Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

4. Os quatro estágios da experiência de vida para ser salvo e aperfeiçoado

A obra de julgamento e castigo de Deus nos últimos dias teve início com a conquista dos “servidores”. Primeiro, Deus fez uso de palavras de julgamento e revelações para provar os servidores. Somente depois que todos os escolhidos de Deus entraram por completo na experiência de provação dos servidores é que Deus oficialmente iniciou Sua obra de julgamento e castigo nos últimos dias. Portanto, a experiência de vida dos escolhidos de Deus teve início no estágio de realização de serviço. Somente depois de experimentarem a provação dos servidores é que eles se qualificaram para tornarem-se o povo do reino e começaram a entrar no segundo estágio da experiência de vida – o estágio do cumprimento de deveres. Qual é a importância de se experimentar a provação dos servidores? Todos aqueles que a experimentaram sabem que há uma profunda significação nisso: é somente experimentando a provação dos servidores que se consegue entrar na trilha certa da crença em Deus. Por serem tão profundamente corruptas, independentemente do que façam, as pessoas nutrem suas intenções, e sua crença em Deus não é exceção. Todas as pessoas creem em Deus para obter bênçãos e escapar de catástrofes e da morte. Ninguém crê em Deus para buscar a verdade e alcançar a salvação. Se as pessoas cressem Nele segundo suas noções, elas não seriam capazes de entrar na trilha certa da crença em Deus. Não poderiam ser salvas, mas, ao invés disso, seriam eliminadas. Após experimentarem a provação dos servidores, os corações outrora cobiçosos de boa sorte e bênçãos foram trespassados pela espada afiada da palavra de Deus. Foi muito doloroso, e as pessoas sofreram grande refinamento, mas seus desejos extravagantes subsequentemente se dissiparam, e o desejo de obter bênçãos foi despedaçado. Elas passaram a fazer serviço para Deus de bom grado e desistiram completamente de sua antiga busca por “entrar no reino, obter vida eterna e exercer poder”. Seu entusiasmo em obter bênçãos minguou, e elas não tiveram nenhuma escolha que não curvar a cabeça e aceitar seu destino, dizendo: “Quem nos fez filhos do grande dragão vermelho?” A provação dos servidores de fato resolveu o desejo das pessoas de crer em Deus a fim de obter bênçãos. Também fez com que elas vissem com clareza seu próprio estado e substância como filhas do grande dragão vermelho, e seu estado lamentável após serem corrompidas por Satanás. Somente então elas souberam que eram indignas de bênçãos e de desfrutar da graça de Deus. Depois que os escolhidos de Deus foram completamente conquistados, envergonhados e derrotados, e sofreram a dor do refinamento, Deus falou, mudando o status dos servidores de modo a serem o povo do reino. Naquele tempo, todos derramaram lágrimas de emoção, incapazes de expressar seu remorso. O status de pessoas do reino fez com que se sentissem humilhados e envergonhados. A atitude delas para com a crença em Deus melhorou grandemente após isso, e somente então elas começaram a entrar na trilha certa da crença em Deus e aceitaram formalmente Sua obra de julgamento e castigo. Essa transição no princípio é altamente importante e é verdadeiramente algo que aqueles que a experimentam jamais conseguem esquecer! Enquanto experimentavam a provação dos servidores, todas as pessoas ergueram a cabeça e olharam para o céu com lágrimas nos olhos e indescritível sofrimento no coração. Foi verdadeiramente doloroso, mas elas agora se lembram disso como uma incomparável doçura. Essa provação ocasionou uma importante transformação nelas, que as beneficiou muito. Experimentar a provação dos servidores é um evento realmente afortunado e abençoado! A obra de Deus para a conquista e salvação das pessoas nos últimos dias é de extrema importância, e cada estágio prova, refina, revela e transforma as pessoas. A obra tem o exclusivo propósito de salvá-las e aperfeiçoá-las.

Aqueles que experimentam a obra de julgamento e castigo de Deus nos últimos dias são totalmente capazes de alcançar a salvação e ser aperfeiçoados. Se observarmos os estágios da experiência de vida da humanidade para ser salva e aperfeiçoada, esta pode ser dividida em quatro estágios. O primeiro estágio é o de realização de serviço, o segundo é o de cumprimento de deveres, o terceiro é o de submissão a Deus e o quarto é o de dar testemunho de Deus. O primeiro e o segundo estágios da experiência de vida requerem cerca de três anos cada, o terceiro estágio – de submissão a Deus – requer cerca de cinco anos, e o quarto, o estágio de dar testemunho de Deus, requer cerca de sete anos. Claro que isso se refere a pessoas que buscam a verdade mais ardentemente do que outras. Se Deus concedesse refinamento e provações especiais num ambiente e contexto especial, então seria uma questão diferente e romperia o intervalo de tempo normal das experiências de vida. É impossível para as pessoas compreenderem a obra de Deus. O significado interno da experiência de vida remete ao processo de transformação do caráter de vida das pessoas enquanto experimentam a obra de Deus. Apenas aqueles que buscam a verdade de maneira diligente conseguem alcançar esse tipo de resultado. Assim como o trigo e o joio crescendo juntos no mesmo pedaço de chão: quando o trigo começa a criar espiga, os joios continuam sendo joios e serão arrancados. Os crentes que não gostam da verdade são exatamente como os joios: não têm experiências de vida. Eles não conseguem passar do estágio de realização de serviço e, no fim, a maioria deles será arrancada. Enfim, apenas os servidores leais são capazes de servir até o fim e sobreviver. Aqueles que gostam da verdade e que a buscam há muito entraram no segundo e no terceiro estágios da experiência de vida. Entre aqueles que entram nas experiências de vida, somente os honestos que têm um senso de justiça, aqueles que de fato amam a Deus e fazem o máximo para buscar a verdade eventualmente poderão entrar no quarto estágio – o estágio de dar testemunho de Deus. Esse é o mais alto domínio da experiência de vida e é o estágio de ser aperfeiçoado por Deus. Apenas aqueles que entram e terminam o estágio de dar testemunho de Deus são completamente aperfeiçoados, adequados para o Seu uso e inteiramente dignos de serem testemunhas de Cristo. Claro que podem ser considerados como aqueles que conhecem a Deus, verdadeiramente amam a Deus, foram obtidos por Deus, verdadeiramente se submetem a Deus, são leais a Deus e são tropas de elite de Deus que estão em sintonia com Cristo. São pessoas que têm intimidade com Deus e o mesmo coração e mente que Ele. Há pessoas aperfeiçoadas que são como Pedro, mas sua maioria é de pessoas honestas que amam a Deus de verdade e são de calibre usual. Independentemente do estágio da experiência de vida em que se encontram as pessoas que buscam a verdade para serem salvas, todas devem trabalhar diligentemente e pagar o preço a fim de entrar. Sem pagar o preço, o resultado não pode ser alcançado. Isso está em total conformidade com o princípio da competição justa, o que prova que Deus trata a todos com justiça e que Ele não favorece ninguém.

