Aplicativo da Igreja de Deus Todo-Poderoso

Ouça a voz de Deus e dê as boas vindas ao retorno do Senhor Jesus!

Convidamos a todos os buscadores da verdade que entrem em contato conosco.

Coleção de sermões: provisão para a vida

Cores sólidas

Temas

Fonte

Tamanho da fonte

Espaçamento entre linhas

Largura da página

0 resultados

Nenhum resultado encontrado

2. Somente aqueles que obtêm a verdade e entram na realidade são verdadeiramente salvos

O que, exatamente, significa ser salvo ou alcançar a salvação plena? Esse é o grande mistério da fé em Deus. No passado, todas as pessoas que acreditavam em Deus se agarravam a concepções e imaginações humanas sobre isso. Acreditavam que, enquanto as pessoas cressem sinceramente em Deus, não O abandonassem nem traíssem, quando fossem acometidas por catástrofes, elas seriam capazes de receber a proteção de Deus como consequência lógica e, assim, sobreviver aos desastres, o que significaria que elas tinham alcançado a salvação. Especialmente durante a Era da Graça, aqueles que acreditavam no Senhor Jesus pensavam: “Enquanto você acreditar no Senhor Jesus, seus pecados serão perdoados.” E: “Uma vez salvo, salvo para sempre.” Muitos tinham essas concepções e imaginações. Ser salvo e alcançar a salvação plena é realmente tão simples? Na verdade, a salvação plena se refere ao livramento da influência sombria de Satanás, à conversão genuína a Deus, à capacidade de se submeter e estar de acordo com Ele. Refere-se a alcançarmos a verdade como nossa vida para que consigamos nos livrar das amarras e dos tormentos da carne corrompida, para que, na verdade, possamos ser libertos e livres. E mais, refere-se à capacidade das pessoas de amarem a Deus com sinceridade, alcançarem um acordo com Ele e serem ganhas por Ele. Apenas aqueles crentes em Deus que alcançam esses resultados são pessoas verdadeiramente salvas. Em termos mais exatos: os crentes em Deus precisam obter a verdade e entrar na realidade antes de serem verdadeiramente salvos. Não há dúvida quanto a isso.

Experimentamos a obra do julgamento e castigo de Deus nos últimos dias, de um lado, aceitando o julgamento e castigo das Suas palavras; de outro, passando por muitas podas e tratamentos e pelo sofrimento de provações e refinamentos para, finalmente, entendermos muitas verdades. Não entendemos apenas que o significado verdadeiro da obra de Deus nos últimos dias é salvar e aperfeiçoar as pessoas, pois entendemos também que é obter uma compreensão verdadeira do caráter justo de Deus e de Sua onipotência e sabedoria no domínio de tudo, além de desenvolver um coração que genuinamente ama a Deus. Por causa disso, somos plenamente capazes de nos despender sinceramente por Deus, de evangelizar e dar testemunho Dele com força total e de, finalmente, saborear em nosso coração a doçura da transformação do nosso caráter de vida, que ocorre quando entendemos a verdade e conhecemos Deus. Finalmente entendemos o que é salvação plena, deixamos de ser dominados pela confusão em relação ao que significa alcançar a salvação, e se nós mesmos podemos ser verdadeiramente salvos ou não. Enxergamos genuinamente que é apenas quando alcançamos o entendimento da verdade e obtemos a verdade por meio da aceitação, da submissão à obra do julgamento e do castigo de Deus nos últimos dias que realmente conseguimos nos livrar das amarras da influência sombria de Satanás e da nossa natureza carnal corrompida. Então, podemos nos voltar verdadeiramente para Deus e genuinamente amar, obedecer e adorar a Deus. Essa é a única maneira como a humanidade corrompida pode ser salva. Não existe outra maneira além dessa. O propósito da encarnação de Deus nos últimos dias para executar a obra de julgamento e castigo é salvar a humanidade. A palavra de Deus diz: “O estágio final da conquista pretende salvar pessoas e também revelar os fins das pessoas. É para revelar a degeneração das pessoas através do julgamento e, portanto, fazê-las se arrepender, levantar e buscar a vida e a senda correta da vida humana. É para despertar os corações das pessoas entorpecidas e obtusas e para mostrar, através do julgamento, suas rebeldias interiores. Contudo, se as pessoas continuarem incapazes de se arrepender, continuem incapazes de buscar a senda correta da vida humana e incapazes de se desfazerem dessas corrupções, então elas se tornarão objetos irresgatáveis para Satanás as engolir. Este é o significado da conquista: salvar as pessoas e também mostrar o final delas. Bons finais, maus finais — todos eles são revelados pela obra de conquista. Se as pessoas serão salvas ou amaldiçoadas, isto tudo será revelado durante a obra de conquista”.

Crer em Deus é essencial para ser salvo e viver uma vida verdadeira, mas as pessoas precisam entender que alcançar a salvação por meio da fé Nele de forma alguma é tão simples quanto as pessoas imaginam, pois quando foram corrompidas por Satanás, elas se tornaram seres humanos corrompidos que são de Satanás e se opõem a Deus. A humanidade corrompida está sempre resistindo, atacando e blasfemando a Deus porque o veneno de Satanás, a filosofia e o estilo de vida satânicos controlam completamente o coração das pessoas. Essas coisas constituem a vida e natureza das pessoas e fazem com que acabem pertencendo à espécie de Satanás. É por isso que as pessoas são capazes de resistir a Deus e se rebelar contra Ele. Em termos concretos, quando vive segundo a filosofia, as leis, a lógica, o conhecimento e o raciocínio de Satanás, a humanidade corrompida só consegue negar a Deus, rebelar-se contra Ele e até mesmo transformar-se em demônios que odeiam a verdade e resistem a Deus, não restando nela um traço de humanidade. Isso é um fato, como disse Deus Todo-Poderoso: “Todos vocês vivem em um lugar de pecado e libertinagem; vocês são todos pessoas libertinas e pecadoras. Hoje, vocês não só conseguem ver Deus, mas também, sendo isso ainda mais importante, receberam castigo e julgamento, receberam tal salvação mais profunda, quer dizer, receberam o maior amor de Deus. Tudo que Ele faz é amor verdadeiro por vocês, Ele não tem má intenção. É por causa dos seus pecados que Ele os julga, para que vocês se autoexaminem e recebam essa tremenda salvação. Tudo isso é feito para operar o ser humano. Do início ao fim, Deus tem feito o Seu máximo para salvar o homem, e Ele certamente não está disposto a destruir completamente os homens que Ele criou com Suas próprias mãos. Agora Ele veio entre vocês para operar; será que isso não é ainda mais salvação? Se Ele odiasse vocês, será que Ele ainda faria uma obra de tal magnitude para guiá-los pessoalmente? Por que Ele sofreria assim? Deus não odeia vocês nem tem nenhuma intenção maldosa para com vocês. Vocês devem saber que o amor de Deus é o amor mais verdadeiro. É apenas por causa da desobediência das pessoas que Ele precisa salvá-las por meio do julgamento; caso contrário, elas não seriam salvas. Como vocês não sabem como levar a vida ou como viver e vivem neste lugar libertino e pecaminoso e são diabos libertinos e imundos, Ele não suporta permitir que se tornem ainda mais depravados; também não suporta ver vocês vivendo em um lugar imundo como este, sendo pisoteados por Satanás arbitrariamente, nem suporta permitir que vocês caiam no Hades. Ele apenas quer ganhar esse grupo de vocês e salvá-los completamente. Esse é o principal propósito de fazer a obra de conquista em vocês — é apenas pela salvação”. “Quando Deus Se torna carne desta vez, Sua obra é expressar Seu caráter, primeiramente por meio de castigo e julgamento. Usando isso como fundamento, Ele traz mais verdade ao homem, mostra mais caminhos de prática e assim alcança Seu objetivo de conquistar o homem e salvá-lo de seu caráter corrupto. Isso está por trás da obra de Deus na Era do Reino”. Se a humanidade corrompida não aceitar a obra salvadora de Deus de julgar e castigar nos últimos dias, é impossível que ela receba purificação, alcance a salvação, obtenha a verdade e viva à maneira de pessoas verdadeiras, pois o caráter de Deus não tolera ofensa. Quando as pessoas possuem a natureza satânica de resistir a Deus, elas são capazes de odiar a verdade, negar a Deus, rebelar-se contra Ele, julgá-Lo e resistir a Ele, e o resultado de se opor a Deus dessas maneiras é a autodestruição. Os humanos das eras antiga e pré-histórica foram destruídos por terem resistido a Deus, e agora que Deus vem nestes últimos dias julgando e castigando a humanidade corrompida a fim de salvá-la, esta é também a última chance de salvar a humanidade. Se os crentes em Deus não conseguem aceitar a salvação e a perfeição do Seu julgamento e castigo nos últimos dias, Deus os terá como alvos de Sua destruição. A obra de Deus nos últimos dias consiste em resolver o problema crucial do controle e da orientação da humanidade por uma natureza pecaminosa, da qual ela não consegue se livrar. Consiste em livrar a humanidade da influência sombria de Satanás para que ela se volte para Deus e se submeta à Sua obra e, assim, se transforme em um povo que obedeça e adore a Deus e esteja alinhado com as Suas intenções. Para alcançarem esses resultados, as pessoas precisam aceitar o julgamento e castigo de Deus nos últimos dias e obter de Sua obra a verdade das Suas palavras como sua vida. Isso é crucial para se livrarem das restrições e amarras que sua natureza satânica corrompida impõe à sua carne. Apenas se as pessoas estiverem possuídas de uma vida de verdade é que elas conseguirão derrotar Satanás, vencer a carne e viver de acordo com as palavras de Deus, obedecer, amar e adorar genuinamente a Deus e, assim, vencer a natureza satânica dentro delas, que é composta do veneno e da filosofia de Satanás. Desse modo, irão se livrar completamente das amarras e restrições da carne corrompida, obtendo livramento e liberdade na verdade e vivendo um vida verdadeira. Esse é o ponto crucial para que a fé em Deus alcance a salvação por Deus.

