Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

35. Como conhecer a obra divina de julgamento e castigo nos últimos dias

O que é mais predito nas Escrituras é a obra de Deus de julgamento e castigo nos últimos dias. As Escrituras mencionam Deus decretando julgamento em ao menos duzentos lugares; pode-se dizer que todos eles predizem que Deus realizará Sua obra de julgamento e castigo nos últimos dias. Sobre esse assunto, usar apenas uma pequena porção das Escrituras é suficiente para provar que Deus decretar a Sua obra de julgamento e castigo é um passo inevitável de Sua obra dos últimos dias. A obra divina dos últimos dias deve usar o método de julgamento e castigo para purificar, salvar e aperfeiçoar a humanidade; é a obra de classificar cada pessoa de acordo com seu próprio tipo por meio de julgamento e castigo para encerrar a era e, por fim, edificar o reino de Cristo — o reino amado de Deus. Essa é a cristalização da obra divina de três estágios para salvar a humanidade e um símbolo glorioso de Seu triunfo sobre Satanás. Assim, em todos os lugares das Escrituras, podemos ver a escrita de profecias sobre a obra de julgamento de Deus nos últimos dias. Se alguém ler as Escrituras por muitos anos e, do princípio ao fim fracassar em ver a obra divina de julgamento e castigo que é necessária em Sua obra dos últimos dias, então esse é alguém que não entende em absoluto as Escrituras; certamente não é uma pessoa que conhece a obra de Deus. Abaixo está apenas uma pequena parte de escritas óbvias das Escrituras para provar que a obra divina dos últimos dias é a obra de julgamento e castigo:

1. “E chegar-me-ei a vós para juízo; […] diz Jeová dos exércitos” (Malaquias 3:5).

2. “Deus é um juiz justo, um Deus que sente indignação todos os dias” (Salmos 7:11).

3. “Ele mesmo julga o mundo com justiça; julga os povos com equidade” (Salmos 9:8).

4. “Quando chegar o tempo determinado, julgarei retamente” (Salmos 75:2).

5. “E ele julgará entre as nações, e repreenderá a muitos povos” (Isaías 2:4).

6. “E isso será objeto de opróbrio e ludíbrio, e escarmento e espanto, às nações que estão em redor de ti, quando eu executar em ti juízos com ira, e com furor, e com furiosos castigos” (Ezequiel 5:15).

7. “E quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, da justiça e do juízo” (João 16:8).

8. “Porque vem julgar a terra; com justiça julgará o mundo, e os povos com equidade” (Salmos 98:9).

9. “Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos” (Salmos 1:5).

10. “Não vos queixeis, irmãos, uns dos outros, para que não sejais julgados. Eis que o juiz está à porta” (Tiago 5:9).

11. “Dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo” (Apocalipse 14:7).

12. “Quem me rejeita, e não recebe as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia” (João 12:48).

13. “Porque ele vem, porque vem julgar a terra: julgará o mundo com justiça e os povos com a sua fidelidade” (Salmos 96:13).

14. “Os que contendem com Jeová serão quebrantados; desde os céus trovejará contra eles. Jeová julgará as extremidades da terra; dará força ao seu rei, e exaltará o poder do seu ungido” (1 Samuel 2:10).

15. “Porque já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus” (1 Pedro 4:17).

Os 15 versículos acima, que se referem ao julgamento, mencionam principalmente que Deus deve julgar o mundo de acordo com a justiça e que Ele deve realizar julgamento nos vários países, e eles levantam o ponto-chave que “Deus é um juiz justo”, “E chegar-me-ei a vós para juízo”, “o juiz está à porta”, “porque é chegada a hora do seu juízo”, “porque vem julgar a terra”, “vem julgar a terra”, e “comece o julgamento pela casa de Deus”. Tais palavras deslumbrantes fazem com que todos vejamos de forma clara que Deus deve inevitavelmente vir à terra nos últimos dias para fazer a obra de julgamento e castigo; a obra divina dos últimos dias também deve ser a obra de julgamento e castigo. Já que as Escrituras predizem e testificam que Deus virá pessoalmente ao mundo do homem e fará a obra de julgamento e castigo, então quando Deus vier, de que maneira exata Ele decretará julgamento e aparecerá ao homem? Isso se tornou a questão mais inquietante da humanidade. A partir de um registro real dos dois estágios da obra de Deus nas Escrituras, podemos ver um fato tal como este: além da voz direta do Espírito de Deus, somente quando o Senhor Jesus encarnado viesse à terra Ele poderia falar e operar como Deus em Sua identidade. “Deus vem à terra”; essas palavras são o que Deus diz à humanidade corrupta, não o que Ele diz ao mundo espiritual. Isso se refere definitivamente à encarnação de Deus vindo à terra que as pessoas são capazes de ver; certamente não se refere ao Espírito de Deus, que as pessoas não têm como ver. A partir disso, pode-se ver que se Deus vem pessoalmente à terra para realizar a Sua obra de julgamento, logo Ele deve estar encarnado como Cristo, o Filho do homem; somente então Ele pode falar e operar com a identidade de Deus. Isso é, sem dúvida, certo. “Essa obra, se não fosse feita através da encarnação, não alcançaria os menores resultados e não seria capaz de salvar totalmente os pecadores. Se Deus não Se tornasse carne, Ele permaneceria o Espírito que é tanto invisível como intangível para o homem. O homem, sendo uma criatura de carne, ele e Deus pertencem a dois mundos diferentes e são dotados de naturezas diferentes. O Espírito de Deus é incompatível com o homem, que é de carne, e simplesmente não há como estabelecer relações entre eles, sem mencionar que o homem é incapaz de se transformar em um espírito. Sendo assim, o Espírito de Deus deve Se tornar um ser criado para fazer Sua obra original. Deus pode tanto ascender ao lugar mais alto quanto Se humilhar tornando-Se uma criatura humana, operando entre os homens e vivendo em seu meio, mas o homem não pode ascender ao lugar mais alto e se tornar um espírito e, muito menos, descer ao lugar mais baixo. Essa é a razão pela qual Deus deve Se tornar carne para realizar Sua obra. Do mesmo modo, durante a primeira encarnação, somente a carne do Deus encarnado poderia redimir o homem através da Sua crucificação, ao passo que não haveria como o Espírito de Deus ser crucificado como oferta pelo pecado pelo homem. Deus poderia Se tornar carne diretamente para servir como oferta pelo pecado do homem, mas o homem não poderia ascender diretamente ao Céu para receber a oferta pelo pecado que Deus preparara para ele. Sendo assim, tudo o que é possível seria pedir a Deus que viajasse de um lado para o outro umas poucas vezes entre o Céu e a terra, não fazer o homem ascender ao Céu para tomar essa salvação, pois o homem havia caído e, além do mais, simplesmente não poderia ascender ao Céu, muito menos obter a oferta pelo pecado. Portanto, era necessário que Jesus viesse entre os homens e fizesse pessoalmente a obra que simplesmente não poderia ser realizada pelo homem. Toda vez que Deus Se torna carne, é de absoluta necessidade. Se qualquer um dos estágios pudesse ser realizado diretamente pelo Espírito de Deus, Ele não teria Se submetido à indignidade de ser encarnado” (de ‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”). A partir das Escrituras e das palavras de Deus, podemos ver que Deus deve usar o meio da encarnação para vir pessoalmente à terra e fazer a obra de julgamento; nos três textos a seguir, os versículos claramente confirmam: “Porquanto determinou um dia em que com justiça há de julgar o mundo” (Atos 17:31). “E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem” (João 5:27). “Porque o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o julgamento” (João 5:22). Esses versículos todos predizem diretamente que Cristo viria pessoalmente à terra como carne e realizaria o julgamento. Especialmente todos os que falam do “Filho” e do “Filho do homem”; eles certamente se referem a Cristo como encarnado. Deus sendo encarnado no Filho do homem é Cristo; isso é, sem dúvida, certo. Isso nos faz ver que profecias nas Escrituras sobre Deus se tornando carne e fazendo a Sua obra de julgamento e castigo nos últimos dias não são em absoluto poucas em número; se ao menos alguém as procurar, elas poderão ser vistas. Além disso, há alguns textos que predizem diretamente como Deus fará a obra de julgamento e que resultados a obra de julgamento alcançará. Isso prova ainda mais que a obra divina de julgamento e castigo nos últimos dias é a última obra para finalizar o plano de gerenciamento de Deus; trata-se da obra de pôr fim à Era das Trevas e do Mal, e de inaugurar a Era do Reino de Cristo. Por exemplo:

1. “Os céus proclamam a justiça dele, pois Deus mesmo é Juiz” (Salmos 50:6).

2. “Jeová deu-se a conhecer, executou o juízo” (Salmos 9:16).

3. “Jeová levanta-se para pleitear, e põe-se de pé para julgar os povos” (Isaías 3:13).

4. “Ele intima os altos céus e a terra, para o julgamento do seu povo” (Salmos 50:4).

5. “Aos conselheiros leva despojados, e aos juízes faz desvairar” (Jó 12: 17).

6. “Acaso se ensinará ciência a Deus, a ele que julga os excelsos?” (Jó 21: 22).

7. “Agora é o juízo deste mundo; agora será expulso o príncipe deste mundo” (João 12:31).

8. “E ele o que reduz a nada os príncipes, e torna em coisa vã os juízes da terra” (Isaías 40:23).

9. “Também executarei juízos contra Moabe; e saberão que eu sou Jeová” (Ezequiel 25:11).

10. “Levanta-te, ó Deus, julga a terra; pois a ti pertencem todas as nações” (Salmos 82:8).

11. “Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos instruir, juízes da terra” (Salmos 2:10).

12. “A terra tremeu e se aquietou, quando Deus se levantou para julgar, para salvar a todos os mansos da terra” (Salmos 76:8-9).

13. “Se eu afiar a minha espada reluzente, e a minha mão travar do juízo, então retribuirei vingança aos meus adversários, e recompensarei aos que me odeiam” (Deuteronômio 32:41).

14. “Dizei entre as nações: Jeová reina; ele firmou o mundo, de modo que não pode ser abalado. Ele julgará os povos com retidão” (Salmos 96:10).