A seguir compartilharei os estados específicos para entrar em cada estágio da experiência de vida.

1. O primeiro estágio da experiência de vida – o estágio de realização de serviço

O estágio de realização de serviço é primariamente o período no qual as pessoas começam a crer em Deus pela primeira vez. Essas pessoas só prestam serviço para obter bênçãos e se fiam em seu entusiasmo para fazerem coisas. Basicamente, não estão cientes de sua reponsabilidade como um ser criado para cumprir seus deveres e estão cheias de corrupções naturais. Não compreendem minimamente o verdadeiro significado de crer em Deus, e sua conduta é motivada por suas intenções corruptas, o que, em essência, é um ato de rebeldia e resistência contra Deus e não pode ser aceito por Ele de forma alguma. Tudo isso é determinado pelo fato de que elas creem e prestam serviço a Deus apenas para obter bênçãos. Por ser tão corrupta, a humanidade só sabe viver para si mesma. Qualquer coisa que seja para sua própria vantagem é aceitável, e desde que obtenham bênçãos, para elas está tudo bem. O coração delas não tem qualquer desejo de adorar a Deus. Não buscam as respostas de por que vivem e como podem viver uma vida significativa. Elas não têm nenhum propósito na vida, o coração delas está cheio de corrupção e todos os seus pensamentos são completamente malignos. Portanto, elas creem em Deus e prestam serviço para obter bênçãos, destacar-se dos demais e satisfazer seus próprios desejos egoístas. Prestam serviço para a família de Deus de mau grado em troca de alcançar as bênçãos de escapar de catástrofes e da morte. Esse é o estado básico de pessoas que estão apenas começando sua fé em Deus. Todas são mais ou menos iguais quanto a isso, e não há grande diferença entre elas, embora algumas pessoas sejam mais entusiasmadas e sinceras em sua fé do que outras quando começam a crer em Deus pela primeira vez. Como o caráter corrupto daqueles que não foram conquistados pelas palavras de Deus não foi quebrantado nem eliminado, eles se atêm a noções profundamente arraigadas de se crer em Deus para obter bênçãos e sobreviver a catástrofes. Então, seus esforços pela casa de Deus são um mero tipo de transação: eles querem pagar um pequeno preço para ganhar grandes bênçãos ou eles dão muito, mas somente em troca de honra e prestígio. Essa intenção de obter bênçãos se origina da natureza das pessoas, sendo algo profundamente arraigado de Satanás. Sem experimentar o julgamento e o castigo de Deus, sem muita poda e tratamento, sem sofrer o refinamento de várias provações grandes (como a provação dos servidores, a provação dos tempos de castigo e a provação da morte), as pessoas terão dificuldade para mudar seu desejo por bênçãos e sua inclinação para fazer acordos. Essas grandes provações são muito benéficas para as pessoas. A transformação do seu caráter corrupto tem início com a mudança de seu desejo por bênçãos e inclinação para fazer acordos, e, naturalmente, elas têm de se fiar na busca pela verdade e na cooperação com a obra do Espírito Santo a fim de alcançar essa transformação. A natureza corrupta das pessoas de resistir a Deus é assim como uma fortaleza resistente: sem as palavras rigorosas de Deus para detoná-la, essa fortaleza satânica seria muito difícil de rachar. O desejo das pessoas por obter bênçãos e sua inclinação para fazer acordos são a primeira barreira na senda correta da crença em Deus. Assim que essa barreira mais difícil for quebrada, a fé das pessoas em Deus passará por uma grande mudança. Isso ocorre depois que elas experimentam por completo a provação dos servidores, a provação dos tempos de castigo e a provação da morte. É quando seu desejo por bênçãos e sua inclinação para fazer acordos começam a entrar em colapso. Seu ponto de vista em relação a sua crença em Deus será em seguida transformado e, como se despertassem de um sonho, de repente compreenderão que é a lei do céu e da terra que as pessoas creiam em Deus, e que é a lei do céu e da terra que a humanidade criada adore a Deus e cumpra seus deveres. Contanto que as pessoas tenham consciência e razão, elas devem cumprir seus deveres. Nesse momento, seu estado passará por uma maior transformação. Da provação dos servidores à provação dos tempos de castigo até a provação da morte – apenas três curtos anos de experiência – o desejo das pessoas por bênçãos e a inclinação por fazer acordos serão fundamentalmente desarraigados. Porque suas visões sobre sua crença em Deus foram transformadas, seu caráter de vida também será mudado em seguida. Elas estarão dispostas a fazer o melhor que podem e, contanto que sejam capazes de satisfazer a Deus e confortar Seu coração, isso bastará. Todas detestarão sua tamanha resistência a Deus no passado, terem causado grande pesar a Deus e serem profundamente corrompidas por Satanás. Agora que receberam a grande salvação de Deus, elas devem retribuir o Seu amor. Se forem incapazes de retribuir o amor de Deus, isso mostra que elas não têm consciência nem humanidade. Tudo isso é certamente o começo de uma transformação no caráter de vida de alguém, e essa transformação leva sua experiência de vida ao segundo estágio – o estágio de cumprimento de deveres.