Todas as pessoas que entendem a verdade, passando pelo julgamento e castigo de Deus nos últimos dias, possuem um conhecimento genuíno e preciso das duas fases de redenção e julgamento na obra de Deus de salvar a humanidade. Desde a Era da Graça, quando o Senhor Jesus realizou a obra de redenção, mesmo que os pecados da humanidade tenham recebido perdão, os problemas das origens pecaminosas e da natureza satânica dos humanos jamais foram resolvidos. Portanto, a humanidade não tem sido salva verdadeiramente. A salvação, como discutida na Era da Graça, se referia apenas à obtenção do perdão dos pecados, o que significa que Deus deixou de ver os humanos como pecadores, e, por causa do perdão dos pecados, a humanidade pôde orar diretamente a Deus e desfrutar a Sua graça. Esse é o significado verdadeiro da salvação na Era da Graça. Quando Deus Todo-Poderoso veio, Ele revelou claramente o propósito da obra da Era da Lei e da Era da Graça. Deus Todo-Poderoso disse o seguinte sobre a salvação na Era da Graça: “Na época, a obra de Jesus foi a redenção de toda a humanidade. Os pecados de todos que acreditavam Nele foram perdoados; contanto que você acreditasse Nele, Ele o redimiria; se você acreditasse Nele, não era mais pecador e estava aliviado de seus pecados. É isso que significava ser salvo e ser justificado pela fé. No entanto, naqueles que acreditavam ainda restava o que era rebelde e se opunha a Deus e o que ainda precisava ser removido lentamente. A salvação não significava que o homem havia sido completamente ganho por Jesus, mas sim que o homem não era mais do pecado, que ele havia sido perdoado de seus pecados: se você acreditasse, nunca mais seria do pecado.” Assim, ser salvo se refere apenas ao perdão dos pecados, e esse tipo de salvação não pode permitir que as pessoas obtenham entrada ao reino do céu. Na verdade, durante a Era da Graça, o Senhor Jesus sugeriu que apenas as pessoas que recebessem a salvação plena poderiam entrar no reino do céu. O Senhor Jesus disse: “Nem todo o que Me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de Meu Pai, que está nos céus”. É ao recebimento da salvação plena que essas palavras se referem. É evidente que, na Era da Graça, ser salvo significava apenas o estabelecimento de um fundamento e a preparação do caminho para receber a salvação na Era do Reino. Isso confirma o que Pedro diz na Bíblia sobre aquelas pessoas: “Que pelo poder de Deus sois guardados, mediante a fé, para a salvação que está preparada para se revelar no último tempo” (1 Pedro 1:5). Assim, a obra de redenção que o Senhor Jesus realizou foi preparar o caminho e estabelecer o fundamento para a obra da salvação de Deus nos últimos dias. A obra de julgamento e castigo nos últimos dias que Deus Todo-Poderoso — o Jesus retornado — realiza é o núcleo e ponto focal da obra de salvação de Deus. É como Deus Todo-Poderoso diz: “Ao resgatar o homem da cruz, Jesus estava apenas concluindo a obra da redenção; Ele não estava fazendo a obra da perfeição. Assim, apenas metade da obra de Deus estava sendo feita, e terminar a obra da redenção era apenas metade de todo o Seu plano”. Portanto, Deus encarnou nos últimos dias para julgar e castigar as pessoas com palavras, para inculcar nelas toda a verdade de que necessitam, capacitando-as a conhecer Deus de verdade, transformar seu caráter de vida, tornar-se pessoas que obedecem e adoram a Deus e estar de acordo com Sua intenção. É somente então que Deus completa Seu plano de gestão de salvar a humanidade. Apenas quando as pessoas aceitarem a obra de Deus nos últimos dias, experimentarem o julgamento e castigo, a poda e o tratamento, as provações e os refinamentos de Deus, quando obtiverem a Sua verdade e possuírem as Suas palavras como a realidade da vida é que a humanidade terá a capacidade de triunfar sobre Satanás e vencer a natureza pecaminosa para renascer como uma nova criação. Dessa forma, Satanás já não consegue mais iludir e corromper essa humanidade que tem a verdade como sua vida, pois quando as pessoas obtiverem a verdade segundo a qual devem viver, elas serão naturalmente capazes de viver segundo as palavras de Deus, de obedecer genuinamente a Ele, de adorá-Lo e de obter uma vida verdadeira. Isso é a salvação verdadeira. Obter a salvação significa que, ao obterem a verdade, elas obterão vidas novas. Satanás é impotente diante das pessoas que obtiveram a verdade. As falácias, a filosofia e os esquemas de Satanás são repudiados e rejeitados pelas pessoas que obtiveram a verdade. Satanás já não possui mais quaisquer meios para iludir e corromper as pessoas que obtiveram a verdade. Todas as heresias e falácias de Satanás que corrompem as pessoas são completamente ineficazes nas pessoas que obtiveram a verdade, e são totalmente inúteis. Satanás também não possui qualquer status nas mentes das pessoas que obtiveram a verdade e, assim, deixa de ser idolatrado. Visto que a essência má de Satanás foi desmascarada, ele é derrotado e descartado pelas pessoas que obtiveram a verdade. É esse tipo de humanidade que é salvo, a humanidade que derrota Satanás, dá testemunho e está de acordo com as intenções de Deus. Esse é o significado genuíno de ser salvo, e é precisamente isso que a obra de Deus nos últimos dias pretende alcançar. Deus Todo-Poderoso disse: “A obra nos últimos dias revela a obra de Jeová e de Jesus e todos os mistérios não compreendidos pelo homem, de modo a revelar o destino e fim da humanidade e concluir toda a obra de salvação entre a humanidade. Esse estágio da obra nos últimos dias encerra tudo. Todos os mistérios não compreendidos pelo homem devem ser desvendados para permitir que o homem os sonde até sua profundidade e tenha uma compreensão completamente clara em seu coração. Só então a raça humana pode ser dividida de acordo com seus tipos”.

