3. Como se deve experimentar o julgamento e castigo de Deus a fim de obter salvação?

Palavras de Deus relevantes:

Em suma, tomar a senda de Pedro na fé de alguém significa caminhar na senda da busca da verdade, a qual também é a senda de conseguir se conhecer verdadeiramente e mudar seu caráter. Só ao caminhar na senda de Pedro a pessoa estará na senda de ser aperfeiçoada por Deus. Deve-se estar certo de como, exatamente, caminhar na senda de Pedro e também de como colocá-la em prática. Primeiro, é preciso deixar de lado as próprias intenções da pessoa, as buscas inadequadas e até a família e todas as coisas da própria carne. É preciso ser devotado de todo o coração; isto é, é preciso devotar-se completamente à palavra de Deus, manter o foco em comer e beber as palavras de Deus, concentrar-se na busca pela verdade e na busca pelas intenções de Deus em Suas palavras e tentar compreender a vontade de Deus em tudo. Esse é o método de prática mais fundamental e vital. Foi o que Pedro fez após ver Jesus e é somente praticando dessa maneira que alguém pode alcançar os melhores resultados. Dedicar-se de todo o coração às palavras de Deus envolve primeiramente buscar a verdade, buscar as intenções de Deus em Suas palavras, focando-se em compreender a vontade de Deus, entender e obter mais verdade das palavras de Deus. Quando lia Suas palavras, Pedro não estava focado em entender as doutrinas, muito menos em obter conhecimento teológico; em vez disso, concentrava-se em compreender a verdade e captar a vontade de Deus, bem como alcançar um entendimento de Seu caráter e Sua amabilidade. Pedro também tentava entender os diversos estados corruptos do homem a partir das palavras de Deus, bem como a natureza corrupta e a real deficiência do homem, conhecendo assim todos os aspectos das exigências de Deus ao homem a fim de satisfazê-Lo. Pedro tinha muitas práticas corretas que acatavam as palavras de Deus; isso estava mais de acordo com a vontade de Deus e era a melhor maneira de uma pessoa poder colaborar ao experimentar a obra de Deus. Ao vivenciar as centenas de provações de Deus, Pedro examinou rigorosamente a si mesmo, comparando-se com cada palavra do julgamento de Deus em relação ao homem, com cada palavra da revelação de Deus ao homem, com cada palavra de Suas demandas ao homem, e se esforçou para sondar o significado daquelas palavras. Com determinação, ele tentou ponderar e memorizar cada palavra que Jesus lhe dissera e alcançou resultados muito bons. Através dessa maneira de praticar, ele foi capaz de alcançar um entendimento de si mesmo a partir das palavras de Deus, e não só veio a entender os vários estados corruptos do homem, como também veio a entender a essência, a natureza e as várias deficiências do homem. Isso é o que significa entender verdadeiramente a si mesmo. Das palavras de Deus, Pedro não só alcançou um entendimento verdadeiro de si mesmo, mas, das coisas expressas nas palavras de Deus — o caráter justo de Deus, o que Ele tem e é, a vontade de Deus para Sua obra, Suas exigências à humanidade —, dessas palavras, ele veio a conhecer Deus completamente. Ele veio a conhecer o caráter de Deus e a Sua essência; ele veio a conhecer e entender o que Deus tem e é, bem como a amabilidade de Deus e as exigências de Deus ao homem. Embora Deus não falasse tanto naquele tempo quanto fala hoje, resultados nesses aspectos, todavia, foram alcançados em Pedro. Isso foi algo raro e precioso.