15. “Também sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos, e reservar para o dia do juízo os injustos, que já estão sendo castigados” (2 Pedro 2:9).

16. “Porque se Deus não poupou a anjos quando pecaram, mas lançou-os no inferno, e os entregou aos abismos da escuridão, reservando-os para o juízo” (2 Pedro 2:4).

17. “Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há um tempo para todo propósito e para toda obra” (Eclesiastes 3:17).

18. “O homem que se houver soberbamente, não dando ouvidos ao sacerdote, que está ali para servir a Jeová teu Deus, nem ao juiz, esse homem morrerá” (Deuteronômio 17:12).

19. “Ergue-te, Jeová, na tua ira; levanta-te contra o furor dos meus inimigos; desperta-te, meu Deus, pois tens ordenado o juízo” (Salmos 7:6).

20. “Minha alma te deseja de noite; sim, o meu espírito, dentro de mim, diligentemente te busca; porque, quando os teus juízos estão na terra, os moradores do mundo aprendem justiça” (Isaías 26:9).

21. “Agora vem o fim sobre ti, e enviarei sobre ti a minha ira, e te julgarei conforme os teus caminhos; e trarei sobre ti todas as tuas abominações” (Ezequiel 7:3).

22. “Agora depressa derramarei o meu furor sobre ti, e cumprirei a minha ira contra ti, e te julgarei conforme os teus caminhos; e te punirei por todas as tuas abominações” (Ezequiel 7:8).

23. “Um rio de fogo manava e saía de diante dele; milhares de milhares o serviam, e miríades de miríades assistiam diante dele. Assentou-se para o juízo, e os livros foram abertos” (Daniel 7:10).

24. “Alegrem-se e regozijem-se as nações, pois julgas os povos com equidade, e guias as nações sobre a terra” (Salmos 67:4).

25. “Mas uma expectação terrível de juízo, e um ardor de fogo que há de devorar os adversários” (Hebreus 10:27).

26. “E bem sabemos que o juízo de Deus é segundo a verdade, contra os que tais coisas praticam” (Romanos 2:2).

27. “Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo” (Mateus 12:36).

28. “Pois conhecemos aquele que disse: Minha é a vingança, eu retribuirei. E outra vez: O Senhor julgará o seu povo” (Hebreus 10:30).

29. “Prosseguiu então Jesus: Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não vêem vejam, e os que vêem se tornem cegos” (João 9:39).

Nos 29 versículos das Escrituras acima, podemos todos ver claramente os resultados obtidos em todo aspecto por meio do julgamento e do castigo de Deus decretados sobre a humanidade. Além disso, o julgamento de Deus nos últimos dias não é apenas direcionado a uma etnia ou a um país, mas se expande necessariamente a todas as nações, a todos os estados e até à humanidade inteira. Assim, o julgamento de Deus nos últimos dias é a obra de encerramento da antiga era e de abertura de uma nova era. Ao mesmo tempo, as pessoas também são capazes de ver que Deus, em Seu julgamento, está poupando o humilde e o devoto da tentação e mantendo o injusto no castigo. O julgamento de Deus permite que aquelas pessoas em terra aprendam a justiça, busquem a verdade e venham a conhecer o caráter justo de Deus. Ele faz com que todas as pessoas em terra vão perante Deus e O exaltem e louvem; que todas as nações se alegrem e saltem e se prostrem a Ele em adoração. Isso revela completamente os resultados obtidos por Deus, expressando o Seu caráter justo. Isso prova ainda mais que Deus não é apenas um Deus misericordioso e amoroso, mas, acima de tudo, Ele tem ira e majestade, e também julgamento e castigo; Deus é sobretudo um Deus justo. Na verdade, o caráter inerente de Deus é um caráter que é principalmente justo. Portanto, Deus vindo à terra para decretar a obra de julgamento é a hora em que oSeu caráter justo é plenamente revelado. A humanidade corrupta é classificada de acordo com o tipo, devido à revelação do caráter justo de Deus; todos aqueles que puderem aceitar e obedecer ao julgamento e ao castigo de Deus nos últimos dias serão salvos e aperfeiçoados, e todos aqueles que rejeitarem o julgamento e o castigo de Deus serão destruídos por resistirem a Ele. Esse é o resultado diretamente obtido por meio do julgamento e do castigo de Deus nos últimos dias. São o julgamento e o castigo justos de Deus que purificam, salvam e sobretudo aperfeiçoam a humanidade. O trono de Deus é, assim, firmemente estabelecido na terra; a vontade de Deus pode também ser realizada devido ao Seu julgamento e castigo. Deus vindo à terra para decretar julgamento confirmou completamente que a imagem do Filho do homem é a imagem do Senhor do julgamento no Livro de Apocalipse. Ao mesmo tempo, também confirma a profecia de que “o tabernáculo de Deus está com os homens”. Somente quando Deus vem à terra é que Ele pode salvar a humanidade corrupta, e somente pelo julgamento e castigo de Deus esta era maligna pode ser posta a termo. São o julgamento e o castigo de Deus que estabeleceram a fundação para a chegada do reino de Deus e que permitem que o reino de Cristo seja cumprido sobre a terra. Esse é o resultado inevitável e a cristalização do encerramento do plano de gerenciamento de Deus para salvar a humanidade. No fim, a reunião de todas as pessoas que forem salvas constitui o reino de Cristo; isso cumpre completamente as profecias de “Deus vindo a Seu reino” e “a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus”. O século XXI é claramente o século de Deus vindo a Seu reino; é o século em que o reino de Cristo será cumprido sobre a terra. Ainda mais, é o século em que Deus encerrará o destino de Satanás e em que Deus virá pessoalmente à terra e assumirá o poder. O reino de um milênio será cumprido no século XXI.

A partir de muitas profecias da Bíblia, podemos absolutamente ver que a obra de Deus de julgamento nos últimos dias é vasta, poderosa e imparável. Isso possibilita ainda mais que as pessoas vejam claramente, a partir da Bíblia, que a obra divina de três estágios para salvar a humanidade é a totalidade do plano de gerenciamento divino para salvá-la. Embora boa parte da Bíblia seja apenas um registro da obra de Deus durante a Era da Lei e a Era da Graça, as profecias dos profetas, o Senhor Jesus e o Apocalipse, tudo isso, entretanto, revelou completamente, há muito tempo, a obra de Deus nos últimos dias, que é a visão completa do julgamento e do castigo na Era do Reino, fazendo as pessoas verem claramente, a partir da Bíblia, a obra de três estágios do plano de gerenciamento de Deus. Durante os últimos dias, Deus usa julgamento e castigo para salvar a humanidade, classificá-la de acordo com o tipo e pôr fim a esta era sombria de maldade e corrupção; esse é um fato claro e inegável. Se uma pessoa é incapaz de ver a partir da Bíblia a obra divina de três estágios para salvar a humanidade, então certamente ela não é uma pessoa que entende a Bíblia e certamente não é uma pessoa que conhece a obra de Deus. Assim como todos aguardam ansiosamente a nova vinda do Senhor Jesus, Deus já há muito tempo foi encarnado e veio secretamente à China continental, cumprindo plenamente as palavras de Deus: “Quanto, porém, ao dia e à hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu nem o Filho, senão o Pai” (Marcos 13:32). Deus Todo-Poderoso expressou milhões de palavras uma após a outra; na China Ele ergueu formalmente a cortina para o julgamento ante o grande trono branco nos últimos dias, e o julgamento já começou na casa de Deus. O povo escolhido de Deus na China pode finalmente ver no julgamento e no castigo de Deus a Sua manifestação. São as palavras de Deus que são testemunho de Sua encarnação, é a voz do Espírito Santo que é testemunho de Deus vindo pessoalmente à terra para realizar a obra de julgamento e castigo. O povo escolhido de Deus aceita o Seu julgamento e castigo, a poda e o tratamento, e todos os tipos de provações e refinamentos, submetendo-se à autoridade das Suas palavras. Ao mesmo tempo, ele experimenta a caça e a perseguição do grande dragão vermelho e todo tipo de provação e tribulação, e sofre todos os tipos de dor e refinamentos. Agora Deus finalmente conquistou, salvou e tornou completo um grupo de pessoas que são de um só coração e vontade com Ele. Assim como Deus Todo-Poderoso diz em Sua própria voz: “Não pouparei levianamente os homens por tudo que fizeram. Eu zelarei por toda a terra e, aparecendo no Oriente do mundo com justiça, majestade, ira e castigo, Me revelarei à miríade de multidões da humanidade!” (de ‘Capítulo 26’ das palavras de Deus para todo o universo em “A Palavra manifesta em carne”). Claramente, o julgamento ante o grande trono branco de Deus dos últimos dias já começou, cumprindo e realizando completamente todas as profecias da Bíblia. Vejamos como Deus faz a Sua obra de julgamento e castigo na Era do Reino; aqui é necessário citar as palavras de Deus Todo-Poderoso para testificar da obra divina dos últimos dias.