É buscando e obtendo a verdade que as pessoas podem alcançar a salvação. Se as pessoas não obtiverem a verdade, elas certamente continuarão a viver no império de Satanás e em escravidão à carne corrupta, vivendo ainda em pecado e sempre cometendo ofensas — como na Era da Graça, quando, apesar de terem recebido o perdão de seus pecados, as pessoas ainda cometiam ofensas constantemente, se rebelavam contra Deus e resistiam a Ele. Suas vidas eram um ciclo de pecar e confessar, de confessar para então voltar a pecar. Isso é um fato que ninguém pode negar. A tarefa que o Senhor Jesus realizou foi a obra de redenção da humanidade. Aquilo que os crentes em Jesus têm desfrutado é apenas uma vida de paz e alegria que resulta do perdão dos pecados. Apesar de terem sido capazes de desfrutar tanto da graça de Deus, sua natureza corrompida não mudou e eles continuaram a resistir a Deus e se rebelar contra Ele como sempre. Como podemos dizer que esses humanos foram completamente salvos? Especialmente nos últimos dias, a corrupção humana se aprofundou a ponto de toda a era ter alcançado tamanha escuridão e maldade que a comunidade religiosa também se encontra em escuridão total. Aquilo em que as pessoas creem e o que elas adoram é um Deus vago, de modo que os crentes em comunidades religiosas não conseguem realmente viver como humanos verdadeiros, antes gastam seu dia a dia vivendo num ciclo de cometer pecados e depois confessar, de confessar e depois cometer pecados. É evidente que Satanás transformou a humanidade em demônios e diabos impuros, que não têm a mínima semelhança de humanos verdadeiros e que só são capazes de cometer pecados e depois confessá-los, mas são incapazes de praticar a verdade. A maioria dos líderes e pastores das comunidades religiosas que servem a Deus tem resistido a Ele desde o início. Ainda hoje, resistem à Sua obra nos últimos dias. Eles já têm sido as forças más de Satanás que se encontram em inimizade com Deus. Deixe-me perguntar a você: as pessoas que não conseguem se livrar do pecado são pessoas que receberam a salvação? As pessoas que acreditam em Deus, mas resistem a Ele são pessoas que receberam a salvação? Aqueles que desfrutam da graça de Deus, mas executam esquemas para resistir a Deus e trabalham de mãos dadas com o grande dragão vermelho para perseguir e caçar o Cristo encarnado e para condenar a obra de Deus nos últimos dias, são eles aqueles que alcançaram a salvação? Se as pessoas acreditam em Deus, mas ainda se rebelam constantemente contra Ele e resistem a Ele, se elas cumprem seus deveres, mas ainda brincam com Ele, agindo sem se envolver e enganando a Ele, são elas as que foram salvas? Ao executarem seus deveres, algumas não conseguem nem deixar de agir sem se envolver, de ser gananciosas, maliciosas, destrutivas e de perturbar, e elas fazem o máximo possível para agir sem moral e sem lei a ponto de não terem qualquer semelhança humana. Como podemos dizer que elas alcançaram a salvação? Se assim fosse, isso seria absurdo ao extremo, significaria converter preto em branco! Mas a obra de Deus não é tao simples como as pessoas imaginam, pois Deus é um Deus justo e santo e o Seu caráter não tolera ofensas humanas, como disse Deus Todo-Poderoso:

Já que criou o homem, Deus também o conduz; já que salva o homem, Ele o salvará completamente e o ganhará completamente; já que Ele conduz o homem, o trará até o destino adequado; e já que criou e gerencia o homem, Ele deve assumir a responsabilidade da sina e das expectativas do homem. É essa a obra realizada pelo Criador. Apesar de a obra da conquista ser alcançada através da remoção das expectativas do homem, é preciso que o homem seja finalmente levado ao destino adequado preparado para ele por Deus.” “quer se trate de julgamento justo ou de refinamento e castigo implacáveis, tudo é para o bem da salvação. Independentemente de hoje haver ou não a classificação de todos conforme a espécie ou a exposição das categorias do homem, todas as declarações e obra de Deus são para salvar aqueles que realmente amam a Deus. O julgamento justo visa a purificar o homem, o refinamento implacável visa a limpar o homem, palavras duras ou castigos visam a purificar e são para o bem da salvação.

O propósito da obra do julgamento de Deus nos últimos dias é remover o caráter satânico corrompido dos humanos, permitindo que obtenham a verdade, de modo que deixem de cometer pecados e resistir a Deus, mas sejam capazes de viver de acordo com as Suas palavras, de derrotar totalmente a influência de Satanás e ser livres do pecado. Esse é o resultado que a obra de Deus alcançará. Após termos passado por vários anos da obra de Deus nos últimos dias, se mesmo assim não conseguirmos entender as intenções de Deus e ainda não tivermos alcançado os resultados que Ele exige, como poderemos dizer que alcançamos a salvação? Ser salvo por Deus não é tão simples como as pessoas imaginam. Devemos experimentar o julgamento e castigo, bem como as provações e refinamentos da palavra de Deus, passo a passo. Devemos seguir atentamente cada passo da obra de Deus, e no fim ganhar a verdade e alcançar uma mudança de caráter para nos tornarmos uma nova criação, e podermos confiar na verdade para triunfar sobre Satanás e transcender o pecado. Devemos ser capazes de viver confiando conscientemente nas palavras de Deus, obedecer completamente a Ele e sermos compatíveis com Ele. Apenas isto é triunfar verdadeiramente sobre Satanás, transcender o pecado e ser ganho por Deus. Somente se pudermos alcançar este resultado, a partir da vivência da obra de Deus, seremos verdadeiramente salvos por Deus. Se alguém acredita em Deus sem obter a verdade, não permanecerá firme quando enfrentar provações extraordinárias, pois não tem a verdade como sua vida e ainda existe uma possibilidade de 100% de ele trair a Deus. Não é possível experimentar a obra de Deus por meio da própria imaginação, pensando que o alcance da salvação é 100% certo, acreditando que certamente seguirá Deus até o fim e absolutamente não trairá a Ele. Na verdade, a fim de verdadeiramente alcançar a salvação, é preciso completar cada passo da obra de Deus nos últimos dias. Um passo a menos, um elo na corrente a menos não basta. Algumas pessoas, quando confrontadas com a perseguição, prisão e opressão do grande dragão vermelho, não ousam crer em Deus por ficarem tão intimidadas. Elas podem alcançar a salvação dessa forma? Existe um provérbio: “Perdido por um, perdido por mil.” A obra de Deus de testar e refinar as pessoas, especialmente nos últimos poucos anos, é o passo mais crucial e é indispensável. Os crentes em Deus precisam passar pela experiência penosa de derrotar o grande dragão vermelho antes de poderem se livrar da escravidão e do controle da influência de Satanás, voltar genuinamente para Deus e ser vencedores verdadeiros. Se alguém experimenta a obra de Deus apenas pela metade, não importa quem seja, ele está desistindo a meio caminho. As galinhas, por exemplo, precisam chocar seus ovos durante 21 dias para incubá-los para que os pintos nasçam, mas se pararem alguns dias antes, os ovos não produzirão pintos. E também aqui a duração do tempo é importante. Quando experimentamos a obra de Deus, precisamos seguir até o fim da estrada, pois só podemos garantir a salvação se experimentarmos todos os passos da obra de Deus no fim dos dias. Isso não funcionará se pularmos um passo. Precisamos nos submeter a julgamentos e castigos, suportar poda e tratamento e também provações e refinamentos antes de verdadeiramente entendermos e obtermos a verdade, e só então o nosso caráter de vida poderá mudar. Aqueles que acreditam em Deus por muitos anos, mas não experimentam de forma genuína o julgamento e castigo de Deus, jamais buscam de forma alguma a verdade durante todos os tipos de provações e refinamentos, mas vivem ignobilmente sob a influência má do grande dragão vermelho, apenas tentando passar pela vida e seguindo as tendências do mundo de Satanás, por isso eles de forma alguma obterão a verdade nem alcançarão a salvação. Isso é certo sem qualquer dúvida.

Alcançar a salvação é o resultado alcançado quando as pessoas aceitam o julgamento e castigo, as provações e os refinamentos de Deus. Pois, o que muda o caráter de vida de uma pessoa é apenas o entendimento e a obtenção da verdade. Assim, as pessoas que alcançam a salvação são certamente aquelas que entendem grande parte da verdade e verdadeiramente entram na realidade da verdade. São pessoas cujos pontos de vista sobre as coisas, valores e visão de vida passaram por uma transformação genuína, e são pessoas que constantemente praticam a verdade e são capazes de verdadeiramente obedecer a Deus. Especialmente na execução de seus deveres, elas reverenciam Deus, são fiéis a Ele e cumprem o dever à altura dos padrões sem enganar nem agir sem se envolver. Essas são realmente as pessoas que alcançam a salvação. Se as pessoas quiserem avaliar se elas alcançarão ou não a salvação, elas devem primeiramente ponderar se obtiveram ou não a verdade. Apenas aqueles que obtiveram a verdade e entraram na realidade são os que obtêm a vida e alcançam a salvação. Pois é apenas a verdade que pode mudar o ponto de vista das pessoas sobre as coisas, apenas a verdade pode mudar o caráter das pessoas e se tornar sua vida, portanto, obter a verdade pode mudar tudo numa pessoa. Em termos mais concretos, quando entendemos a verdade, podemos discernir as enganações da obra de todos os tipos de espíritos maus; quando entendemos a verdade, podemos discernir todos os tipos de falácias e heresias; quando entendemos a verdade, podemos desmascarar os esquemas de Satanás, enxergar claramente a essência má e a face verdadeira de Satanás e do grande dragão vermelho. Quando entendemos a verdade, podemos reconhecer a face verdadeira da nossa própria corrupção, conhecer a essência da nossa própria natureza e alcançar arrependimento genuíno. Quando entendemos a verdade, podemos discernir as enganações dos líderes falsos e anticristos e não cairemos sob seu controle. Quando entendemos a verdade, podemos discernir todas as formas das enganações e perturbações dos espíritos maus e demônios, podemos romper com as forças de Satanás e nos rebelar contra o grande dragão vermelho e nos voltar verdadeiramente para Deus. Quando entendemos a verdade, podemos compreender as intenções de Deus durante todos os desastres e provações, não perderemos a orientação e saberemos como permanecer firmes e dar testemunho para glorificar a Deus. Portanto, apenas as pessoas que verdadeiramente obtêm a verdade e entram na realidade são as pessoas que verdadeiramente derrotam Satanás, se separam da influência dele e alcançam a salvação. O ponto crucial na questão se uma pessoa alcança ou não a salvação é se ela entende e obtêm a verdade. Se a pessoa peca constantemente e sempre resiste e se rebela contra Deus, isso basta para provar que ela ainda não obteve a verdade e ainda não alcançou a salvação. Se uma pessoa não entende a verdade, se ela ainda está sujeita às ilusões e corrupções de Satanás e ainda resiste a Deus, ela é uma pessoa salva? Se uma pessoa não entende a verdade, ainda está sujeita à enganação dos falsos cristos e anticristos, é incapaz de seguir a Deus, mas segue anticristos e resiste a Deus, ela é uma pessoa que alcançou a salvação? Se uma pessoa está sem a verdade e ainda pode ser ludibriada por todos os tipos de falácias e heresias, não tem discernimento, aceitando falácias como verdade e ainda resiste a Deus, ela é uma pessoa que foi salva? Se uma pessoa não tem a verdade, é incapaz de reconhecer a face insidiosa e má do grande dragão vermelho, não conseguindo se rebelar verdadeiramente contra ele, e ainda resiste a Deus, ela é uma pessoa que alcançou a salvação? Se uma pessoa não tem a verdade, é incapaz de enxergar a essência das tendências do mundo, ainda as segue, desejando coisas materiais, ao mesmo tempo em que recusa a verdade e se opõe a Deus, ela é uma pessoa salva? Se uma pessoa não tem a verdade, mas constantemente cria concepções sobre Deus, entende errado e até julga e delimita Deus, ao mesmo tempo em que imagina ser leal a Ele, se ela resistir a Deus sem estar ciente disso, ao mesmo tempo em que ainda espera receber recompensas Dele, ela é uma pessoa que alcançou a salvação? Se uma pessoa não conhece a verdade e resiste a Deus, ao mesmo tempo em que serve a Ele, submetendo-se publicamente, mas desobedecendo a Ele privadamente e fazendo o que lhe agrada, cometendo inúmeros atos pecaminosos por trás de Suas costas, dizendo que acredita em Deus e segue a Ele, mas continua do lado de Satanás para resistir a Deus, ela é uma pessoa que alcançou a salvação? Em suma, uma pessoa que não tem a verdade não tem uma vida de verdades, por isso, suas ações violam a verdade e resistem a Deus. Assim, se uma pessoa não entende a verdade, seu caráter satânico continua a existir dentro dela e não mudará em nada. Sua natureza satânica de resistir e trair a Deus ainda existe e jamais poderá ser resolvida. Portanto, nenhuma das pessoas que não conhecem a verdade e não obtiveram a verdade alcançou a salvação. Apenas aquelas que, ao experimentarem a obra de Deus nos últimos dias, obtiveram a verdade e entraram na realidade são as pessoas que são salvas e aperfeiçoadas, como disse Deus Todo-Poderoso: “Os aperfeiçoados são pessoas justas, são pessoas tornadas santas e puras; elas são cristalizações da obra de Deus de gerenciar a humanidade ou produtos finais. Apesar de não serem humanos perfeitos, são pessoas que buscam viver vidas significativas. Mas os conquistados reconhecem apenas verbalmente que Deus existe; reconhecem que o Próprio Deus encarnou, que a Palavra aparece na carne e que Deus veio à terra para fazer a obra de julgamento e castigo. Também reconhecem que o julgamento e o castigo de Deus, Seu ferimento e refinamento, são todos benéficos para o homem. Quer dizer, estão apenas começando a ter a semelhança humana e têm uma certa compreensão da vida, mas ainda são incertos sobre isso. Em outras palavras, estão apenas começando a possuir humanidade. Esses são os resultados de ser conquistado.

O ponto crucial na pergunta se as pessoas crentes em Deus podem alcançar a salvação ou não é sua obtenção da verdade e de uma nova vida quando experimentam a obra de Deus. Não importa o quanto as pessoas possam dizer sobre sua experiência e seu conhecimento das palavras de Deus, o que conta é se suas ações satisfazem ou não as exigências de Deus, se estão de acordo com as intenções de Deus e se entraram na realidade da verdade ou não. Se as pessoas vivem a realidade das palavras de Deus, elas são pessoas que obtiveram a verdade e que certamente conhecem e obedecem a Deus. Atualmente, o grande dragão vermelho está freneticamente prendendo as pessoas escolhidas por Deus, condenando amplamente a obra de Deus, distorcendo fatos, transformando branco em preto e cometendo crimes de enorme magnitude. É, de fato, um tempo que está submetendo as pessoas a provações e testando seu trabalho. Pessoas com a realidade da verdade podem dar um testemunho glorioso e retumbante de Deus por meio de todas essas provações, e todos aqueles que permanecerem firmes para dar testemunho glorioso são pessoas verdadeiramente salvas, capazes de obter a proteção e as bênçãos de Deus e que serão guiadas para a próxima era, em que obterão um maravilhoso destino. Ainda há esperança de alcançar a salvação para as pessoas que, atualmente, ainda não entraram na realidade, mas são capazes de recuperar o tempo perdido. Se, no fim, não conseguirem obter a verdade e entrar na realidade, elas estarão em apuros. Certamente serão eliminadas e de forma alguma alcançarão a salvação. Portanto, quando buscamos a verdade, precisamos alcançar os resultados de obter a verdade e entrar na realidade, de conhecer e obedecer a Deus. Somente então podemos ser pessoas que verdadeiramente entram na realidade da verdade, realmente alcançam a salvação e são aperfeiçoadas. Algumas pessoas têm acreditado por mais de dez ou vinte anos, mas foram expulsas pela casa de Deus e eliminadas por causa de suas numerosas ações más, em virtude das quais perderam completamente qualquer esperança de serem salvas. Essas pessoas não foram leais no cumprimento de seu serviço e foram incapazes de cumpri-lo até o fim, totalmente imprestáveis, e a punição é o único fim para elas. A base mais importante para julgar se as pessoas alcançaram a salvação é se elas possuem a verdade. Deus Todo-Poderoso disse isso: “Eu decido o destino de cada pessoa não com base na idade, senioridade, quantidade de sofrimento, nem muito menos, o grau em que ela causa compaixão, mas de acordo com ela possuir ou não a verdade. Não há outra escolha além dessa. Vocês devem entender que todos os que não seguem a vontade de Deus serão punidos. Esse é um fato imutável. Logo, todos os punidos assim o são para a justiça de Deus e como retribuição por seus numerosos atos malignos.” Isso mostra que não há esperança de alcançar a salvação se alguém acredita em Deus, mas não busca a verdade. Deus é justo, portanto, não importa quantos anos alguém acredite Nele ou quão respeitáveis são suas credenciais, se ele não buscar a verdade, no fim será eliminado. Aqueles que cometeram numerosas ações más serão punidos, e apesar de acreditarem em Deus, não só são inelegíveis para a salvação, mas também encontrarão infortúnio. É por isso que eu digo que receber a salvação de Deus não é coisa simples, e se alguém ainda não seguiu a Deus até o fim da estrada, é prematuro afirmar que ele alcançou a salvação de Deus. Se as pessoas não buscaram a verdade, elas não são qualificadas para dizer que já alcançaram a salvação. Se creram por muitos anos sem entrar na realidade das palavras de Deus, se não obtiveram quaisquer verdades e nenhuma mudança em seu caráter corrompido, elas certamente são pessoas que serão eliminadas e já perderam completamente qualquer esperança de alcançar a salvação. “Pois a obra de Deus é a salvação completa do homem — o homem que foi redimido, que ainda vive sob as forças das trevas e que nunca despertou — desse local de encontro de demônios; é para que o homem seja libertado de milênios de pecado e seja amado por Deus, derrubando completamente o grande dragão vermelho, estabelecendo o reino de Deus e trazendo descanso ao coração de Deus mais cedo; é para dar vazão, sem reserva, ao ódio que incha seu peito, para erradicar aqueles germes bolorentos, para permitir que vocês abandonem essa vida que não é diferente da de um boi ou de um cavalo, para que não sejam mais escravos, para que não sejam mais livremente pisoteados ou comandados pelo grande dragão vermelho; vocês não farão mais parte dessa nação falida, já não pertencerão mais ao odioso grande dragão vermelho, já não serão mais escravizados por ele. O ninho dos demônios certamente será despedaçado por Deus, e vocês estarão ao lado de Deus — vocês pertencem a Deus e não pertencem a esse império de escravos.” “O homem foi criado por Deus e deveria adorá-Lo, mas, na realidade, o homem deu as costas a Deus e adorou Satanás. Satanás se tornou o ídolo no coração do homem. Assim, Deus perdeu Sua primazia no coração do homem, o que quer dizer que Ele perdeu o significado de ter criado o homem. Com isso, para restaurar o significado de Sua criação, Ele deve restaurar a imagem original do homem e livrá-lo de seu caráter corrupto. Para recuperar o homem, livrando-o de Satanás, Ele deve salvar o homem do pecado. Somente dessa maneira é que Ele poderá, aos poucos, restaurar a imagem original do homem e sua função original e, enfim, restaurar Seu reino.” “O reino que Ele deseja instituir é o Seu próprio reino. A humanidade que Ele deseja ter é a que O adore, aquela que Lhe obedece completamente e tem Sua glória. Se Ele não salvar a humanidade corrupta, o significado de ter criado o homem será reduzido a nada. Ele não terá mais autoridade entre os homens, e Seu reino não será mais capaz de existir na terra. Se Ele não destruir esses inimigos que não Lhe obedecem, Ele não será capaz de obter Sua glória completa, assim como não será capaz de instituir Seu reino na terra. Esses são os símbolos da conclusão de Sua obra e os símbolos da plena realização de Seu grande feito: destruir totalmente aqueles dentre a humanidade que não Lhe obedecem e levar ao descanso aqueles que foram tornados completos.

Minha obra final não tem por objetivo apenas punir os homens, mas também arranjar o destino deles. E, mais ainda, o objetivo é receber o reconhecimento de todos por tudo o que fiz. Quero que todos e cada um dos homens vejam que tudo o que fiz é correto e que tudo o que fiz é expressão do Meu caráter; não foi a ação do homem, menos ainda da natureza, que trouxe o ser humano à existência. Ao contrário, sou Eu Quem nutre todo ser vivo na criação. Sem a Minha existência, a humanidade só perecerá e sofrerá o flagelo das calamidades. Nenhum ser humano tornará a ver a beleza do sol e da lua nem o mundo verde; a humanidade só há de se deparar com a noite gélida e o vale implacável da sombra da morte. Sou a única salvação da humanidade. Sou a única esperança da humanidade e, mais ainda, sou Aquele sobre quem se baseia a existência de toda a humanidade. Sem Mim, a humanidade imediatamente ficará paralisada. Sem Mim, a humanidade sofrerá uma catástrofe e será espezinhada por toda espécie de espectros, ainda que ninguém atente para Mim. Fiz uma obra que mais ninguém pode fazer e Minha única esperança é que o homem seja capaz de Me retribuir com algumas boas ações. Muito embora bem poucos possam Me retribuir, Eu ainda concluirei a Minha jornada no mundo humano e darei início à próxima etapa da Minha obra reveladora, porque toda a Minha correria de um lado a outro destes muitos anos em meio aos homens tem sido proveitosa e estou muito satisfeito. Não Me importo com o número de homens, mas com suas boas ações. Seja como for, espero que vocês preparem boas ações suficientes para seu próprio destino. Com isso, ficarei satisfeito; se não, nenhum de vocês escapará do desastre que lhes sucede. O desastre tem origem em Mim e, claro, é por Mim orquestrado. Se não conseguirem parecer bons aos Meus olhos, não escaparão de sofrer o desastre. No meio da tribulação, seus atos e feitos não foram considerados de todo apropriados, pois sua fé e seu amor eram vazios e vocês só mostraram ser tímidos ou durões. Quanto a isso, o Meu julgamento será só de bom ou mau. O Meu interesse continua a ser o modo de cada um de vocês agir e se expressar, com base em que determinarei o seu fim. Todavia, devo deixar claro: não terei mais misericórdia daqueles que não Me ofereceram sequer um pingo de lealdade em tempos de adversidade, pois Minha misericórdia vai só até esse ponto. Além disso, não tenho apreço algum por quem quer que já tenha Me traído e gosto ainda menos de Me associar com quem trai os interesses de seus amigos. Esse é Meu caráter, seja quem for a pessoa. Eu devo lhes dizer isto: não receberá Minha clemência pela segunda vez quem partir Meu coração, e quem tiver sido fiel a Mim ficará no Meu coração para sempre.

Para que as pessoas que acreditam em Deus possam alcançar a salvação, elas precisam saber que Cristo é a verdade, o caminho e a vida. Se a humanidade corrompida não conseguir aceitar e se submeter a toda a verdade que Cristo expressou, ela de forma alguma alcançará a salvação. “Cristo dos últimos dias traz vida e traz o duradouro e perpétuo caminho de verdade. Essa verdade é a senda pela qual o homem ganhará vida e a única senda pela qual o homem há de conhecer Deus e ser aprovado por Deus. Se você não busca o caminho de vida providenciado por Cristo dos últimos dias, jamais ganhará a aprovação de Jesus e nunca estará qualificado para adentrar a porta do reino dos céus, pois é tanto um fantoche quanto um prisioneiro da história.” “Aqueles que querem ganhar vida sem depender da verdade dita por Cristo são as pessoas mais ridículas na terra, e aqueles que não aceitam o caminho de vida trazido por Cristo estão perdidos na fantasia. Por isso Eu digo que quem não aceitar o Cristo dos últimos dias será eternamente desprezado por Deus. Cristo é a porta de entrada do homem para o reino durante os últimos dias, da qual ninguém pode desviar. Ninguém pode ser aperfeiçoado por Deus, exceto por meio de Cristo. Você crê em Deus, então deve aceitar as palavras Dele e obedecer ao Seu caminho. Não deve pensar só em ganhar bênçãos sem receber a verdade nem aceitar a provisão de vida. Cristo vem durante os últimos dias para que todos que acreditam verdadeiramente Nele possam ser supridos de vida. Sua obra propósito é para o bem de concluir a era antiga e entrar na nova, e é a senda que deve ser tomada por todos aqueles que entrarem na nova era. Se você é incapaz de reconhecê-Lo e, em vez disso, O condena, blasfema ou até O persegue, está fadado a queimar pela eternidade e nunca entrará no reino de Deus. Pois esse Cristo é Ele Próprio a expressão do Espírito Santo, a expressão de Deus, Aquele que Deus incumbiu de fazer a Sua obra na terra. E assim Eu digo que, se você não pode aceitar tudo o que é feito pelo Cristo dos últimos dias, você blasfema contra o Espírito Santo. A retribuição que deve ser sofrida por todos que blasfemam contra o Espírito Santo é autoexplicativa a todos. Eu também lhe digo que, se você se opõe ao Cristo dos últimos dias e O nega, não há quem possa suportar as consequências em seu lugar. Além do mais, desse dia em diante você não terá outra oportunidade de ganhar a aprovação de Deus; mesmo se você tentar redimir a si mesmo, nunca mais contemplará o rosto de Deus. Pois ao que você se opõe não é um homem, o que você nega não é qualquer ser insignificante, mas Cristo. Você está ciente dessa consequência? Você não cometeu um pequeno erro, mas um crime atroz. E assim recomendo a todos a não mostrar as presas diante da verdade nem fazer críticas imprudentes, pois só a verdade pode lhe trazer vida, e nada exceto a verdade pode permitir que você renasça e contemple a face de Deus.

Se as pessoas acreditarem em Deus e desejarem alcançar a salvação, elas precisarão aceitar e seguir a manifestação e obra de Cristo nos últimos dias, e precisarão se submeter ao julgamento e castigo de Cristo nos últimos dias. Esse é o único caminho para se alcançar a salvação. Então, quando as pessoas experimentarem a obra do julgamento de Deus nos últimos dias, como deverão buscar a verdade para que lhes possa ser concedida a salvação?

Em primeiro lugar, precisam aceitar honestamente o julgamento e castigo das palavras de Deus. Ao passarem pelo julgamento e castigo das palavras de Deus, precisam entender genuinamente o seu próprio caráter corrompido, reconhecer sua própria natureza satânica corrompida, enxergar a verdadeira face e essência satânica da corrupção humana e alcançar uma compreensão totalmente clara da fonte da resistência da humanidade à Deus. Apenas assim conseguirão entender a fonte da fúria de Deus contra a humanidade corrompida e entender a intenção do julgamento e castigo dos humanos por Ele e as Suas exigências aos humanos. Apenas assim conseguirão se submeter absolutamente à obra de Deus e, ao mesmo tempo, entender o inerente caráter justo de Deus, que não tolera ofensa. O caráter justo de Deus se expressa quando Ele revela, julga e castiga a corrupção humana. Se você não aceitar o julgamento e castigo de Deus, jamais entenderá o inerente caráter justo de Deus. Podemos dizer também que, se as pessoas não experimentarem verdadeiramente a obra do julgamento e castigo de Deus, elas jamais obterão a verdade e jamais serão capazes de alcançar uma compreensão genuína de Deus.

Algumas pessoas aceitam a obra de Deus nos últimos dias, mas não dão importância à aceitação do julgamento e castigo de Deus. Adotam, sobretudo, uma postura de evitar e se esquivar das duras palavras de julgamento de Deus, aceitando apenas Suas palavras de bem-aventurança, as palavras que revelam mistérios e as palavras de entrada na experiência. Dessa forma, as pessoas que acreditam em Deus não estão experimentando a obra de julgamento e castigo de Deus e ignoram completamente o significado de crer em Deus e receber a salvação. As pessoas que creem em Deus dessa maneira de forma alguma receberão a salvação de Deus. Apenas quando aceitam genuinamente todas as verdades que Deus expressou e se submetem genuinamente ao julgamento e castigo de Deus é que elas podem resolver verdadeiramente seu caráter corrompido, alcançar uma obediência genuína a Deus, adorar a Ele e, finalmente, entrar em acordo com Cristo. A busca da verdade se cumpre na experiência de aceitarmos e obedecermos ao julgamento e castigo de Deus. Mais ainda, a mudança de caráter é alcançada por meio de uma compreensão passo a passo de Deus ao longo do decurso de se aceitar e obedecer ao julgamento e castigo, às provações e ao refinamento de Deus. O processo de se submeter ao julgamento e castigo de Deus é o processo de buscar a verdade e da transformação do caráter. Buscar e obter a verdade só é possível por meio da experiência do julgamento e castigo de Deus. É nisso o que as pessoas que creem em Deus precisam entender. De forma alguma podemos ignorar o fato de que aceitar honestamente o julgamento e castigo de Deus é o início da experiência da obra de Deus e da entrada na trilha certa de crer em Nele.

Em segundo lugar, a fim de experimentar a obra de Deus e receber a Sua salvação, é preciso cumprir seu dever. Essa é uma condição importante para agirmos em consonância com a obra de Deus. Cumprir o seu dever é também um sinal de fé genuína em Deus, e a prova de que você crê Nele é a capacidade de fielmente cumprir seu dever. Se as pessoas não cumprirem seu dever, poderão receber apenas pouco da obra do Espírito Santo, e é praticamente impossível que alcancem o aperfeiçoamento por meio Dele. Apenas quando cumprimos nosso dever é que podemos experimentar plenamente a obra de Deus, facilmente receber a obra e o aperfeiçoamento do Espírito Santo e entender mais profundamente a nossa própria substância corrompida, o que nos dá mais confiança na busca da salvação que vem de Deus. Apenas quando cumprimos nosso dever é que podemos experimentar Seu julgamento e castigo de forma mais abrangente, entender a natureza de nossa resistência a Ele e de nossa rebeldia contra Ele, e sinceramente obedecer e adorar a Deus. Apenas quando cumprimos nosso dever é que podemos entender de forma mais genuína a sabedoria e onipotência de Deus e remover nossas próprias concepções e falsidades religiosas. Apenas quando cumprimos nosso dever é que podemos ter uma interação de vida mais rica com os irmãos e as irmãs da igreja, gerar mais de nosso próprio entendimento da verdade para alcançar um conhecimento genuíno de Deus e causar a transformação do caráter de vida. Apenas quando cumprimos nosso dever é que somos capazes de ter corações generosos, uma visão de longo alcance, um conhecimento amplo e uma sabedoria plena, tornando-nos, assim, gradativamente mais adequados para sermos usados por Deus. Apenas quando cumprimos nosso dever é que conseguimos entender a verdade de forma mais profunda e entrar na realidade para alcançar a transformação do nosso caráter e o aperfeiçoamento por Deus. Em suma, cumprir o nosso dever é de grande importância quando experimentamos a obra de Deus. A capacidade de cumprir nosso dever está diretamente relacionada às grandes questões da possibilidade de recebermos a salvação de Deus e sermos aperfeiçoados por Ele.

Em terceiro lugar, apenas aqueles que acumularem boas ações suficientes terão um bom destino. Aqueles sem boas ações suficientes de forma alguma podem receber a salvação de Deus. Deus determinou isso muito tempo atrás. Todos os deveres que as pessoas cumprem são boas ações, mas é preciso cumprir bem o dever para que seja uma ação boa. Se alguém cumprir seu dever sem devoção e lidar com ele com esforço mínimo, então não é uma boa ação. Se alguém é destrutivo ou causa perturbação ao cumprir seu dever, isso é totalmente mau. Não há como pechinchar quando se trata de boas ações, e nada se pede em troca delas, pois elas precisam ser praticadas completamente de boa vontade própria. Quando as pessoas têm boas ações genuínas, Deus Se lembra delas. Algumas pessoas doaram dinheiro, depois se arrependeram e o exigiram de volta. Isso não é uma boa ação. Guardar rancor por acolher outros por um período extenso e se queixar constantemente disso não pode se igualar a uma boa ação. Fazer algo bom para a casa de Deus e então esperar algo em troca também não corresponde a uma boa ação. Outras pessoas, após se despenderem pela casa de Deus durante vários anos, sentem que isso as impede de fazer coisas mais importantes e começam a se queixar. Isso certamente não conta como uma boa ação. Não importa quais boas ações você prepara, você deve realizá-las de boa vontade, sendo fiel até o fim, e deve ser capaz de receber a aprovação das outras pessoas. É um ato de bondade e um testemunho do verdadeiro arrependimento de uma pessoa. Na Bíblia há muitos exemplos que podem ser seguidos de boas ações que fazem com que Deus comemore. Por exemplo: ao servir a Deus, você pode esgotar sua mente e seus esforços, ser fiel até a morte, sem arrependimento ou queixa — isso é uma boa ação; ser fielmente dedicado ao seu dever, sem ser superficial ou descuidado e alcançar bons resultados — isso é uma boa ação; oferecer hospitalidade por vários anos como se tivesse sido por um único dia, tratar irmãos e irmãs como família, sem exigir nada nem buscar recompensa — isso é uma boa ação; estar completamente disposto, independentemente da quantidade de dinheiro oferecido, sem exigir nada nem buscar recompensa — isso é uma boa ação; despender por Deus e dedicar-se a Ele, não por fama e riqueza, sem buscar remuneração, sem reclamar — isso é uma boa ação; ser apanhado e enviado para a prisão por cumprir o seu dever, sofrer grande agonia sem reclamar e ainda ser fiel para com Deus e cumprir o seu dever — isso é uma boa ação; ser capaz de pregar o evangelho e atrair mais pessoas boas, trazer aqueles que buscam a verdade diante de Deus e permitir que edifiquem um alicerce sobre o caminho verdadeiro — isso é uma boa ação ainda maior; se, além disso, você depois consegue trazer o povo escolhido de Deus para a realidade da verdade, para que eles prestem um ressonante testemunho a Deus, então não há nenhuma boa ação maior; ser fiel a Deus, não importa o dever que você está cumprindo, sem ser superficial ou descuidado, retribuindo sinceramente o amor de Deus e satisfazendo a Ele — isso é uma boa ação. Em suma, qualquer coisa que as pessoas puderem fazer que seja benéfica para propagar o evangelho do reino de Deus, e que seja feita com sinceridade, sem procurar recompensas e sem fazer trocas, todas contam como uma boa ação. Se você faz o máximo para praticar todas as boas ações que puder, sem procurar recompensa e somente com a finalidade de retribuir o amor de Deus, então você tem realizado boas ações o suficiente. Por que Deus deseja Se lembrar das boas ações? Porque as boas ações são uma demonstração do arrependimento genuíno das pessoas, e são a evidência de serem fiéis a Deus e são coisas que podem dar conforto a Ele. Ele ama e abençoa as pessoas que acumulam bastante boas ações.

O que foi afirmado acima são os três aspectos da realidade que precisamos ter a fim de recebermos a salvação. Apenas aqueles que têm esses três aspectos da realidade são as pessoas que receberam a salvação. No caminho de buscar a verdade e alcançar a salvação de Deus, ainda existem muitas dificuldades e obstáculos, como a família se desfazendo, desastres naturais e provocados pelo homem — todo tipo de provação e tribulação que as pessoas devem enfrentar. Certamente não é uma viagem tranquila, se as pessoas não têm a verdade, elas não podem permanecer firmes, e a chance de traírem a Deus é de 100%. A essa altura, ninguém pode dizer que já recebeu a salvação de Deus, pois ainda falta completar a última e mais díficil fase — sob a perseguição do grande dragão vermelho — para cumprir fielmente o seu dever. Ou seja, na medida em que o evangelho do reino se propaga, cumprir o seu dever, acumular boas ações, obter a verdade e dar testemunhos são os passos cruciais que determinam se uma pessoa pode verdadeiramente receber a salvação de Deus, e podemos dizer também que esse é o período crucial para determinar o destino de uma pessoa. Se uma pessoa pode ou não obter a verdade e alcançar a salvação, isso depende de como ela busca a verdade e experimenta a obra do julgamento e castigo de Deus. Depende de quão bem ela cumpriu seu dever para satisfazer a Deus; depende de como acumulou boas ações para retribuir o amor de Deus; depende de sua capacidade de ganhar mais pessoas por meio da evangelização e do testemunho a Deus na medida em que o evangelho do reino se propaga; depende da capacidade da pessoa de completar o que Deus lhe confiou a fazer para guiar as pessoas escolhidas por Deus na trilha certa de crer Nele e, finalmente, alcançar entendimento de Deus, obediência a Ele e de dar testemunho. É esse o tipo de pessoa que receberá a salvação e será aperfeiçoado.

Dentre todas as pessoas que creem em Deus, as pessoas que buscam a verdade constituem apenas uma minoria, e é certo que, no fim, muitas serão eliminadas por não buscarem a verdade. É certo também que algumas serão punidas por cometerem todos os tipos de maldade. Dentre as pessoas que remanescerem, algumas receberão a salvação por buscarem a verdade. Outras — designadas “servidores fiéis” por fazerem serviço fielmente até o fim — também constituirão uma parte do total, enquanto o restante será eliminado por meio da perdição ou destruição. Cada um desses três tipos de pessoas representa mais ou menos um terço do total. Isso é um fato que se cumprirá, como vemos nas palavras de Deus. Portanto, não pense que estar na casa de Deus atualmente significa que é certo que você receberá a salvação. Na verdade, é possível designar claramente que tipo de pessoa pode ser salvo e que tipo será eliminado. Todos têm alguma ideia sobre isso. As pessoas que têm se agarrado a concepções e ilusões religiosas são as mais tolas. A obra de julgamento e castigo de Deus nos últimos dias é a obra de levar a era ao término. Não é como na Era da Graça, quando as pessoas podiam acreditar como queriam e ninguém intervinha. A era final é diferente. Deus separará cuidadosamente aqueles dentre a humanidade que permanecerão daqueles que sofrerão destruição e daqueles que sofrerão perdição a fim de concluir a era. As pessoas que não buscam a verdade estão apenas enganando e iludindo a si mesmas. Apenas aqueles que buscam e obtêm a verdade são as pessoas que receberão a salvação de Deus. Na verdade, é mais realista afirmar que eles salvarão a si mesmos do que dizer que receberão a salvação de Deus. Se você não buscar a verdade, o Espírito Santo não executará Sua obra, tampouco Deus o reconhecerá. Se você buscar a verdade, o Espírito Santo realizará Sua obra e Deus será gracioso com você. Visto que a entrada no céu depende do esforço de buscar a verdade, o recebimento da salvação por Deus depende do seu próprio esforço, da busca realista da verdade, do pagamento honesto de um preço, do abandono da carne e da prática da verdade, da coordenação ativa com a obra do Espírito Santo e também da disposição de suportar os tormentos de todos os tipos de sofrimento, tribulações e refinamentos. Essa é a única maneira de recebermos a obra do Espírito Santo e o cuidado e a proteção de Deus. Se você não pagar um preço e não conseguir suportar o sofrimento, tudo estará acabado e não há nada mais a discutir. Essa é a realidade de recebermos a salvação; é assim que as coisas são. Não guarde nenhuma daquelas concepções ou ilusões religiosas. Apenas as pessoas que buscam a verdade são as que experimentam a obra de Deus e, no fim, obtêm a verdade e são preenchidas com o testemunho da vitória. São essas as pessas que são verdadeiramente salvas e capazes de receber o cuidado e a proteção de Deus. A fim de concluir a era, Deus completará primeiro as pessoas que buscam a verdade, depois trará destruição para o mundo. As pessoas que receberem a salvação de Deus passarão por refinamento e obterão pureza durante as catástrofes e, no fim, sobreviverão, enquanto as pessoas que não obtiverem a verdade desmoronarão ao enfrentar desastres ou provações, e todas elas morrerão durante as calamidades. É isso o que espera as pessoas que não buscam a verdade. “Somente conhecendo a Deus, o homem pode ter verdadeira fé Nele e, somente O conhecendo, ele pode reverenciá-Lo e obedecer-Lhe de verdade. Aqueles que não conhecem a Deus nunca chegarão à verdadeira obediência e reverência a Deus. Conhecer a Deus inclui conhecer o Seu caráter, entender a Sua vontade e saber o que Ele é. No entanto, qualquer aspecto que alguém chegue a conhecer, cada um requer que o homem pague um preço e requer a vontade de obedecer, sem a qual, ninguém seria capaz de continuar seguindo até o fim. A obra de Deus é muito incompatível com as concepções do homem; o caráter de Deus e o que Deus é são difíceis demais para o homem conhecer, e tudo o que Deus diz e faz é incompreensível demais para o homem: se o homem desejar seguir a Deus, mas não estiver disposto a obedecer-Lhe, então, não ganhará nada. Desde a criação do mundo até hoje, Deus tem realizado muita obra que é incompreensível para o homem e que o homem achou difícil de aceitar, e Deus disse muita coisa que torna difícil sanar as concepções do homem. Contudo, Ele nunca cessou Sua obra pelo fato de o homem ter muitas dificuldades; em vez disso, Ele continuou operando e falando, e apesar de grandes números de ‘guerreiros’ terem caído à beira do caminho, Ele ainda está realizando a Sua obra e continua sem intervalo a escolher um grupo após o outro de pessoas dispostas a se submeter a Sua nova obra. Ele não tem pena desses ‘heróis’ caídos, mas, em vez disso, valoriza aqueles que aceitam Suas novas obra e palavras. Mas para que fim Ele opera dessa maneira, passo a passo? Por que Ele está sempre eliminando algumas pessoas e escolhendo outras? Por que Ele sempre emprega tal método? O objetivo de Sua obra é permitir que o homem O conheça e, assim, seja ganho por Ele. O princípio de Sua obra é operar naqueles que são capazes de se submeter à obra que Ele realiza hoje, e não operar naqueles que se submetem à obra que Ele realizou no passado, enquanto se opõem à obra que Ele realiza hoje. Aqui está a razão pela qual Ele tem eliminado tantas pessoas.

Para que alguém possa receber a salvação, ele precisa buscar a verdade, e para que uma pessoa possa cumprir um dever, não importa qual seja, ela precisa buscar a verdade para obter resultados. As pessoas que executam deveres sem buscar a verdade estão apenas prestando serviços, e de forma alguma alcançarão bons resultados. Se, por exemplo, as pessoas que trabalham como líderes ou co-obreiros na igreja não entenderem a verdade, é impossível que sirvam às intenções de Deus. Se não entendermos a verdade, é também impossível solucionarmos os problemas dos vários tipos de corrupção e concepções entre as pessoas escolhidas por Deus nem evangelizarmos e darmos testemunho de Deus. O discernimento da obra dos espíritos maus e das ilusões dos falsos cristos e anticristos depende do entendimento da verdade. O discernimento de todas as formas das más doutrinas e falácias de Satanás e o desmascaramento dos esquemas de Satanás dependem completamente do entendimento da verdade. A capacidade de se rebelar contra o grande dragão vermelho durante as provações e, assim, escapar da escravidão de Satanás e seguir a Deus com firmeza, tudo isso depende do entendimento da verdade. A capacidade de ganhar mais pessoas boas por meio da propagação do evangelho e do testemunho a Deus depende inteiramente do entendimento da verdade. A capacidade de obter um desempenho satisfatório na execução de seu dever e de acumular boas ações suficientes depende do entendimento da verdade. A capacidade de dar testemunho e não abandonar Deus durante os grandes desastres e provações vindouros depende do entendimento da verdade. Se as pessoas não buscarem a verdade, elas correm o perigo de abandonar Deus a qualquer momento. Quando experimentarem o julgamento e castigo de Deus, quanto maior o número de provações e sofrimentos aos quais as pessoas se submeterem, mais benéficos e mais preciosos eles serão para seu entendimento da verdade e seu conhecimento da obra de Deus. Experiências de vida genuínas — principalmente as experiências de julgamento e castigo, de poda e tratamento, de provações e refinamento, de perseguição e opressão de Satanás, de fracassos e reveses, de rejeição e abandono pelos parentes — são as mais valiosas para as pessoas que buscam a verdade. Quanto mais profunda e completa for a experiência da obra de Deus, maior será o seu conhecimento de Dele, e mais claro seu entendimento da verdade. Seu caráter de vida terá mudado inconscientemente e elas não terão concepções nem equívocos sobre Deus, nenhuma rebelião contra Ele nem resistência a Ele, e não tentarão mais enganar a Deus. Além disso, serão capazes de ser fiéis a Deus, capazes de obedecer e adorar a Deus quando orarem a Ele. Serão capazes de serem fiéis a Ele no cumprimento de sua obrigação, de obedecerem a Ele incondicionalmente, e mesmo quando sacrificarem suas vidas por Ele, estarão dispostas a fazê-lo com alegria. Pessoas desse tipo já alcançaram completamente a salvação. Não são essas as pessoas que foram aperfeiçoadas pelas palavras de Deus? Não são elas a cristalização da obra de Deus? Mesmo que a estrada para receber a salvação de Deus pareça ser tão difícil e as pessoas precisem sofrer tanto e pagar um preço tão alto, aquilo que ganhamos é precioso demais. Essa é a benção e promessa de Deus. Você diria que ser punido e condenado à perdição e destruição não é sofrimento? O que nosso sofrimento chega a ser? É tudo que devemos suportar. Se as pessoas não sofrerem aquilo que devem por acreditarem em Deus, elas sofrerão as chamas eternas do inferno, e isso é agonia verdadeira! Assim, o sofrimento que suportamos por buscarmos a verdade e alcançarmos a salvação é leve e momentâneo. Esse sofrimento ocorre inteiramente pelo bem de obtermos a verdade, darmos testemunho e satisfazermos a Deus, por isso, não importa quanto sofremos, nossas mentes estão em paz e à vontade, são consoladas e não se sentem aflitas. Se não buscarmos a verdade e não estivermos de acordo com a obra de Deus, mesmo que não sintamos dor física, nosso sofrimento espiritual é ainda mais insuportável, e há também a punição e a danação, o sofrimento da ruína eterna, o sofrimento da perdição e destruição. Esse é o sofrimento maior, e é um sofrimento eterno. Você deseja isso? Existe uma estrada para o céu, mas você não a segue, antes insiste em ir para o inferno sem ninguém que possa ajudar você! Essa é a escolha das pessoas que pertencem a Satanás. Se você acredita em Deus, você deve seguir o caminho que Deus indica. Quanto mais você avançar nessa estrada, mais clara ela irá se tornar, e quanto mais você avançar, mais feliz você ficará, pois não há nada que você precisa temer quando está com Deus! Deus Todo-Poderoso disse: “Por fim, todas as nações serão abençoadas por causa de Minhas palavras, e também esmagadas em pedaços por causa de Minhas palavras. Assim, todas as pessoas durante os últimos dias irão ver que Eu sou o Salvador que voltou, Eu sou o Deus Todo-Poderoso que conquista toda a humanidade, e uma vez Eu fui a oferta pelo pecado para o homem, mas nos últimos dias, Eu também Me torno as chamas do sol que queima todas as coisas, bem como o Sol da justiça que revela todas as coisas. Tal é a Minha obra dos últimos dias.

Você entende agora o que é julgamento e o que é verdade? Se tiver entendido, exorto você a que se submeta obedientemente a ser julgado, caso contrário jamais terá a oportunidade de ser elogiado por Deus ou de ser trazido por Ele ao Seu reino. Aqueles que só aceitarem o julgamento, mas nunca puderem ser purificados, isto é, aqueles que fugirem em meio à obra de julgamento, serão para sempre detestados e rejeitados por Deus. Os pecados deles são mais numerosos e mais graves que os dos fariseus, pois eles traíram a Deus e são rebeldes contra Deus. Tais homens, que não são dignos nem mesmo de fazer serviço, irão receber punição mais severa, uma punição que é, mais que isso, eterna. Deus não irá poupar nenhum traidor que antes tenha manifestado lealdade com palavras, mas que depois O tenha traído. Homens assim irão receber retribuição por meio da punição do espírito, da alma e do corpo. Essa não é precisamente uma revelação do caráter justo de Deus? Não é o propósito de Deus ao julgar o homem e revelá-lo? Deus consigna todos aqueles que realizam todo tipo de atos perversos durante a época do julgamento a um lugar infestado de espíritos malignos, deixando esses espíritos malignos destruírem livremente seus corpos carnais. Seus corpos exalam o mau cheiro de cadáveres e tal é a sua adequada retribuição. Deus escreve em seus livros de registros cada um dos pecados desses falsos seguidores desleais, falsos apóstolos e falsos trabalhadores; então, no devido tempo, Ele os lança no meio de espíritos imundos, deixando esses espíritos imundos profanarem seus corpos inteiros à vontade, para que jamais possam ser reencarnados e jamais vejam a luz novamente. Aqueles hipócritas que fizeram serviço num momento, mas que são incapazes de permanecer leais até o fim, são contados por Deus dentre os perversos, para que andem no conselho dos perversos e se tornem parte de sua corja desordenada; no fim, Deus os aniquilará. Deus descarta e desconsidera aqueles que nunca foram leais a Cristo nem dedicaram qualquer esforço e aniquilará a todos na mudança das eras. Eles não existirão mais na terra, menos ainda terão acesso ao reino de Deus. Aqueles que nunca foram sinceros com Deus e que são forçados pelas circunstâncias a lidar superficialmente com Ele são contados entre aqueles que fazem serviços a Seu povo. Só um pequeno número de tais homens pode sobreviver, enquanto a maioria irá perecer juntamente com aqueles que não são qualificados nem para fazer serviços. Por fim, Deus trará a Seu reino todos os que forem de uma mesma mente com Ele, o povo e os filhos de Deus, bem como aqueles predestinados por Deus a serem sacerdotes. Tal é o destilado obtido por Deus por meio de Sua obra. Quanto àqueles que não puderem ser enquadrados em nenhuma categoria estabelecida por Deus, esses serão contados entre os descrentes. E vocês certamente podem imaginar qual será o resultado. Eu já disse a vocês tudo que deveria dizer; a estrada que vocês escolherem será uma decisão sua. O que vocês devem entender é o seguinte: a obra de Deus nunca espera por alguém que não possa acompanhar Seus passos e o caráter justo de Deus não mostra misericórdia para com qualquer homem.

15 de maio de 2013

Anterior:Somente conhecer a obra de Deus é que capacita a pessoa a seguir até o fim

Próximo:As dificuldades que devem ser enfrentadas na crença em Deus