Extraído de ‘Como seguir o caminho de Pedro’ em “Registros das falas de Cristo”

Quando recebemos o julgamento das palavras de Deus, não devemos temer o sofrimento, nem deveríamos ter medo da dor; muito menos deveríamos temer que as palavras de Deus traspassarão nosso coração. Deveríamos ler mais de Suas declarações sobre como Ele nos julga e castiga e expõe a nossa essência corrupta. Precisamos lê-las e nos apoiarmos mais nelas. Não compare os outros com elas — comparemos nós mesmos com elas. Não nos falta nem uma única dessas coisas; todos nós podemos nos enquadrar nelas. Se você não acredita nisso, vá experimentar por sua conta. […] Em nossa fé, devemos manter firmemente que as palavras de Deus são a verdade. Já que sem dúvida elas são a verdade, deveríamos aceitá-las racionalmente. Sendo ou não capazes de reconhecê-las ou admiti-las, a nossa primeira atitude para com as palavras de Deus deveria ser a de aceitação absoluta. Cada linha das palavras de Deus se refere a um estado específico. Isto é, nenhuma das linhas de Suas declarações trata de fenômenos externos, muito menos de regras externas ou de uma forma simples de comportamento nas pessoas. Não é assim. Se você vir cada linha professada por Deus como um tipo simples de comportamento humano ou como fenômeno externo, então você não tem entendimento espiritual e não entende o que é a verdade. As palavras de Deus são profundas. Como são profundas? Tudo que Deus diz e que Ele revela trata dos caracteres corruptos das pessoas e das coisas substanciais e profundamente enraizadas em sua vida. São coisas essenciais, não são fenômenos externos e, especialmente, não são comportamentos externos.

Extraído de ‘A importância e a senda de buscar a verdade’ em “Registros das falas de Cristo”

Se você acredita no governo de Deus, então precisa acreditar que as coisas que acontecem todos os dias, sejam elas boas ou ruins, não são ocorrências aleatórias. Não é que alguém seja intencionalmente duro com você ou tenha você como alvo; na verdade, tudo é arranjado por Deus. Deus orquestra essas coisas para quê? Não é para revelar suas deficiências nem para expor você; expor você não é o objetivo final. O objetivo final é aperfeiçoá-lo e salvá-lo. Como Deus faz isso? Em primeiro lugar, Ele torna você ciente do seu caráter corrupto, da sua natureza e essência, das suas deficiências e do que lhe falta. Só ao conhecer essas coisas e entendê-las em seu coração você pode buscar a verdade e, gradualmente, se livrar de seu caráter corrupto. Isso é Deus lhe proporcionando uma oportunidade. Você precisa saber como aproveitar essa oportunidade e não entrar em choque com Deus. Especialmente quando defrontar-se com pessoas, eventos e coisas que Deus arranja ao seu redor, não pense sempre que as coisas não são como você quer que sejam, sempre querendo fugir, sempre culpando e entendendo Deus errado. Isso não é submeter-se à obra de Deus e dificultará muito para você entrar na realidade da verdade. Qualquer que seja a coisa que não consiga entender completamente, quando tiver dificuldades, você deve aprender a se submeter. Você deve primeiro vir perante Deus e orar mais. Dessa forma, antes que a perceba, haverá uma mudança em seu estado interno e você será capaz de buscar a verdade para resolver seu problema — será capaz de experimentar a obra de Deus. Durante esse período, a realidade da verdade está sendo forjada dentro de você, e é assim que você progredirá e como ocorrerá uma mudança no estado da sua vida. Uma vez que tenha passado por essa mudança e tenha esse tipo de realidade da verdade, então você possuirá estatura, e com a estatura vem a vida. Se alguém sempre vive baseado em um caráter satânico corrupto, então, não importa quanto entusiasmo ou energia tenha, mesmo assim, não pode ser considerado como tendo estatura, nem vida. Deus opera em cada pessoa, e não importa qual seja Seu método, de que tipo de pessoas, coisas ou problemas Ele faça uso para fazer serviço, ou que tipo de tom Suas palavras tenham, Ele só tem um objetivo final: salvar você. Antes de salvar você, Ele precisa transformá-lo, então como você poderia não sofrer um pouco? Você vai ter que sofrer. Esse sofrimento pode envolver muitas coisas. Às vezes, Deus levanta as pessoas, as questões e as coisas ao seu redor de modo que você possa vir a se conhecer, ou então você pode ser diretamente lidado, podado e exposto. Assim como alguém em uma mesa de cirurgia — você precisa passar por um pouco de dor para um bom desfecho. Se, toda vez que você é podado e lidado e toda vez que Ele levanta pessoas, questões e coisas, provocar seus sentimentos e lhe der um impulso, então isso está correto, e você terá estatura e entrará na realidade da verdade.

