisas. Você vem a perceber o que Deus quer dizer ao falar essas palavras e para conseguir com que as pessoas façam coisas de determinada maneira. Você situa os princípios relevantes da prática e passa a conhecer a origem e o significado das declarações de Deus dessas palavras. Isso é entender a verdade. Uma vez que tenha entendido a verdade, você não ficará mais confuso nem achará difícil se envolver; você terá uma senda de prática. O que significa ter uma senda para colocar as palavras de Deus em prática? Significa que você compreende os princípios da prática por trás delas; você entende a que estados Deus está Se referindo e sabe como deveria praticar. As palavras de Deus podem parecer simples para você, mas, na verdade, elas lhe dizem como você deveria viver, o que deveria fazer quando encontrar um problema e como deveria resolver quaisquer dificuldades que possa encontrar. Elas são a verdade. Elas podem se tornar sua senda, permitindo que você aborde as questões com sabedoria e princípios e tenha uma senda de prática. Se você tem uma senda para seguir no desempenho de seu dever ou em outras questões e se você tem princípios para como lidar com as coisas e conhece a vontade de Deus, então isso mostra que você entende a verdade e que você entende Suas palavras.

Extraído de ‘Ter uma semelhança humana requer cumprir seu dever apropriadamente, de todo o coração, mente e alma’ em “Registros das falas de Cristo”

Muitas pessoas têm certos comportamentos externos, tais como ser capaz de abandonar sua família e sua carreira e cumprir seus deveres, acreditando assim que estão praticando a verdade. Porém, Deus não reconhece que elas estão praticando a verdade. Se tudo que você faz tiver motivos pessoais por trás disso e estiver adulterado, então você não está praticando a verdade; está simplesmente exibindo uma conduta superficial. Falando estritamente, sua conduta provavelmente será condenada por Deus; não será louvada nem lembrada por Ele. Dissecando isso ainda mais, você está praticando o mal e sua conduta está em oposição a Deus. Externamente, você não está interrompendo nem perturbando nada e você não causou nenhum dano real nem violou nenhuma verdade. Parece que é lógico e razoável, mas a essência de suas ações pertence a fazer o mal e resistir a Deus. Por isso, você deveria determinar se houve uma mudança em seu caráter e se você está pondo a verdade em prática ao olhar os motivos por trás de suas ações à luz das palavras de Deus. Isso não depende de uma opinião humana se suas ações se conformam à imaginação e intenções humanas ou se são conforme seu gosto; tais coisas não são importantes. Antes, isso depende de Deus dizer se você está se conformando à Sua vontade; se suas ações têm verdade-realidade e se elas satisfazem Suas exigências e Seus padrões. Somente por se comparar com as exigências de Deus é acurado. Transformação no caráter e pôr a verdade em prática não são tão simples e fáceis como as pessoas imaginam. Vocês entendem isso agora? Vocês têm alguma experiência com isso? Quando se trata da essência de um problema, vocês podem não entender isso; sua entrada tem sido demasiadamente superficial. Vocês correm por aí o dia inteiro, da aurora até o crepúsculo, levantando-se cedo e indo para a cama tarde, ainda assim vocês não alcançaram transformação em seu caráter de vida e não conseguem compreender o que tal transformação envolve. Isso significa que sua entrada é rasa demais, não é? Não importa quanto tempo tenham acreditado em Deus, vocês podem não sentir a essência nem as coisas profundas que tenham a ver com alcançar transformação no caráter. Como você sabe se Deus o elogia ou não? No mínimo, você se sentirá excepcionalmente firme com relação a tudo que você faz, e você sentirá o Espírito Santo guiando e esclarecendo você e operando em você enquanto cumpre seus deveres, fazendo qualquer trabalho na casa de Deus ou normalmente. Sua conduta andará de mãos dadas com as palavras de Deus e, quando tiver ganhado certo grau de experiência, você sentirá que a forma como você agia no passado era relativamente adequada. Se, porém, depois de ganhar experiência por um período de tempo, você sentir que algumas das coisas que você fez no passado não foram adequadas e você estiver insatisfeito com elas e sentir, de fato, que não havia verdade nas coisas que você fez, então isso provará que tudo que você fez foi feito em resistência a Deus. É evidência de que seu serviço esteve repleto de rebeldia, resistência e modos de agir humanos.

Extraído de ‘O que deveria ser conhecido sobre transformar o caráter da pessoa’ em “Registros das falas de Cristo”

Quais, exatamente, são os critérios para colocar a verdade em prática? Como se avalia e define se você está colocando a verdade em prática? Como Deus determina se você é uma pessoa que aceita Suas palavras ao ouvi-las? Ele analisa se, durante o tempo em que você tem crido Nele e ouvido sermões, houve alguma mudança em seu estado interior, em sua desobediência a Ele e na essência dos diversos aspectos de seu caráter corrupto. Ele analisa se você os substituiu pela verdade e se você mudou em seu comportamento e ações externos ou na essência do seu caráter corrupto na profundeza do seu coração. Deus avalia você de acordo com essas coisas. Após ouvir sermões e comer e beber das palavras de Deus por todos esses anos, suas mudanças são apenas superficiais ou essenciais? Houve mudanças em seu caráter? Houve mudanças em seus equívocos sobre Deus, em sua desobediência a Deus e em como você aborda as comissões e os deveres que Deus lhe confia? Houve uma redução em sua desobediência a Deus? Quando algo acontece e você é revelado como desobediente, você é capaz de refletir sobre si mesmo? Você é capaz de obedecer? Você se tornou uma pessoa mais leal às comissões e aos deveres que Deus lhe confia, e essa lealdade é pura? Durante o tempo em que você ouviu sermões, seus motivos, ambições, desejos e intenções foram purificados? Esses não são critérios de avaliação? Há também seus equívocos sobre Deus: você ainda se agarra às suas noções originais, às suas imaginações vagas e abstratas e às suas conclusões? Você ainda tem queixas e outras emoções negativas? Houve mudanças com relação a essas coisas? Se não houve mudança alguma nesses aspectos, que tipo de pessoa você é? Isso prova um fato: você não é uma pessoa que pratica a verdade.