Deus Todo-Poderoso diz: “Quando Deus Se torna carne desta vez, Sua obra é expressar Seu caráter, primeiramente por meio de castigo e julgamento. Usando isso como fundamento, Ele traz mais verdade ao homem, mostra mais caminhos de prática e assim alcança Seu objetivo de conquistar o homem e salvá-lo de seu caráter corrupto. Isso está por trás da obra de Deus na Era do Reino.”

de ‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Ao realizar Sua obra de julgamento, Deus não só torna clara a natureza do homem com apenas algumas palavras; Ele também a expõe, a trata e a poda no longo prazo. Esses métodos de exposição, tratamento e poda não podem ser substituídos por palavras comuns, mas pela verdade que o homem absolutamente não possui. Apenas métodos desse tipo são considerados julgamento; só por meio de julgamento desse tipo é que o homem pode ser subjugado e completamente convencido a se submeter a Deus e, além disso, ganhar verdadeiro conhecimento de Deus. O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de abrir a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus. Se você não considera essas verdades com importância e constantemente pensa em evitá-las ou em encontrar um novo caminho além delas, então digo que você é um pecador atroz. Se você tem fé em Deus, mas não busca a verdade ou a vontade de Deus, nem ama o caminho que o leva para mais perto de Deus, digo que você é alguém que está tentando se esquivar do julgamento, um fantoche e um traidor que foge do grande trono branco. Deus não poupará nenhum rebelde que fuja de Sua vista. Tais homens irão receber punição ainda mais severa.”

de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Por meio dessa obra de julgamento e castigo, o homem conhecerá por completo a substância imunda e corrupta dentro de si mesmo, e ele poderá mudar completamente e se tornar limpo. Só assim o homem pode se tornar digno de retornar diante do trono de Deus. Toda a obra feita neste dia é para que o homem possa ser limpo e mudado; através do julgamento e castigo pela palavra, bem como por meio do refinamento, o homem pode remover sua corrupção e ser purificado. Em vez de considerar este estágio da obra como sendo o da salvação, seria mais apropriado dizer que é a obra de purificação. Na verdade, este estágio é o da conquista, assim como o segundo estágio na obra da salvação. É através do julgamento e castigo pela palavra que o homem chega a ser ganho por Deus; e é através do uso da palavra para refinar, julgar e revelar, que todas as impurezas, noções, motivos e aspirações individuais dentro do coração do homem são reveladas por completo.”

de ‘O mistério da encarnação (4)’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Deus realiza a obra de julgamento e castigo para que o homem possa ganhar conhecimento Dele e em favor de Seu testemunho. Sem o Seu julgamento do caráter corrupto do homem, o homem não poderia, de modo algum, conhecer o Seu caráter justo que não permite ofensa, nem seria capaz de transformar seu antigo conhecimento de Deus em um novo. Por causa de Seu testemunho e por causa de Seu gerenciamento, Ele torna a Sua plenitude pública, assim permitindo ao homem, por meio de Sua aparição pública, chegar ao conhecimento de Deus, ser transformado em seu caráter e dar testemunho retumbante de Deus. A transformação do caráter do homem é alcançada por meio de diferentes tipos de obras de Deus; sem tais mudanças no caráter do homem, ele seria incapaz de dar testemunho de Deus e não poderia ser segundo Seu coração. A transformação do caráter do homem significam que ele se libertou da escravidão de Satanás e da influência das trevas e se tornou verdadeiramente um modelo e um exemplo da obra de Deus; tornou-se uma testemunha de Deus e de alguém que é segundo Seu coração. Hoje, o Deus encarnado veio para realizar a Sua obra na terra, e Ele requer que o homem alcance o conhecimento Dele, a obediência a Ele, o testemunho Dele — conheça Sua obra prática e normal, obedeça a todas as Suas palavras e obra que não estão de acordo com as concepções do homem — e dê testemunho de toda a obra que Ele realiza para salvar o homem, bem como de todos os feitos que Ele realiza para conquistar o homem. Aqueles que dão testemunho a Deus devem ter conhecimento Dele; somente esse tipo de testemunho é acurado e real, e somente esse tipo de testemunho pode envergonhar Satanás. Deus utiliza aqueles que vieram a conhecê-Lo por submeter-se ao Seu julgamento, castigo, Seu tratamento e poda, para dar testemunho Dele. Ele usa aqueles que foram corrompidos por Satanás para dar testemunho Dele e também utiliza aqueles cujo caráter mudou e que, assim, ganharam Suas bênçãos para dar testemunho Dele. Ele não precisa do homem para louvá-Lo apenas com sua boca, tampouco precisa do louvor e testemunho dos da laia de Satanás que não foram salvos por Ele. Somente aqueles que conhecem a Deus são qualificados para dar testemunho de Deus, e somente aqueles que foram transformados em seu caráter são qualificados para dar testemunho a Deus, e Ele não permitirá que o homem envergonhe intencionalmente o Seu nome.”

de ‘Somente aqueles que conhecem a Deus podem testemunhar Dele’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Você deveria saber que aperfeiçoar homens, completar homens e ganhar homens não trouxe nada além de espadas e golpes para sua carne, trouxe sofrimento sem fim, o fogo ardente, o julgamento impiedoso, o castigo e a maldição, bem como provações sem limites. Tal é a história interna e a verdade da obra de gerir o homem. No entanto, todas essas coisas são dirigidas contra a carne do homem, e todas as pontas de lança da hostilidade são impiedosamente dirigidas à carne do homem (pois, originalmente, o homem era inocente). Tudo isso é para o bem da Sua glória e testemunho, e para a Sua gestão. Isso é porque Sua obra não é somente para o bem da humanidade, mas é para o plano inteiro e para cumprir Sua vontade original quando Ele criou a humanidade. Portanto, talvez noventa por cento daquilo que as pessoas experimentam sejam sofrimentos e provações de fogo, mas há muito poucos ou mesmo nenhum dia doce e feliz pelo qual a carne do homem ansiava, e eles são ainda mais incapazes de desfrutar de momentos felizes na carne, passando noites lindas com Deus. A carne é imunda, então o que a carne do homem vê ou desfruta nada mais é do que o castigo de Deus que não é favorecido pelo homem, e é como se estivesse faltando a razão normal. Isto é porque Ele manifestará Seu caráter justo que não é favorecido pelo homem, não tolera as ofensas do homem e abomina os inimigos. Deus revela abertamente todo o Seu caráter através de qualquer meio necessário, concluindo assim a obra de Sua batalha de seis mil anos com Satanás — a obra da salvação de toda a humanidade e a destruição do velho Satanás!”

de ‘O propósito de gerenciar a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Os últimos dias já chegaram. Todas as coisas serão classificadas segundo sua espécie e divididas em categorias diferentes com base em sua natureza. Esse é o momento em que Deus revela o desfecho e o destino das pessoas. Se as pessoas não passarem por castigo e julgamento, não haverá como revelar a desobediência e a injustiça delas. Só através do castigo e do julgamento é que o fim de todas as coisas pode ser revelado. O homem só mostra quem realmente é quando é castigado e julgado. O mal deve ser colocado com o mal, o bom com o bom, e as pessoas serão classificadas de acordo com a sua espécie. Através do castigo e do julgamento, o fim de todas as coisas será revelado, de modo que o mal será punido e o bem será recompensado, e todas as pessoas se tornarão submissas sob o domínio de Deus. Toda a obra deve ser realizada através de castigo e julgamento justos. Como a corrupção humana atingiu o ápice e a desobediência tem sido grave demais, só o caráter justo de Deus, que é principalmente o de castigo e julgamento e revelado durante os últimos dias, pode transformar e completar o homem plenamente. Só esse caráter pode expor o mal e dessa forma punir severamente todos os injustos.”

de ‘A visão da obra de Deus (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Vocês devem ver que a vontade e a obra de Deus não são tão simples quanto a criação dos céus e da terra e de todas as coisas. Pois a obra de hoje é transformar aqueles que foram corrompidos, que se tornaram extremamente entorpecidos, e purificar os que foram criados e depois trabalhados por Satanás, e não criar Adão ou Eva, muito menos fazer a luz ou produzir todas as espécies de plantas e animais. Sua obra agora é tornar puros todos os que foram corrompidos por Satanás para que possam ser ganhos novamente e transformados em Sua posse e transformados em Sua glória. Tal obra não é tão simples quanto o homem imagina que foram a criação dos céus e da terra e de todas as coisas, nem se assemelha à obra de amaldiçoar Satanás ao poço do abismo como o homem imagina. Ao contrário, trata-se de transformar o homem, de converter o que é negativo em positivo e de levar à Sua posse aquilo que não pertence a Deus. Essa é a história inerente a essa etapa da obra de Deus. Vocês devem compreendê-la e não simplificar demais as questões. A obra de Deus é diferente de qualquer obra corriqueira. Sua maravilha não pode ser concebida pela mente humana, assim como tal mente não consegue alcançar sua sabedoria. Deus não está criando todas as coisas, mas também não as está destruindo. Em vez disso, Ele está mudando toda a criação e purificando todas as coisas que foram pervertidas por Satanás. Então, Deus deverá começar a obra de grande magnitude e essa é a significação total da obra de Deus. A partir destas palavras, você acredita que a obra de Deus seja tão simples?”

de ‘A obra de Deus é tão simples quanto o homem imagina?’ em “A Palavra manifesta em carne”

“Você entende agora o que é julgamento e o que é verdade? Se tiver entendido, exorto você a que se submeta obedientemente a ser julgado, caso contrário jamais terá a oportunidade de ser elogiado por Deus ou de ser trazido por Ele ao Seu reino. Aqueles que só aceitarem o julgamento, mas nunca puderem ser purificados, isto é, aqueles que fugirem em meio à obra de julgamento, serão para sempre detestados e rejeitados por Deus. Os pecados deles são mais numerosos e mais graves que os dos fariseus, pois eles traíram a Deus e são rebeldes contra Deus. Tais homens, que não são dignos nem mesmo de fazer serviço, irão receber punição mais severa, uma punição que é, mais que isso, eterna. Deus não irá poupar nenhum traidor que antes tenha manifestado lealdade com palavras, mas que depois O tenha traído. Homens assim irão receber retribuição por meio da punição do espírito, da alma e do corpo. Essa não é precisamente uma revelação do caráter justo de Deus? Não é o propósito de Deus ao julgar o homem e revelá-lo? Deus consigna todos aqueles que realizam todo tipo de atos perversos durante a época do julgamento a um lugar infestado de espíritos malignos, deixando esses espíritos malignos destruírem livremente seus corpos carnais. Seus corpos exalam o mau cheiro de cadáveres e tal é a sua adequada retribuição. Deus escreve em seus livros de registros cada um dos pecados desses falsos seguidores desleais, falsos apóstolos e falsos trabalhadores; então, no devido tempo, Ele os lança no meio de espíritos imundos, deixando esses espíritos imundos profanarem seus corpos inteiros à vontade, para que jamais possam ser reencarnados e jamais vejam a luz novamente. Aqueles hipócritas que fizeram serviço num momento, mas que são incapazes de permanecer leais até o fim, são contados por Deus dentre os perversos, para que andem no conselho dos perversos e se tornem parte de sua corja desordenada; no fim, Deus os aniquilará. Deus descarta e desconsidera aqueles que nunca foram leais a Cristo nem dedicaram qualquer esforço e aniquilará a todos na mudança das eras. Eles não existirão mais na terra, menos ainda terão acesso ao reino de Deus. Aqueles que nunca foram sinceros com Deus e que são forçados pelas circunstâncias a lidar superficialmente com Ele são contados entre aqueles que fazem serviços a Seu povo. Só um pequeno número de tais homens pode sobreviver, enquanto a maioria irá perecer juntamente com aqueles que não são qualificados nem para fazer serviços. Por fim, Deus trará a Seu reino todos os que forem de uma mesma mente com Ele, o povo e os filhos de Deus, bem como aqueles predestinados por Deus a serem sacerdotes. Tal é o destilado obtido por Deus por meio de Sua obra. Quanto àqueles que não puderem ser enquadrados em nenhuma categoria estabelecida por Deus, esses serão contados entre os descrentes. E vocês certamente podem imaginar qual será o resultado. Eu já disse a vocês tudo que deveria dizer; a estrada que vocês escolherem será uma decisão sua. O que vocês devem entender é o seguinte: a obra de Deus nunca espera por alguém que não possa acompanhar Seus passos e o caráter justo de Deus não mostra misericórdia para com qualquer homem.”