O tempo entre o primeiro estágio da crença em Deus (o estágio de realização de serviço) e o segundo estágio (o estágio de cumprimento de deveres) leva pelo menos cerca de 3 anos, e, naturalmente, refere-se àqueles que buscam a verdade. Aqueles que não buscam a verdade não mudarão, e não importa por quantos anos creiam, somente serão capazes de permanecer no estágio de realização de serviço. Veja todos aqueles que creem em Deus há muitos anos, porém não obtêm a verdade: eles experimentaram todos os tipos de provações, mas por que não mudam? É porque não buscam a verdade. São pessoas desonestas e enganosas que não gostam da verdade nem de coisas positivas. Elas baseiam sua existência nas filosofias astuciosas e traiçoeiras de Satanás, só buscam filosofias que lhes permitem tirar vantagem dos outros sem perder nada, atêm-se a Satanás e não o largam, pensando que são muito espertas, mas, como resultado, privam-se de si mesmas. A intenção de sempre obter bênçãos e fazer acordos, escondida dentro do coração das pessoas, é uma bomba-relógio, e se elas não forem capazes de se fiar na busca da verdade para gradualmente desativar a bomba, então, quando esta detonar, elas serão destruídas por completo. Essas pessoas que mostram quem de fato são no último momento crítico reclamam e blasfemam muito contra Deus e se entregam ao vício. São como demônios revelando sua verdadeira forma e devem ser repreendidas. Aqueles que buscam a verdade aceitam o que Deus diz, independentemente do que Ele diz, e se submetem a Ele, não importa o que Ele faça. Mesmo que sofram enorme refinamento, após terminarem de experimentar as provações, entendem muitas das palavras de Deus e obtêm a verdade. Isso traz uma gratificante transformação para seu caráter de vida, traz doçura após a amargura e lhes confere um passo gratificante em sentido à crença em Deus. Torna-os felizes e também satisfaz a Deus. A partir de então, eles estão alegremente dispostos a cumprir seus deveres como seres criados e começam a crer em Deus de maneira legítima, crendo Nele a fim de serem salvos. São firmes em sua submissão à obra de Deus, submetem-se ao julgamento e castigo Dele e a todo tipo de provações e refinamentos. Isso é entrar verdadeiramente na trilha certa da crença em Deus. Aqueles que somente creem Nele para obter bênçãos, mas não buscam a verdade, aqueles que não estão dispostos a cumprir seus deveres e retribuir o amor de Deus, aqueles que sempre têm uma mentalidade voltada a fazer negócios enquanto se empenham para a família de Deus e aqueles que sempre têm em mente pedir recompensas enquanto cumprem seus deveres, estão todos presos no estágio de realização de serviço. O caráter corrupto da humanidade é resolvido através da busca pela verdade. O caráter corrupto daqueles que não buscam a verdade jamais será mudado. Meramente sofrer anos de dificuldade enquanto se crê em Deus não solucionará o caráter corrupto das pessoas. Elas devem se fiar na busca da verdade e se submeter ao julgamento, castigo, provações e refinamento de Deus a fim de que estejam aptos a resolver a questão de seu carácter corrupto. Sempre que o ponto de vista de uma pessoa sobre a crença em Deus está correto – ela é capaz de cumprir seus deveres de bom grado como um ser criado e não buscará fazer acordos com Deus – ela terá entrado no segundo estágio da experiência de vida – o estágio de cumprimento de deveres. Portanto, aqueles que não buscam a verdade são servidores e, se nunca buscam a verdade, então são servidores permanentes. De fato, é assim que os servidores são produzidos. Entre eles, somente os que são devotados são capazes de prestar serviço até o fim, de receber a graça de Deus e sobreviver. Essa é a boa sorte de um servidor. Aqueles que não têm consciência nem sentido, que não têm humanidade e que não têm apreço pela verdade, isto é, aqueles servidores oportunistas que, de modo obstinado, atêm-se à intenção de obter bênçãos, recuam a meio caminho de sua crença em Deus, pois não têm nenhum interesse em buscar a verdade e não têm esperança de serem salvos. Embora haja pessoas que continuam a prestar serviço até o fim, elas ainda assim são eliminadas porque sua humanidade é ruim demais e elas não realizam boas ações suficientes. Algumas pessoas cometem toda sorte de mal, revelando sua feição demoníaca de Satanás e, portanto, são abandonadas e eliminadas. O estágio inicial de realização de serviço é o período mais perigoso e revelador. Se as pessoas forem capazes de aguentar e permanecer com a família de Deus durante o estágio de realização de serviço, então têm esperança de entrar no segundo estágio da experiência de vida – o estágio de cumprimento de deveres.

2. O segundo estágio da experiência de vida – o estágio de cumprimento de deveres

O estágio de cumprimento de deveres ocorre depois que se foi completamente conquistado pelas palavras de Deus durante o estágio de realização de serviço. As pessoas que estão neste estágio não somente viram que Deus verdadeiramente existe, mas também experimentaram o poder de Suas palavras e perceberam que o Seu caráter é justo e majestoso e não tolera a ofensa do homem. Viram a imundície absoluta da humanidade corrupta e sua natureza de resistência e traição a Deus. Perceberam ainda que são verdadeiramente indignos de receber as bênçãos de Deus, mesmo para fazer o serviço, e que, como são seres criados, devem cumprir seus deveres, e essa é a lei do céu e da terra e seu dever sagrado. Nesse momento, as pessoas terão um despertar de sua consciência e saberão como ser humanas. A partir de então, sua fé em Deus começará a melhorar. Elas não mais viverão apenas para obter bênçãos ou escapar de catástrofes e da ruína, mas viverão para obter a verdade e a salvação e viver uma vida significativa. Dessa forma, a crença das pessoas em Deus entrará na trilha certa, como Ele exige, e elas começarão a verdadeiramente estar dispostas a cumprir seus deveres como seres criados. Buscarão a verdade e crerão em Deus a fim de serem salvas e viverem uma vida real. Assim, elas terão entrado no segundo estágio da experiência de vida – o estágio de cumprimento de deveres.

O estado principal daqueles que entram no segundo estágio da experiência de vida – o estágio do cumprimento de deveres – é o de terem resolvido fundamentalmente seu desejo de obter bênçãos. Eles não mais tentam fazer acordos com Deus a fim de obter bênçãos e não mais prestam serviço para obter bênçãos. Em vez disso, estão agora dispostos a cumprir seus deveres para satisfazer a Deus e retribuir o Seu amor e estão dispostos a cumprir seus deveres como seres criados. Eles sabem que esse é o tipo de consciência e sentido que uma pessoa deve ter, e se creem em Deus, mas não cumprem seus deveres, são indignos de serem chamados de humanos e de gozarem da salvação e da graça de Deus. Se os crentes alcançarem esse estado, terão verdadeiramente entrado no segundo estágio da experiência de vida – o estágio de cumprimento de deveres. Se não tiverem esse entendimento e continuarem prestando serviço para obter bênçãos, e ainda teimosamente se apegarem a seus desejos de obter bênçãos, mesmo ao ponto de não darem continuidade à sua fé em Deus e O abandonarem se não puderem obtê-las, então eles ainda permanecerão no estágio de realização de serviço. Aqueles crentes que entram no segundo estágio da experiência de vida são completamente capazes de ver a esperança de serem salvos, pois sabem o que significa crer em Deus, sabem como as pessoas podem viver uma vida significativa, veem como Deus salva a humanidade e podem sentir claramente por quais transformações passaram, o que precisam buscar e como devem ser humanos. Eles começam a ter objetivos a buscar em relação à sua fé em Deus, como se tivessem de súbito entendido o que é a verdadeira fé e qual é o significado da busca pela verdade. Sabem que estão na senda certa e veem com clareza como devem buscar a verdade para obter completamente a salvação de Deus. A partir de então, não mais buscam altos e baixos nem saem buscando sua fé em Deus, mas, em vez disso, veem verdadeiramente a senda luminosa da vida e começam a ser firmes quando experimentam o julgamento e castigo de Deus, bem como Suas provações e refinamento. Eles buscam uma transformação de seu caráter de vida e buscam ser aperfeiçoados por Ele. Essa é a marca de entrar na trilha certa da crença em Deus.

Por um lado, aqueles que entram no segundo estágio da experiência de vida começam a se fiar em sua consciência e sentido para fazer as coisas e estão basicamente habilitadas para cumprir seus deveres com a consciência limpa. Isso é porque eles entendem algumas verdades fundamentais sobre a fé em Deus, têm muito menos impurezas em sua crença Nele, são um tanto menos superficiais no cumprimento de seus deveres, e sua consciência e sentido, que estão incluídos na humanidade normal, foram despertados e restaurados. Por outro lado, embora não tenham intenções óbvias de fazer exigências a Deus, ainda se tornam negativos e fracos quando se deparam com contratempos ou fracasso, até mesmo ao ponto de reclamarem quando alguém os poda ou lida com eles, e quando uma maior provação lhes sobrevém, eles ainda são capazes de trair a Deus. Afinal, sua compreensão da verdade é limitada e suas experiências de vida são rasas. Eles ainda não atingiram o nível de obter a verdade e a transformação em seu caráter. Então, muitas vezes expõem seu caráter corrupto e manifestam rebeldia, resistência e julgamento. Quando algumas questões especiais lhes sobrevierem, eles ainda terão noções e farão coisas que resistem e traem a Deus. Por esse motivo, aqueles que entram no segundo estágio da experiência de vida ainda são pequenos de estatura e possuem experiências rasas. Não são verdadeiramente devotados a Deus e ainda não se submetem verdadeiramente a Ele. Não entendem verdadeiramente a Deus, e sua compreensão da verdade é inadequada. Sua estatura é pequena demais, eles são muito superficiais no cumprimento de seus deveres e ainda são capazes de enganar a Deus. Aqueles que entram no segundo estágio da experiência de vida – o estágio de cumprimento de deveres – começam a entrar na experiência real das palavras de Deus e se atentam à aplicação das Suas palavras, que eles comem e bebem, às sua própria situação corrupta. Gradualmente ganham um verdadeiro entendimento da substância de sua natureza e do verdadeiro estado de sua corrupção. Somente então eles terão entrado totalmente na obra e salvação de Deus. Durante o processo de cumprimento de seus deveres, eles percebem que fazem coisas de maneira superficial demais e não tiveram nenhuma devoção a Deus. Entendem que foram rebeldes e resistentes demais, e que não reverenciaram a Deus. Veem que estiveram totalmente desprovidos da verdade e estiveram cheios de noções e imaginações. Compreendem que estiveram profundamente corrompidos e que foram incapazes de colocar a verdade em prática e se submeterem verdadeiramente a Deus. Eles veem que não tiveram nenhuma semelhança com um ser humano, porque revelavam tamanha corrupção, e veem que estiveram sendo demônios completamente imundos. Enquanto cumpriam seus deveres, viram que não é fácil para Deus salvar a humanidade, e sem buscar a verdade e cooperar com a obra do Espírito Santo, não haveria forma alguma de serem salvos. Esses resultados são todos obtidos através do cumprimento de deveres. Ter essas verdadeiras percepções e compreensão é suficiente para provar que eles entraram na experiência real das palavras de Deus e começaram a entender algumas delas. Pessoas com essa experiência verdadeira – puramente a experiência de ser salvo – são aquelas que começaram a entrar na realidade das palavras de Deus. Elas já veem com clareza a senda para serem salvas através da fé em Deus, entendem o verdadeiro significado da Sua obra e são capazes de sentir que a humanidade corrupta somente é capaz de ser salva ao experimentar a obra de Deus. Se Deus não tivesse encarnado e realizado a obra de julgar e castigar a humanidade, ela há muito teria sido destruída. Portanto, elas podem fazer o máximo para buscar a verdade a fim de obter a salvação de Deus por completo, elas se oferecem completamente a Deus e são capazes de se submeter à Sua orquestração, e percebem que se submeter a Ele nunca será errado. Isso mostra que entraram no terceiro estágio da experiência de vida – o estágio de se submissão a Deus. Após entrarem na trilha certa da crença em Deus, elas têm um verdadeiro entendimento de sua substância e natureza corruptas. Elas veem que a obra de Deus tem o exclusivo propósito de salvar e aperfeiçoar a humanidade, e elas têm objetivos verdadeiros na vida. A partir de então, oferecem-se completamente a Deus e estão dispostas a despender-se de bom grado para Ele. Desta forma, elas começarão a entrar no terceiro estágio da experiência de vida. Se alcançarem uma compreensão de sua corrupta substância satânica no segundo estágio da experiência de vida, entenderem verdadeiramente o grau de sua corrupção e tiverem os objetivos de sua busca, então desfazer-se verdadeiramente da corrupção, alcançar uma transformação e se submeter ocorrem no terceiro estágio da experiência de vida – que começa após se oferecerem verdadeiramente.

3. O terceiro estágio da experiência de vida – o estágio de submissão a Deus ou, em outras palavras, o estágio de oferecer-se verdadeiramente

O estado básico para o estágio de submissão a Deus é o de que as pessoas tenham um verdadeiro entendimento da obra de Deus e vejam o verdadeiro significado de Deus salvar as pessoas e assim sejam capazes de estar alegremente dispostas a se oferecer e despender para Deus. Por terem algum entendimento verdadeiro de Deus, elas O amam em seu coração e desejam satisfazê-Lo. Mesmo que ainda expressem alguma corrupção, rebeldia e resistência enquanto cumprem seus deveres, elas ficam arrependidas depois que isso acontece. Desprezam sua carne e começam a ter fé na busca da verdade, sentindo que é inteiramente possível obter a verdade e ser aperfeiçoado por Deus. Portanto, enquanto servem a Ele, estão dispostas a buscar uma compreensão de mais verdades e desejosas de alcançar a capacidade de satisfazê-Lo em todas as coisas e fazer o máximo para atender às Suas exigências. Mesmo que, no cumprimento de seu dever, elas às vezes o façam superficialmente ou de acordo com sua própria vontade, e às vezes ajam de forma imprudente, estão aptas a buscar a verdade, aprender a entender a vontade de Deus e trabalhar arduamente para satisfazê-Lo. Tudo isso é uma indicação de que estão fazendo melhor progresso. Quando as pessoas começam a se oferecer solenemente a Deus, estão felizes e desejosas de despenderem-se por Ele e começam a buscar ser aperfeiçoadas por Ele, elas entraram no terceiro estágio da experiência de vida – o estágio de submissão a Deus. Esse é também o estágio de oferecer-se verdadeiramente, investindo todo o seu coração e alma na obra de Deus para aceitar Sua salvação e aperfeiçoamento. Os 5 anos de experimentação do estágio de submissão a Deus começam com a capacidade de cumprir com alegria e de bom grado os deveres e estar disposto a aceitar todo o julgamento e castigo de Deus, bem como Suas provações e refinamento. As pessoas neste estágio finalmente alcançarão a verdadeira submissão a Deus e serão capazes de aceitar Seus arranjos sem reclamar. Esses são os resultados de experimentar o estágio de submissão a Deus por 5 anos. Se alguém fosse capaz de fazer o máximo para buscar a verdade enquanto experimentasse o estágio de submissão a Deus, então, durante esses 5 anos de experiência, seria capaz de se tornar uma pessoa que verdadeiramente se submete a Deus. Se fosse incapaz de buscar a verdade e continuasse a somente ser capaz de se submeter a Deus em algumas coisas, então ele não seria capaz de se tornar uma pessoa que verdadeiramente se submete a Deus.

Todos aqueles que estão no estágio de experiência de vida de se submeter a Deus se oferecem de verdade a Deus e estão todos dispostos a cooperar com a obra do Espírito Santo e ser aperfeiçoados por Deus. Mesmo que não tentem fazer acordos com Deus enquanto cumprem seus deveres e não tenham a intenção de fazer exigências, ainda revelam muitas impurezas e corrupções humanas. Por exemplo, quando alcançam bons resultados em seu trabalho, eles ainda podem ser arrogantes, presunçosos e se exibirem. Quando se deparam com contratempos e falhas, podem se tornar negativos. Quando alguém os poda e lida com eles, podem se tornar fracos e até reclamar. No que diz respeito às coisas que são incapazes de enxergar claramente, ainda podem formular noções e fazer julgamentos, e com frequência manifestam rebeldia e resistência. Mas porque têm a vontade e determinação de se oferecerem a Deus, ainda que sejam rebeldes e resistentes, eles não traem a Deus nem abandonam Sua família. Por isso, aqueles que estão no estágio de submissão a Deus têm todos uma base sólida e as visões corretas para sua fé em Deus. Se forem capazes de continuar a se aprofundar na verdade e estiverem dispostos a pagar qualquer preço, certamente serão aperfeiçoados por Ele. Ainda que sua crença em Deus seja bem fundamentada, eles não alcançaram o estágio de serem aperfeiçoados por Deus e internamente ainda têm muitas carências. Por exemplo, são incapazes de alcançar a submissão absoluta às orquestrações e arranjos de Deus e de considerar verdadeiramente a Sua vontade enquanto servem a Ele, ainda têm seus próprios pensamentos adulterados no seu trabalho e às vezes seguem suas emoções e preferências ao fazerem coisas. Eles ainda podem fazer escolhas erradas e ainda podem ser muito rebeldes e resistentes em seu serviço. Às vezes, escolhem não assumir responsabilidade e serem negligentes ou são negativos quanto à obra da família de Deus. Às vezes, deixam-se controlar pelas emoções e, assim, atrasam a obra da família de Deus e, às vezes, até mesmo trabalham superficialmente e enganam a Deus. Enquanto cumprem seus deveres, eles também podem se deixar influenciar por suas emoções e preferências, e não levar em conta as intenções de Deus até mesmo ao ponto de não conseguirem colocar a verdade em prática. São incapazes de se submeter por completo a Deus e não O amam verdadeiramente. Às vezes, precisam que as pessoas os empurrem e forcem a fazer o trabalho. Se não fosse pela orientação fornecida pelo alto, eles ainda trilhariam as sendas erradas e não retornariam. Isso basta para provar que aqueles que não foram aperfeiçoados não podem estar aptos para o uso de Deus, quanto mais para tomar o leme e conduzir o navio.

Aqueles que estão no estágio de experiência de vida de submissão a Deus simplesmente buscam mais a verdade e estão mais estabelecidos em sua crença em Deus. Ainda estão muito longe de serem aperfeiçoados. Meramente têm uma compreensão de seu caráter corrupto, mas este ainda não foi totalmente resolvido. As pessoas que estão neste estágio da experiência de vida ainda não estão aptas a serem usadas por Deus, quanto mais de evitar que Ele se preocupe, e seu serviço a Deus ainda está em um estágio de prática, treinamento e repetição. Mesmo que sejam capazes de fornecer alguns testemunhos de experiência de vida enquanto servem e de comunicar um pouco de sua compreensão da verdade, sua compreensão da substância de todos os aspectos da verdade ainda é inferior, e elas não podem comunicá-la com clareza. Ainda possuem pouca estatura e são incapazes de realizar um trabalho substancial em seu serviço a Deus. Se elas continuarem a buscar, depois de alguns anos de experiência, entrarão no quarto estágio da experiência de vida – o estágio de dar testemunho de Deus, e somente então serão preliminarmente apropriadas para o uso de Deus. Pode-se ver que aqueles que estão no estágio de submissão a Deus começaram a buscar ser aperfeiçoados por Ele, mas não experimentaram formalmente o aperfeiçoamento. Contanto que aqueles que servem a Deus façam o máximo para buscar a verdade e pagar um preço maior, e contanto que sejam capazes e estejam dispostos a sofrer toda a dor e se submeter a toda Sua obra, certamente serão aperfeiçoados por Ele e serão completamente utilizáveis por Ele.

Mesmo que aqueles que estão no estágio de experiência de vida de submissão a Deus não sejam rebeldes ou resistentes do lado de fora e as falhas em sua humanidade não sejam aparentes, eles ainda têm rebeldia e resistência no fundo de seu coração, assim como muitas outras coisas que não estão em conformidade com Deus. Essas coisas incluem arrogância e farisaísmo, falar bombasticamente, exibir-se, ser altamente opinioso, fazer julgamentos impróprios e até agir de forma imprudente. Quando o Espírito opera sobre eles, tornam-se arrogantes e presunçosos e não se submetem, mas antes ousam fazer julgamentos sobre qualquer um e então desenvolvem desejos extravagantes. Desejam estar em pé de igualdade com Deus, até mesmo ao ponto de acharem que estão fora do alcance do alto, e gostam de se proclamar que estão no comando e não têm consideração por mais ninguém. Esses são os estados de todos aqueles que estão no estágio de submissão a Deus, em maior ou menor grau. Se Deus não os tivesse julgado e castigado pessoalmente e se não houvesse obra do Espírito Santo nem disciplina especial, não haveria chance de eles mudarem. Então, se aqueles que servem a Deus têm a vontade e a determinação de buscar ser aperfeiçoado por Deus, eles devem entregar-se por completo nas mãos de Deus, aceitar julgamento e castigo mais sério, bem como provações e refinamentos mais sérios, e devem sofrer mais provações, disciplinas, podas e tratamentos a fim de remover a rebeldia e resistência mais profundas em seu coração. Se dissermos que receber o julgamento e castigo das palavras de Deus e passar por provações durante o estágio inicial da crença em Deus é como uma pequena operação cirúrgica, então o julgamento, o castigo e as provações que se sofre no terceiro e quarto estágios da experiência de vida são como uma grande operação, uma operação de transformação completa. Portanto, a dor é maior para aqueles que estão no terceiro e quarto estágios da experiência de vida e, a menos que tenham a vontade e determinação para sofrer tais dificuldades a fim de obter a verdade, eles não suportarão passar por elas. Aqueles que são preguiçosos e covardes são incapazes de obter tal obra do Espírito Santo. Aqueles que estão no terceiro estágio da experiência de vida também enfrentam uma decisão importante, que é a de trilhar a senda de Pedro ou a senda de Paulo. Essa é uma decisão inevitável. Se eles são capazes de fazer algum trabalho, mas se tornam arrogantes e presunçosos, não submissos, complacentes e convencidos, então ainda correm o risco de serem eliminados. Se há pessoas que ousam violar os arranjos de trabalho do alto e fazem as coisas à sua própria maneira, então elas são anticristos e serão inevitavelmente punidas. Ter status é certamente um grande teste para pessoas corruptas. Se sua humanidade não for boa e não tiverem a vontade e determinação para sofrer dificuldades a fim de obter a verdade, seu progresso ficará estagnado, e elas cairão e serão corrompidas porque se entregam ao prazer do status. Essa é a lei da experiência de vida: ou você progride, ou fica para trás. Apenas aqueles que são aperfeiçoados possuem um caráter estável e são confiáveis. Pessoas que ainda não foram aperfeiçoadas estão todas em perigo certo. É isso que significa dizer: “As noventa milhas são apenas metade de uma jornada de cem milhas”. O processo de cinco anos do estágio de submissão a Deus também é difícil. Se as pessoas não se esforçarem para buscar a verdade, estarão em perigo de eliminação e punição. É quando alcançarem a capacidade de se submeter a Deus e segui-Lo independentemente do que Ele faz, sem reclamarem nem se rebelarem, mas submetendo-se à Sua orquestração, sendo devotadas até o fim e O reverenciando, que elas entrarão no quarto estágio da experiência de vida – o estágio de dar testemunho de Deus.

4. O quarto estágio da experiência de vida – o estágio de dar testemunho de Deus

As características básicas do estágio da experiência de vida de dar testemunho de Deus são: após experimentar muitos anos do julgamento e castigo de Deus, bem como poda e tratamento, as pessoas têm uma clara transformação de seu caráter corrupto, um entendimento mais prático de Deus e uma entrada verdadeira em todos os aspectos da verdade, conforme exigido por Deus. Enquanto servem a Deus, são capazes de entender a Sua vontade, cooperar com a obra do Espírito Santo, preocupar-se com intenções de Deus e reverenciá-Lo. Em seu serviço, elas basicamente podem prover às pessoas e liderá-las, e estão aptos a resolver a corrupção das pessoas através da verdade. Têm a capacidade de agir de acordo com as intenções de Deus em todas as coisas e são capazes de submeter-se a Ele através da oração, aceitar Sua observação, buscá-Lo e esperar Nele em assuntos que não enxergam claramente. Elas estão começando a aprender como exaltar a Deus e dar testemunho Dele. Já não agem de forma imprudente ou voluntariosa. São capazes de se submeter a Deus e buscá-Lo até mesmo quando não entendem Suas ações, sem noções, julgamentos nem resistência. Elas são mais maduras e experientes no trabalho e no serviço, raras vezes causam atrasos e não se tornam negativas nem reclamam quando se deparam com contratempos. São basicamente adequadas para o uso de Deus, embora ainda lhes reste alguma corrupção. Esse é o estado básico das pessoas que estão no quarto estágio da experiência de vida – o estágio de dar testemunho de Deus.

Aqueles que estão no quarto estágio da experiência de vida – o estágio de dar testemunho de Deus – começam a entrar completamente em todos os aspectos da verdade e são capazes de refletir com frequência sobre a vontade de Deus e como colocar em prática a verdade. Uma vez que possuem algum entendimento verdadeiro de Deus, eles são capazes de olhar para Deus e se submeter a Ele em todas as suas provações, sem se queixarem nem O traírem, mas se submetendo às Suas orquestrações. São capazes de se submeter e abandonar suas próprias preferências sem se rebelarem nem resistirem, não importa quais sejam os arranjos de Deus ou como Ele os trata. Quando estão passando por dificuldades ou tribulações, eles não têm suas próprias exigências e se contentam em apenas serem capazes de satisfazer a Deus. O mundo material, posição, fama, riqueza e todas as outras coisas mundanas não possuem um lugar em seu coração e não mais o ocuparão. No entanto, eles não podem deixar Deus nem Suas palavras, e ficar sem as palavras de Deus seria como perder a própria vida: eles não teriam interesse na vida e prefeririam morrer. Eles não têm interesse em pessoas iníquas e até mesmo as detestam, assim como a qualquer um que não tenha a verdade, mas ainda possuem paciência para lidar com tais pessoas. Eles só têm uma boa impressão e estão dispostos a ter associações de longo prazo com aqueles que amam a verdade e têm um senso de justiça. Também podem dar tudo de si e fazer o máximo para desempenhar seu papel enquanto servem a Deus. Dão o melhor naquilo que têm aptidão e não são restringidos por ninguém, por nada nem por nenhum objeto. São indiferentes quanto à fama e ao lucro pessoal e se contentam em fazer seu melhor para cumprir seus deveres para satisfazer a Deus. Sabem em seu coração por que foram criados e que se não fizessem o melhor para cumprir seus deveres, suas vidas seriam em vão. São capazes de suportar circunstâncias amargas a fim de cumprirem bem seus deveres e, enquanto tiverem fôlego, sempre cumprirão seus deveres. Enquanto estiverem vivos, eles crerão em Deus, buscarão a verdade e se esforçarão para cumprir seus deveres. Essa é a coisa mais importante na vida para eles. Todos os deveres cumpridos por aqueles que são aperfeiçoados são um testemunho das palavras de Deus, são o que as pessoas precisam, têm a plena capacidade de prover às pessoas e levá-las a experimentar a obra de Deus.

Aqueles que estão no quarto estágio da experiência de vida ainda têm alguma corrupção remanescente, e quando provações extraordinárias lhes sobrevêm, parte dessa corrupção será revelada. Claro que eles ainda têm muitas provações mais a experimentar e devem continuar a ser limpos e curados. Cada provação traz uma colheita diferente para eles, e todos conseguem transformar parte de sua corrupção. Mais do que isso, conseguem entender que cada provação é uma bênção de Deus, dentro de cada provação está um “presente” que Deus lhes envia, e que elas continuarão até que tudo que não esteja em conformidade com Deus se torne limpo. Portanto, a quanto mais provações as pessoas forem submetidas, mais verdades elas obterão e mais abundantes as suas vidas serão. Por fim, elas alcançarão grande abundância. Pode-se dizer que centenas de provações devem ser suportadas no estágio da experiência de vida de dar testemunho de Deus, pois a natureza corrupta das pessoas tem raízes profundas. Ela não pode ser solucionada depois de apenas alguns anos de experiência e algumas grandes provações. Ninguém pode se desvencilhar das provações estabelecidas por Deus. As pessoas simplesmente precisam continuar se empenhando pela verdade, orar com frequência para buscar o esclarecimento e a iluminação, compreender melhor sua própria corrupção e deficiências, ler e ponderar mais as palavras de Deus e esforçar-se ao máximo para servi-Lo e satisfazê-Lo. Esse nível de cooperação é aceitável. Deve-se acreditar que tudo está nas mãos de Deus e que Ele governa tudo para sempre. Com essa fé verdadeira, elas serão capazes de perseverar até o fim e ser aperfeiçoadas. A lição de entender Deus é infinita, e a transformação do caráter de alguém também é infinita. Quanto mais as pessoas entenderem a verdade, mais elas perceberão o quanto lhes falta, de modo que a busca da verdade também não tem fim. As pessoas que buscam a verdade têm alegria e felicidade nessa busca, e nunca se cansam disso, porque quanto mais buscam a verdade, mais compreendem a Deus e mais radiantes e claros seus corações se tornam. Essa sensação é particularmente enriquecedora e agradável.

Depois de experimentarem a obra de aperfeiçoamento de Deus durante o estágio de experiência de vida de dar testemunho de Deus, as pessoas terão tido uma compreensão fundamental das Suas palavras e da Sua obra, e seu ponto de vista terá mudado de maneira drástica. Elas terão visto claramente que toda a humanidade corrupta vive no mal e no ridículo, que ela não tem luz e que é incapaz de se desvencilhar disso. Serão capazes de ver as obras maravilhosas de Deus entre todas as Suas criações nos céus e na terra, e verão o significado de todas as criações de Deus e Sua sabedoria e onipotência por trás delas. Portanto, serão capazes de compreender claramente o mundo, a humanidade e a vida. Poderão também obter uma compreensão substancial de Satanás, da obra dos espíritos malignos, dos esquemas de Satanás, bem como dos anticristos e pessoas iníquas de todos os tipos. Além disso, serão capazes de alcançar o ponto em que não mais serão enganadas por Satanás nem seduzidas e usadas por demônios e pessoas iníquas. E poderão diferenciar entre o positivo e o negativo. Tudo isso é alcançado como resultado de seu verdadeiro conhecimento das palavras de Deus. Portanto, elas são capazes de usar a verdade para resolver todos os tipos de dificuldades e questões, além disso, são totalmente capazes de levar as pessoas à realidade das palavras de Deus. Pode-se dizer que se tornaram utilizáveis por Deus e são completamente competentes como líderes na família de Deus. Portanto, apenas aqueles que foram aperfeiçoados são utilizáveis por Deus, e apenas aqueles que verdadeiramente obtiveram a verdade são utilizáveis por Deus. Se aqueles que servem a Deus tiverem obtido a verdade e forem capazes de usar a verdade para resolver questões e liderar pessoas, então estão verdadeiramente no estágio de servir e dar testemunho de Deus. Eles têm total capacidade de “guiar o navio” em seu serviço a Deus e em sua liderança. Deus não precisa se preocupar com eles, e pode sentir-Se à vontade ao usá-los. Somente esse tipo de pessoa é atencioso com a vontade de Deus e é capaz de compartilhar da ansiedade e da dor de Deus, de Sua inquietação e Seus quereres. E seu serviço está de acordo com a vontade de Deus em todos os aspectos. Somente esse tipo de pessoa é confidente de Deus, está em total conformidade com a Sua vontade e é conquistada por Ele.

Há dois tipos principais de pessoas que estão no quarto estágio da experiência de vida, o estágio de dar testemunho de Deus: um tipo é o de Pedro, que tem bom calibre e capacidade de trabalho, e, portanto, podem ser tornados de grande utilidade para Deus. O outro tipo é aquele de calibre comum e que não possui grande capacidade de trabalho. Ainda que não possam ser tornados de grande uso para Deus, são contados entre aqueles que transformaram seu caráter de vida, e todos eles entendem Deus, verdadeiramente O amam e são leais a Ele. Essas pessoas são ao menos pessoas de Deus e obtêm Suas bênçãos do mesmo jeito. Claramente existem diferentes categorias de pessoas que são aperfeiçoadas por Deus: algumas pessoas que são aperfeiçoadas são capazes de ser tornadas de grande uso por Deus, enquanto outras que são aperfeiçoadas por Ele somente são capazes de ser usadas por Deus. A maioria daqueles que são aperfeiçoados são pessoas de Deus. Por exemplo, na parábola que Jesus ofereceu sobre os “Dez Talentos”, o servo a quem foram dados 5 talentos ganhou outros 5 talentos e recebeu a recompensa do senhor; o servo a quem foram dados 2 talentos ganhou mais 2 talentos e também recebeu a recompensa do senhor; mas o servo “mau e preguiçoso” a quem foi dado 1 talento foi e enterrou sua prata e foi punido pelo senhor. Isso mostra que Deus é justo para com todos e não está preocupado se as pessoas têm ou não alto ou baixo calibre. Contanto que tenham a vontade e a determinação de buscar a verdade e busquem ser aperfeiçoadas, elas poderão ser aperfeiçoadas.

O acima mencionado diz respeito aos estados gerais dos quatro estágios da experiência de vida. Todos os estágios da experiência de vida diferem uns dos outros. Para permitir que as pessoas vejam com mais clareza as diferenças em cada estágio, os estados de cada um podem ser resumidos da seguinte forma: o estágio de realização de serviço (o primeiro estágio da crença em Deus) é quando as pessoas creem em Deus, mas ainda se atêm à intenção de obter bênçãos e fazer acordos com Deus (inevitavelmente envolvendo hostilidade e teste), o que não pode ser aceito por Deus de forma nenhuma. Portanto, esse é o chamado estágio de realização de serviço. Esse é também o período inicial de seguir o Deus Todo-Poderoso. É um estágio transitório de começar a se arrepender de verdade e entrar na trilha certa da fé em Deus após experimentar o julgamento e o castigo de Deus. No estágio de cumprimento de deveres, as pessoas deixam de lado seu desejo de obter bênçãos depois de entenderem a verdade da crença em Deus e não mais prestam serviço apenas para obter bênçãos ou fazer acordos. Elas estão dispostas a cumprir seus deveres como seres criados e começam a trilhar formalmente a senda de ser salvo através da fé em Deus, o que significa estar completamente na trilha certa da fé em Deus. Devido a essas manifestações, Deus reconhece o fato de estarem cumprindo seus deveres e, enquanto cumprem seus deveres, elas passam a entender algumas verdades fundamentais sobre a fé em Deus. Passam a compreender verdadeiramente o estado de sua própria corrupção, começam a entrar no estágio da experiência de vida e ganham os primeiros pontos de apoio para obter a salvação. O estágio de submissão a Deus é o estágio de compreender de verdadeiramente a obra de Deus de salvação e aperfeiçoamento das pessoas, enxergar a verdadeira vida humana, começar a oferecer-se verdadeiramente a Deus e despender-se por Ele, a servi-Lo e progredir rumo ao recebimento da salvação e de ser aperfeiçoado. É também o estágio de experimentar de verdade as palavras de Deus, começar a entender todos os aspectos da verdade, ter visões da obra de Deus, entrar no treinamento do reino e começar a caminhar na senda para ser aperfeiçoado. O estágio de dar testemunho de Deus é o estágio em que aqueles que têm a vontade e a determinação de buscar a verdade, que têm o senso de justiça e que sinceramente amam a Deus, trilham a senda de Pedro à perfeição, aceitam todos os tipos de provações e têm uma verdadeira transformação de seu caráter de vida. É também quando as pessoas começam a experimentar a entrada na trilha certa de servir e dar testemunho de Deus, bem como quando começam a entrar completamente na realidade da verdade. Esses são os estados verdadeiros dos quatro estágios da experiência de vida e as diferenças significativas entre eles. Deus é justo com todos, e se as pessoas estão ou não aptas a serem aperfeiçoadas é determinado pela forma como elas buscam a verdade, como aceitam e se submetem à obra de Deus e qual preço estão dispostas a pagar. Deus não dá tratamento preferencial a ninguém, e a verdade é imparcial para qualquer um; quanto mais se trabalha, mais se colhe; quanto menos se trabalha, menos se colhe, e se em tudo não se trabalha, nada colherá. Aqueles que buscam a verdade devem saber que há muito significado em obter a verdade!

Os resultados que Deus designa às pessoas são completamente baseados em elas terem ou não a verdade, e assim podemos ver com clareza que o caráter justo de Deus é justo para todos. Quanto ao estágio de vida em que as pessoas estão quando experimentam a obra de Deus, ele é determinado com base em sua compreensão da verdade, em como entraram na verdade e em que grau. Não se baseia em quantos anos creram em Deus, em quantas dificuldades suportaram ou em quanto pregaram o evangelho. Estritamente falando, aqueles que não obtiveram a verdade não têm experiência de vida e estão presos no estágio de realização de serviço. Somente aqueles que obtiveram a verdade compreendem a Deus e possuem a realidade. Somente aqueles que obtiveram a verdade conseguem alcançar bons resultados em seus deveres e serviço a Deus, servindo-O de acordo com Sua vontade, e podem ser usados por Ele. Apenas crentes que obtiveram completamente a verdade são os bem-sucedidos em sua crença em Deus. Aqueles que, enfim, não obtêm a verdade, fracassam em sua crença e correm o risco de serem eliminados. Algumas pessoas traem Deus quando são perseguidas e quando enfrentam tribulações. São pessoas que não obtiveram a verdade. Algumas, na igreja, cometem todo tipo de mal e são, portanto, eliminadas. São pessoas que não obtiveram a verdade. Outras sempre cumprem seus deveres de maneira superficial e sempre causam perturbação e destruição. São pessoas que não obtiveram a verdade. Algumas pessoas ganham um apetite insaciável por status depois de se tornarem líderes e agem com superioridade para com todos os demais. Elas roubam oferendas, frequentemente exigem coisas dos outros e fazem as pessoas esperarem nelas. São pessoas que não obtiveram a verdade. Outras ainda são arrogantes e presunçosas e não têm lugar para Deus em seus corações. Elas fazem o máximo para perseguir posição, fama e lucro. Formam corjas e perturbam e derrubam a obra da família de Deus. São pessoas que não obtiveram a verdade. Elas enlouquecem e cometem todo tipo de maldade porque não gostam da verdade e certamente não a buscam, o que resulta em sua fé dando um passo na direção errada e em sua subsequente ruína. Seu fracasso é causado unicamente por não buscarem a verdade. Aqueles que buscam a verdade também são corrompidos por Satanás da mesma maneira e expõem seu caráter corrupto da mesma forma, mas conseguem ver progresso e transformação contínuos durante suas experiências de vida, de modo que a expressão de seu caráter corrupto se torna cada vez menor. Eles transgridem cada vez menos, têm cada vez menos noções, seu trabalho se torna cada vez menos superficial, e eles se tornam cada vez menos resistentes e rebeldes. Esse é o estado normal para aqueles que buscam a verdade e entram na experiência de vida. Se as pessoas creem em Deus há muitos anos, mas seu carácter corrupto não muda e suas transgressões e comportamentos iníquos aumentam de forma contínua, então isso é suficiente para provar que o estado daqueles que não buscam a verdade se torna cada vez pior até o ponto em que a corrupção se torna intratável. Quando o trigo cresce até a maturidade, todo o joio – pessoas que não obtiveram a verdade (as que não têm vida) – também se transforma em erva daninha. Elas se conformam cada vez menos com aqueles que obtiveram a verdade até começarem a ficar hostis, que é quando deveriam ser eliminadas. Essa é a lei natural. Todos aqueles que creem em Deus há muitos anos sem obter a verdade, que não tiveram o menor grau de transformação em seu caráter corrupto, mas, em vez disso, mostram um comportamento cada vez mais perverso, estão sujeitos à eliminação. Não é que a família de Deus não lhes deu a oportunidade de se arrependerem, mas sim que tiveram ampla oportunidade durante os muitos anos em que creram em Deus e ainda assim provocaram sua própria ruína. Todos aqueles que não buscam a verdade o fazem inteiramente devido à sua natureza satânica, não importando quantas oportunidades recebam. Mesmo que todas as pessoas experimentem ser corrompidas por Satanás, aqueles que são afeiçoados à verdade e que buscam a verdade são capazes de receber a salvação de Deus e ser aperfeiçoados por Ele. Não importa há quantos anos aqueles que não gostam da verdade creiam em Deus, eles ainda são tão corruptos quanto antes e não mudam em nada. Podemos ver claramente a partir dos estados reais dos quatro estágios da experiência de vida que todos aqueles que buscam a verdade progredirão de acordo com esses quatro estágios até serem aperfeiçoados por Deus. Os quatro estágios da experiência de vida foram resumidos e organizados com total base nos estados reais da maioria daqueles que buscam a verdade e estão em completa conformidade com as leis normais da experiência de vida. Contanto que as pessoas busquem a verdade, elas estarão em um dos quatro estágios da experiência de vida de serem salvas e aperfeiçoadas. Não há uma exceção para isso. Espero que todos vocês, irmãos e irmãs, sejam capazes de se comparar com os estados dos quatro estágios da experiência de vida e olharem para si mesmos para ver em qual estágio estão. Ao fazer isso, vocês se conhecerão e não ficarão satisfeitos com sua situação atual, considerando que já conquistaram a verdade, e que não desistirão de si mesmos nem se resignarão ao destino por sentirem que é difícil demais. Somente ao verem claramente os estados verdadeiros de todos os estágios da experiência de vida vocês poderão saber qual estágio estão vivenciando, o que ainda lhes falta e como devem prosseguir e estabelecer novas metas a serem buscadas. Isso dará direção às suas experiências e metas claras a buscar de modo que vocês possam entrar tranquilamente no reino superior da experiência de vida e, enfim, serem aperfeiçoados por Deus e obter Sua salvação completa. Esse é o propósito de eu escrever esta passagem.

21 de fevereiro de 2006

Anterior:As dificuldades que devem ser enfrentadas na crença em Deus

Próximo:Cinco indicadores que devem ser captados na busca da verdade para obter mudança de caráter

Coisas que talvez lhe interessem