26. Os princípios para entrar na realidade das palavras de Deus

(1) Deve-se ser capaz de colocar a verdade em prática, não importa o quanto seu entendimento dela seja superficial ou profundo. Na medida em que alguém se aprofunda na verdade, ele vem naturalmente a viver a realidade das palavras de Deus;

(2) Quando alguém entende a verdade em sua prática e experiência das palavras de Deus e quando vê que tudo o que Deus exige do homem é prático, ele passa naturalmente a amar a prática da verdade;

(3) A pessoa pode obter a iluminação e a orientação do Espírito Santo por meio da prática e experiência frequente das palavras de Deus e, ao praticar a verdade, sente paz e alívio na sua alma;

(4) Quando aqueles que praticam a verdade com frequência vivem a realidade das palavras de Deus, eles sabem claramente em seu coração que o fazem, e aqueles que entendem a verdade também podem ver claramente que o fazem.

Palavras de Deus relevantes:

Deus é um Deus prático: toda a Sua obra é prática, todas as palavras que Ele fala são práticas e todas as verdades que expressa são práticas. Tudo que não são Suas palavras é vazio, inexistente e infundado. Hoje, o Espírito Santo vai guiar as pessoas na direção das palavras de Deus. Se as pessoas estão aspirando a entrar na realidade, então elas devem buscar a realidade e conhecer a realidade, após o que devem experimentar a realidade e viver a realidade. Quanto mais as pessoas conhecem a realidade, mais são capazes de discernir se as palavras dos outros são reais; quanto mais as pessoas conhecem a realidade, menos noções elas têm; quanto mais as pessoas experimentam a realidade, mais elas conhecem os feitos do Deus de realidade e mais fácil é para elas se libertarem de seu caráter corrupto e satânico; quanto mais realidade as pessoas têm, mais conhecem Deus e mais detestam a carne e amam a verdade; e quanto mais realidade as pessoas têm, mais próximas ficam dos padrões das exigências de Deus. As pessoas que são ganhas por Deus são aquelas que se apossaram da realidade, que conhecem a realidade e que vieram a conhecer os feitos reais de Deus ao experimentar a realidade. Quanto mais você cooperar com Deus de uma maneira prática e disciplinar seu corpo, quanto mais você obtiver mais obterá a obra do Espírito Santo, mais ganhará realidade e mais será esclarecido por Deus — e, assim, maior se tornará seu conhecimento dos feitos reais de Deus. Se você for capaz de viver na luz presente do Espírito Santo, então a presente senda para a prática se tornará mais clara para você, e você será mais capaz de separar-se das noções religiosas e das velhas práticas do passado. Hoje, a realidade é o foco: quanto mais realidade as pessoas têm, mais claro é seu conhecimento da verdade e maior sua compreensão da vontade de Deus. A realidade pode superar todas as letras e doutrinas, pode superar toda teoria e habilidade, e quanto mais as pessoas se concentram na realidade mais verdadeiramente elas amam a Deus e têm fome e sede de Suas palavras. Se você sempre se concentrar na realidade, então sua filosofia de vida, suas noções religiosas e sua índole natural serão naturalmente expurgadas após a obra de Deus. Aqueles que não perseguem a realidade, e que não têm conhecimento da realidade, são propensos a buscar o que é sobrenatural e com facilidade serão enganados. O Espírito Santo não tem meios para operar em tais pessoas, e por isso elas se sentem vazias e percebem que sua vida não tem significado.