de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

“O fato de você ser capaz de aceitar o julgamento, o castigo, os golpes e o refinamento das palavras de Deus e, além disso, ser capaz de aceitar as comissões de Deus, foi predeterminado por Deus no princípio dos tempos; logo, você não deve se afligir demais quando for castigado. Ninguém pode tirar a obra que foi feita em vocês nem as bênçãos que lhes foram concedidas, e ninguém pode tirar tudo o que foi dado a vocês. Pessoas religiosas não admitem comparação com vocês. Vocês não são dotados de grande conhecimento sobre a Bíblia nem estão equipados de teoria religiosa, mas por Deus ter trabalhado dentro de vocês, vocês ganharam mais do que qualquer outra pessoa ao longo das eras, e essa é a sua maior benção. Por causa disso, vocês devem ser ainda mais dedicados a Deus e ainda mais leais a Deus. Posto que Deus o levanta, você deve aumentar seus esforços e deve preparar sua estatura para aceitar as comissões de Deus. Deve manter-se firme no lugar que Deus lhe deu, buscar tornar-se um do povo de Deus, aceitar o treinamento do reino, ser ganho por Deus e, finalmente, tornar-se um glorioso testemunho de Deus. Quantas dessas resoluções você possui? Se já possui tais resoluções, você, por fim, tem a certeza de ser ganho por Deus e se tornará um glorioso testemunho de Deus. Você deve entender que a principal comissão é ser ganho por Deus e tornar-se um glorioso testemunho de Deus. Essa é a vontade de Deus.”

de ‘Conheça a mais nova obra de Deus e siga os passos de Deus’ em “A Palavra manifesta em carne”

A partir dos vários parágrafos das palavras de Deus acima, podemos ver claramente que a Sua obra de julgamento nos últimos dias é a obra de purificar, salvar e aperfeiçoar o homem. A obra de julgamento é primeiro a de conquistar o homem e depois de aperfeiçoá-lo. Somente depois de ser conquistado, alguém pode verdadeiramente obedecer à obra de Deus, buscar a verdade e entrar na senda correta da fé Nele, e ser gradualmente tornado perfeito por Ele. Somente as pessoas que foram conquistadas pelas palavras de Deus podem verdadeiramente se prostrar diante Dele, gerar um coração que O reverencie e obedeça à Sua obra. Somente as pessoas que foram conquistadas pelas palavras de Deus podem realmente saber que o caráter de Deus absolutamente não admite ofensa. Somente tais pessoas podem saber verdadeiramente que a corrupção da humanidade é profunda, que são do tipo que se rebela contra Deus e O resiste, que são cheios do caráter satânico e resistem e se rebelam incessante e impulsivamente contra Ele. Somente as pessoas que foram conquistadas pelas palavras de Deus podem ver claramente que a humanidade corrupta é indigna de encontrar-se com Ele; que só podem ser conscienciosas e bem comportadas em aceitar o julgamento e o castigo de Deus para obter purificação e alcançar salvação. Somente essa é uma pessoa que verdadeiramente se volta para Deus e obedece à Sua obra . É somente após ser conquistada que uma pessoa pode começar a buscar a verdade e obedecer à obra de Deus a fim de entrar na senda correta da fé em Deus e depois alcançar a Sua salvação e perfeição. A esse respeito, os vários parágrafos das palavras de Deus Todo-Poderoso a seguir são muito claros:

1. “Vocês devem saber que o Meu intento é extinguir e afugentar completamente o maligno da humanidade, para que ele não possa mais se rebelar contra Mim, muito menos ter fôlego para interromper ou perturbar a Minha obra. Assim, no que diz respeito ao homem, passou a significar conquista.”

de ‘O que significa ser um homem de verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

2. “Assim, qual é o método principal de conquista? Castigar, julgar, amaldiçoar e revelar — usando o caráter justo para conquistar as pessoas de modo que elas estejam completamente convencidas por causa do caráter justo de Deus. Usar a realidade e autoridade da palavra para conquistar as pessoas e convencê-las plenamente — isso é o que significa ser conquistado.”

de ‘Somente os aperfeiçoados podem viver uma vida significativa’ em “A Palavra manifesta em carne”

3. “A obra da conquista alcança seu resultado por remover o destino e a expectativa do homem e julgar e castigar o caráter rebelde dele. Não é alcançada por fazer um acordo com o homem, isto é, dando-lhe bênçãos e graça; mas por revelar a lealdade humana ao privá-lo de sua liberdade e eliminar suas expectativas. Essa é a substância da obra da conquista.”

de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

4. “O resultado a ser obtido com a obra de conquista é basicamente que a carne do homem pare de se rebelar, quer dizer, que sua mente adquira um novo entendimento de Deus, que seu coração obedeça inteiramente a Deus, e que ele resolva ser de Deus. O modo como o temperamento ou a carne da pessoa muda não determina que ela tenha ou não sido conquistada. Em vez disso, quando seu pensamento, sua consciência e seu sentido mudam — quer dizer, quando a sua atitude mental toda muda — é que você foi conquistado por Deus. Quando você resolveu obedecer e adotou uma nova mentalidade, quando não introduz nenhuma de suas noções ou intenções nas palavras e na obra de Deus, e quando seu cérebro pode pensar normalmente, quer dizer, quando você pode se despender por Deus de todo o coração — esse tipo de pessoa é alguém totalmente conquistado.”

de ‘A verdade interna da obra de conquista (3)’ em “A Palavra manifesta em carne”

5. “O significado interior da conquista do homem é o retorno da encarnação de Satanás, aquele homem que foi corrompido por Satanás, para o Criador após ter sido conquistado; assim, ele abandonará Satanás e retornará completamente para Deus. Desse modo, o homem terá sido completamente salvo. Assim, o trabalho de conquista é a obra final na batalha contra Satanás e o estágio final na gestão de Deus em função da derrota de Satanás. Sem esse trabalho, a plena salvação do homem seria, em última instância, impossível, a completa derrota de Satanás também seria impossível e a humanidade nunca seria capaz de entrar no maravilhoso destino, nem de se ver livre da influência de Satanás. Por conseguinte, a obra da salvação do homem não pode ser concluída antes que a batalha contra Satanás tenha sido concluída, pois o cerne da obra de gestão de Deus é pelo bem da salvação da humanidade.”

de ‘Restaurar a vida normal do homem e levá-lo a um destino maravilhoso’ em “A Palavra manifesta em carne”

6. “O estágio final da conquista pretende salvar pessoas e também revelar os fins das pessoas. É para revelar a degeneração das pessoas através do julgamento e, portanto, fazê-las se arrepender, levantar e buscar a vida e a senda correta da vida humana. É para despertar os corações das pessoas entorpecidas e obtusas e para mostrar, através do julgamento, suas rebeldias interiores. Contudo, se as pessoas continuarem incapazes de se arrepender, continuem incapazes de buscar a senda correta da vida humana e incapazes de se desfazerem dessas corrupções, então elas se tornarão objetos irresgatáveis para Satanás as engolir. Este é o significado da conquista: salvar as pessoas e também mostrar o final delas. Bons finais, maus finais — todos eles são revelados pela obra de conquista. Se as pessoas serão salvas ou amaldiçoadas, isto tudo será revelado durante a obra de conquista.”

de ‘A verdade interna da obra de conquista (1)’ em “A Palavra manifesta em carne”

7. “De fato, a perfeição ocorre ao mesmo tempo que a conquista: conforme você é conquistado, os primeiros efeitos de ser aperfeiçoado também são alcançados. Onde houver uma diferença entre ser conquistado e ser aperfeiçoado, esta se deve devidas ao grau de mudança nas pessoas. Ser conquistado é o primeiro passo de ser aperfeiçoado, e isso não significa que elas tenham sido completamente aperfeiçoadas, nem prova que foram completamente ganhas por Deus. Depois que as pessoas foram conquistadas, ocorrem algumas mudanças em seu caráter, mas tais mudanças estão bem longe das que existem nas pessoas que foram completamente ganhas por Deus.”

de ‘A verdade interna da obra de conquista (2)’ em “A Palavra manifesta em carne”

8. “O que a obra de julgamento produz é o entendimento do homem da verdadeira face de Deus e da verdade sobre a própria rebelião. A obra de julgamento permite que o homem ganhe bastante entendimento da vontade de Deus, do propósito da obra de Deus e dos mistérios que lhe são incompreensíveis. Também permite que o homem reconheça e conheça sua substância corrupta e as raízes de sua corrupção, bem como descubra a fealdade do homem. Esses efeitos são todos produzidos pela obra de julgamento, pois a substância dessa obra é, de fato, a obra de abrir a verdade, o caminho e a vida de Deus a todos aqueles que têm fé Nele. Essa obra é a obra de julgamento realizada por Deus.”

de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

9. “A função do Meu julgamento é capacitar melhor o homem para Me obedecer, e a função do Meu castigo é permitir que o homem mude de forma efetiva. Embora o que Eu realizo seja por causa do Meu gerenciamento, nunca realizei nada que não tenha sido benéfico para o homem. Isso porque quero tornar todas nações fora de Israel tão obedientes quanto os israelitas e torná-los homens de verdade para que Eu tenha apoio para os pés nas terras fora de Israel. Este é o Meu gerenciamento; é a obra que estou realizando entre as nações gentias.”