Extraído de ‘A fim de alcançar a verdade, você deve aprender

com as pessoas, questões e coisas ao seu redor’ em “Registros das falas de Cristo”

Na sua crença em Deus, Pedro procurou satisfazer Deus em tudo, e procurou obedecer a tudo o que viesse de Deus. Sem a mais ligeira queixa, ele pôde aceitar castigo e julgamento, bem como refinamento, tribulação e escassez em sua vida, e nada disso conseguiu mudar seu amor a Deus. Não era esse o máximo amor a Deus? Não é esse o cumprimento do dever de uma criatura de Deus? Quer no castigo, no julgamento ou na tribulação; você é sempre capaz de alcançar a obediência até a morte, e isso é o que uma criatura de Deus deve alcançar, esta é a pureza do amor a Deus. Se o homem pode conseguir tanto assim, ele é uma criatura de Deus qualificada, e não há nada que melhor satisfaça o desejo do Criador.

Extraído de ‘O sucesso ou o fracasso dependem da senda que o homem percorre’ em “A Palavra manifesta em carne”

A verdade que o homem precisa possuir se encontra na palavra de Deus e é uma verdade que é a mais benéfica e útil para a humanidade. É o tônico e o sustento de que o corpo de vocês necessita; algo que ajuda o homem a recuperar sua humanidade normal. É uma verdade com a qual o homem deveria estar equipado. Quanto mais vocês praticarem a palavra de Deus, mais rapidamente a vida de vocês se desenvolverá; e mais clara a verdade se tornará. À medida que crescerem em estatura, vocês verão as coisas do mundo espiritual mais nitidamente e mais força terão para triunfar sobre Satanás. Grande parte da verdade que vocês não compreendem será esclarecida quando vocês praticarem a palavra de Deus. A maioria das pessoas está satisfeita com simplesmente entender o texto da palavra de Deus e se concentrar em equipar-se com doutrinas, em vez de aprofundar sua experiência na prática, mas esse não é o caminho dos fariseus? Então, como a expressão “A palavra de Deus é vida” pode ser real para elas? A vida de uma pessoa não pode crescer simplesmente por ler a palavra de Deus, mas somente quando Sua palavra é posta em prática. Se a sua crença é que entender a palavra de Deus é tudo o que é necessário para se ter vida e estatura, então sua compreensão está distorcida. A verdadeira compreensão da palavra de Deus ocorre quando você pratica a verdade e você deve entender que “somente por praticar a verdade ela poderá alguma vez ser entendida”.

Extraído de ‘Quando compreender a verdade, você deveria colocá-la em prática’ em “A Palavra manifesta em carne”

Se alguém pode satisfazer a Deus ao cumprir seu dever, tem princípios em suas palavras e ações e pode entrar na realidade de todos os aspectos da verdade, então essa é uma pessoa que se torna aperfeiçoada por Deus. Pode-se dizer que a obra e as palavras de Deus foram totalmente eficazes para tal pessoa, que as palavras de Deus se tornaram sua vida, que ela obteve a verdade e é capaz de viver de acordo com as palavras de Deus. Depois disso, a natureza de sua carne — isto é, o próprio fundamento da sua existência original — irá se desestruturar e desmoronar. Após possuir as palavras de Deus como sua vida, a pessoa se tornará uma nova pessoa. Se as palavras de Deus se tornam a sua vida, se a visão da obra de Deus, Suas exigências à humanidade, Suas revelações aos humanos e os padrões para uma vida verdadeira que Deus exige que ela atenda tornam-se a sua vida, se ela vive de acordo com essas palavras e verdades, então ela é aperfeiçoada pelas palavras de Deus. Tal pessoa é renascida e tornada uma nova pessoa através das palavras de Deus.