Extraído de ‘Como conhecer a realidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Deus não exige das pessoas a mera capacidade de falar sobre a realidade; isso seria fácil demais, não seria? Por que, então, Deus fala da entrada na vida? Por que Ele fala sobre transformação? Se as pessoas são capazes apenas de uma conversa vazia sobre a realidade, então podem alcançar uma transformação em seu caráter? Os bons soldados do reino não são treinados para ser um grupo de pessoas que só podem falar sobre a realidade ou se vangloriar; antes, são treinados para viver as palavras de Deus a todo momento, permanecer inflexíveis, apesar dos reveses que enfrentarem, e viver constantemente de acordo com as palavras de Deus e não voltar ao mundo. Essa é a realidade da qual Deus fala; essa é a exigência de Deus para o homem. Assim, não considere a realidade mencionada por Deus como sendo simples demais. O mero esclarecimento do Espírito Santo não equivale à posse da realidade. Tal não é a estatura do homem — é a graça de Deus, para a qual o homem não contribui em nada. Cada pessoa deve suportar os sofrimentos de Pedro e, ainda mais, possuir a glória de Pedro, que ela vive após ter ganhado a obra de Deus. Só isso pode ser chamado de realidade. Não pense que você possui a realidade só porque pode falar dela; isso é uma falácia. Tais pensamentos não concordam com a vontade de Deus e não têm significação real. Não diga essas coisas no futuro — suprima tais dizeres! Todos aqueles com um entendimento falso das palavras de Deus são descrentes. Eles não têm conhecimento real algum, muito menos qualquer estatura real; são pessoas ignorantes que carecem de realidade. Em outras palavras, todos aqueles que vivem fora da essência das palavras de Deus são descrentes. Aqueles considerados descrentes pelas pessoas são bestas aos olhos de Deus, e aqueles considerados descrentes por Deus são pessoas que não têm as palavras de Deus como sua vida. Pode, portanto, ser dito que aqueles que não possuem a realidade das palavras de Deus e que não vivem Suas palavras são descrentes. A intenção de Deus é fazer com que todos vivam a realidade de Suas palavras — não simplesmente que todos falem sobre a realidade, mas, mais que isso, capacitar todos a viver a realidade de Suas palavras. A realidade que o homem percebe é superficial demais; não tem valor e não pode satisfazer a vontade de Deus. É baixa demais e nem sequer merece menção. É deficiente demais e fica muito aquém dos padrões das exigências de Deus. Cada um de vocês será submetido a uma grande inspeção para ver quem dentre vocês sabe simplesmente como falar sobre o seu entendimento sem ser capaz de apontar a senda, bem como para descobrir quem dentre vocês é lixo inútil. Lembre-se disso a partir de agora! Não fale de conhecimento vazio; fale apenas sobre a senda da prática e sobre a realidade. Faça a transição do conhecimento real para a prática real e, depois, passe da prática para o viver real. Não passe um sermão nos outros e não fale sobre o conhecimento real. Se o seu entendimento é uma senda, então deixe suas palavras seguirem livres sobre ele; se não for, então, por favor, cale a sua boca e pare de falar! O que você diz é inútil. Você fala de entendimento a fim de iludir a Deus e fazer os outros invejarem você. Não é essa a sua ambição? Você não está brincando com os outros deliberadamente? Há algum valor nisso? Se falar de entendimento depois de tê-lo experimentado, você não será visto como um gabarola. Do contrário, você é alguém que cospe fora palavras arrogantes. Há muitas coisas em sua experiência real que você não consegue superar, e você não consegue se rebelar contra a própria carne; está sempre fazendo o que quer, nunca satisfazendo a vontade de Deus — mas ainda tem o descaro de falar sobre o entendimento teórico. Você é desavergonhado! Você ainda é ousado demais para falar do seu entendimento das palavras de Deus. Quanta impudência sua! Discursar e gabar-se passou a ser a sua natureza absoluta, e você se acostumou a fazer assim. Toda vez que deseja falar, você o faz com facilidade, mas, quando se trata de praticar, você se entrega às ornamentações. Isso não é um modo de enganar os outros? Você pode ser capaz de iludir os homens, mas Deus não pode ser ludibriado. Os homens são inconscientes e não têm discernimento, mas Deus é sério em relação a tais questões e Ele não o poupará. Seus irmãos e irmãs podem defender você, louvar seu entendimento e admirá-lo, mas, se você não possuir realidade, o Espírito Santo não o poupará. Talvez o Deus prático não busque suas falhas, mas o Espírito de Deus o ignorará, e isso já será difícil o bastante para você suportar. Você acredita nisso? Fale mais sobre a realidade da prática; você já se esqueceu? Fale mais sobre as sendas práticas; você já se esqueceu? “Ofereça menos teorias grandiosas e conversa inflada e sem valor; é melhor começar a prática a partir de agora.” Você esqueceu essas palavras? Não entende de jeito nenhum? Não tem compreensão da vontade de Deus?

Extraído de ‘Só pôr a verdade em prática é possuir realidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

A busca de entrada na vida por parte das pessoas baseia-se nas palavras de Deus. Previamente, foi dito que tudo se realiza por causa de Suas palavras, mas ninguém viu esse fato. Se você entrar na experiência da etapa atual, tudo ficará claro para você, e você estará construindo um bom alicerce para futuras provações. O que quer que Deus diga, concentre-se apenas em entrar em Suas palavras. Quando Deus diz que começará a castigar as pessoas, aceite o castigo Dele. Quando Deus pede às pessoas que morram, aceite essa provação. Se você sempre vive dentro de Suas declarações mais recentes, as palavras de Deus aperfeiçoarão você no final. Quanto mais você entrar nas palavras de Deus, mais rapidamente será aperfeiçoado. Por que, em comunicação após comunicação, Eu peço a vocês que conheçam e entrem nas palavras de Deus? Somente quando você busca e experimenta nas palavras de Deus, o Espírito Santo tem a oportunidade de operar em você. Portanto, todos vocês são participantes em todo método pelo qual Deus opera, e qualquer que seja o grau de seu sofrimento, no fim, todos receberão uma “recordação”. Para alcançarem sua perfeição final, vocês devem entrar em todas as palavras de Deus. O aperfeiçoamento das pessoas pelo Espírito Santo não é unilateral; Ele requer a cooperação delas, precisa que todos cooperem com Ele conscientemente. O que quer que Deus diga, concentre-se apenas em entrar em Suas palavras — isso será mais benéfico para a vida de vocês. Tudo isso é para o bem de alcançar uma mudança em seu caráter. Quando você entrar nas palavras de Deus, seu coração será movido por Ele e você será capaz de saber tudo o que Deus deseja alcançar nesta etapa de Sua obra, e você terá a resolução de alcançá-lo. Durante o tempo de castigo, havia aqueles que criam que isso era um método de operação e não criam nas palavras de Deus. Por consequência, não se submeteram a refinamento e emergiram do tempo de castigo sem ganhar nem compreender nada. Houve algumas pessoas que realmente entraram nessas palavras, sem ter uma sombra de dúvida, que disseram que as palavras de Deus são a verdade infalível e que a humanidade deveria ser castigada. Elas debateram-se com isso durante um tempo, abrindo mão de seu futuro e seu destino e, quando emergiram, seu caráter tinha passado por alguma mudança e elas tinham ganhado uma compreensão mais profunda de Deus. Todas aquelas que emergiram do castigo sentiram a beleza de Deus e perceberam que essa etapa da obra incorporava Seu grande amor que descia neles, que era a conquista e a salvação do amor de Deus. Elas também disseram que os pensamentos de Deus são sempre bons e que tudo o que Ele faz no homem vem do amor, não do ódio. As pessoas que não acreditaram nas palavras de Deus, que não prestaram atenção a Suas palavras, não se submeteram ao refinamento no tempo de castigo, e, como resultado, o Espírito Santo não estava com elas e elas nada ganharam. No caso daquelas que entraram no tempo de castigo, embora tenham de fato se submetido ao refinamento, o Espírito Santo estava operando oculto dentro delas, e o caráter de vida delas foi transformado como resultado disso. Algumas pareciam, no tocante a toda aparência externa, muito positivas, cheias de bom ânimo o dia inteiro, mas não entraram no estado de refinamento das palavras de Deus e, assim, não mudaram nada, o que foi a consequência de não acreditarem nas Suas palavras. Se você não acreditar nas palavras de Deus, o Espírito Santo não operará em você. Deus aparece a todos os que acreditam em Suas palavras, e aqueles que acreditam nelas e as aceitam serão capazes de ganhar Seu amor!