de ‘A obra de difundir o evangelho é também a obra de salvar o homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

10. “Eu digo isso hoje para julgar os pecados e a injustiça das pessoas; para amaldiçoar a rebeldia das pessoas. Sua falsidade e desonestidade, e suas palavras e ações, todas as coisas que não estão de acordo com a vontade Dele serão submetidas a julgamento, e a rebeldia das pessoas é condenada como pecaminosa. Ele fala de acordo com os princípios do julgamento e revela o caráter justo Dele julgando suas injustiças, amaldiçoando sua rebeldia e expondo todos os seus rostos repulsivos.”

de ‘Como a segunda etapa da obra de conquista dá frutos’ em “A Palavra manifesta em carne”

11. “Deus não veio para matar nem para destruir, mas para julgar, amaldiçoar, castigar e salvar. Antes da conclusão de Seu plano de gestão de 6.000 anos — antes de Ele expor o fim de cada categoria de homens — a obra de Deus na Terra é para o bem da salvação, é toda para tornar aqueles que O amam totalmente completos e trazê-los para a submissão ao Seu domínio. Não importa como Deus salva pessoas, tudo é feito levando-as a se libertar de sua velha natureza satânica; isto é, Deus as salva fazendo com que elas busquem a vida. Se não buscarem a vida, elas não terão como aceitar a salvação de Deus.”

de ‘Vocês devem pôr de lado as bênçãos do status e entender a vontade de Deus para a salvação do homem’ em “A Palavra manifesta em carne”

12. “Nos últimos dias, Cristo usa uma variedade de verdades para ensinar o homem, expor a essência do homem e dissecar suas palavras e ações. Essas palavras abrangem várias verdades: o dever do homem, como o homem deveria obedecer a Deus, como o homem deveria ser leal a Deus, como o homem deve viver a humanidade normal, bem como a sabedoria e o caráter de Deus e assim por diante. Essas palavras são todas dirigidas à essência do homem e ao seu caráter corrupto. Em especial, essas palavras que expõem como o homem desdenha de Deus são faladas em relação a como o homem é a corporificação de Satanás e uma força inimiga contra Deus.”

de ‘Cristo realiza a obra do julgamento com a verdade’ em “A Palavra manifesta em carne”

13. “Por fim, todas as nações serão abençoadas por causa de Minhas palavras, e também esmagadas em pedaços por causa de Minhas palavras. Assim, todas as pessoas durante os últimos dias irão ver que Eu sou o Salvador que voltou, Eu sou o Deus Todo-Poderoso que conquista toda a humanidade, e uma vez Eu fui a oferta pelo pecado para o homem, mas nos últimos dias, Eu também Me torno as chamas do sol que queima todas as coisas, bem como o Sol da justiça que revela todas as coisas. Tal é a Minha obra dos últimos dias.”

de ‘O Salvador já voltou sobre uma “nuvem branca”’ em “A Palavra manifesta em carne”

O resultado do julgamento e do castigo divinos sobre a humanidade é primeiro conquista e depois perfeição; essa é realmente a obra de salvar a humanidade. Claramente, o julgamento de Deus nos últimos dias tem tal significado para a salvação da humanidade corrupta. As pessoas que experimentaram a obra divina de julgamento e castigo já veem claramente: aquelas que são afortunadas o suficiente para experimentar o julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias são realmente as pessoas mais abençoadas de todas. Todas as pessoas que experimentaram verdadeiramente o julgamento e o castigo de Deus alcançaram os dez resultados a seguir:

1. O julgamento de Deus permite que as pessoas sejam sinceramente convencidas, que saibam que somente pelo julgamento e castigo de Deus nos últimos dias elas podem ser verdadeiramente salvas e aperfeiçoadas.

2. O julgamento de Deus permite que as pessoas saibam que o verdadeiro estado e a natureza essencial da humanidade corrupta é, na verdade, descendentes de Satanás em resistência contra Deus.

3. O julgamento de Deus permite que as pessoas vejam de forma completamente clara a face verdadeira do grande dragão vermelho, o demônio satânico, e o odeiem e abandonem e se voltem verdadeiramente em direção a Deus.

4. O julgamento de Deus permite que as pessoas vejam com absoluta clareza a raiz das trevas e do mal no mundo; a corrupção dos homens é tão profunda que eles se tornaram demônios e têm pouca humanidade.

5. O julgamento de Deus faz as pessoas entenderem muitas verdades e permite que elas tenham grande fé, abram mão de tudo e gastem para Deus de todo o coração, e façam o máximo em seus deveres.

6. O julgamento de Deus faz as pessoas terem sede de buscar e de obter a verdade, e de resolverem buscar a verdade, conhecer a Deus e praticar uma vida verdadeira.

7. O julgamento de Deus permite que as pessoas vejam claramente que Deus ama quem é honesto, e são somente aquelas pessoas que se desfazem da desonestidade e da falsidade e buscam ser honestas que têm a verdadeira semelhança do homem.

8. O julgamento permite que as pessoas saibam que é somente amar a Deus que é mais significativo; somente amando a Deus é que se pode cumprir o dever de ser leal a Ele e se conformar a Cristo.

9. O julgamento de Deus faz as pessoas saberem que obter a verdade é o mais precioso; somente quando se obtém a verdade é que se tem vida, e somente quando se obtém a verdade se alcança a aprovação de Deus.

10. O julgamento faz todas as pessoas conhecerem o caráter justo de Deus e Sua sabedoria e onipotência; elas podem sinceramente gastar para Deus e estar à Sua mercê.

Claramente, o que o julgamento e o castigo de Deus trazem às pessoas é salvação e perfeição. Trata-se do amor mais verdadeiro e do mais completo amor de Deus. O julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias tem realmente muito significado para a salvação e a perfeição da humanidade. É somente a obra de julgamento e castigo que pode verdadeiramente fazer as pessoas se voltarem em direção a Deus e obedecerem à Sua obra, e odiarem e abandonarem de fato o grande dragão vermelho e praticarem a verdadeira semelhança do homem. Somente uma pessoa que tenha experimentado o julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias pode verdadeiramente conhecê-Lo, pode verdadeiramente amá-Lo, pode se tornar compatível com Ele, pode obedecê-Lo e adorá-Lo para sempre e nunca mais resisti-Lo nem traí-Lo. Somente esse é o significado de alcançar a salvação. Sem o julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias, a humanidade jamais poderia conhecer verdadeiramente o estado real e essência da corrupção do homem por Satanás. A humanidade jamais poderia conhecer verdadeiramente a raiz das trevas e do mal no mundo, e jamais poderia odiar ou se rebelar contra o grande dragão vermelho; a humanidade jamais poderia se libertar da influência sombria de Satanás. Sem o julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias, a humanidade seria para sempre ignorante do Seu caráter justo. Sem o julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias, os seres humanos seriam para sempre incapazes de obter a verdade e de tornar-se pessoas novas, de entrar em Seu reino. É somente o julgamento e o castigo de Deus que podem salvar a humanidade e levá-la a entrar em seu verdadeiro destino. Porque a corrupção da humanidade é tão profunda, mesmo que alguém creia em Jesus e seja perdoado de seus pecados e desfrute de muita graça de Deus, devido à sua natureza de resistência a Ele, ainda O resistirá trairá. Assim, nunca pode se libertar verdadeiramente da influência de Satanás e alcançar salvação. Todos podemos ver claramente, dentro da religião, embora as pessoas que creem em Jesus possam testemunhar ansiosamente que Jesus é o Salvador, elas não conhecem o caráter justo de Deus. Elas podem ainda, nos últimos dias, quando Cristo vier novamente, resistir à obra de Deus dos últimos dias, julgar e condenar o verdadeiro caminho, negar Suavolta e até crucificar Cristo de novo. Assim, se uma pessoa somente experimenta a redenção de Deus durante a Era da Graça, mas não experimenta o julgamento e o castigo durante o tempo de Jesus vindo de novo, esse tipo de pessoa não é alguém que cumpre a vontade do Pai celestial e não é elegível a entrar no reino celestial. Porque as pessoas ainda não resolveram a sua natureza de resistir a Deus e ainda carecem de demasiadas verdades, elas ainda estão longe de conhecê-Lo e obedecê-Lo . Especialmente durante a época de Deus vir e fazer a obra dos últimos dias, elas ainda estão julgando e condenando a Sua obra dos últimos dias, desempenhando o papel de Satanás ao resistir-Lhe e se tornando um inimigo de Cristo. Claramente, aqueles que não aceitam a obra de Jesus vindo novamente e não ganharam a verdade como sua vida não são verdadeiramente salvos. Assim, a humanidade corrupta precisa da salvação do Deus encarnado; isto é, ela deve experimentar o julgamento e o castigo de Deus durante os últimos dias para alcançar conhecimento verdadeiro de Deus e obediência a Ele. Somente esse tipo de pessoa é aquele que cumpre a vontade do Pai celestial e pode alcançar o Seu louvor e entrar no reino celestial; isso é certo.

Todas as pessoas que experimentaram a obra divina dos últimos dias podem ver de forma clara que somente quando a humanidade profundamente corrupta experimentar o julgamento e o castigo de Deus, ela será capaz de alcançar conhecimento verdadeiro do Seu caráter justo e de obter mudanças no caráter de vida. Somente dessa forma a humanidade pode seguir a vontade do Pai celestial, exercer todo o seu esforço para a máxima expansão do evangelho do reino e ter uma participação nas adversidades, no reino e na paciência de Cristo. Somente dessa maneira a humanidade pode ser elegível a entrar no reino do céu. O atraso e a corrupção de todos os crentes no Senhor Jesus que não aceitaram o julgamento e o castigo divinos dos últimos dias e permanecem na Era da Graça são principalmente expressos nos dez aspectos a seguir:

1. Embora creiam em seu coração que há um Deus, admitam que todas as pessoas têm pecado e frequentemente orem e confessem sua culpa, elas não têm verdadeiro arrependimento nem mudança.

2. Elas só enfatizam amor às pessoas, mas não têm nenhum princípio de verdade, chegando até ao ponto de amar demônios, Satanás e espíritos malignos. O amor delas é um amor confuso.

3. Elas não conhecem o verdadeiro estado de sua corrupção e a essência de sua natureza, somente reconhecendo o pecado, mas não vendo claramente a essência; elas não podem conhecer a si mesmas verdadeiramente.

4. Elas não podem ver claramente a essência das trevas e da malignidade da era, e até seguem a tendência mundana da malignidade; elas não têm como se libertar da influência de Satanás.

5. Elas creem em Deus e adoram sacerdotes e pessoas famosas, creem em Deus nominalmente, mas na verdade seguem pessoas e estão sujeitas ao controle dessas pessoas; creem de forma teimosa e cega na Bíblia e andam na senda de anticristos.

6. Elas acham que Deus é apenas misericordioso e amoroso, que não importa quantos pecados as pessoas cometam, Ele as perdoará; elas não sabem que o caráter de Deus também tem justiça, julgamento e ira.

7. Elas só entendem as letras e frases da Bíblia, mas não entendem a vontade de Deus; elas amam seguir regras e também podem citar falaciosamente palavras e frases da Bíblia fora de contexto.

8. Elas não conseguem tratar a Bíblia corretamente de acordo com o fato histórico, tomam as palavras dos apóstolos como palavras de Deus, causando o surgimento de denominações independentes e provocando caos total.

9. Elas não conhecem a obra do Espírito Santo, tratando até a obra de espíritos malignos como Sua obra, de forma que os espíritos malignos perturbam e prejudicam a igreja e desencaminham pessoas.

10. Elas adoram a Bíblia como se ela fosse Deus, usam a Bíblia para delimitá-Lo, julgá-Lo e resisti-Lo, não buscam a verdade e buscam menos ainda a Sua manifestação.

As dez manifestações acima são suficientes para explicar que crentes no Senhor Jesus que permanecem na Era da Graça há muito tempo ficaram para trás no ritmo da obra de Deus. Elas não têm nem um pouquinho de crescimento de vida e permanecem nos estágios iniciais da fé em Deus. Elas creem em Deus, mas não O conhecem, elas ainda O resistem e traem, chegando até ao ponto de se tornarem inimigas Dele. Elas absolutamente não se libertaram da influência de Satanás nem atingiram o padrão de salvação. Isso realmente é uma tragédia lamentável! Pense na Era da Graça, quando a humanidade profundamente corrupta pregou o Senhor Jesus na cruz. Qual era exatamente a natureza de sua ação? Para ser capaz de entregar o Senhor Jesus, que espalhou o caminho do reino do céu, ao diabo e, além do mais, dizer também que era necessário pregar o Senhor Jesus na cruz, que elas prefeririam libertar um ladrão e crucificar o Senhor Jesus: tal humanidade corrupta não era demoníaca? Somente demônios poderiam odiar tanto a Deus para estar numa rixa mortal com Ele. Os sumos sacerdotes, escribas e tantos seguidores — que, à época gritavam em uníssono que o Senhor Jesus devia ser crucificado — só podiam ter sido uma multidão de demônios que odiava a Deus, não é verdade? Agora, a maioria dos pastores e líderes da comunidade religiosa, juntamente com muitos crentes, também não condenam Deus Todo-Poderoso a uma voz? Esses não são demônios que estão se opondo a Deus? Especialmente agora, quando o grande dragão vermelho resiste e condena loucamente a obra de Deus, a comunidade religiosa também toma o partido do grande dragão vermelho e até dá as mãos a ele para resistir a Deus, condená-Lo e blasfemar contra Ele. A raça humana está, assim, testemunhando que a comunidade religiosa e o grande dragão vermelho estão unidos no acampamento de Satanás. A comunidade religiosa há muito tempo se transformou em cúmplice de Satanás, o que revela totalmente que a essência do “servir a Deus” da comunidade religiosa é, na verdade, resistir a Deus, o que prova por completo as palavras do Senhor Jesus que revelaram e julgaram os Fariseus. Essa é precisamente a essência da corrupção e do mal da comunidade religiosa de hoje. A resistência a Deus da comunidade religiosa de hoje se iguala ou supera a da comunidade religiosa da época do Senhor Jesus. Elas são um grupo demoníaco que se opõe a Cristo e que Deus rejeitou e condenou, e elas pertencem inteiramente às forças malignas de Satanás. A partir disso, fica evidente que a corrupção da raça humana chegou a um extremo em que ela pode realmente crucificar uma vez mais a Cristo, que nos últimos dias está proferindo verdade e emitindo julgamento. Isso é suficiente para mostrar que a raça humana foi tão corrompida por Satanás, que se transformou em demônios. A obra divina de julgamento e castigo nos últimos dias deve transformar em pessoas esses indivíduos que foram corrompidos por Satanás e viraram demônios; essa é uma obra muito difícil. Assim, o método de julgamento e castigo usado por Deus nos últimos dias para salvar a humanidade é verdadeiramente o mais apropriado. A humanidade corrupta é adequada somente para a salvação do julgamento e do castigo de Deus. A humanidade corrupta não está mais simplesmente resistindo e se rebelando contra Deus, mas já se tornou uma força hostil a Ele - as pessoas se tornaram inimigas de Deus e descendentes de Satanás que resistem a Deus. Portanto, a humanidade corrupta, especialmente o mundo religioso, só pode considerar Cristo, que expressa a verdade para salvar as pessoas, como um inimigo absolutamente irreconciliável, e mal pode esperar para crucificá-Lo novamente, só assim sendo capaz de extravasar seu ódio. Não haver julgamento e castigo para tal humanidade corrupta é aceitável? É absolutamente inaceitável. Por ser tão diabólica e tão peçonhenta, a humanidade já se tornou descendente de Satanás e uma força obstinada e maligna, hostil a Deus. Assim, dizer que a humanidade corrupta é o diabo é apropriado, sem a menor ponta de exagero. Na realidade, o julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias são a obra de pôr um fim ao destino de Satanás. É provável que Deus mostrará leniência a esses anticristos demoníacos da comunidade religiosa que está em rixa mortal com o verdadeiro Deus encarnado dos últimos dias? Todos podem esperar para ver que visão será quando as nações e povos do mundo testemunharem a manifestação pública de Deus. Por que os povos lamentarão? Então a verdade será trazida à luz do dia!

Agora Deus Todo-Poderoso ainda está ansiando pelo retorno de todos os crentes em Jesus e esperando pacientemente que todos os que creem sinceramente em Deus voltem. Deus Todo-Poderoso diz: “Se as pessoas permanecerem na Era da Graça, então elas nunca serão libertadas de seu caráter corrompido, muito menos conhecerão o caráter inerente de Deus. Se as pessoas viverem sempre no meio de uma abundância de graça, mas estão sem o caminho da vida, que lhes permite conhecer Deus e satisfazer a Deus, elas nunca O ganharão verdadeiramente embora creiam Nele. Que forma lamentável de crença é essa. Quando você terminar de ler este livro, quando você tiver experimentado cada passo da obra de Deus encarnado na Era do Reino, você sentirá que as esperanças de muitos anos foram finalmente realizadas. Você sentirá que somente agora você viu verdadeiramente Deus face a face, somente agora você olhou para o rosto de Deus, ouviu a declaração pessoal de Deus, compreendeu a sabedoria da obra de Deus e verdadeiramente sentiu quão real e poderoso é Deus. Você sentirá que ganhou muitas coisas que as pessoas de tempos passados nunca viram ou possuíram. Nesse momento, você saberá claramente o que é acreditar em Deus e o que é ser segundo o coração de Deus. Claro, se você se apegar às visões do passado e rejeitar ou negar o fato da segunda encarnação de Deus, então você permanecerá de mãos vazias e não adquirirá nada e finalmente será culpado de opor-se a Deus. Aqueles que obedecem à verdade e se submetem à obra de Deus virão sob o nome do segundo Deus encarnado — o Todo-Poderoso. Eles serão capazes de aceitar a orientação pessoal de Deus e adquirirão uma verdade superior e em maior quantidade e receberão a verdadeira vida humana. Eles contemplarão a visão que os antepassados jamais viram: ‘E voltei-me para ver quem falava comigo. E, ao voltar-me, vi sete candeeiros de ouro, e no meio dos candeeiros um semelhante a filho de homem, vestido de uma roupa talar, e cingido à altura do peito com um cinto de ouro; e a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve; e os seus olhos como chama de fogo; e os seus pés, semelhantes a latão reluzente que fora refinado numa fornalha; e a sua voz como a voz de muitas águas. Tinha ele na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois gumes; e o seu rosto era como o sol, quando resplandece na sua força’ (Apocalipse 1:12-16). Essa visão é a expressão do completo caráter de Deus, e tal expressão de Seu caráter completo é também a expressão da obra de Deus quando Ele Se torna carne desta vez. Nas torrentes dos castigos e julgamentos, o Filho do homem expressa Seu caráter inerente por meio da profissão de palavras, permitindo a todos aqueles que aceitam Seu castigo e julgamento que vejam o rosto verdadeiro do Filho do homem, rosto este que é uma representação fiel do rosto do Filho do homem visto por João. (Claro, tudo isso será invisível àqueles que não aceitam a obra de Deus na Era do Reino). O verdadeiro rosto de Deus não pode ser plenamente articulado usando as palavras do homem, e assim Deus usa a expressão de Seu caráter inerente para mostrar Seu verdadeiro rosto ao homem. Ou seja, todo aquele que experimentou o caráter inerente do Filho do homem viu o verdadeiro rosto do Filho do homem, pois Deus é grandioso demais e não pode ser plenamente articulado usando as palavras do homem. Uma vez que o homem tenha experimentado cada passo da obra de Deus na Era do Reino, ele conhecerá o verdadeiro significado das palavras de João quando ele falou do Filho do homem no meio dos castiçais: ‘E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve; e os seus olhos como chama de fogo; e os seus pés, semelhantes a latão reluzente que fora refinado numa fornalha; e a sua voz como a voz de muitas águas. Tinha ele na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois gumes; e o seu rosto era como o sol, quando resplandece na sua força.’ Nesse momento, você saberá sem dúvida alguma que esta carne comum que falou tantas palavras é realmente o segundo Deus encarnado. E você sentirá verdadeiramente o quanto é abençoado e se sentirá o mais afortunado. Você estaria indisposto a aceitar essa bênção?” (de ‘Prefácio’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Hoje, na China continental, a maioria das pessoas religiosas que creem no Senhor Jesus voltaram para Deus Todo-Poderoso, ganhando a plena salvação de Deus nos últimos dias. Como é evidente, as virgens sábias e as virgens tolas foram reveladas dentro da comunidade religiosa. Todas as virgens sábias aceitaram a segunda vinda do Senhor Jesus — a obra de Deus Todo-Poderoso nos últimos dias. Elas são as preciosas que foram “roubadas” de volta para a casa de Deus, onde ganharam a salvação e a perfeição de Deus para se tornarem as vencedoras aperfeiçoadas por Ele antes do desastre. Que grande e bom destino esse é! As pessoas que aceitam a obra do advento oculto de Deus têm lugar entre as virgens sábias, porque essas pessoas creem em Deus Todo-Poderoso por descobrirem a verdade e confirmarem que é o verdadeiro caminho por meio de ouvirem a Sua voz. Esse é o significado implícito de “sábia”. Aquelas virgens sábias foram repentinamente “roubadas” sem que o soubessem, criando um tumulto generalizado, quando na realidade foram arrebatadas para Deus. Isso é verdade. A Bíblia prediz que nos últimos dias Deus virá novamente “como ladrão”. Essa é a segunda vinda não revelada do Senhor. Para a comunidade religiosa, o Senhor vem para “roubar” aquilo que é precioso, “roubando” somente as pessoas que são “metais nobres e pedras preciosas”. Isso mostra que todas as pessoas que são “roubadas” são de boa qualidade, capazes de entender e aceitar a verdade. Elas são pessoas que reconhecem a voz de Deus e, portanto, são arrebatadas para Ele a fim de receber Sua perfeição. Então, é perfeitamente verdadeiro aqui que ser “roubado” é, na realidade, ser elevado para encontrar o Senhor! Quando Deus aparecer abertamente, esses segredos serão revelados. O Senhor Jesus disse: “Quando vier, porém, aquele, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade” (João 16:13). Isso se refere mais ainda à obra de Deus nos últimos dias. Espero que todas as pessoas religiosas que crerem sinceramente em Deus serão virgens sábias e estudarão o caminho verdadeiro, o aceitarão e retornarão diante do Deus prático, Cristo dos últimos dias. Se você esperar até Deus se manifestar abertamente antes de aceitá-Lo, você se arrependerá por estar atrasado demais. Assim como o Senhor Jesus disse a Tomé, “Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram” (João 20:29).

Na Era da Graça, o Senhor Jesus prometeu à humanidade que viria novamente, então ela está ansiosa por recebê-Lo quando Ele voltar nos últimos dias. Ninguém pensou que quando Deus voltasse a humanidade profundamente corrupta poderia, na verdade, odiar a Cristo e odiar a verdade com tanta ferocidade, e que pudesse crucificar Cristo novamente nos últimos dias. Essa é a segunda vez que a humanidade corrupta entrou em contato e em colisão com Deus; a humanidade cometeu novamente a malignidade monstruosa de crucificar a Cristo, que é o Salvador da humanidade. Isso não merece profunda reflexão por parte das pessoas? Condenação da obra de julgamento de Cristo nos últimos dias, esse é o crime mais sério de blasfêmia contra o Espírito Santo. Se o mundo religioso não tem arrependimento verdadeiro, então seu resultado é autoevidente. A primeira vez que a humanidade entrou em contato e em colisão com Deus foi na Era da Graça. A época da primeira encarnação de Deus foi quando o Senhor Jesus veio ao mundo do homem e começou a obra de pregar, e Ele foi crucificado vivo pelo mundo religioso judaico diabólico daquela época, que cometeu essa malignidade monstruosa. Quando todos os crentes em Deus do mundo religioso estão se preparando para receber a Sua volta nos últimos dias, Deus Se encarna no continente chinês a convite; logo após o julgamento começar, inicialmente, na casa de Deus. O Deus Todo-Poderoso encarnado é condenado pelo mundo religioso inteiro e pelo grande dragão vermelho. No mundo religioso, o apelo para crucificar a Cristo nos últimos dias é mais alto; felizmente, a encarnação de Deus nos últimos dias vem para fazer a obra de julgamento e castigo em vez da obra de redenção. A conspiração de Satanás para capturar e matar Deus não prevaleceu, mas, em essência, a mesma tragédia da crucificação de Cristo foi recriada. Isto é, o mundo religioso e o grande dragão vermelho juntos condenam a Sua obra, fabricam muitas mentiras para julgar, condenar e blasfemar a Deus, em todo lugar perseguem e capturam Cristo e o homem usado pelo Espírito Santo e cometem crimes hediondos. Essa é a segunda vez que a humanidade corrupta entra em contato e em colisão com Deus. Os fatos são suficientes para provar que, nos últimos dias, a humanidade já é corrupta ao extremo; deve ser quando o caráter justo de Deus é completamente revelado. A malignidade e a corrupção da humanidade nos últimos dias são piores do que as de Sodoma, cumprindo a previsão de Jesus: “Pois como foi dito nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem.” As pessoas estão todas ocupadas comendo, bebendo e se casando, defendendo ser de natureza má e licenciosa, que já ofenderam a Deus e O irritaram. Se as pessoas não aceitarem o julgamento e o castigo de Deus nos últimos dias, então elas de forma alguma serão capazes de alcançar a salvação. Isso é porque os pastores, líderes e pessoas do mundo religioso que foram enganadas e controladas por eles têm julgado e condenado a obra de Deus e feito o máximo para negar o Cristo dos últimos dias. Isso já é crucificar novamente a Cristo; que qualificações e cara tem uma pessoa como essa, que odeia a verdade e é hostil a Deus, para aguardar o arrebatamento? Isso cumpre exatamente as palavras do Senhor Jesus: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi claramente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” “Quem me rejeita, e não recebe as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia.” Este “o julgará no último dia” significa toda a obra de julgamento que o Senhor Jesus fará quando vier novamente. Todas as pessoas que permanecem na Era da Graça absurdamente pensaram que a obra de redenção de Deus fosse o último estágio da Sua obra para salvar a humanidade. Por causa disso, Deus não fará a obra de julgamento e castigo; esse é realmente um falso entendimento da Bíblia e um julgamento da obra de Deus. Todas as profecias que o Senhor Jesus fez na Era da Graça já foram cumpridas e alcançadas na obra divina dos últimos dias. Se a obra da redenção da Era da Graça fosse a última obra de salvação de Deus, então por que o Senhor Jesus diz que Ele deve voltar? Jesus está voltando para cumprir e realizar todas as profecias que Ele falou durante a Era da Graça, para usar julgamento e castigo a fim de salvar as pessoas e ajudá-las a se libertarem da influência de Satanás, e capacitar as pessoas a se voltarem verdadeiramente em direção a Deus. Ele está voltando para resolver o problema da natureza pecaminosa que confundia as pessoas e as fazia repetidamente cometer pecados e os confessar, incapazes de deter ou de livrar a si mesmas na Era da Graça. Ele está voltando para mudar o caráter das pessoas, para fazer as pessoas conhecerem verdadeiramente a Deus e obedecerem a Ele para alcançarem compatibilidade com Ele. É para classificar cada pessoa de acordo com o seu tipo e pôr fim a esta era de trevas e malignidade. Somente dessa forma Deus pode levar santos ao Seu reino. Somente esse é o verdadeiro significado de Deus fazer a Sua obra de salvação. Se a obra de Deus não puder alcançar esse tipo de resultado no fim, então a Sua profecia não será verdadeiramente cumprida e realizada, e o plano de gerenciamento de Deus para salvar a humanidade não poderá ser concluído. Assim, o plano de gerenciamento de Deus para salvar a humanidade não pode, de forma alguma, ter meros dois estágios de obra antes da conclusão. Ele deve ter a obra divina dos últimos dias, de julgamento e castigo das pessoas, classificando cada uma de acordo com seu próprio tipo. Somente dessa forma o plano de gerenciamento de Deus para salvar a humanidade pode ser concluído e Deus pode ganhar vitória total em Sua guerra com Satanás e Ele ser verdadeiramente glorificado.

Para crer em Deus, é preciso aceitar a Sua obra de julgamento e castigo nos últimos dias. Somente dessa forma se pode obter a verdade toda que Deus concede à humanidade para a vida dela. Somente dessa forma se pode alcançar salvação e libertação da influência de Satanás, alcançar conhecimento de Deus, obediência a Ele e adoração a Ele. De outra forma, as pessoas não têm como obter a verdade e receber o louvor de Deus. As palavras de Deus Todo-Poderoso explicam muito claramente: “Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganhará vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história.” “Aqueles que querem ganhar vida sem depender da verdade dita por Cristo são as pessoas mais ridículas na terra, e aqueles que não aceitam o caminho de vida trazido por Cristo estão perdidos na fantasia. Por isso Eu digo que quem não aceitar o Cristo dos últimos dias será eternamente desprezado por Deus. Cristo é a porta de entrada do homem para o reino durante os últimos dias, da qual ninguém pode desviar. Ninguém pode ser aperfeiçoado por Deus, exceto por meio de Cristo. Você crê em Deus, então deve aceitar as palavras Dele e obedecer ao Seu caminho. Não deve pensar só em ganhar bênçãos sem receber a verdade nem aceitar a provisão de vida. Cristo vem durante os últimos dias para que todos que acreditam verdadeiramente Nele possam ser supridos de vida. Sua obra propósito é para o bem de concluir a era antiga e entrar na nova, e é a senda que deve ser tomada por todos aqueles que entrarem na nova era. Se você é incapaz de reconhecê-Lo e, em vez disso, O condena, blasfema ou até O persegue, está fadado a queimar pela eternidade e nunca entrará no reino de Deus. Pois esse Cristo é Ele Próprio a expressão do Espírito Santo, a expressão de Deus, Aquele que Deus incumbiu de fazer a Sua obra na terra. E assim Eu digo que, se você não pode aceitar tudo o que é feito pelo Cristo dos últimos dias, você blasfema contra o Espírito Santo. A retribuição que deve ser sofrida por todos que blasfemam contra o Espírito Santo é autoexplicativa a todos. Eu também lhe digo que, se você se opõe ao Cristo dos últimos dias e O nega, não há quem possa suportar as consequências em seu lugar. Além do mais, desse dia em diante você não terá outra oportunidade de ganhar a aprovação de Deus; mesmo se você tentar redimir a si mesmo, nunca mais contemplará o rosto de Deus. Pois ao que você se opõe não é um homem, o que você nega não é qualquer ser insignificante, mas Cristo. Você está ciente dessa consequência? Você não cometeu um pequeno erro, mas um crime atroz. E assim recomendo a todos a não mostrar as presas diante da verdade nem fazer críticas imprudentes, pois só a verdade pode lhe trazer vida, e nada exceto a verdade pode permitir que você renasça e contemple a face de Deus” (de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Agora o povo escolhido de Deus na China experimentou a Sua obra dos últimos dias de julgamento e castigo; todos entraram na senda correta da fé em Deus e já colocaram uma fundação ao longo do caminho verdadeiro. Deus utilizou o grande dragão vermelho como um florete e um objeto de serviço na obra dos últimos dias e na guerra com Satanás. Ao mesmo tempo, Deus também utilizou o desempenho de todo tipo de falso líder, anticristo e espírito maligno para permitir que o povo escolhido de Deus tenha uma experiência rica. Isso é como ir ao banquete suntuoso de Cristo e obter a bondade de Deus. Em particular, o povo escolhido de Deus experimentou muito da guerra da justiça e do mal, e teve suas perspectivas alargadas e seu conhecimento ampliado; eles entenderam muitas verdades e também dominaram muitos princípios na prática; eles finalmente entraram na realidade da verdade. Todas essas pessoas que buscam a verdade entendem o que é resistir a Deus e o que é obedecê-Lo, o que é gastar sem reservas para Deus e o que é cumprir seus deveres satisfatoriamente, o que é humanidade corrupta e o que é humanidade normal. Eles entendem o que é amor verdadeiro e o que é hipocrisia, o que são palavras e doutrinas e o que é a realidade da verdade, o que é amar a Deus e o que é engano, o que procede de Deus e o que procede de Satanás, o que são coisas positivas e o que são coisas negativas. Eles entendem o que é luz e o que são trevas, o que pertence a Deus e o que pertence a Satanás, o que é compatível com Deus e o que se opõe a Ele, o que é libertar-se da influência de Satanás e o que é alcançar verdadeiramente a salvação, o que são falsos líderes e anticristos e o que é conhecer a Deus e servi-Lo. Eles entendem muitas coisas semelhantes a essas que precisam ser enfrentadas quando se crê em Deus. Esses problemas reais são todos resolvidos quando se experimenta o julgamento e o castigo de Deus. Agora, a obra oculta de Deus sobre a China continental entrou no estágio final de expandir o evangelho do reino. Todo o povo escolhido de Deus está buscando a verdade, trabalhando arduamente para cumprir seus deveres, preparando boas obras e fazendo o máximo para propagar o evangelho e testemunhar para Deus, a fim de receber a Sua manifestação pública com um belo e ressonante testemunho. Isso é suficiente para mostrar que Deus já triunfou sobre Satanás; a obra oculta de Deus sobre a China continental terminará em glória. Deus logo será publicamente revelado a todos os países e a todos os lugares, a todas as nações e a todos os povos.

Conhecer o julgamento e o castigo divinos dos últimos dias é verdadeiramente de grande significância para as pessoas crerem em Deus a fim de alcançarem salvação e serem aperfeiçoadas. O que nesta terra são julgamento e castigo, as palavras de Deus já explicaram muito claramente. Deus expressa a verdade e decreta julgamento e castigo. De acordo com a essência da corrupção da humanidade, Ele usa a verdade para expor, julgar e condenar pessoas e para fazê-las entender a verdade, conhecer a si mesmas e produzir arrependimento verdadeiro. Esse é o resultado do julgamento e do castigo. Deus criou todas as coisas e domina tudo; essa é a autoridade de Deus. Já que Ele permite que Satanás corrompa a humanidade, Ele tem o poder de julgar e castigar a humanidade corrupta. E ainda mais, Deus tem a habilidade de salvar e de trazer a humanidade de volta, que está sob o império de Satanás. Esse é precisamente o ponto em que a sabedoria e a onipotência de Deus para derrotar Satanás se encontram. Somente dessa forma a humanidade pode ser salva e o destino de Satanás ser levado a cabo, fazendo com que a humanidade se volte em direção a Deus para sempre, se torne uma humanidade que obedeça e adore a Ele e obtenha um destino verdadeiro. Isso cumpre as palavras de Deus Todo-Poderoso: “Aqueles que forem capazes de permanecer firmes durante a obra de julgamento e castigo por Deus ao longo dos últimos dias — quer dizer, durante a obra final de purificação — serão aqueles que entrarão no estado final de descanso junto com Deus. Portanto, os que entrarão no descanso terão, todos eles, se libertado da influência de Satanás e terão sido obtidos por Deus apenas depois de terem sido submetidos à Sua obra final de purificação. Essas pessoas que terão sido finalmente obtidas por Deus entrarão no descanso final. A essência da obra divina de castigo e julgamento é a purificação da humanidade e se destina ao dia do descanso final. Caso contrário, a humanidade como um todo não será capaz de seguir seus próprios semelhantes nem de entrar no descanso. Esta obra é o único caminho da humanidade para entrar no descanso” (de ‘Deus e o homem entrarão em descanso juntos’ em “A Palavra manifesta em carne”).

Depois que experimentamos o Seu julgamento e castigo, podemos ver o fato de que a fonte da verdade é Deus, e que Ele é a fonte de todas as coisas positivas. Onde quer que haja perturbação e corrupção de Satanás e o pecado de resistir a Deus, ali Seu julgamento e castigo certamente se seguem. Onde quer que haja julgamento de Deus, ali há a manifestação da verdade e da revelação do Seu caráter. A verdade e o caráter de Deus são revelados durante o Seu julgamento e castigo. Somente onde há verdade, há julgamento e castigo; somente onde há julgamento e castigo, há a revelação do caráter justo de Deus. Portanto, onde quer que haja julgamento e castigo de Deus, ali encontramos as pegadas da Sua obra, e esse é o caminho mais verdadeiro para buscar a Sua manifestação. Somente Deus tem a autoridade de emitir julgamento e somente Cristo tem o poder de julgar a humanidade corrupta. Isso confirma e demonstra que o Filho do homem — Cristo — é o Senhor do julgamento. Sem o julgamento e o castigo de Deus, os humanos não têm meios de ganhar a verdade, e o julgamento e o castigo são o que revela o caráter justo de Deus, fornecendo aos humanos a oportunidade de O conhecerem . O processo pelo qual os humanos entendem a verdade é o processo pelo qual eles conhecem a Deus. A verdade para a humanidade corrupta é julgamento, escrutínio e castigo. O que a verdade revela é precisamente a justiça, a majestade e a ira de Deus. As pessoas que entendem a verdade podem se desfazer da corrupção e se libertar da influência de Satanás. Isso cabe completamente ao poder e à onipotência das palavras de Deus. Deus salva as pessoas e as aperfeiçoa para permitir que elas entendam a verdade, ganhem a verdade. Quanto mais as pessoas entendem a verdade, mais elas também conhecem a Deus. Dessa forma, as pessoas podem eliminar a corrupção e se tornar purificadas. Quando as pessoas praticam a verdade e entram na realidade da verdade, elas estão vivendo na luz, vivendo em amor e vivendo diante de Deus. Esse é o resultado que Cristo alcança ao liberar a verdade e emitir julgamento. Na verdade, todas as palavras que são de Deus são a verdade e são o julgamento da raça humana. Não importando em que era, as palavras que Deus falou têm o efeito de julgamento. Na Era da Lei, as palavras de Deus Jeová foram julgamento da humanidade corrupta. Na Era da Graça, as palavras faladas pelo Senhor Jesus foram julgamento da humanidade corrupta. Agora, na Era do Reino, quando nos últimos dias Deus realiza a obra de julgamento e castigo, tudo o que Deus Todo-Poderoso diz é julgamento e castigo, poda, tratamento, provação e refinamento que, no fim, tornarão a raça humana capaz de ver que o julgamento e o castigo da humanidade por Deus Todo-Poderoso é o Seu amor maior. O que o julgamento e o castigo de Deus proporcionam à raça humana é salvação, é perfeição. Somente aceitando e obedecendo o julgamento e o castigo de Deus é que se ganha o Seu amor verdadeiro e a salvação completa. Todas as pessoas que se recusam a aceitar o julgamento e o castigo de Deus serão sujeitas à Sua punição e se afundarão em destruição e perdição. Assim como as palavras de Deus dizem: “Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história. As pessoas controladas por regulamentos, por letras, e agrilhoadas pela história jamais serão capazes de ganhar vida e de ganhar o caminho perpétuo de vida. Isso porque tudo o que elas têm é água turva que ficou estagnada por milhares de anos em vez da água de vida que flui do trono. Aqueles que não são abastecidos de água de vida continuarão a ser cadáveres para sempre, brinquedos de Satanás e filhos do inferno” (de ‘Só o Cristo dos últimos dias pode dar ao homem o caminho de vida eterna’ em “A Palavra manifesta em carne”).

A obra de Deus é como ondas que se movem poderosas. Ninguém pode detê-Lo, ninguém pode interromper Seus passos. Só aqueles que ouvem atentamente Suas palavras, os que O procuram e têm sede Dele é que podem seguir Seus passos e receber Sua promessa. Aqueles que não o fazem estarão sujeitos a um desastre esmagador e a uma punição merecida” (de ‘Deus preside o destino de toda a humanidade’ em “A Palavra manifesta em carne”).

15 de abril de 2013

Anterior:Alcançar a compatibilidade com Cristo é o único critério para se obter a salvação e ser aperfeiçoado

Próximo:Somente as pessoas que buscam a verdade e chegam a conhecer Deus são capazes de obter a verdadeira vida