9. Como se deve praticar e entrar para ser uma pessoa honesta?

Palavras de Deus relevantes:

Buscar a verdade é o mais importante, e praticá-la é, na verdade, muito simples. Você deveria começar sendo uma pessoa honesta e falando a verdade, abrindo seu coração. Se existe algo do qual você sente vergonha demais para discuti-lo com seus irmãos e irmãs, então você deve se ajoelhar e contar para Deus através da oração. O que você deveria dizer para Deus? Diga a Deus o que está em seu coração; não ofereça cordialidades vazias nem tente enganá-Lo. Comece sendo honesto. Se você foi fraco, diga que foi fraco; se você foi malvado, diga que foi malvado; se você foi desonesto, diga que foi desonesto; se você teve pensamentos cruéis e insidiosos, fale com Deus sobre eles. Se você está sempre competindo por uma posição, fale com Ele sobre isso também. Deixe que Deus discipline você; deixe que Ele arranje um ambiente para você. Permita que Deus ajude você a atravessar todas as suas dificuldades e a resolver todos os seus problemas. Você deve abrir seu coração; não o mantenha fechado. Mesmo que você O exclua, Ele ainda consegue ver seu interior. No entanto, se você se abrir para Ele, você pode ganhar a verdade. Qual senda você acha que deveria escolher? Comece sendo honesto e, de forma alguma, finja. […] Seu coração só pode se abrir se você praticar a honestidade, e apenas quando o seu coração se abrir a verdade pode entrar em você, então você pode, por sua vez, entendê-la e ganhá-la. Se seu coração estiver sempre fechado, se você nunca falar a verdade para ninguém e se você for sempre evasivo e esquivo, então que resultará de toda essa sua evasão? No fim, você arruinará a si mesmo e será incapaz de compreender ou ganhar quaisquer verdades. em “Registros das falas de Cristo”

Para ser honesto, primeiro você precisar desnudar seu coração de modo que todos possam ver o seu coração, ver tudo que você está pensando e ver a sua verdadeira face; você não deve fingir nem tentar se encobrir. Só então as pessoas confiarão em você e o considerarão honesto. Essa é a prática mais fundamental, e o pré-requisito, de ser honesto. Você está sempre fingindo, sempre simulando santidade, virtuosidade, grandeza, simulando qualidades morais elevadas. Você não permite que as pessoas vejam a sua corrupção e seus fracassos. Você apresenta uma imagem falsa às pessoas, para que elas acreditem que você é honrado, grandioso, abnegado, imparcial e altruísta. Isso é desonestidade. Não finja e não se embrulhe para presente; ao contrário, desnude-se e desnude o seu coração para os outros verem. Se você puder desnudar o seu coração para os outros verem e desnudar tudo que pensa e planeja fazer em seu coração — independentemente de ser positivo ou negativo —, então você não está sendo honesto? Se é capaz de se desnudar para os outros verem, Deus também verá você e dirá: “Você se desnudou para os outros verem e, por isso, diante de Mim você certamente é honesto também”. Se você só se desnudar para Deus fora da vista dos outros, se sempre fingir ser grandioso e virtuoso ou justo e altruísta diante deles, então o que Deus vai pensar e o que Deus vai dizer? Deus dirá: “Você é genuinamente enganador, você é puramente hipócrita e mesquinho, e não é honesto”. Deus condenará você assim. Se deseja ser honesto, então, independentemente do que fizer diante de Deus ou das pessoas, você deveria ser capaz de se abrir e de se desnudar.

Extraído de ‘A prática mais fundamental de ser uma pessoa honesta’ em “Registros das falas de Cristo”

Hoje em dia, a maioria das pessoas tem muito medo de apresentar suas ações diante de Deus e, embora você possa enganar a Sua carne, não pode enganar o Seu Espírito. Qualquer assunto que não possa resistir à observação de Deus não está de acordo com a verdade e deve ser deixado de lado; caso contrário, é um pecado contra Deus. Portanto, quer seja quando você ora, quando conversa e tem comunhão com seus irmãos e irmãs, ou quando cumpre seu dever e cuida dos seus afazeres, você deve colocar seu coração perante Deus. Quando você cumpre a sua função, Deus está com você, e contanto que sua intenção esteja correta e seja para a obra da casa de Deus, Ele aceitará tudo o que você faz; você deveria se dedicar sinceramente a cumprir a sua função. Quando você ora, se você tem amor a Deus em seu coração e busca o cuidado, a proteção e a observação de Deus, se essas são as suas intenções, suas orações serão eficazes. Por exemplo, quando você ora em reuniões, se você abre seu coração e ora a Deus e diz a Ele o que está em seu coração sem falar falsidades — então suas orações serão eficazes.