Extraído de ‘Somente praticando as palavras de Deus pode-se alcançar uma mudança no caráter’ em “Registros das falas de Cristo”

Se você crê em Deus, mas não busca a verdade, então você poderia crer por dez anos sem experimentar qualquer mudança. No fim, pensará que isso é exatamente o que significa crer em Deus; pensará que é praticamente igual a como você vivia no mundo anteriormente e que estar vivo não tem sentido. Isso mostra realmente que, sem a verdade, a vida é vazia. Talvez você seja capaz de dizer algumas palavras de doutrina, mas ainda se sentirá inquieto e sem consolo. Quando as pessoas tiverem algum conhecimento de Deus, souberem como viver uma vida significativa e conseguirem fazer algumas coisas que satisfazem a Deus, elas sentirão que isso é vida real, que somente vivendo dessa forma sua vida terá sentido e que devem viver dessa forma a fim de dar um pouco de satisfação a Deus e se sentir gratificadas. Se conseguirem satisfazer a Deus conscientemente, colocar a verdade em prática, abandonar a si mesmas, abrir mão de suas próprias ideias e ser obedientes e atentas à vontade de Deus — se forem capazes de fazer todas essas coisas conscientemente — então é isso que significa colocar a verdade em prática correta e genuinamente, e isso é muito diferente de sua confiança anterior em suas imaginações e de seu apego a doutrinas e regras. Na verdade, é exaustivo fazer qualquer coisa quando não entendem a verdade, é exaustivo aderir a regras e doutrinas e é exaustivo não ter objetivos e fazer as coisas cegamente. Elas só podem ser livres com a verdade — isso não é mentira — e, com ela, conseguem fazer coisas com facilidade e alegria. Aqueles que possuem esse tipo de estado são pessoas que possuem a verdade; são aqueles cujo caráter foi transformado.

Extraído de ‘Somente buscando a verdade pode-se alcançar uma mudança no caráter’ em “Registros das falas de Cristo”

Anterior: 5. Quais condições os servidores devem cumprir para se tornar pessoas de Deus?

Próximo: 2. O que é seguir regras? Quais são as diferenças entre seguir regras e praticar a verdade?

Quando ocorre um desastre, como nós, cristãos, devemos enfrentá-lo? Fique à vontade para nos contatar via WhatsApp, podemos explorar e encontrar caminhos juntos.
Conecte-se conosco no Messenger
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

1. As diferenças entre a obra de redenção do Senhor Jesus e a obra de julgamento de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias

As palavras proferidas por Deus nesta era são diferentes daquelas proferidas durante a Era da Lei e, assim, também diferem das palavras proferidas durante a Era da Graça. Na Era da Graça, Deus não fez a obra da palavra, mas simplesmente descreveu a crucificação a fim de redimir toda a humanidade. A Bíblia apenas descreve porque Jesus deveria ser crucificado, os sofrimentos a que Ele foi submetido na cruz, e como o homem deveria ser crucificado por Deus. Durante aquela era, toda a obra feita por Deus centrou-se em torno da crucificação. Durante a Era do Reino, Deus encarnado profere palavras para conquistar todos aqueles que Nele creem. Esta é “a Palavra que aparece na carne”; Deus veio durante os últimos dias para fazer esta obra, o que significa dizer que Ele veio para realizar o real significado da Palavra que aparece na carne.

3. Por que Deus não usa o homem para fazer Sua obra de julgamento nos últimos dias, mas Se torna carne e a faz Ele Próprio

A obra do Espírito é capaz de cobrir todo o universo, através de todas as montanhas, rios, lagos e oceanos, no entanto a obra da carne relaciona-se de maneira mais eficaz a todas as pessoas com a quais Ele tem contato. Além disso, a carne de Deus com uma forma tangível pode ser melhor entendida, confiada pelo homem, pode aprofundar o conhecimento que o homem tem de Deus e pode deixar no homem uma impressão mais profunda dos feitos reais de Deus. A obra do Espírito é envolta em mistério, é difícil para seres mortais compreenderem, ainda mais difícil para eles verem e então podem apenas confiar em imaginações vãs. A obra da carne, contudo, é normal, baseada na realidade, possui uma rica sabedoria e é um fato que pode ser visto pelo olho físico do homem;

2. As diferenças entre o caminho do arrependimento e o caminho da vida eterna

Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganhará vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história.

1. A base para a encarnação de Deus na China nos últimos dias nas profecias da Bíblia e nas palavras de Deus

Em muitos lugares, Deus profetizou ganhar um grupo de vencedores na terra de Sinim. É no oriente do mundo que os vencedores são ganhos, portanto o local de chegada da segunda encarnação de Deus é sem dúvida a terra de Sinim, precisamente onde o grande dragão vermelho descansa enrolado. Lá, Deus ganhará os descendentes do grande dragão vermelho para que ele seja completamente derrotado e humilhado.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro