Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Palavras clássicas de Deus Todo-Poderoso sobre o evangelho do reino

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Busca por

Nenhum resultado encontrado

`

Você deveria preparar uma quantidade suficiente de boas ações por seu destino

Tenho feito muita abra entre vocês e, claro, tenho feito também diversas declarações. Contudo, não posso evitar a impressão de que Minhas palavras e Minha obra não cumpriram completamente o objetivo da Minha obra nos últimos dias. Isto porque, nos últimos dias, Minha obra não é em benefício de certa pessoa ou certo povo, mas visa demonstrar o Meu caráter inerente. Todavia, por uma miríade de razões – talvez falta de tempo ou agenda de trabalho movimentada – Meu caráter não deu ao homem condições de Me conhecer minimamente. Portanto, Eu avanço com o Meu novo plano, com Minha obra final, para revelar uma nova página na Minha obra para que todos que Me veem batam no peito, chorem e se lamentem incessantemente em razão de Minha existência. Isto se deve a que Eu trago o fim da humanidade para o mundo e, de agora em diante, revelo todo o Meu caráter perante a humanidade, de modo a todos os que Me conhecem e todos os que não Me conhecem possam deleitar seus olhos e ver que Eu, de fato, vim ao mundo humano, vim à terra, onde todas as coisas se multiplicam. Esse é o Meu plano, é Minha única “confissão” desde Minha criação da humanidade. Desejo que vocês prestem a máxima atenção em todos os Meus movimentos, pois mais uma vez Meu bastão arremete perto da humanidade, de todos aqueles que se opõem a Mim.

Junto com os céus, Eu inicio a obra que devo fazer. Assim, abro Meu caminho entre as torrentes de gente e viajo entre céu e terra, sem ninguém jamais perceber Meus movimentos nem reparar nas Minhas palavras. Portanto, Meu plano ainda avança sem dificuldades. Só que todos os seus sentidos ficaram tão entorpecidos que vocês não têm a mínima noção dos estágios da Minha obra. Mas, certamente há de chegar o dia em que vocês se darão conta da Minha intenção. Hoje Eu vivo com vocês e sofro com vocês. Já há muito tempo compreendi a atitude da humanidade perante Mim. Não pretendo esclarecer mais nada, muito menos dar outros exemplos de um assunto penoso para vos envergonhar. Meu único desejo é que guardem no coração tudo o que vocês têm feito, para podermos cotejar nossas contas quando nos encontrarmos de novo. Não quero acusar falsamente nenhum de vocês, pois sempre agi com justiça, equidade e honradez. Por certo, Eu também desejo que vocês sejam sinceros e magnânimos e nada façam contra o céu, a terra e sua consciência. Essa é a única coisa que peço a vocês. Muitas pessoas estão desassossegadas e doentes porque cometeram erros atrozes, muitas têm vergonha de si mesmas porque nunca realizaram sequer uma boa ação. Mas, há também muitas que, longe de se sentirem desmoralizadas pelos seus pecados, vão de mal a pior, tirando de vez a máscara que esconde suas feições abomináveis – que ainda tinham de ser totalmente expostas – para pôr à prova Meu caráter. Eu não ligo nem atento para as ações de pessoa alguma. Em vez disso, prefiro fazer o que devo fazer, quer seja reunir informações, perambular pela terra ou fazer algo do Meu interesse. Em ocasiões importantes, prosseguirei com Minha obra entre os homens como planejado no início, nem um segundo antes ou depois, com facilidade e presteza. Entretanto, a cada etapa da Minha obra alguns homens são postos de lado, pois Eu aborreço o jeito bajulador e a subserviência fingida deles. Aqueles que Me repugnam com certeza serão abandonados, quer de propósito, quer involuntariamente. Para encurtar: quero todos aqueles que desprezo bem longe de Mim. Nem preciso dizer, mas não pouparei os malvados que permanecerem na Minha casa. Como o dia da punição do homem está próximo, não tenho pressa em expulsar todas essas almas desprezíveis, pois tenho o Meu próprio plano.

Agora é o momento de Eu determinar o fim de cada pessoa, não a etapa de começar a operar o ser humano. Anoto no Meu livro de registros, uma por uma, as palavras e ações de cada pessoa, bem como a senda que elas percorrem ao seguir-Me, suas características inerentes e seu desempenho final. Deste modo, nenhum tipo de homem escapará à Minha mão e todos estarão com os de sua classe, segundo Eu dispuser. Eu defino o destino de cada pessoa não com base em sua idade, antiguidade, quantidade de sofrimento, nem muito menos seu grau de penúria, mas se ela possui a verdade. Não há outra escolha além desta. Vocês devem entender que todos os que não seguem a vontade de Deus serão punidos. Esse fato é imutável. Logo, todos os punidos assim o são para a justiça de Deus e como punição por seus numerosos atos malignos. Não fiz uma única mudança no Meu plano desde seu início. É só que, no que diz respeito aos homens, o número daqueles a quem dirijo Minhas palavras parece diminuir, como também o daqueles que Eu realmente aprovo. Mas, Eu afirmo que Meu plano nunca mudou; a fé e o amor do homem é que estão sempre mudando, sempre minguando, a ponto de ser possível cada homem começar a Me bajular e depois passar a Me tratar com frieza ou até Me expulsar. Minha atitude quanto a vocês não será nem quente nem fria, até Eu sentir repugnância e aversão e, finalmente, impor a punição. Contudo, no dia de sua punição, Eu ainda os verei, mas vocês não mais conseguirão Me ver. Como a vida entre vocês já se tornou maçante e enfadonha para Mim, é desnecessário dizer que escolhi diferentes lugares onde viver, os melhores para evitar a dor de suas palavras maldosas e Me afastar do seu comportamento insuportavelmente vil, para que vocês não possam mais Me enganar ou tratar superficialmente. Antes de deixá-los, devo ainda os exortar a se absterem de fazer o que não está em conformidade com a verdade. Em lugar disso, vocês deveriam fazer o que é agradável para todos, o que traz benefício para todos os homens e o que é benéfico a vosso próprio destino, pois, do contrário, quem há de sofrer em meio ao desastre não será ninguém além de você mesmo.

Minha misericórdia expressa-se naqueles que Me amam e negam a si mesmos. E a punição imposto aos malvados é justamente prova de Meu caráter justo e, mais ainda, testemunho da Minha ira. Quando o desastre vier, fome e pestes atingirão a todos aqueles que a Mim se opõem, e eles cairão em pranto. Aqueles que cometeram toda espécie de perversidade, mas Me seguiram por muitos anos, não escaparão à acusação; eles também, ao caírem no desastre – de dimensão raramente vista ao longo das eras –, passarão a viver num constante estado de pânico e pavor. E aqueles de Meus seguidores que se têm mostrado leais somente a Mim hão de se regozijar e aplaudirão Meu poderio. Eles experimentarão inefável contentamento e viverão numa alegria que nunca antes concedi ao ser humano. Porque Eu prezo as boas ações dos homens e abomino as más. Desde que comecei a conduzir a humanidade, Eu almejo ardentemente ganhar um grupo de homens com mentalidade como a Minha. Nunca Me esqueci daqueles cuja mentalidade é diferente da Minha; tenho-os guardado com ódio no Meu coração, esperando a oportunidade de lhes impor a Minha retribuição, que terei prazer em ver. Até que enfim Meu dia chegou, não preciso esperar mais!

Minha obra final não tem por objetivo apenas punir os homens, mas também providenciar o destino deles. E, mais ainda, o objetivo é receber o reconhecimento de todos por tudo o que fiz. Quero que todos e cada um dos homens vejam que tudo o que fiz é correto e que tudo o que fiz é expressão do Meu caráter; o que deu origem ao ser humano não foi a ação do homem, menos ainda da natureza. Ao contrário, sou Eu quem nutre todo ser vivo na criação. Sem a Minha existência, o gênero humano só perecerá e sofrerá o flagelo das calamidades. Nenhum ser humano tornará a ver a beleza do sol e da lua nem o mundo verde; a humanidade só há de se deparar com a noite gélida e o vale implacável da sombra da morte. Sou a única salvação da humanidade. Sou a única esperança da humanidade e Sou, em especial, Aquele sobre quem se assenta a existência de toda a humanidade. Sem Mim, a humanidade imediatamente ficará paralisada. Sem Mim, a humanidade sofrerá uma catástrofe e será espezinhada por toda espécie de espectros, ainda que ninguém Me preste atenção. Fiz uma obra que mais ninguém pode fazer e Meu único desejo é o homem ser capaz de Me retribuir com algumas boas ações. Muito embora bem poucos possam Me retribuir, Eu ainda concluirei a Minha jornada no mundo humano e darei início à próxima etapa da Minha obra que está se desdobrando, porque Minha azáfama toda destes muitos anos em meio aos homens tem sido proveitosa e estou muito satisfeito. Não Me importo com o número de homens, mas com suas boas ações. Seja como for, espero que vocês preparem uma quantidade suficiente de boas ações por seu próprio destino. Com isso, ficarei satisfeito; se não, nenhum de vocês se escapará do desastre que lhes acontece. O desastre tem origem em Mim e, claro, é por Mim orquestrado. Se não conseguirem parecer bons aos Meus olhos, não escaparão de sofrer o desastre. No meio da tribulação, seus atos e feitos não foram considerados de todo apropriados, pois sua fé e seu amor eram insinceros e vocês só se mostraram medrosos ou valentões. No que tange a esse aspecto, o Meu julgamento será só de bom ou mau. O Meu interesse continua a ser o modo de cada um de vocês agir e se expressar, com base no que vou definir seu fim. Todavia, devo deixar claro: não terei mais piedade por aqueles que não Me ofereceram sequer um pouquinho de lealdade em tempos de adversidade, pois Minha piedade vai só até aqui. Além disso, não tenho apreço algum por quem já Me foi desleal e gosto ainda menos de Me associar com quem trai os interesses de seus amigos. Este é Meu caráter, seja quem for a pessoa. Isso Eu devo lhes dizer: não darei Minha clemência pela segunda vez a quem partir Meu coração, e quem tiver sido fiel a Mim ficará no Meu coração para todo o sempre.

Anterior:Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna

Próximo:Conhecer a obra de Deus hoje

Coisas que talvez lhe interessem