Extraído de ‘Como seguir o caminho de Pedro’ em “Registros das falas de Cristo”

Trechos de sermão e comunhão para referência:

A obra de Deus nos últimos dias é julgar através de Sua palavra. Então, se quisermos que nosso caráter corrupto seja limpo para alcançar a salvação, primeiro devemos nos esforçar na palavra de Deus e genuinamente comer e beber as palavras de Deus, e aceitar o julgamento de Deus e as revelações em Sua palavra. Não importa o quanto a palavra de Deus fira o coração, o quanto seja dura ou nos faça sofrer, primeiro, estejam certos de que Sua palavra é toda a verdade, e a realidade da vida na qual devemos entrar. Cada declaração da palavra de Deus é purificar e mudar a humanidade, para nos fazer largar nosso caráter corrupto e alcançar a salvação, e mais ainda, para que entendamos a verdade para alcançar o conhecimento de Deus. Então devemos aceitar o julgamento e o castigo, a poda e o tratamento da palavra de Deus. Se quisermos receber a verdade na palavra de Deus, devemos ser capazes de sofrer por aceitar e obedecer à Sua palavra e a verdade. Devemos procurar pela verdade na palavra de Deus, sondar Sua vontade, refletir e conhecer a nós mesmos, refletir sobre a palavra de Deus para conhecer nossa própria arrogância, dissimulação, egoísmo e indignidade, como negociamos com Deus, tiramos vantagem Dele, como O enganamos, brincamos com a verdade, e outras caracteres satânicas, bem como as diversas impurezas em nossa crença em Deus e intenções para recebermos bênçãos. Assim, aos poucos podemos conhecer a verdade de nossa corrupção e a essência de nossa natureza. Após entendermos mais sobre a verdade, nosso conhecimento de Deus se aprofundará aos poucos, e naturalmente saberemos que tipo de pessoa Deus gosta e desgosta, que tipo de pessoa Ele salvaria ou eliminaria, que tipo de pessoa Ele usaria, que tipo de pessoa Ele abençoaria. Uma vez que enxergamos essas coisas, começaremos a entender o caráter de Deus. Esses são os resultados de se vivenciar o julgamento e o castigo da palavra de Deus. Todos que procuram a verdade prestam atenção em vivenciar o julgamento e o castigo da palavra de Deus, prestam atenção em procurar a verdade em tudo, em praticar a palavra de Deus e a obedecer-Lhe. Eles poderão entender a verdade e participar da realidade aos poucos, por vivenciarem a palavra de Deus, e alcançar a salvação e ser aperfeiçoados. Quanto aos que não amam a verdade, embora possam reconhecer a aparição e a obra de Deus a partir da verdade expressada por Ele, eles acham que podem alcançar a salvação contanto que abandonem tudo por Deus e cumpram seu dever. No final, eles ainda não podem receber a verdade e a vida após acreditarem em Deus por anos. Eles entendem algumas palavras, letras e doutrinas, mas acham que conhecem a verdade e alcançaram a realidade. Estão mentindo para si mesmos e certamente serão eliminados por Deus.

Extraído de “Perguntas e respostas clássicas sobre o evangelho do reino”

Quando lemos as palavras de Deus hoje, a coisa mais importante é aceitarmos Seu julgamento e castigo. O ponto mais importante é aceitar o julgamento e castigo de Deus, e esta é a coisa mais fundamental. […] Vocês todos dizem que estão dispostos a suportar o sofrimento do julgamento e castigo. Já que estão dispostos a suportar esse sofrimento, como vocês se submeterão? Como o aceitarão? Se virem as palavras de julgamento e castigo de Deus, vocês serão aceitá-las como o julgamento de Deus a vocês? Ou vocês continuarão dizendo que elas estão julgando outras pessoas, que elas não têm nada a ver com vocês e, desse modo, evitarão o julgamento e castigo de Deus? Qual senda vocês tomarão? Se estiverem dispostos a aceitar o julgamento e castigo de Deus, então vocês não devem evitar essas coisas quando estiverem lendo a palavra de Deus. Por mais cortantes ou duras que sejam, vocês devem aceitar todas elas. Vocês oram a Deus: “Deus, estou disposto a aceitar Teu julgamento e castigo. Tuas palavras de julgamento são direcionadas a mim. Eu sou esse tipo de pessoa corrupta, tenho esses problemas de corrupção, por isso eu deveria aceitar Teu julgamento e castigo, já que é Teu amor por mim, é Tua exaltação. Eu os aceito e obedeço a eles completamente e sou grato por Teu amor”. Assim que vocês orarem dessa forma, vocês os aceitarão facilmente e não acharão difícil. Então, comparem as palavras de Deus com o seu próprio estado para aprofundar seu entendimento. É assim que isso pode ser feito. Essa é uma expressão de submissão ao julgamento e castigo de Deus. Porém, se vocês virem palavras de Deus que sejam bem duras e disserem: “Deus, essas palavras não são um julgamento para mim, elas são o julgamento de outras pessoas, elas são o julgamento de Satanás e não têm nada a ver comigo, por isso não preciso lê-las”, então, isso é evitar o julgamento e castigo de Deus. Se alguns irmãos e irmãs os podarem e lidarem com vocês, o que vocês devem fazer? Vocês devem orar a Deus rapidamente: “Deus, eu agradeço a Ti! Este é o Teu amor que vem até mim. Tu moveste meus irmãos e minhas irmãs para me podar e me tratar por causa de Teu amor por mim. Eu me submeto”. Vocês devem orar. Se não orarem, será fácil para vocês recusarem, será fácil sua carne se revoltar, fácil entrarem em conflito com os outros, fácil para vocês reclamarem e será mais fácil ainda para vocês serem negativos. Portanto, vocês devem se apressar e orar. Depois de terem orado, sua mente se acalmará e vocês serão capazes de se submeter. Uma vez que forem realmente capazes de se submeter, vocês terão alegria em seu coração e dirão: “Naquela vez eu não perdi a cabeça, mas aceitei. Foi porque orei. Agora posso finalmente me submeter a Deus”. Vocês veem um raio de esperança e ganham alguma estatura; é assim que uma pessoa cresce.

Extraído de “Sermões e comunhão sobre a entrada na vida”

Anterior : 2. Por que Deus tem que julgar e castigar as pessoas?

Próximo : 4. O que é oração verdadeira?

Quando o desastre vem, como nós cristãos devemos lidar com ele? Convidamos você a participar da nossa reunião online, onde podemos explorar juntos e encontrar o caminho.
Contate-nos
Entre em contato conosco pelo Whatsapp

Conteúdo relacionado

3. A Bíblia foi compilada pelo homem, não por Deus; a Bíblia não pode representar Deus

Antes, o povo de Israel lia apenas o Antigo Testamento. Em outras palavras, no início da Era da Graça, as pessoas liam o Antigo Testamento. O Novo Testamento só apareceu durante a Era da Graça. O Novo Testamento não existia quando Jesus trabalhava; as pessoas registraram Sua obra depois que Ele ressuscitou e ascendeu ao céu. Só então os Quatro Evangelhos passaram a existir, e além deles também as epístolas de Paulo e Pedro e o livro do Apocalipse. Apenas mais de trezentos anos depois que Jesus ascendeu ao céu, quando as gerações subsequentes reuniram seus registros, passou a existir o Novo Testamento. Somente depois que essa obra foi concluída surgiu o Novo Testamento; ele não existia anteriormente. Deus havia feito toda a obra, o apóstolo Paulo tinha feito todo o trabalho, e depois as epístolas de Paulo e Pedro foram reunidas, e a grandiosa visão registrada por João, na ilha de Patmos, foi colocada por último, pois profetizava a obra dos últimos dias. Estes foram arranjos das gerações posteriores, e são diferentes dos enunciados de hoje. O que está registrado hoje está de acordo com as fases da obra de Deus; aquilo com que as pessoas se envolvem hoje é a obra feita pessoalmente por Deus, e as palavras proferidas pessoalmente por Ele. Você não precisa interferir — as palavras, que vêm diretamente do Espírito, foram arranjadas passo a passo e são diferentes dos arranjos dos registros do homem. O que registraram, pode-se dizer, estava de acordo com seu nível educacional e com o calibre humano. O que registraram foram as experiências dos homens, cada um tinha seus próprios meios de registro e conhecimento, e cada registro era diferente. Assim, se você adora a Bíblia como Deus, você é extremamente ignorante e tolo!

1. Deus redimiu a humanidade na Era da Graça, então por que Ele ainda precisa fazer a obra de julgamento nos últimos dias?

Embora Jesus tenha feito muita obra entre os homens, Ele apenas completou a redenção de toda a humanidade e tornou-Se oferta pelo pecado dos homens e não livrou o homem de todo o seu caráter corrupto. Salvar o homem plenamente da influência de Satanás não exigiu apenas que Jesus tomasse os pecados do homem como oferta pelo pecado, mas também exigiu que Deus fizesse uma obra maior para livrar o homem completamente de seu caráter, que foi corrompido por Satanás. E assim, depois que os pecados do homem foram perdoados, Deus voltou para a carne para guiar o homem até a nova era e começou a obra do castigo e julgamento, e essa obra tem trazido o homem a um reino superior. Todo aquele que se submete ao Seu domínio desfrutará de uma verdade maior e receberá bênçãos maiores. Eles viverão verdadeiramente na luz e ganharão a verdade, o caminho e a vida.

3. Qual é a natureza do problema de o homem não reconhecer as verdades expressas por Cristo? Quais são as consequências de o homem não tratar Cristo como Deus?

Aqueles que querem ganhar vida sem depender da verdade dita por Cristo são as pessoas mais ridículas na terra, e aqueles que não aceitam o caminho de vida trazido por Cristo estão perdidos na fantasia. Por isso Eu digo que quem não aceitar o Cristo dos últimos dias será eternamente desprezado por Deus. Cristo é a porta de entrada do homem para o reino durante os últimos dias, da qual ninguém pode desviar. Ninguém pode ser aperfeiçoado por Deus, exceto por meio de Cristo. Você crê em Deus, então deve aceitar as palavras Dele e obedecer ao Seu caminho.

2. Cristo é realmente o Filho de Deus ou é o Próprio Deus?

O Deus encarnado é chamado de Cristo e Cristo é a carne vestida pelo Espírito de Deus. Essa carne é diferente de qualquer homem que é da carne. Essa diferença existe porque Cristo não é de carne e sangue, mas é a encarnação do Espírito. Ele tem tanto uma humanidade normal como uma divindade completa. Sua divindade não é possuída por nenhum homem. Sua humanidade normal sustenta todas as Suas atividades normais na carne, enquanto Sua divindade realiza a obra do Próprio Deus. Seja Sua humanidade ou divindade, ambas se submetem à vontade do Pai celestial. A substância de Cristo é o Espírito, isto é, a divindade.

Configurações

  • Texto
  • Temas

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Espaçamento entre linhas

Largura da página

Conteúdos

Busca

  • Pesquise neste texto
  • Pesquise neste livro