Extraído de ‘As pessoas cujo caráter mudou são as que entraram na realidade das palavras de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

Ganhar conhecimento da praticidade e um entendimento completo da obra de Deus — ambos são vistos em Suas palavras, e é só através dessas declarações que você pode ganhar esclarecimento. Portanto, você deveria fazer mais para se equipar com as palavras de Deus. Comunique seu entendimento das palavras de Deus em comunhão, e dessa maneira você pode esclarecer os outros e dar-lhes uma saída — essa é uma senda prática. Antes de Deus arranjar um ambiente para você, cada um de vocês precisa primeiro se equipar com Suas palavras. Isso é algo que todos deveriam fazer; é uma prioridade urgente. Primeiro, chegue a um ponto em que você saiba como comer e beber da palavra de Deus. Para qualquer coisa que você for incapaz de fazer, busque Suas palavras para uma senda de prática e esquadrinhe essas declarações para quaisquer assuntos que não entenda ou quaisquer dificuldades que possa ter. Faça das palavras de Deus a sua provisão e permita que elas o assistam na resolução de suas dificuldades e problemas práticos; permita também que as Suas palavras se tornem o seu auxílio na vida. Essas coisas exigirão esforço de sua parte. Ao comer e beber da palavra de Deus, você precisa alcançar resultados; precisa ser capaz de aquietar seu coração perante Ele e precisa praticar conforme as Suas declarações toda vez que encontrar quaisquer problemas. Quando não tiver encontrado problema algum, você deveria simplesmente se concentrar em comer e beber de Sua palavra. Às vezes, você pode orar e contemplar o amor de Deus, compartilhar o seu entendimento de Suas palavras em comunhão e comunicar sobre o esclarecimento e a iluminação que experimenta dentro de si mesmo e as reações que tem tido enquanto lê essas declarações. Além do mais, você pode dar uma saída às pessoas. Apenas isso é prático. O objetivo de fazer isso é permitir que as palavras de Deus se tornem a sua provisão prática.

No curso de um dia, quantas horas você passa nas quais está genuinamente perante Deus? Quanto de seu dia é de fato dedicado a Deus? Quanto é dedicado à carne? Ter um coração sempre voltado para Deus é o primeiro passo para estar na trilha certa de ser aperfeiçoado por Ele. Se você puder devotar seu coração, corpo e todo o seu amor genuíno a Deus, colocá-los diante Dele, ser completamente obediente a Ele e ser absolutamente atento à Sua vontade — não pela carne, não pela família e não pelos seus desejos próprios e pessoais, mas pelos interesses da casa de Deus, tomando a palavra de Deus como o princípio e a base de tudo — então, ao fazer isso, suas intenções e suas perspectivas estarão todas no lugar certo e você então será uma pessoa perante Deus que recebe Seu elogio. As pessoas de quem Deus gosta são aquelas que são absolutas para com Ele; são aquelas que podem ser devotadas exclusivamente a Ele. Aquelas a quem Ele abomina são as que têm o coração dividido em relação a Ele e que se rebelam contra Ele. Ele abomina aquelas que acreditam Nele e sempre querem desfrutar Dele enquanto continuam sendo incapazes de se despender completamente por Sua causa. Ele abomina aquelas que dizem que O amam, mas que se rebelam contra Ele em seu coração; Ele abomina aquelas que usam palavras eloquentes e rebuscadas para envolver em engano. Aquelas que não são genuinamente dedicadas a Deus ou que não se submeteram verdadeiramente perante Ele são traiçoeiras e excessivamente arrogantes por natureza. Aquelas que não conseguem ser genuinamente submissas em frente ao Deus normal e prático são ainda mais arrogantes e são especialmente a progenitura dedicada do arcanjo. Pessoas que verdadeiramente se despendem por Deus expõem seu ser inteiro perante Ele; submetem-se genuinamente a todas as Suas declarações e são capazes de pôr as Suas palavras em prática. Elas fazem das palavras de Deus a base de sua existência e são capazes de procurar seriamente dentro das palavras de Deus para descobrir quais partes praticar. Tais são as pessoas que verdadeiramente vivem perante Deus. Se o que você fizer for benéfico para a sua vida e, por meio do comer e beber das Suas palavras, você puder suprir suas inadequações e necessidades interiores de forma que seu caráter de vida seja transformado, então isso satisfará a vontade de Deus. Se você agir em concordância com as exigências de Deus e se não satisfizer a carne, mas, em vez disso, satisfizer a Sua vontade, então nisso você terá entrado na realidade de Suas palavras. Falar de entrar na realidade das palavras de Deus mais realisticamente significa que você pode desempenhar o seu dever e atender as exigências de Deus. Somente esses tipos de ações práticas podem ser chamados de entrar na realidade de Suas palavras. Se for capaz de entrar nessa realidade, então você possuirá a verdade. Isso é o começo da entrada na realidade; você precisa primeiro empreender esse treinamento e só depois será capaz de entrar em realidades ainda mais profundas. Considere como guardar os mandamentos e como ser leal na frente de Deus; não pense constantemente sobre quando você será capaz de entrar no reino. Se seu caráter não mudar, então o que quer que você pense será inútil! Para entrar na realidade das palavras de Deus, você precisa primeiro chegar ao ponto em que suas ideias e seus pensamentos todos sejam para Deus — essa é a necessidade mais básica.

Extraído de ‘Aqueles que verdadeiramente amam a Deus são os que podem se submeter totalmente à Sua praticidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

Em suma, tomar a senda de Pedro na fé de alguém significa caminhar na senda da busca da verdade, a qual também é a senda de conseguir se conhecer verdadeiramente e mudar seu caráter. Só ao caminhar na senda de Pedro a pessoa estará na senda de ser aperfeiçoada por Deus. Deve-se estar certo de como, exatamente, caminhar na senda de Pedro e também de como colocá-la em prática. Primeiro, é preciso deixar de lado as próprias intenções da pessoa, as buscas inadequadas e até a família e todas as coisas da própria carne. É preciso ser devotado de todo o coração; isto é, é preciso devotar-se completamente à palavra de Deus, manter o foco em comer e beber as palavras de Deus, concentrar-se na busca pela verdade e na busca pelas intenções de Deus em Suas palavras e tentar compreender a vontade de Deus em tudo. Esse é o método de prática mais fundamental e vital. Foi o que Pedro fez após ver Jesus e é somente praticando dessa maneira que alguém pode alcançar os melhores resultados. Dedicar-se de todo o coração às palavras de Deus envolve primeiramente buscar a verdade, buscar as intenções de Deus em Suas palavras, focando-se em compreender a vontade de Deus, entender e obter mais verdade das palavras de Deus. Quando lia Suas palavras, Pedro não estava focado em entender as doutrinas, muito menos em obter conhecimento teológico; em vez disso, concentrava-se em compreender a verdade e captar a vontade de Deus, bem como alcançar um entendimento de Seu caráter e Sua amabilidade. Pedro também tentava entender os diversos estados corruptos do homem a partir das palavras de Deus, bem como a natureza corrupta e a real deficiência do homem, conhecendo assim todos os aspectos das exigências de Deus ao homem a fim de satisfazê-Lo. Pedro tinha muitas práticas corretas que acatavam as palavras de Deus; isso estava mais de acordo com a vontade de Deus e era a melhor maneira de uma pessoa poder colaborar ao experimentar a obra de Deus. Ao vivenciar as centenas de provações de Deus, Pedro examinou rigorosamente a si mesmo, comparando-se com cada palavra do julgamento de Deus em relação ao homem, com cada palavra da revelação de Deus ao homem, com cada palavra de Suas demandas ao homem, e se esforçou para sondar o significado daquelas palavras. Com determinação, ele tentou ponderar e memorizar cada palavra que Jesus lhe dissera e alcançou resultados muito bons. Através dessa maneira de praticar, ele foi capaz de alcançar um entendimento de si mesmo a partir das palavras de Deus, e não só veio a entender os vários estados corruptos do homem, como também veio a entender a essência, a natureza e as várias deficiências do homem. Isso é o que significa entender verdadeiramente a si mesmo. Das palavras de Deus, Pedro não só alcançou um entendimento verdadeiro de si mesmo, mas, das coisas expressas nas palavras de Deus — o caráter justo de Deus, o que Ele tem e é, a vontade de Deus para Sua obra, Suas exigências à humanidade —, dessas palavras, ele veio a conhecer Deus completamente. Ele veio a conhecer o caráter de Deus e a Sua essência; ele veio a conhecer e entender o que Deus tem e é, bem como a amabilidade de Deus e as exigências de Deus ao homem. Embora Deus não falasse tanto naquele tempo quanto fala hoje, resultados nesses aspectos, todavia, foram alcançados em Pedro. Isso foi algo raro e precioso. Pedro passou por centenas de provações, mas não sofreu em vão. Ele não só veio a entender a si mesmo a partir das palavras e da obra de Deus, como também veio a conhecer Deus. Além disso, ele se concentrou sobretudo nas exigências de Deus para com a humanidade sob Suas palavras. Em quaisquer que fossem os aspectos que o homem deveria satisfazer a Deus para estar alinhado com a Sua vontade, Pedro foi capaz de dedicar um grande esforço nesses aspectos e alcançar total clareza; isso foi extremamente benéfico em relação à sua entrada. Independentemente do que Deus falasse, contanto que aquelas palavras pudessem se tornar a vida e são a verdade, Pedro frequentemente era capaz de esculpi-las em seu coração para refletir sobre elas e apreciá-las. Após ouvir as palavras de Jesus, ele foi capaz de levá-las a sério, o que mostra que ele estava concentrado sobretudo nas palavras de Deus e verdadeiramente alcançou os resultados no fim. Ou seja, de livre vontade ele foi capaz de pôr as palavras de Deus em prática, de praticar a verdade e alinhar-se com a vontade de Deus perfeitamente, de agir inteiramente de acordo com a intenção de Deus e de desistir de suas opiniões e imaginações pessoais. Dessa forma, Pedro entrou na realidade das palavras de Deus.

Extraído de ‘Como trilhar a senda de Pedro’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Entrar na verdade-realidade não é uma questão simples. A chave é concentrar-se em buscar a verdade e colocar a verdade em prática. Você deve ter essas coisas em seu coração todos os dias. Independentemente de quais problemas você enfrente, não proteja sempre seus próprios interesses; antes, aprenda a buscar a verdade e a autorrefletir. Não importa que corrupções sejam reveladas em você, você não pode permitir que não sejam controladas; é melhor se você puder refletir sobre sua essência corrupta e reconhecê-la. Se, em situações do dia a dia, seus pensamentos se concentram em como resolver seu caráter corrupto, em como praticar a verdade e em qual é a verdade-princípio, então você é capaz de aprender a usar a verdade para resolver seus problemas de acordo com as palavras de Deus. Ao fazê-lo, você gradualmente entrará na realidade. Se sua mente está cheia de pensamentos sobre como alcançar uma posição mais elevada ou o que fazer na frente dos outros para conseguir que o admirem, então você está na senda errada. Significa que você está fazendo coisas por Satanás; está prestando serviço. Se sua mente está cheio de pensamentos sobre como mudar para que você seja cada vez mais semelhante a um humano, esteja de acordo com as intenções de Deus, seja capaz de se submeter a Ele e de reverenciá-Lo e de mostrar moderação e de aceitar o Seu escrutínio em tudo que faz, então sua condição ficará cada vez melhor. É isso que significa ser alguém que vive diante de Deus. Sendo assim, há duas sendas: uma enfatiza apenas o comportamento, realizando as próprias ambições, os próprios desejos, intenções e planos; isso é viver diante de Satanás e viver sob seu império. A outra senda enfatiza como satisfazer a vontade de Deus, entrar na verdade-realidade, submeter-se a Deus e não ter equívocos nem desobediência para com Ele, a fim de reverenciar a Deus e cumprir bem o seu dever. É isso que significa viver diante de Deus.

Extraído de ‘Apenas praticando a verdade é possível possuir humanidade normal’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Com cada verdade, as pessoas deveriam buscar, contemplar e investigar qual é o significado interior dessa verdade, como praticar esse aspecto da verdade e como entrar nele. Essas são coisas que as pessoas deveriam fazer. Dos diversos aspectos da verdade que agora se deveria possuir ao acreditar em Deus, vocês entendem apenas significados literais, doutrina e aparências externas; vocês não entendem a essência da verdade, pois não a experimentaram. Por exemplo: há muita verdade no âmbito de realizar o seu dever e na âmbito de amar a Deus, e as pessoas devem entender muita verdade se desejarem conhecer a si mesmas. Há também muita verdade que deve ser compreendida no significado e no mistério da encarnação. Como as pessoas deveriam se comportar, por exemplo; como deveriam adorar a Deus; como deveriam obedecer a Deus; o que deveriam fazer para se conformar à vontade de Deus; como deveriam servir a Deus — todos esses particulares contêm muita verdade. Como vocês pensam ou contemplam a verdade nesses diversos aspectos da verdade? Há verdade muito profunda em cada um deles que as pessoas devem experimentar. Se você fala somente das palavras na superfície, mas nunca se aprofunda nessas coisas para contemplá-las e experimentá-las, você viverá para sempre acima da superfície das palavras e nunca mudará.

Extraído de ‘Somente buscar a verdade é verdadeiramente crer em Deus’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Algumas pessoas se equipam com a verdade para ajudar os outros e servir a Deus e para liderar a igreja adequadamente. Essa visão está correta? Independentemente de quantas mensagens você tenha ouvido ou de quais sejam seus planos, deixe que Eu lhe diga o que é o mais importante e qual é a visão mais correta: qualquer dever que você desempenhar e seja você um líder ou não, você deve primeiro examinar a si mesmo mediante as palavras de Deus e implementá-las dentro de você. Não as trate como ferramentas em seu trabalho ou como coisas que você acumulou. Se você for bem-sucedido em tudo isso, certamente será capaz de fazer bem o seu trabalho. Se você sempre quiser medir outras pessoas por essas palavras, aplicá-las a outras pessoas ou considerá-las como capital para o próprio trabalho, você estará em apuros; isso significa que você está trilhando a senda de Paulo. Essa é a verdade absoluta. Por ter essa visão, você sem dúvida trata essas palavras como doutrina e teoria e deseja divulgá-las e fazer o trabalho — e isso é algo muito perigoso. Se você se mede pelas palavras de Deus e você mesmo começa a colocá-las em prática, o primeiro a mudar e alcançar a entrada será você. Somente se ganhar alguma coisa, você terá a estatura, as qualificações e a capacidade para fazer bem o trabalho que deve fazer. Se você não tiver estatura, não tiver experiência e não tiver ganho entrada, você está trabalhando às cegas, correndo às cegas, e isso não terá resultado real. Qualquer que seja o aspecto da verdade-realidade que tenha ouvido, se você se comparar a ele, se você implementar essas palavras na própria vida e as incorporar em sua prática, então você definitivamente ganhará algo e estará fadado a mudar. Se simplesmente encher sua barriga com essas palavras e memorizá-las em sua mente, então você nunca mudará. Enquanto ouve os sermões, você deve ponderar o seguinte: “A que tipo de estado essas palavras se referem? A que aspecto da essência elas se referem? A que assuntos devo aplicar esse aspecto da verdade? Sempre que eu faço algo relacionado a esse aspecto da verdade, estou agindo de acordo com ele? E quando estou colocando isso em prática, meu estado está de acordo com essas palavras? Se não, devo buscar comunhão ou esperar?” Vocês praticam dessa maneira em sua vida? Se não o fazem, então suas vidas estão sem Deus e sem a verdade. Vocês vivem de acordo com letras e doutrinas ou de acordo com seus próprios interesses, confiança e entusiasmo. Aqueles que não possuem a verdade como realidade são os que não têm realidade, e as pessoas que não têm as palavras de Deus como realidade são as que não entraram em Suas palavras. Vocês entendem o que eu estou dizendo? É melhor entendam, mas independentemente de qual seja o seu entendimento delas e de quanto você compreendeu do que ouviu, o crucial é que você seja capaz de introduzir em sua vida o que compreendeu e colocar isso em prática. Só então sua estatura poderá crescer e só então ocorrerão mudanças em seu caráter.

Extraído de ‘A prática mais fundamental de ser uma pessoa honesta’ em “Registros das falas de Cristo dos últimos dias”

Ao crer em Deus, se as pessoas desejam transformação de seu caráter, elas não devem se separar da vida real. Na vida real, você deve conhecer a si mesmo, renunciar a si mesmo, praticar a verdade e também aprender os princípios, bom senso e regras de conduta própria em todas as coisas antes de ser capaz de alcançar uma transformação gradual. Se você se concentrar apenas no conhecimento teórico e viver apenas em meio a cerimônias religiosas sem entrar profundamente na realidade, sem entrar na vida real, você nunca entrará na realidade, você nunca conhecerá a si mesmo, a verdade ou a Deus, e você será para sempre cego e ignorante. A obra de Deus de salvar as pessoas não é permitir que elas vivam vidas humanas normais depois de um curto período, nem é transformar suas noções e doutrinas errôneas. Antes, Seu propósito é mudar o caráter antigo das pessoas, mudar todo o seu antigo jeito de viver, e mudar todos os seus modos de pensar e sua perspectiva mental ultrapassados. Concentrar-se apenas na vida da igreja não mudará os velhos hábitos de vida das pessoas nem os velhos modos como viveram por muito tempo. Não importa o que aconteça, as pessoas não devem se desligar da vida real. Deus pede que as pessoas vivam a humanidade normal na vida real, não apenas na vida da igreja; que vivam a verdade na vida real, não apenas na vida da igreja; e que realizem suas funções na vida real, não apenas na vida da igreja. Para entrar na realidade, é preciso direcionar tudo para a vida real. Se, ao acreditar em Deus, as pessoas não puderem chegar a se conhecer por meio da entrada na vida real, se não puderem viver a humanidade normal na vida real, então elas se tornarão fracassos. Todos aqueles que desobedecem a Deus não podem entrar na vida real. Todas são pessoas que falam de humanidade, mas vivem a natureza de demônios. Todas são pessoas que falam da verdade, mas, ao invés disso, vivem doutrinas. Os que são incapazes de viver a verdade na vida real são os que acreditam em Deus, mas são detestados e rejeitados por Ele. Você tem de praticar sua entrada na vida real, conhecer suas próprias deficiências, desobediência e ignorância, e conhecer sua humanidade anormal e suas fraquezas. Dessa forma, seu conhecimento será integrado à sua condição e dificuldades reais. Somente esse tipo de conhecimento é real e pode permitir que você realmente compreenda sua própria condição e alcance a transformação de caráter.

Extraído de ‘Discutindo a vida da igreja e a vida real’ em “A Palavra manifesta em carne”

Anterior: 25. Os princípios para praticar a verdade

Próximo: 27. Os princípios para viver segundo as palavras de Deus

Durante desastres, além de rezar, a coisa mais crítica para nós é encontrar a maneira de sermos protegidos. Junte-se ao nosso grupo de estudo gratuitamente.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Sumário

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro