Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

16 Apenas preparando e usando pessoas que busquem a verdade e possuam uma forte aptidão para o trabalho podemos cumprir a vontade de Deus

Pode-se dizer que, hoje em dia, a obra da casa de Deus já começou a entrar na trilha certa por completo. Observação: quanto maior a obra – “realizar a obra principal e enfatizar a obra central” – mais importante ela parecerá. A obra de Deus é a obra de salvar pessoas, transformá-las e aperfeiçoá-las. Se a maioria dos crentes da casa de Deus, no final das contas, for incapaz de possuir um conhecimento verdadeiro de Deus e de ganhar a verdade, não conseguir aprender a obedecer-Lhe e louvá-Lo com sinceridade, então obter a salvação e ser aperfeiçoado está fora de cogitação. Isso seria negligenciar nossos deveres. Essa é uma responsabilidade inevitável. Decepcionaríamos a Deus e também nossos irmãos e irmãs. Portanto, não devemos desonrar nossa missão, mesmo que para isso tenhamos que arriscar nossas vidas. Precisamos estar firmemente dispostos a isso, mesmo que estejamos exaustos a ponto de morrermos. Se tratarmos assim aquilo que Deus nos confiou, nosso coração não precisará se preocupar com nada, e podemos até morrer sem remorso. As pessoas que servem a Deus devem estar equipadas com esse tipo de raciocínio com relação à elevação de Deus. Não sei quantos entre aqueles que servem como líderes e obreiros da casa de Deus conseguem ter este tipo de determinação: para completar o que Deus lhes confiou, oferecer sua vida e dedicar-se por completo à vontade de Deus, você preferiria ser fiel até a morte, para satisfazer a Deus; para obter a verdade, você estaria disposto a pagar qualquer preço, até mesmo sua vida. Se as pessoas que servem a Deus na casa Dele estiverem mesmo dispostas a dedicar a Deus todos os seus dias, bem como sua vida inteira, são capazes de fazer o seguinte juramento: servirei a Deus, não importa quais sejam Seus arranjos, independentemente da forma como Ele me trate; e, mesmo que eu não possa ganhar nada com isso, não me arrependerei, nem reclamarei. Mesmo que isso signifique minha morte, não me arrependerei, serei grato a Deus para todo o sempre, por elevar-me! Se aqueles que servem a Deus forem capazes de fazer esse tipo de juramento, Sua casa pode estudar a possibilidade de lhes atribuir deveres importantes. Sempre que a casa de Deus arranjar obras importantes, aqueles a quem tais obras forem confiadas devem fazer esse juramento, para depois prosseguirem com o trabalho. As pessoas sem determinação, que não ousam fazer esse juramento, não devem ser forçadas a assumir obras importantes. Podem ser encarregadas de cumprir algum outro dever. A casa de Deus não obriga pessoas que não tenham a determinação de serem leais a Ele a fazer isso. Essas pessoas só podem servir como seguidoras. Aquelas que estejam determinadas e dispostas a fazer esse juramento, mesmo se, por enquanto, não estiverem qualificadas para realizar os três níveis de obras de liderança na igreja, devem ser preparadas, se forem dignas disso. Primeiro, elas devem servir como obreiras e cumprir os deveres que sejam capazes de cumprir. Aquelas que sejam incapazes de fazer esse juramento com sinceridade não serão usadas, nem mesmo se forem pessoas de bom calibre e de boa humanidade, pois esse tipo de pessoa não valoriza a bondade. Se você tiver bom calibre, buscar a verdade, tiver forte aptidão para o trabalho, mas não estiver disposto a assumir a obra da casa de Deus, então você é um covarde, alguém que trai a Deus e, no futuro, quando suas circunstâncias forem propícias e você quiser realizar a obra, não precisaremos de você! Pessoas desse tipo são oportunistas sem consciência!

Quando a obra da casa de Deus começar a entrar na trilha certa por completo, Satanás não aceitará bem a sua derrota. Todos os tipos de anticristos e falsos Cristos começarão a causar distúrbios cada vez mais graves. A batalha entre Deus e Satanás fica mais intensa a cada dia que passa. Portanto, escolher pessoas de bom calibre, de boa humanidade, que aceitam a verdade com prontidão e estão determinadas a servir como líderes nos vários níveis da igreja é uma tarefa de importância fundamental. As pessoas de baixo calibre, sem forte aptidão para o trabalho, mesmo que tenham boa humanidade, não devem ser preparadas para servirem como líderes em um dos vários níveis da casa de Deus, porque preparar esse tipo de pessoa atrasa demais a obra, e não vale a pena. Será que vocês não conseguem enxergar isso? Se você só tiver boa humanidade, só tem capacidade para receber pessoas ou administrar fundos na casa de Deus. Esse é o papel mais adequado para esse tipo de pessoa. A principal responsabilidade, para os três níveis de liderança na casa de Deus, é orientar as pessoas para entrar na realidade da verdade e na realidade da palavra de Deus, ao mesmo tempo travando batalhas com os vários falsos Cristos e anticristos que pertencem a Satanás. Essa é a obra mais fundamental e crucial a ser realizada pela casa de Deus. Se você não tiver calibre tão bom assim e for incapaz de equipar-se com a verdade, como poderá derrotar Satanás? Se alguém puder discernir as coisas no seu coração, mas não puder explicar claramente a verdade, não será capaz de refutar Satanás e, portanto, como poderá salvar os outros? Por conseguinte, pessoas de bom calibre que aceitem a verdade com presteza e possuam forte aptidão para o trabalho devem ser escolhidas para servir nos vários níveis de liderança e como obreiras da igreja. Mesmo que essas pessoas tenham uma personalidade arrogante, estejam muito preocupadas com status e tenham um nível apenas razoável de humanidade, contanto que elas sejam capazes de buscar a verdade, de aceitar o tratamento e a poda da casa de Deus, e contanto que sejam capazes de se arrependerem sinceramente de suas transgressões, elas poderão, sem dúvida, ser preparadas e, aos poucos, promovidas para cargos importantes. Se os três níveis de liderança da igreja forem escolhidos de maneira apropriada, as pessoas serão capazes de entrar na verdade da palavra de Deus dentro de pouco tempo, e os falsos Cristos e anticristos não serão capazes de enganar tantas pessoas. A maioria das pessoas poderá obedecer e louvar a Deus de forma incondicional. Esse será um momento de grande glória para Deus, será o momento em que a vontade Dele será cumprida. Quando as igrejas permitem que os farsantes as enganem, é porque há problemas de liderança nelas. Não resta dúvida de que os líderes dessas igrejas não sabem nada sobre a verdade nem sobre a realidade, são covardes e pusilânimes, e devem ser dispensados e substituídos. Antes, porque os novos crentes tinham relativamente pouca experiência, ainda não eram qualificados para trabalhar numa equipe pastoral ou de tomada de decisões a nível regional, portanto, não havia opção senão escolher crentes mais velhos com calibre inferior, mas relativamente mais confiáveis, para se tornarem membros da equipe de tomada de decisões pastoral ou regional. Porém, hoje em dia, há muitos crentes novos que possuem sete ou mais anos de experiência, portanto, em comparação, já são mais maduros e experientes e perfeitamente capazes de serem promovidos para cargos importantes. Esses novos crentes não só podem trabalhar na equipe de tomada de decisões regional, como também são perfeitamente capazes de participar da obra da equipe de tomada de decisões pastoral. Portanto, quanto àqueles que não têm boas qualificações para trabalhar na equipe de tomada de decisões pastoral ou regional, sejam eles mais velhos ou mais novos, é preciso arranjar-lhes novas tarefas, e eles devem ser substituídos por outros com forte aptidão para o trabalho, que possam desempenhar seu papel de maneira excelente. Essa é uma prioridade fundamental. Permitam-me agora falar sobre outra questão importante: não há limite de idade para se realizar a obra em nenhum nível de liderança dentro da casa de Deus. Levar a idade em consideração e estabelecer limites de idade seria um erro tremendo. O motivo disso é que apenas quem está equipado com a verdade e possui forte aptidão para o trabalho tem qualificações para realizar obras importantes em qualquer nível de liderança na casa de Deus. Contudo, em geral, apenas os adultos possuem experiência genuína e entendem a verdade. Pode-se afirmar que alguém se torna adulto apenas depois dos 30 anos, ou seja, essa faixa etária vai dos trinta aos setenta ou até os oitenta anos. Se você pertence a essa faixa etária, contanto que possua a verdade, seja capaz de discernir entre verdadeiro e falso, certo e errado; e contanto que seja capaz de falar bem e organizar um trabalho, você, sem dúvida, é um bom candidato a líder. Moisés só começou a ser usado por Deus aos 80 anos. Por aí você pode ver que condições físicas não são o mais importante quando se trata de servir a Deus. Os principais requisitos são possuir a verdade e ter forte aptidão para o trabalho. As condições físicas são que você seja capaz de falar bem, tomar providências, não ficar confuso e não atrasar nada. Se for esse o caso, você é um candidato excelente. Como a obra da casa de Deus envolve, antes de mais nada, o uso da verdade para a resolução de problemas – o que não é o mesmo que realizar trabalho físico – não deve haver limite de idade com base nas suas condições de trabalho. Essa questão é muito importante. Aqueles que, na casa de Deus, são mais velhos e possuem bom calibre, que possuem a verdade e uma forte aptidão para o trabalho, que foram deixados de lado no passado por causa da sua idade, essas pessoas devem ser promovidas de imediato para cargos mais altos. Não podemos deixar ninguém de fora! Além disso, devemos examinar as pessoas com menos de 30 anos que estejam em posições de liderança importantes. Se elas forem muito jovens, forem imaturas, precisam receber outro trabalho para fazer. Aliás, para ser preciso, a maioria das pessoas atinge um nível comparativo de maturidade aos 40 anos. As pessoas de 30 anos ainda não possuem uma percepção clara das coisas, ainda parecem ingênuas. A natureza da obra da casa de Deus é especial e excepcional, e aqueles que são mais maduros são um pouco mais confiáveis no trabalho que assumem, possuem uma visão mais precisa e não têm tantos problemas. As pessoas mais velhas sofreram mais derrotas e, por conseguinte, são mais cautelosas e experientes quando comparadas aos jovens, realizam seu trabalho de maneira mais pragmática e confiável, são menos irresponsáveis, e fazem tudo com calma. Os jovens são, comparativamente, muito piores nisso. Creio que todos podem reconhecer isso. Não preciso insistir no assunto, vocês todos já entenderam. Os três níveis de liderança da igreja dos quais falo com frequência se referem aos membros da equipe de tomada de decisões regional, aos líderes distritais e aos líderes da igreja. Os coordenadores, os pregadores e os diáconos são todos classificados como obreiros da casa de Deus. Os vários níveis dos líderes da casa de Deus incluem os membros de equipes de tomadas de decisões pastorais, que estão todos encarregados de obras importantes, e é melhor que os ocupantes desses cargos sejam mais velhos em relação aos outros. Quanto aos vários níveis de obreiros nas casas de Deus, eles devem ser relativamente mais jovens. Esses cargos podem ser ocupados por jovens dignos de serem desenvolvidos. Os vários níveis de líderes devem ser escolhidos entre obreiros de vários níveis na casa de Deus, o que é razoável e justo. A casa de Deus não pode deixar de ter princípios para usar as pessoas, de jeito nenhum. Independentemente de elas estarem sendo cultivadas ou sendo já usadas, não há limite de idade; deve-se apenas fazer uma avaliação abrangente baseada nas suas qualificações, tais como: ter humanidade madura, estar equipada com a verdade, ter forte aptidão para o trabalho etc. Se elas buscarem a verdade da mesma forma, e todas tiverem forte aptidão para o trabalho, então basta observar se elas possuem humanidade madura ou não. Aquelas cuja humanidade amadureceu são comparativamente mais qualificadas para exercer papéis, principalmente de liderança. Aquelas cuja humanidade ainda não amadureceu e que não têm experiência só são adequadas para servir como obreiras. Estas últimas devem receber oportunidades para serem cultivadas e ajustadas, e então, uma vez que estejam relativamente maduras, podem avançar, realizando trabalho de liderança. As pessoas que buscam a verdade e têm forte aptidão para trabalhar, bem como uma humanidade relativamente madura, devem, por merecimento, ser cultivadas e selecionadas para promoção. Se uma pessoa tiver sido cultivada durante muitos anos, sem ter ainda forças para fazer o seu trabalho, isso significa que ela tem calibre muito baixo e não nasceu com capacidade para realizar tal obra. Não importa o quanto a sua humanidade seja boa. As condições para escolher os líderes nos diversos níveis da casa de Deus são: em primeiro lugar, se elas possuem a verdade ou não; em segundo lugar, se possuem ou não forte aptidão para o trabalho; e, em terceiro lugar, qual é a qualidade de sua humanidade e do seu caráter. Essa é uma ordem lógica. Se alguém disser que não vale a pena cultivar uma pessoa porque ela é idosa, essa é uma concepção do homem, e é um erro grave. As pessoas que são cultivadas pela casa de Deus podem ter bastante conhecimento, mesmo depois de apenas três ou cinco anos. Isso é totalmente diferente de ser profundo conhecedor e ter boa formação, o que leva de dez a vinte anos e exige juventude. Como a natureza da obra na casa de Deus é diferente, aqueles que são cultivados e usados pela casa de Deus não são escolhidos com base na idade. A única exceção é alguém que esteja na casa dos 70 anos ou mais e que não tenha energia ou comece a ficar confuso; fora isso, qualquer um que tenha excelente calibre, busque a verdade, tenha forte aptidão para o trabalho e humanidade média pode ser cultivado e usado. Essa é a maneira adequada de se fazerem as coisas, em rigoroso acordo com a vontade de Deus.

As pessoas selecionadas pela casa de Deus para serem cultivadas devem ser de bom calibre, buscar a verdade e ter forte aptidão para o trabalho, e também possuir boa humanidade (ou, no mínimo, humanidade média). Apenas se atenderem a essas condições elas podem ser desenvolvidas. A capacidade grande de trabalho é inata, não pode ser adquirida através do cultivo. As pessoas podem, sem dúvida, aprender a buscar a verdade quando confiam nas suas próprias buscas, na ação do Espírito Santo e na provisão e rega proporcionada pelo homem. Mas possuir forte aptidão para o trabalho é um talento de liderança, um dom de Deus, que não pode de jeito nenhum ser adquirido através do cultivo. Esse é um ponto que você precisa entender. Antigamente, algumas pessoas que serviam como líderes não estavam progredindo, depois de decorridos muitos anos; mais tarde, a carga de trabalho delas passou a ser enorme, e elas tinham dificuldade de lidarem com ela. Nenhuma orientação dada a elas funcionou, portanto não se pôde fazer nada a não ser eliminá-las. No princípio, quando essas pessoas foram usadas, foi porque os novos crentes não estavam ainda maduros, portanto não havia opção melhor do que usá-las durante algum tempo, e esperar até que os novos crentes tivessem sete anos de experiência, até que eles tivessem um alicerce e fossem comparativamente estáveis, e possuíssem compreensão de algumas verdades. Então, esses novos crentes puderam ser promovidos para cargos mais altos; e aí puderam substituir os mais velhos, que deixarem de ser úteis. Isso é razoável e justo, e tudo o mais se ajustará em seu devido lugar. Durante os três períodos de pico, de 1997, 1998 e 1999, muitos crentes talentosos entraram na igreja. Agora, eles já têm bastante experiência, e muitos deles são certamente capazes de serem usados e promovidos para cargos mais altos. Como alguém constituiu um alicerce básico depois de sete anos de experiência, se essa pessoa é alguém que busca a verdade, depois de sete anos dessa busca, ela decerto já entende algumas verdades. Ela terá algum conhecimento de Deus, possuirá alguma realidade e, sem dúvida, será capaz de ser treinada para servir como líder. Os requisitos para participar da equipe de tomada de decisões pastoral ou regional são: você precisa ter sete ou mais anos de experiência realizando a obra de Deus, o seu nível de instrução deve ser pelo menos equivalente ao ensino médio, você deve ter bom calibre, deve buscar a verdade e ser equipado com forte e inata aptidão para o trabalho. Apenas depois disso você pode ser escolhido para ser promovido para um cargo mais alto. Essa é uma regra especial, que não pode ser alterada sob hipótese nenhuma! Se alguém não tiver forte aptidão para exercer liderança, não se pode permitir que essa pessoa seja promovida para um cargo de membro de equipe de tomada de decisões pastoral ou regional. As pessoas cujas aptidões para o trabalho sejam inferiores só podem servir em um dos vários níveis de obreiros. Elas não podem assumir responsabilidades de liderança. Antigamente, as pessoas costumavam ter preconceitos contra os que tinham bom calibre e forte aptidão para o trabalho, pois consideravam essas pessoas arrogantes e presunçosas, achavam que elas adoravam status, e usavam isso como desculpa para excluí-las e atacá-las. Contudo, esse é um erro muito grave. Gosto de cultivar pessoas com forte aptidão para o trabalho, que sejam competentes. Mesmo que elas sejam arrogantes e presunçosas e se concentrem no seu status, contanto que busquem a verdade, respeitem os fatos e se expressem de forma racional, elas podem ser cultivadas sem medo. Como toda a humanidade corrupta é arrogante e presunçosa, como todos se concentram no seu status sem exceção nenhuma, a única coisa diferente de uma pessoa para outra é a forma pela qual as pessoas expressam e revelam essas coisas. Quando se trata da tarefa de cultivar e usar as pessoas, deve-se estar ciente da vontade de Deus. Tomemos como exemplo Pedro, que foi aperfeiçoado por Deus. Quando Pedro nasceu, ele tinha bom calibre e capacidade e, além disso, era um homem justo que buscava a verdade e se expressava de maneira verdadeira. Ele sempre seguia Jesus para buscar a verdade, e Jesus o tinha em alta conta. Devemos estar cientes de quais são as pessoas amadas e aperfeiçoadas por Deus. Quem é incapaz de ver quais as pessoas que Deus aperfeiçoa e usa é muito ignorante; pessoas assim apenas interromperão a obra de Deus, elas resistirão ao que Deus faz. Então, como podem se qualificar para serem usadas por Ele?

Perturbar a obra de Deus de cultivo e uso das pessoas é um erro muito grave que não deve ser cometido no serviço a Deus. Quem será cultivado e quem será usado é a questão de mais alta importância na casa de Deus, é um pré-requisito de toda a obra que será realizada na casa de Deus. Apenas depois de as pessoas certas terem sido arranjadas podemos falar na obra. Antes de Deus realizar Sua obra na China continental, Ele primeiro deu testemunho ao homem usado pelo Espírito Santo; e só depois que o viu começar seu trabalho, Ele começou a falar, e apenas quando Suas declarações atingiram o auge, o Espírito Santo deu testemunho do Deus encarnado. Vejam essa sequência de acontecimentos. É absolutamente razoável e justa. Primeiro, Ele apontou um líder, depois realizou a obra, passo a passo. As pessoas inevitavelmente realizam uma obra com base nesse princípio. Se não houver líder adequado, então não há como desenvolver a obra da casa de Deus. Se um falso Cristo ou anticristo for usado, as pessoas se afastarão. Que obra haveria para discutir? Portanto, os membros das equipes de tomada de decisão pastoral e regional devem se ajustar à pessoa mais adequada para o serviço. Essa tarefa é de importância fundamental na casa de Deus. Logo depois disso, em ordem de importância, vem o ajuste adequado das lideranças da igreja e dos distritos, e o ato de fazer as escolhas mais corretas para os três níveis de liderança da igreja; depois que isso for feito, devem-se ajustar de forma apropriada todos os obreiros da casa de Deus. Dessa maneira, a obra da casa de Deus seguirá o caminho certo de modo natural e a vida da igreja se tornará naturalmente normal. Caso se permita que as pessoas que não forem certas para o serviço ou não forem qualificadas para liderar sirvam como líderes, nunca haverá melhorias na vida da igreja. Essa é uma verdade absoluta! Pessoas que não servem para nada, que gostam de agradar à maioria, e aquelas que não têm senso de justiça não podem ter permissão para servirem como líderes na casa de Deus. Elas precisam ser dispensadas e substituídas de imediato! Não se deve poupar ninguém! Aquelas que possuem senso de justiça, que buscam a verdade e carregam o fardo da obra da igreja devem ser promovidas, mesmo que tenham caráter arrogante, sejam presunçosas e adorem ter status, não importa. Contanto que elas busquem a verdade e tenham forte aptidão para o trabalho, e contanto que seja comprovado que não são pessoas perversas, elas podem ser cultivadas e promovidas para um cargo mais alto. Apenas agindo dessa forma estaremos em harmonia com a vontade de Deus, apenas dessa maneira cumpriremos a vontade de Deus.

Anterior:Olhando para a perspectiva das pessoas quanto à crença em Deus a partir de suas noções sobre Deus

Próximo:Apenas quando somos honestos mostramos a verdadeira semelhança humana