Extraído de ‘Deus aperfeiçoa aqueles que são segundo Seu coração’ em “A Palavra manifesta em carne”

Hoje, qualquer pessoa que não possa aceitar a observação de Deus não pode receber a Sua aprovação, e quem quer que não conheça o Deus encarnado não pode ser aperfeiçoado. Veja tudo o que você faz e considere se todas as suas ações podem ser apresentadas diante de Deus. Se você não pode levar tudo o que você faz perante Deus, isso mostra que você é malfeitor. Os malfeitores podem ser aperfeiçoados? Tudo o que você faz, cada ação, cada intenção e cada reação devem ser levadas perante Deus. Até mesmo sua vida espiritual diária — suas orações, sua proximidade com Deus, comer e beber das palavras de Deus, a comunhão com seus irmãos e irmãs, viver a vida da igreja e o seu serviço em parceria — deve ser levada para diante de Deus e observada por Ele. É essa prática que vai ajudar você a amadurecer na vida. O processo de aceitar a observação de Deus é o processo de purificação. Quanto mais você puder aceitar o escrutínio de Deus, mais você será purificado, e mais você estará de acordo com a vontade de Deus, de modo que você não será atraído à devassidão, e seu coração viverá na Sua presença. Quanto mais você aceitar a observação Dele, mais envergonhado ficará Satanás e mais você será capaz de renunciar à carne. Assim, aceitar a observação de Deus é um caminho que as pessoas devem praticar. Seja o que for que você faça, mesmo durante a comunhão com seus irmãos e irmãs, se você levar seus atos perante Deus e buscar a Sua observação, e se sua intenção for obedecer ao Próprio Deus, aquilo que você pratica será muito mais correto. Apenas se você levar tudo o que você faz para diante de Deus e aceitar a Sua observação você poderá ser alguém que vive na presença de Deus.

Extraído de ‘Deus aperfeiçoa aqueles que são segundo Seu coração’ em “A Palavra manifesta em carne”

Ser honesto significa entregar seu coração a Deus; jamais traí-Lo em nada; ser aberto com Ele em todas as coisas, nunca esconder a verdade; nunca fazer aquilo que engana seus superiores e que ilude seus subordinados e nunca fazer aquilo que simplesmente pareça impressionar bem a Deus. Resumindo, ser honesto é abster-se da impureza em suas ações e palavras e não enganar nem a Deus nem aos homens. […] Alguns se comportam de modo impecável e parecem ser especialmente “polidos” na presença de Deus, mas ficam desafiadores e perdem todo comedimento na presença do Espírito. Vocês considerariam tais pessoas como pertencentes às fileiras dos honestos? Se você for hipócrita e adepto da socialização, então digo que você é definitivamente uma pessoa que brinca com Deus. Se suas palavras forem infestadas de desculpas e justificativas sem valor, então digo que você é extremamente reticente para colocar a verdade em prática. Se você tiver muitas confidências as quais relute em compartilhar e se estiver muito indisposto a desnudar seus segredos — ou seja, suas dificuldades — diante dos outros de forma a buscar o caminho da luz, então digo que você é alguém que não receberá a salvação facilmente e que não emergirá facilmente das trevas. Se buscar o caminho da verdade o agrada, então você é alguém que habita sempre na luz. Se você fica muito contente em ser um servidor na casa de Deus, trabalhando diligente e conscientemente no anonimato, sempre dando e nunca tirando, então digo que você é um santo leal, porque não busca recompensa e está simplesmente sendo honesto. Se você estiver disposto a ser sincero, se estiver disposto a despender tudo de si, se for capaz de sacrificar sua vida por Deus e testemunhar, se você for honesto a ponto de somente saber satisfazer a Deus sem considerar a si mesmo ou tomar para si mesmo, então digo que essas são pessoas nutridas na luz e que viverão para sempre no reino.

Extraído de ‘Três admoestações’ em “A Palavra manifesta em carne”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

Se quer cumprir seu dever a contento — e não simplesmente agir sem se envolver e enganar a Deus —, então deve resolver essa questão de ser uma pessoa honesta. Enquanto cumpre seu dever, você deve aceitar ser podado e tratado, deve aceitar a observação do Espírito Santo, e deve fazer essas coisas estritamente de acordo com as exigências de Deus. Se você descobrir que é superficial, ore a Deus. Se descobrir que está tentado a enganar a Deus, você deve admitir essa transgressão. Você não pode encobri-la, não pode fingir, e menos ainda distorcer os fatos para jogar a culpa nos outros. Você precisa ser sério a respeito do que faz e precisa tratar cada palavra a cada ato seus de modo solene. Faça com que suas palavras correspondam à realidade, busque a verdade nos fatos e não sobrecarregue suas palavras com faz-de-conta. Se descobrir uma transgressão, além de orar a Deus, você também deve admiti-la abertamente aos outros. Não se furte a isso preocupado com sua reputação. Você deve encarar os fatos com valentia. Pratique, pois isso é significativo e é garantido que será benéfico a você. Primeiro, pode aumentar sua confiança em ser uma pessoa honesta. Em segundo lugar, pode ensiná-lo a não temer a humilhação e a desistir de sua vaidade e presunção. Em terceiro, pode dar a você coragem de encarar e respeitar os fatos. Em quarto, pode desenvolver em você a vontade de ser sério nas coisas que faz. Após praticar isso por algum tempo, as pessoas serão muito mais honestas ao cumprir seu dever, mais realistas ao fazer as coisas, menos falsas. Em poucos anos, tornar-se-ão honestas, levando com seriedade e sinceridade o que fazem e sendo responsáveis quando lidam com problemas. Essas pessoas são comparativamente confiáveis quando cumprem seu dever e realizam seu trabalho. Quando a casa de Deus faz uso de pessoas assim, pode-se garantir que nada dará errado.

Extraído da comunhão do alto

Neste exato momento, você está no processo de treinamento para se tornar uma pessoa honesta. No processo de treinamento, em que você deveria prestar mais atenção? Você deveria prestar atenção em conhecer a Deus, em entender a verdade e você deve alcançar uma entrada real pelo lado positivo. Se você entrar pelo lado positivo, a corrupção do lado negativo diminuirá naturalmente, e isso é crucial. Por exemplo, para ser uma pessoa honesta você precisa primeiro se equipar com a realidade e a verdade de ser uma pessoa honesta. Depois de ter feito isso, sua parte honesta aumentará e as mentiras e a astúcia diminuirão naturalmente, certo? Exatamente como uma taça cheia de água suja. Você não pode entorná-la, então, o que faria? Você deve derramar um pouco de água limpa e boa na taça, e a água boa naturalmente limpará a água suja. Agora você deve se equipar com a verdade, e tão logo ela entrar em você, as coisas negativas que estão em seu interior desaparecerão naturalmente.

Extraído de “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Anterior : 8. Qual é a diferença entre uma pessoa honesta e uma enganadora?

Próximo : 10. O que é cumprir o seu dever?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

2. Cristo é realmente o Filho de Deus ou é o Próprio Deus?

O Deus encarnado é chamado de Cristo e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus. Seja Sua humanidade ou divindade, ambas se submetem à vontade do Pai celestial. A substância de Cristo é o Espírito, isto é, a divindade.

2. O que é a encarnação? Qual é a essência da encarnação?

O significado de encarnação é que Deus aparece na carne, e Ele vem para trabalhar entre os homens de Sua criação na imagem de uma carne. Assim, para Deus Se encarnar, Ele precisa primeiro ser carne, carne com humanidade normal; esse é o pré-requisito mais básico. De fato, a implicação da encarnação de Deus é que Deus vive e opera na carne, Deus, em Sua essência, Se torna carne, Se torna um homem.

4. O significado do julgamento de Deus nos últimos dias pode ser visto em seus resultados alcançados

Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa, nem seria capaz de transformar seu antigo conhecimento de Deus em um novo. Por causa de Seu testemunho e por causa de Seu gerenciamento, Ele torna a Sua plenitude pública, assim permitindo ao homem, por meio de Sua aparição pública, chegar ao conhecimento de Deus, ser transformado em seu caráter e dar testemunho retumbante de Deus.

5. Como Deus governa e administra todo o mundo universal?

Deus é Aquele que governa sobre todas as coisas e quem administra todas as coisas. Ele criou tudo o que existe, administra tudo o que existe e também governa tudo o que existe e supre tudo o que existe. Esse é o status de Deus e a identidade de Deus. Para todas as coisas e para tudo o que existe, a verdadeira identidade de Deus é a de Criador e Governante de todas as coisas. Essa é a identidade que Deus possui e Ele é único entre todas as coisas.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro